Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2012

Chapecoense lamenta derrota e foca na Série C

30 de abril de 2012 0

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A tristeza e incredulidade tomou conta do rosto dos jogadores da Chapecoense após o apito final de Paulo Henrique de Godoy Bezerra. A classificação que parecia certa até os 30 minutos do segundo tempo, acabou escapando nos 15 minutos finais, quando a Chapecoense levou dois gols.

- Deixamos escapar uma coisa que estava na nossas mãos- disse o presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro.

O zagueiro Souza não quis nem dar entrevista na saída do campo. O meia Athos, lamentou as falhas nos dois gols do Avaí. –É triste pois fomos bem no primeiro tempo mas no segundo falhamos geral- declarou.

Sirli Freitas/Agência RBS

O técnico Itamar Schulle reclamou da arbitragem, disse que seu time acabou perdendo em dois lances de bola parada mas defendeu a equipe. Ele avaliou que o time foi ousado, lutou e marcou um gol, mas acabou deixando a vaga escapar em dois lances

Mesmo assim ele considera que o time fez um bom campeonato e agora é pensar no Campeonato Brasileiro.

-Temos que ter tranquilidade e nos organizarmos para fazer uma grande Série C- argumentou. Schulle disse que há alguns aspectos a serem melhorados e que a direção já está trabalhando nisso. O presidente Sandro Pallaoro disse que nesta semana a diretoria vai conversar com a comissão técnica e ver quem permanece, quem vai ser dispensado e quem será contratado.

-Vamos fazer uma reformulação- disse Pallaoro. O clube já tem contato com vários jogadores para a Série C. O presidente de honra do clube, Plínio David De Nes Filho, disse que o projeto da Chapecoense é conquistar a vaga na Série B do Campeonato Brasileiro.

Chapecoense estreia dia 26 de maio na Série C 2012

30 de abril de 2012 0

A Chapecoense fará sua estreia as 15h30 do sábado dia 26 de maio no Campeonato Brasileiro da Série C 2012. Na primeira rodada da competição o Verdão enfrenta o Santo André no estádio Hermínio Ometto, na cidade de Araras/SP. No dia 4 de novembro acontece a final que decidirá o campeão.

Em 2012, a Série C contará com a participação de clubes tradicionais do futebol brasileiro como Chapecoense, Santa Cruz, Fortaleza, Paysandu, Vila Nova, Caxias do Sul, Brasiliense, Oeste e Santo André. A competição terá transmissão televisiva.

Pela primeira vez, os clubes participantes da Série C receberão apoio financeiro da CBF para passagens e hospedagens de suas delegações.

Promovidos da Série D, disputam a C neste ano o Tupi/MG, Santa Cruz/PE, Cuiabá/MT e Oeste/SP. Já os times que foram rebaixados da Série B em 2011 são o Duque de Caxias/RJ, Icasa/CE, Vila Nova/GO e Salgueiro/PE.

Chapecoense na competição

O Verdão, que está no Grupo B da competição, fará sua estreia no sábado, dia 26 de maio, contra o Santo André, no estádio Hermínio Ometto, na cidade de Araras/SP. O horário ainda não foi definido.

O primeiro jogo em casa está marcado para as 15h do dia 3 de junho. A partida será contra o Vila Nova/GO.

Jogadores da Chapecoense tem folga nesta segunda, reapresentação é nesta terça-feira

30 de abril de 2012 0

Depois de perder de virada para o Avaí, num jogo que tinha tudo para ser ganho pela Chapecoense, os jogadores tem folga nesta segunda-feira. O departamento de futebol deve se reunir na tarde desta segunda-feira. A reapresentação da equipe está marcada para as 10h desta terça-feira na Arena Condá.

Fora da final do Campeonato Catarinense a Chapecoense se prepara para a Série C do Campeonato Brasileiro. O jogo de estreia na competição será as 15h30 do sábado, dia 26 de maio. A partida será contra o Santo André no estádio Hermínio Ometto, em Araras/SP.

Noivado na arquibancada da Arena Condá

29 de abril de 2012 1

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um noivado na arquibanca do Índio Condá chamou a atenção antes da partida  entre Chapecoense e Avaí. O empresário Fábio Zinke, 32 anos, e a auxiliar de recursos humanos Jaquelne Buratti trocaram alianças no meio da torcida.

Sirli Freitas/Agência RBS

O gaúcho Zinke, que foi morar em Chapecó em 2007 e desde então virou torcedor da Chapecoense, teve a ideia a partir da sugestão de um ensaio fotográfico no estádio. Há 15 dias fez a proposta para Jaqueline, com quem namora há um ano e meio.

– No início pensei que era brincadeira- lembrou.

No dia seguinte pediu se era sério e aceitou a proposta. –Estou nervosa- reconheceu, vestida de noiva na arquibancada.

O noivo, de terno e gravata, estava mais à vontade. – Estou achando ótimo- declarou.

O casamento está previsto para setembro.

Chapecoense perde e está fora das finais

29 de abril de 2012 5

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Chapecoense começou bem a partida, até o final do primeiro tempo estava garantida na final. Mas no segundo tempo o Avaí virou o jogo e garantiu a vaga. Chapecoense 1 x 2 Avaí. O Avaí não vencia a Chapecoense há dois anos, a última vez que o Avaí venceu foi no dia 7 de março de 2010, no Catarinense. Com o resultado o Verdão dá adeus ao campeonato em 2012. O Avaí espera agora o resultado de Figueirense x Joinville.

Aos cinco minutos Athos cobrou falta pelo lado esquerdo, mas Leandro Silva cortou e sobrou escanteio para o Verdão. Neném cobrou bem, Fabiano alcançou mas não cabeceou bem e sobrou tiro de meta para Diego.

Aos 19 minutos João Paulo recebeu amarelo após falta. Pirão cobrou bem mas a bola ficou na trave e na sobra escanteio para o Avaí. Cleber Santana fez uma bela cobrança, Eliomar cortou, mas Cleber cruzou, Rodolpho tirou de soco e Leonardo cabeceou para fora. Lance perigoso na área do Verdão.

Dez minutos depois o meia Neném pediu para sair. Ele sentia fortes dores na coxa direita. No lugar dele o técnico Itamar Schulle colocou Rafael Mineiro.

E foi o lateral Rafael Mineiro que fez o cruzamento, após passe de Athos, para o gol de Esquerdinha. Ele cabeceou e aos 42 minutos do primeiro tempo marcou.

O time do Avaí não desanimou e foi em busca do desempate. Mesmo com os dois minutos de acréscimo o Leão não conseguiu. O primeiro tempo terminou Chapecoense 1 x 0 Avaí.

Sirli Freitas/Agência RBS

Segundo Tempo

Na segunda etapa o técnico Hemerson Maria fez duas alterações. Entraram Patric e Ronaldo Capixaba no lugar de Felipe Alves e Maurício. O time da Chapecoense voltou com a mesma equipe. Aos nove minutos Pirão deu um belo chute na entrada a área do Verdão, mas Rodolpho estava atento e salvou.

Aos 31 minutos saiu o empate. Foi no gol contra do zagueiro Leonardo após a cobrança de escanteio pelo lado direito com Laércio. Ele foi o último a tocar na bola.

Três minutos depois, após discussão dois jogadores foram expulsos pelo árbitro Paulo Henrique de Godoy Bezerra. Esquerdinha e Aelson foram mais cedo para o vestiário.

Com esse resultado o Verdão estava garantido na final, mas Patric mudou a situação, ele marcou o gol e garantiu a vaga para o Leão. Após cobrança de falta ele marcou aos 36 minutos.

Com o resultado: Chapecoense 1 x 2 Avaí, o Verdão está fora das finais.

FICHA DO JOGO

Chapecoense – 1

Rodolpho, Souza (Leandrinho), Leonardo, Fabiano, Diego Telles, Esquerdinha, Eliomar, Willian, Neném (Rafael Mineiro), Athos e João Paulo (Éber).

Técnico: Itamar Schulle

Avaí – 2

Diego, Renato Santos, Leandro Silva, Arlan, Aelson, Mika, Pirão, Robinho (Laércio), Cleber Santana, Felipe Alves (Patric) e Maurício (Ronaldo Capixaba).

Técnico: Hemerson Maria

Gols:

Esquerdinha (42 min 1ºT) – Chapecoense

Leonardo (contra 31min 2ºT), Patric (36min 2ºT) – Avaí

Cartões Amarelos:

João Paulo, Willian, Athos – Chapecoense

Pirão, Aelson, Cleber Santana, Mika – Avaí

Cartão Vermelho

Esquerdinha (34min 2ºT) – Chapecoense

Aelson (34min 2ºT) – Avaí

Arbitragem: Paulo Henrique de Godoy Bezerra, auxiliado por Angelo Rudimar Bechi e Eder Alexandre

Local: Arena Condá – Chapecó/SC

Público: 7.683 mil

Renda: R$ 85,650

Torcida da Chapecoense está confiante

29 de abril de 2012 0

A torcida da Chapecoense está confiante na classificação para a final do Campenato Catarinense.

–Vamos ser campeões novamente – disse Mateus Pinheiro, que é integrante da Torcida Jovem. Ele lembrou que desde 2007 o time vem chegando com frequência nas finais. Se passar pelo Avaí, será a quarta decisão em seis anos.

O presidente da Torcida Jovem, Kléber Mello, acredita que a Chapecoense vai estar na final e também subir para a Série B do Campeonato Brasileiro.

–O time está crescendo bastante- argumentou. Ele citou também o aumento da torcida organizada, que foi criada no ano passado, com 20 pessoas, e atualmente conta com 200 integrantes.

Semifinal do Catarinense: Chapecoense x Avaí

28 de abril de 2012 0

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Não é apenas a vaga para a final do Campeonato Catarinense de 2012 que está em jogo no confronto deste domingo entre Avaí e Chapecoense, no Índio Condá. Para o time do Oeste está em jogo a consolidação entre os grandes de Santa Catarina, a terceira final em quatro anos, a possibilidade de disputar a quarta Copa do Brasil e potencial de ganho que pode superar meio milhão de reais.

-Teríamos um ganho de pelo menos R$ 500 mil – calcula o presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro. Esse valor seria entre acréscimo de patrocínios, renda e verba de apoio da Confederação Brasileira de Futebol.

Neste ano o clube ganhou R$ 120 mil por fase na Copa do Brasil. Como foram duas fases, foram R$ 240 mil. Além disso, a CBF banca 23 passagens e o deslocamento. A bilheteria da Copa do Brasil não renderia muito se a Chapecoense enfrentasse um time desconhecido, como foi contra o São Mateus. Mas uma classificação para fases seguintes representaria mais ganhos, principalmente se enfrentasse clubes como Grêmio ou Internacional.

A competição também facilita a contratação de jogadores, que veem a competição como uma vitrine.

Outro ganho seria com a renda da final do Campeonato Catarinense, que poderia chegar a R$ 200 mil se fossem vendidos todos os ingressos, de acordo com cálculo do gerente de futebol do clube, Carlinhos Almeida.

O gerente disse que chegar numa nova final consolidaria a Chapecoense como uma das forças do futebol de Santa Catarina, manteria o time no cenário nacional e também melhoria a posição do clube no ranking da Copa do Brasil. O supervisor Chinho Di Domenico disse que, em três participações, o clube passou da posição 125 para 105 e a expectativa é ficar entre os 100 melhores na próxima edição.

O número de sócios também aumentaria. No ano passado o clube tinha 3,5 mil sócios. Neste ano, subiu para cinco mil. O presidente Sandro Pallaoro prevê um acréscimo de mil a 1,5 mil sócios caso o clube chegue a uma nova final. – Mas primeiro temos que passar pelo Avaí- ressaltou.

Montagem sobre foto de Edu Cavalcanti/Agência RBS

MINUTO A MINUTO

FICHA DO JOGO

Chapecoense

Rodolpho, Souza, Leonardo, Fabiano, Diego Teles, Willian, Esquerdinha, Eliomar, Neném, Athos e Éber.

Técnico: Itamar Schulle

Avaí

Diego, Renato Santos, Leandro Silva, Arlan, Aelson, Mika, Pirão, Robinho, Cleber Santana, Felipe Alves e Maurício.

Técnico: Hemerson Maria

Arbitragem: Paulo Henrique de Godoy Bezerra, auxiliado por Angelo Rudimar Bechi e Eder Alexandre

Horário: 16h

Local: Arena Condá – Chapecó/SC

“É decisão e o estádio precisa estar verde e branco. Quando o torcedor vem e lota o estádio a Chapecoense é muito forte”

28 de abril de 2012 1

Sirli Freitas/Agência RBS

“É decisão e o estádio precisa estar verde e branco. Quando o torcedor vem e lota o estádio a Chapecoense é muito forte” - Itamar Schulle, técnico da Chapecoense.

Carreata do Verdão neste sábado

28 de abril de 2012 0

Se a mobilização do torcedor durante a semana foi fraca, ela promete esquentar neste sábado. Uma carreata está programada para às 10 horas de hoje, com saída do estádio Índio Condá.

A carreata está sendo organizada por um grupo de torcedores denominada “Geral da Chape”. O torcedor Marcos Silva disse que a previsão é de três horas de desfile pelas principais ruas da cidade, para mobilizar o torcedor.

Schulle quer jogadores atentos e estádio lotado

28 de abril de 2012 0

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Somente ontem o técnico Itamar Schulle concedeu a primeira entrevista da semana. Ele não considera que a Chapecoense seja favorita por jogar em casa e por um empate. Para ele a única vantagem será se o estádio estiver lotado e com a torcida gritando o tempo inteiro, pois isso motiva ainda mais os jogadores.

Sirli Freitas/Agência RBS

Ele destacou que o Avaí está num bom momento e tem jogadores de qualidade. Por outro lado a Chapecoense enfrenta problemas para definir o time. Além de Wanderson e Jean Carlos, suspensos, o volante Diogo Roque dificilmente joga em virtude de um edema na coxa direita. E ontem o ala-direita Eliomar não participou do treinamento pois sentiu dores no tornozelo esquerdo, o mesmo que sentiu no jogo de quarta-feira passada, contra o Cruzeiro. Se ele não puder jogar quem entra é Rafael Mineiro. Diego Teles e Willian jogam no meio.

Schulle destacou a importância do jogo para a Chapecoense, que pode novamente chegar na sua terceira final em quatro anos. –A Chapecoense é o time que mais cresce no interior do Brasil- declarou.

Além disso ele pode chegar em sua segunda final apenas no primeiro semestre. No início do ano, quando treinava o Novo Hamburgo, chegou na final da Taça Piratini, que é o primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Na ocasião perdeu o título nos pênaltis. Agora pode chegar com a Chapecoense.

Mas em Santa Catarina, ele ainda não disputou uma final de campeonato.

–Pra mim seria muito importante – destacou.