Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Cruzeiro"

Treino leve para os titulares da Chapecoense

12 de abril de 2012 0

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Os jogadores da Chapecoense que atuaram no time titular contra o Cruzeiro no empate por 1 a 1, na quarta-feira, fizeram apenas um treinamento breve nesta tarde, na Arena Condá.

Sirli Freitas / Agência RBS

Como ocorre tradicionalmente depois dos jogos, eles fizeram uma atividade de reforço muscular na academia e corrida ao redor do gramado. O zagueiro Souza, que saiu no início do segundo tempo contra o Cruzeiro, disse que sentiu apenas cansaço e está bem para a decisão de domingo, contra o Criciúma.

Quem não atuou contra o Cruzeiro foi treinar no campo do Trevo.

Nesta sexta-feira o técnico Itamar Schulle deve fazer o coletivo que define o time que enfrenta o Tigre. A partida é domingo, no Índio Condá. Para Chapecoense basta um empate para conquistar uma vaga nas semifinais do Catarinense.

Empate do Verdão na Copa do Brasil é destaque na mídia

12 de abril de 2012 0

O jogo entre Chapecoense x Cruzeiro, válido pela segunda fase da Copa do Brasil foi destaque na mídia estadual e nacional. Além dos canais fechados Sportv, ESPN e Globo Minas, a partida foi transmitida na TV aberta para todo o Oeste Catarinense.

A decisão de transmitir o jogo para Chapecó e região foi anunciada horas antes do início do jogo. Tal definição oportunizou que mais de 1 milhão de pessoas, que pertencem aos mais de 86 municípios do Oeste pudessem acompanhar a partida. Já que mais de 7 mil torcedores foram até a Arena Condá conferir a participação do Verdão numa competição nacional.

Copa do Brasil: Classificação só na quarta-feira dia 18 em Sete Lagoas/MG

12 de abril de 2012 0

Classificação, só na próxima semana. Chapecoense e Cruzeiro empataram em 1 a 1 na noite desta quarta-feira, na Arena Condá, em Chapecó, e decidem a vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil na próxima quarta, dia 18, às 21h50, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas/MG. A Raposa, que tinha a vantagem de poder eliminar o jogo de volta caso vencesse por dois ou mais gols de diferença, ainda saiu em desvantagem no marcador. Souza marcou no primeiro tempo, mas Walter deixou tudo igual no segundo tempo.

Leo em disputa com Athos. (Sirli Freitas / Agência RBS)

O vencedor do jogo de volta assegura a classificação, mas a equipe mineira entra em campo com a vantagem de poder avançar com um 0 a 0. Novo 1 a 1 leva a decisão da vaga para os pênaltis – empate por dois ou mais gols garante o Chapecoense na próxima fase.

O adversário sairá do confronto entre Criciúma e Atlético/PR, que fazem a segunda partida nesta quinta-feira. No primeiro jogo o time do Paraná venceu por 2 a 1.

Atenção para os Estaduais

Os dois times agora voltam as atenções para os campeonatos regionais. No próximo domingo, pelo Catarinense, o Chapecoense recebe o Criciúma, às 16h, na Arena Condá. No mesmo dia e no mesmo horário, o Cruzeiro enfrenta o Uberaba, na Arena do Calçado, em Nova Serrana, pelo Mineiro.

Empate no Condá

12 de abril de 2012 20

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Vai ter jogo de volta na Copa do Brasil entre Cruzeiro e Chapecoense no dia 18, Sete Lagoas-MG. A Chapecoense empatou por 1 a 1 com o Cruzeiro, ontem, na Arena Condá e se manteve viva na competição. Se alguns temiam goleada, o time catarinense mostrou que em casa pode fazer frente a um time de Série A do Campeonato Brasileiro.

Sirli Freitas / Agência RBS

O Cruzeiro iniciou assustando o time da casa. Com toques rápido já no primeiro ataque levou perigo com Anselmo Ramon, que desviou o cruzamento mas a bola foi para fora. Aos poucos a Chapecoense conseguiu conter o ímpetou do time visitante e conseguiu a primeira conclusão aos quatro minutos, com Athos, mas a bola foi para fora.

Três minutos depois foi a vez do goleiro Rodolpho, que substitui o lesionado Nivaldo, salvar. Anselmo Ramon recebeu livre dentro da área mas o goleiro da Chapecoense adiantou-se e conseguiu defender o chute do atacante cruzeirense.

O principal lance do primeiro tempo foi aos 16 minutos. Num escanteio cobrado por Neném o zagueiro Souza subiu mais alto e cabeceou no canto, sem chance para o goleiro Fábio. Foi o terceiro gol do zagueiro na Copa do Brasil. O herói da classificação na primeira fase, quando marcou dois na vitória por 3 a 1 contra o São Mateus, voltou a fazer a diferença.

Ele vibrou muito batendo no peito, mexendo os braços vibrando em direção à torcida e depois os levantando as mãos para o céu. Era a vibração de quem tinha sido afastado dos últimos três jogos por determinação do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, que o puniu pena entrada que fraturou a perna do atacante Héber, do Figueirense. No final da tarde de terça-feira a Chapecoense conseguiu no Superior Tribunal de Justiça um efeito suspensivo, o que garantir a presença do capitão Souza no time. E o esforço valeu a pena.

Depois disso o Cruzeiro teve três chances de empatar. Primeiro, com Anselmo Ramon, que desperdiçou. Na sequência Wellington Paulista teve duas chances de marcar, aos 25 e aos 29 minutos, mas chutou para fora.

O Cruzeiro tentava também lançar bolas para a área mas a zaga da Chapecoense levava a melhor em todos os lances.

No intervalo Souza destacou a necessidade de ter humildade. No segundo tempo o técnico Vagner Mancini colocou Walter no lugar Wallyson. Logo a dois minutos Walter mostrou serviço e quase marcou, mas a bola foi para fora. No entanto aos 15 minutos ele justificou a mudança. No cruzamento de Diego Renan, Walter igualou o placar de cabeça.

Mesmo após o gol o Cruzeiro continuou pressionando. Roger cobrou falta e Rodolpho mandou para escanteio. A Chapecoense teve a chance de marcar o segundo num contra-ataque em que Rafael Mineiro recebeu livre na direita, chutou cruzado mas a bola acabou indo para fora.

Athos também teve sua chance, num chute de fora da áerea, que exigiu grande defesa de Fábio. Eber também exigiu o goleiro cruzeirense. O Cruzeiro teve vários escanteios a favor mas a zaga da Chapecoense levou a melhor. O time mineiro ainda ficou com um a menos no final da partida, com a expulsão de Leo, por falta em Athos.

Mesmo assim o goleiro Rodolpho foi obrigado a fazer duas boas defesas em chutes de Walter e Roger.

Agora o time catarinense terá que vencer em Minas Gerais ou então empatar por dois ou mais gols para garantir a vaga. Novo 1 a 1 leva o jogo para os pênaltis. Mas antes tem o jogo de domingo, contra o Criciúma, que vale vaga nas semifinais do Catarinense.

FICHA DO JOGO

CHAPECOENSE – 1

Rodolpho; Fabiano, Souza (Dema), Leonardo; Eliomar, Diogo Roque, Wanderson, Neném, Athos, Willian (Rafael Mineiro) e João Paulo (Éber).

Técnico: Itamar Schulle

CRUZEIRO – 1

Fábio; Everton, Leo, Victorino, Diego Renan (Élber); Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Montillo; Wallyson (Walter), Anselmo Ramon e Wellington Paulista (Roger).

Técnico: Vágner Mancini

Arbitragem: Jean Pierre Goncalves Lima, será auxiliado por José Javel Silveira e Lucio Beiersdorf Flor.

Gols

Souza (16min 1ºT) – Chapecoense

Walter (16min (2ºT) – Cruzeiro

Cartões Amarelos

Willian, Neném, Wanderson – Chapecoense

Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Diego Renan – Cruzeiro

Cartão Vermelho

Leo (36min 2°T) – Cruzeiro

Local: Arena Condá – Chapecó/SC

Ingressos para Chapecoense X Cruzeiro estão à venda

11 de abril de 2012 0

Os ingressos para Chapecoense x Cruzeiro estão à venda. A partida é válida pela segunda rodada da Copa do Brasil.

O jogo será nesta quarta-feira, dia 11, às 21h50 na Arena Condá.

Valores:

Cadeiras: R$ 120

Cobertas: R$ 80

Geral: R$ 60

Aposentados, crianças de 8 a 12 anos e estudantes pagam meio ingresso.

Pontos de Venda: Palácio dos Esportes, Maidana Esportes, Posto de Marco, Sensação do Mate do Shopping Pátio Chapecó e nas lojas Schumann da região.

>> Acompanhe o MINUTO A MINUTO

Copa do Brasil: Mancini critica gramado do Condá e espera eliminar segundo jogo

11 de abril de 2012 3

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O técnico do Cruzeiro, Vágner Mancini, não gostou nada do gramado do Índio Condá. Durante o reconhecimento do gramado, ontem à noite, ele fez duras críticas ao “tapete verde”. –O campo é brincadeira, não sei como a CBF permite jogar num campo desses- lamentou o treinador.

Já o meia Montillo não se importou tanto com as más condições do local de jogo. –No Chile também joguei em campos que não eram bons- ponderou.

Sirli Freitas / Agência RBS

Os dois estavam afinados no discurso na hora de destacar a intenção de obter a classificação antecipada. –É a nossa intenção- reconheceu Mancini. No entanto treinador e jogador pregaram respeito ao adversário.

Montillo prevê um jogo disputado mais na parte física do que técnica. Mancini disse que assistiu alguns jogos da Chapecoense e percebeu que uma das armas do clube catarinense é a bola aérea.

Cerca de 500 pessoas acompanharam o treinamento ontem à noite. Quase todos torcedores com camisas da Chapecoense, curiosos em ver o adversário e alguns jogadores que só viam pela televisão. Muitos pegaram no pé de jogadores como Roger.

O time mineiro chegou em Chapecó às 16h35 de ontem. Alguns torcedores foram recepcionar o time. Entre eles estava Andrielli Fiorini, 15 anos, de Pinhalzinho. Ela é torcedora do Grêmio mas é fã do zagueiro Leo, que era do time gaúcho e agora está no Cruzeiro. Por isso agora torce também para o time mineiro. Ela fez seu pai largar a empresa e levá-la até Chapecó, a 60 quilômetros de distância. No ano passado ela foi até Porto Alegre só para ver um jogo com o Cruzeiro e tirar uma foto com Leo, que ontem estava estampada na camiseta. Ontem ela conseguiu falar com o jogador e pegar um autógrafo. Hoje ela vai reforçar a torcida do Cruzeiro.

Uma família com o coração dividido

11 de abril de 2012 0

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A família Cerqueira estará dividida hoje à noite no estádio Índio Condá, quando se enfrentam Chapecoense e Cruzeiro, a partir das 21h50, em partida válida pela segunda rodada da Copa do Brasil. Enquanto Sebastião Franklin de Cerqueira vai estar na Geral da Chapecoense, com o filho Rafael e o sobrinho Pedro Dal Bosco, a filha Maria Luísa de Cerqueira vai estar na torcida do Cruzeiro.

Maria Luisa, Pedro, Rafael e Sebastião vestiram as camisas mescladas com as cores e símbolos dos dois times. (Sirli Freitas / Agência RBS)

Os quatro são torcedores da Chapecoense e do Cruzeiro, por influência de Sebastião, que é natural de Janaúba, em Minas Gerais, e foi morar em Chapecó em 1972. Sebastião fez concurso nacional da Caixa Econômica Federal e se mudou para Chapecó, cidade que gostou tanto que casou, teve dois filhos e mora até hoje. Cruzeirense desde criancinha, o “Mineiro da Caixa” influenciou a família a torcer pelo time do coração. Quando ia para Minas, trazia de volta camisas do Cruzeiro para presentear os familiares.

Maria Luísa gostou tanto que hoje é mais torcedora do Cruzeiro do que o pai. Ela chegou ontem de Joinville, onde estuda Engenharia Mecânica, para visitar a família e ver o jogo. Maria Luísa já assistiu até uma final de Libertadores no Mineirão, em 2009, onde o Cruzeiro perdeu o título para o Estudiantes ao ser derrotado por 2 a 1.

Agora está empolgada por ver seus dois times jogando na sua terra natal. Já o pai decidiu mostrar suas duas paixões ao mandar confeccionar 23 camisas com o lado esquerdo da Chapecoense e o lado direito do Cruzeiro. –A Chapecoense está no lado do coração- disse Mineiro, que já considera o time catarinense como o time número um.

Ele e o filho Rafael já usaram as camisas no domingo passado, quando a Chapecoense perdeu por 3 a 2. Para não dar problema hoje vão com a camisa da Chapecoense. Rafael disse que torce para o time de Chapecó nos estaduais e, em competições nacionais e Libertadores, é cruzeirense. Mas no confronto de hoje o Verde pesa mais forte.

>> Acompanhe o MINUTO A MINUTO DA PARTIDA.

Esta é a segunda vez que Sebastião vai assistir o Cruzeiro no Índio Condá. A primeira foi em 1995, quando o time mineiro enfrentou o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro. O time gaúcho venceu por 2 a 0. –O Dida era o goleiro- lembrou “Mineiro”.

A família Cerqueira acha difícil a Chapecoense eliminar o Cruzeiro. Mas, exceto Maria Luísa, acreditam que o time catarinense possa ter um bom resultado hoje e faça o jogo de volta, em Minas Gerais.

Já Maria Luísa, que foi recepcionar a chegada to time ontem à tarde, no aeroporto Serafim Enoss Bertaso, aposta em vitória por 3 a 0 por time visitante. A Chapecoense não pode perder por dois gols ou mais senão o Cruzeiro elimina o jogo de volta. Sebastião avisa que, se houver o segundo jogo, vai para Minas Gerais. Ele está muito feliz por ver seus dois times do coração, jogando uma competição nacional. –Para mim o jogo de hoje é histórico- concluiu.

Jogo histórico pela Copa do Brasil

11 de abril de 2012 2

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense realiza nesta quarta-feira um dos jogos mais importantes de sua história. Enfrenta o Cruzeiro de Minas Gerais, a partir das 21h50, na Arena Condá. O time mineiro é um dos melhores do país e conta com jogadores renomados como meia Montillo, um dos destaques do Brasileirão do ano passado, e o goleiro Fábio.

O time da casa não pode perder por dois gols de diferença se quiser fazer o segundo jogo em Minas e manter as chances de tentar pela primeira vez passar para a segunda fase da Copa do Brasil. Em 2008 e 2010 a Chapecoense também avançou na primeira fase e caiu depois, diante de Inter-RS e Atlético-MG.

Para isso o time de Itamar Schulle terá que mostrar que a derrota de domingo, diante do Atlético de Ibirama, foi um acidente de percurso. Para isso conta com a volta de Neném, que cumpriu suspensão, além do zagueiro Souza, que conseguiu um efeito suspensivo em sua punição, pela perna fraturada de Héber, do Figueirense.

Montagem sobre foto de Edu Cavalcanti / Agência RBS

MINUTO A MINUTO

FICHA DO JOGO

CHAPECOENSE

Rodolpho; Souza, Dema, Leonardo; Eliomar, Diogo Roque, Wanderson, Neném, Athos

Willian (Esquerdinha) e João Paulo.

Técnico: Itamar Schulle

CRUZEIRO

Fábio; Marcos, Leo, Victorino, Diego Renan; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Montillo; Wallyson (Roger), Anselmo Ramon e Wellington Paulista.

Técnico: Vágner Mancini

Arbitragem: Jean Pierre Goncalves Lima, será auxiliado por José Javel Silveira e Lucio Beiersdorf Flor.

Abertura dos portões: 19h30

Horário: 21h50

Local: Índio Condá – Chapecó/SC

Ingressos: Cadeiras: R$ 120, Cobertas: R$ 80 e Geral: R$ 60 (Aposentados, crianças de 8 a 12 anos e estudantes pagam meio ingresso). Pontos de Venda: Palácio dos Esportes, Maidana Esportes, Posto de Marco, Sensação do Mate do Shopping Pátio Chapecó e nas lojas Schumann da região.

Chapecoense faz treino no campo do Trevo

10 de abril de 2012 0

A equipe comandada por Itamar Schulle realiza treinamento na tarde desta terça-feira.

Os trabalhos estão marcados  para às 15h30 e devem acontecer no campo do Trevo.

Para o jogo desta quarta-feira a meta da Chapecoense é garantir um bom resultado contra o Cruzeiro, pela segunda fase da Copa do Brasil, e conseguir o jogo de volta em Minas.  A partida de volta já tem data marcada. Será no dia 18 de abril, às 21h50, na Arena do Jacaré, em Belo Horizonte.

Copa do Brasil: Leandro Guerreiro espera jogo duro contra a Chapecoense

10 de abril de 2012 0

Para o confronto desta quarta-feira contra a Chapecoense, que será o segundo desafio do Cruzeiro pela Copa do Brasil, o volante Leandro Guerreiro espera encontrar muitas dificuldades para superar o adversário. O jogador, que tem experiência no futebol do Sul, já que jogou no Internacional e no Criciúma, destaca o estilo de jogo das equipes daquela região do país.

Washington Alves / VIPCOMM / Divulgação

Leandro Guerreiro já enfrentou o Verdão e sabe de que maneira o adversário deve ir a campo. Entretanto, o volante confia na qualidade do grupo cruzeirense, que tem condições de voltar para Belo Horizonte com um resultado positivo.

- Tenho consciência de que vai ser um jogo difícil. Quando joguei lá o campo não tinha grandes condições, agora não sei como está. É jogo difícil, pegado, com certeza eles virão com aquela lógica do futebol do Sul, com muita determinação, então vamos enfrentar inúmeras dificuldades – disse o atleta ao Site Oficial do Cruzeiro. Ele comentou ainda que a equipe está preparada para a partida.

Cruzeiro viajou nesta manhã

A Delegação do Cruzeiro saiu do aeroporto de Confins às 12h18. Após escala em Curitiba/PR o time deve chegar em Chapecó perto das 16h15. E ainda nesta terça-feira, os jogadores realizam um treino na Arena Condá. As atividades acontecerão às 19h.

O técnico Vágner Mancini relacionou 20 atletas para a partida.

As novidades na lista dos convocados ficaram por conta da presença do volante colombiano Diego Arias e do lateral-esquerdo Gilson, que serão opção do time celeste para o banco de reservas.

Confira a lista dos 20 atletas convocados:

Goleiros: Fábio e Rafael

Zagueiros: Léo, Thiago Carvalho e Victorino

Laterais: Diego Renan, Gilson e Marcos

Volantes: Amaral, Diego Arias, Everton, Leandro Guerreiro e Marcelo Oliveira

Meias: Elber, Montillo e Roger

Atacantes: Anselmo Ramon, Wallyson, Walter e Wellington Paulista

A partida acontece nesta quarta-feira, às 21h50, na Arena Condá.

>> Os ingressos já estão à venda.