Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Devolvendo os espaços.

10 de setembro de 2016 0

Nestes últimos dias dois assuntos que há anos estão em discussão, voltaram a ocupar a mídia e as redes sociais, aqui em Floripa.
O fechamento para o trânsito de motorizados em feriados e domingos da Av. Beira Mar Norte e da SC-401 em dias de eventos.
Com certeza ao menos em alguns dias estaríamos devolvendo o espaço para as pessoas.
Não, não é a visão de ser contra o carro, e sim de compartilhar os espaços públicos,e  que atualmente nas cidades são exclusivos aos motorizados, a maior parte da superfície urbana é exclusiva para carros!
Neste sentido é que devemos inciar, antes tarde do que nunca, a devolver os espaços para as pessoas viverem com qualidade de vida, quero lembrar que as cidades foram feitas para as pessoas viverem e se encontrarem, e do jeito que está hoje, as vias (estradas, ruas e outros) que cortam as cidades e outras regiões são obstáculos que bloqueiam as pessoas. Como exemplo cito meu exemplo neste sete de setembro, quando fui pedalar pelo norte da Ilha de Santa Catarina e tive que cruzar a SC-401 na altura de Ratones, é impressionante como apenas motorizados em altas velocidades tem “direito” de transitar, foram muitos minutos de espera e de agonia para cruzar alguns metros para chegar do outro lado?
Quando falamos em Mobilidade Urbana, falamos de que o cidadão deve ter o direito de escolher seu modal de deslocamento, com segurança. Atualmente somente quem tem carro tem mobilidade. Não confundir com congestionamento, pois congestionamentos não são um problema são uma relação causa versus efeito, afinal quando priorizamos o carro como mobilidade, estamos “esquecendo” de todos os outros modais!

Lembrando da Política Nacional de Mobilidade Urbana que prioriza o transporte coletivo, público e não motorizado, em detrimento do particular, individual e motorizado, não é a toa, é simplesmente para conferir Mobilidade Urbana para todos!

enquete401en

Enquete feita pela PMRV, e ao meu entender apenas as opções que foram mal formuladas, afinal em dar segurança a pedestres e ciclistas, não é o foco?

Envie seu Comentário