Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mobilidade Urbana

16 de abril de 2014 2

Mobilidade Urbana

mu16

O que é isso?
Palavras ditas todo dia, por quase todos aqui na Grande Florianópolis.

Define-se mobilidade como sendo “um atributo das pessoas e dos agentes econômicos no momento em que buscam assegurar os deslocamentos de que necessitam, levando em conta as dimensões do espaço urbano e a complexidade das atividades nele desenvolvidas. Na mobilidade, os indivíduos podem ser: pedestres, ciclistas, usuários de transportes coletivos, motoristas.” 

Aqui quero diferenciar mobilidade e congestionamentos, que são muito distintos e totalmente diferentes de serem trabalhados.

Congestionamento não é um problema, é apenas uma relação causa e, efeito.”

Com esta frase é possível exemplificar o mesmo, e a única forma de combatê-lo é agindo na causa, ou seja, restringir o acesso de carros e principalmente não permitir estacionar nas ruas.  Congestionamento é este absurdo excesso de carros e motos, trancando as vias das cidades. Metaforicamente o carro estacionado na rua é o “colesterol urbano”, entupindo as vias e levando a cidade ao colapso, “um infarto”!
Ruas foram feitas para o fluxo de veículos e não para estacionamento dos mesmos. Ao liberar ou devolver este espaço para as pessoas transitarem a pé (passeios amplos e seguros), em bicicletas (ciclovias e ciclofaixas) e transporte coletivo (linhas exclusivas), aí então estaremos conferindo mobilidade urbana para as pessoas, isto significa o cidadão poder se deslocar 24h, sete dias da semana, com segurança e baixo custo, tendo opções disponíveis para que ele não precise ser proprietário de um carro (mais de 70% da população Brasileira não tem carro). Não é uma questão de ser contra o carro e sim de ser a favor das pessoas. Precisamos de pequenos “sacrifícios” individuais para beneficiar toda a coletividade, precisamos caminhar mais, pedalar mais…

 

Comentários (2)

  • …quase nada para o pedestre? | Ciclos de Vida diz: 26 de setembro de 2014

    […] temos uma das piores mobilidades do planeta? Simplesmente porque priorizamos o “problema”, em vez de investir na […]

  • Praças e a Mobilidade Urbana | Ciclos de Vida diz: 6 de novembro de 2014

    […] Ir ao trabalho, ir ao cinema, ir ao supermercado, ir a praia, ir a outros locais, são os outros elos! Todos juntos priorizando o transporte ativo (pedestres e ciclistas), o transporte de massa, vão formar a Mobilidade Urbana. […]

Envie seu Comentário