Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Schulle quer jogadores atentos e estádio lotado

28 de abril de 2012 0

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Somente ontem o técnico Itamar Schulle concedeu a primeira entrevista da semana. Ele não considera que a Chapecoense seja favorita por jogar em casa e por um empate. Para ele a única vantagem será se o estádio estiver lotado e com a torcida gritando o tempo inteiro, pois isso motiva ainda mais os jogadores.

Sirli Freitas/Agência RBS

Ele destacou que o Avaí está num bom momento e tem jogadores de qualidade. Por outro lado a Chapecoense enfrenta problemas para definir o time. Além de Wanderson e Jean Carlos, suspensos, o volante Diogo Roque dificilmente joga em virtude de um edema na coxa direita. E ontem o ala-direita Eliomar não participou do treinamento pois sentiu dores no tornozelo esquerdo, o mesmo que sentiu no jogo de quarta-feira passada, contra o Cruzeiro. Se ele não puder jogar quem entra é Rafael Mineiro. Diego Teles e Willian jogam no meio.

Schulle destacou a importância do jogo para a Chapecoense, que pode novamente chegar na sua terceira final em quatro anos. –A Chapecoense é o time que mais cresce no interior do Brasil- declarou.

Além disso ele pode chegar em sua segunda final apenas no primeiro semestre. No início do ano, quando treinava o Novo Hamburgo, chegou na final da Taça Piratini, que é o primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Na ocasião perdeu o título nos pênaltis. Agora pode chegar com a Chapecoense.

Mas em Santa Catarina, ele ainda não disputou uma final de campeonato.

–Pra mim seria muito importante – destacou.

Envie seu Comentário