Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Imperadores do Samba: A Magia dos Opostos, Ponto de Equilíbrio do Universo

14 de janeiro de 2015 0

Imperadores2015

 

Opostos, polaridades e rivalidades são ingredientes nos quais a Imperadores do Samba aposta na busca do bicampeonato no Carnaval de Porto Alegre. O enredo – A Magia dos Opostos, Ponto de Equilíbrio do Universo – é ousado e conta com a assinatura do carnavalesco Silvio Oliveira, campeão com a escola em 2009 e 2014, e o desenvolvimento de Ramão Carvalho.
Como já é costume de Silvio, o público pode esperar muita movimentação humana sobre as cinco alegorias. Para apresentar os opostos, o carnavalesco ousará. Principalmente no último setor do desfile, quando abordará Os Opostos Que se Atraem. Nele, homenagerá a maior rival da Imperadores no Carnaval, a Bambas da Orgia, inclusive apresentando fantasias com suas cores (azul e branca) e uma alegoria com o seu símbolo, a águia, ao lado do Leão, da Imperadores.
No texto do enredo, a justificativa: “A maior rivalidade que há no Carnaval gaúcho, sem desmerecer as demais co-irmãs, sem dúvida acontece entre os opostos vermelhos dos Imperadores do Samba e os azuis da Bambas da Orgia… Historicamente muito do que uma destas escolas fazia, estava sempre em função das constantes disputas de campeonatos, são 17 de Imperadores do Samba (fundada em 1959) e 20 títulos de Bambas da Orgia (fundada em 1940).
Podemos ver a rivalidade das escolas nos diversos gritos de guerra, onde uma escola sempre responde a outra, como por exemplo: a torcida da Imperadores grita: (…) sou… sou Imperador até morrer… (…) e a torcida da Bambas retruca: (…) …e eu sou Bambas!

 

Imperadores20151

A escola
Cores: vermelha e branca
Símbolo: dois leões africanos guardando a coroa imperial
Bairro: Praia de Belas
Presidente: Rodrigo Costa
Carnavalesco: Silvio de Oliveira
Intérprete: Vinícius Machado
Diretor de carnaval: Érico Leotti
Diretor de bateria: Urso
Mestre-sala e porta-bandeira: Ceeh e Simone Ribeiro
Enredo: A Magia dos Opostos, Ponto de Equilíbrio do Universo

Como vai:
A escola será dividida em cinco setores: As Trevas e a Luz, A Água e o Fogo, A Razão e a Emoção, o Passado e o Futuro, e Os Opostos Que se Atraem. Serão cinco carros alegóricos (um por setor) e há uma estimativa de 2 mil componentes.

O samba
A Magia dos Opostos, Ponto de Equilíbrio do Universo
Compositores: Victor Nascimento, Andy Lee e Roberto Nascimento

Clareia que vai passar o Mar Vermelho de amor
Vem no embalo do Imperador
Hoje a razão não é maior que a emoção
Na escola do povo fala a voz do coração

Brilhou na escuridão divina luz no infinito
O caos em harmonia se desfez
Mutações, o universo em movimento
Transformações para surgir os elementos
Essenciais da natureza
Polaridades se fazem presentes em tudo que existe
O diferente se torna igual do lado oposto ao seu
As energias fundamentais que se complementam
Buscando equilíbrio natural

Tremeu lá em cima… Orun
O rugido aqui de baixo… aiyê
Num sopro de amor um milagre aconteceu
Obatalá então a vida me deu

Sentimentos bons ou maus
Se manifestam para o bem e para o mal
Da atração da bela e a fera não se pode duvidar
Um no outro se completa pra brigar ou para amar
Torcida se agita no Gre-Nal e Carnaval
O azul que ilude o céu contra o vermelho pôr do sol
Porém, há um problema nesse amor
Que não tem como resolver
Enquanto se falar de samba “sou Imperador até morrer”
Superando os desafios vou sorrindo
Em meio a saudade respeitando as diferenças
Pra encontrar a felicidade

Envie seu Comentário