Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de setembro 2013

Do San Sebastián

30 de setembro de 2013 3

Então que direto da 61ª edição do Festival Internacional de Cinema de San Sebastián, realizada na Espanha, quero falar de dois filmes, Primeiro, impossível deixar passar em branco a premiação do brasileiro O Lobo Atrás da Porta, dirigido por Fernando Coimbra. O longa levou o troféu Horizontes Latinos por lá, mas ainda não estreou nos cinemas do Brasil. No elenco, grandes nomes como Leandra Leal, Milhem Cortaz e Fabíula Nascimento. O roteiro parece bem tenso, dá uma olhadinha aí no trailer.

E o vencedor da principal condecoração do festival, a Concha de Ouro, ficou com o venezeluano Pelo Malo. Fiquei muito impressionada com as imagens que pude ver do longa de Mariana Rondon. A história acompanha um garotinho que deseja alisar seu cabelo. O trabalho do ator mirim Samuel Lange Zambrano parece estar na medida hein, estou bem super curiosa para ver.

Disney em P & B

29 de setembro de 2013 0

E essa então do diretor estreante Randy Morre? Ele e um grupo de atores gravaram um filme inteiro dentro da Disney World sem ter autorização do parque para tal. E não pense que de se trata de um filme bonitinho, cheio de cores e personagens fofos. Trata-se de um terror psicólogico gravado em preto e branco.

Na história de Escape From Tomorrow, um pai de família perde o emprego às vésperas de levar a família para o tão sonhado passeio no parque. Ele resolve não decepcionar a mulher e os filhos e parte para a “aventura” mesmo assim. Acontece que ele fica bem loucão no parque, sendo acometido por alucinações e tudo mais. O longa foi filmado todo com câmeras amadoras e por meio de visitas comuns simuladas pela equipe.

Bom, Escape from Tomorrow estreou em Sundance e promete chegar aos cinemas dos EUA no dia 11 de outubro, isso se a Disney não baní-lo antes, claro.

'Estômago' em sessão gratuita

28 de setembro de 2013 0

Pessoal, neste sábado e domingo tem filme imperdível no UCS Cinema. A Mostra de Cinema Brasileiro vai exibir Estômago, longa de Marcos Jorge, às 18h. No elenco tem o João Miguel, um dos melhores atores brasileiros da atualidade, na minha opinião. Ele vive Raimundo Nonato, um nordestino que vai morar na cidade grande e acaba se descobrindo um ótimo cozinheiro. A sensibilidade e psicopatia do personagem principal são geniais. As cenas em que ele tenta explicar alta gastronomia para os colegas da prisão são muito divertidas.

O elenco também tem Fabiula Nascimento – outra ótima atriz – dando vida à prostituta Iria, por quem Raiumundo se apaixona. Os personagens e os diálogos que travam têm uma carga dramática muito forte, mas o humor está presente em praticamente toda a narrativa. A mistura que muitas vezes acaba com alguns filmes, aqui foi certeira.

Separei este vídeo no qual o diretor fala um pouco sobre a escolha do elenco do filme para inspirar vocês a uma ida ao cinema.

Ah, às 16h, também sábado e domingo, a Mostra Infantil exibe Castelo Rá-Tim-Bum, versão cinematográfica de um dos programas mais premiados da tevê brasileira. Não assisti o filme, mas a série era muito boa e extremamente educativa.

E vocês já sabem que todas as sessões têm entrada franca né..

Relembrando sustos

27 de setembro de 2013 0

Talvez vocês já tenham visto esta espécie de documentário produzido pelo Telecine Cult, eu ainda não conhecia (meu amigo Robinson Cabral foi quem deu a dica) e achei muito bom. É um apanhado bem bacana - com menos de meia horinha de duração - passando pela história do horror no cinema. Claro que não dá para visitar todos os subgêneros, mas os principais estão contemplados, assim como os diretores mais inventivos. Além disso, a produção é legal também porque pincela sobre as influências que os produtores do gênero exerceram um sobre o outro.

Bem didático e cheio de clássicos, eu curti!

'Tese sobre um Homicídio' na Sala de Cinema

26 de setembro de 2013 2

Oi pessoal, não esqueçam que nesta quinta-feira entra em cartaz o argentino Tese sobre um Homicídio, na Sala de Cinema Ulysses Geremia. O filme tem o super astro Ricardo Darín no elenco e foi sucesso de bilheteria no país de origem (mais de um milhão de espectadores). A história acompanha o advogado renomado Roberto Bermudez (Mr. Darín) que ministra um curso de criminalística/investigação/coisa e tal numa universidade. O personagem parece um tipo interessante logo de início _ curte um mix de álcool com cigarros e tem uma simpatia bem dosada com certa arrogância. Então ele vai trombar com Gonzalo (Alberto Ammann), aluno do curso e filho de um amigo do passado. O guri é meio boçal, mas posso dizer que as cenas em que ele trava discussões sobre justiça com o professor são das mais interessantes do filme (preste atenção na tese da mariposa).

Durante uma das aulas de Bermudez, o corpo de uma garçonete é encontrado em frente ao prédio. Agora, o justiceiro e lutador (ele luta mesmo) criminalista se vê desafiado a descobrir quem cometeu o crime.
Eis que o que se aguarda de um filme que, para começo de conversa, é argentino e tem Darín no elenco, não é alcançado. Em certos momentos, parece que estamos vendo um longo episódio de CSI com diálogos em espanhol. Eu adoro CSI, mas convenhamos que está bem longe de ser cinema, ainda mais vindo de um país que já nos brindou com tanto filme bom. Há momentos interessantes, em que a tensão do filme de suspense parece nos conduzir a alguma grande descoberta. Mas, não…

A atuação de Darín convence, mas os outros personagens não têm espaço para se desenvolverem muito bem. Como já disse, algumas das reflexões do filme _ tipo sobre a linha tênue entre fazer justiça ou provar que se tem razão _ é que salvam a história. Talvez por isso a espada da justiça seja um dos elementos mais importantes em cena, aliás.

Tese sobre um Homicídio fica em cartaz até o dia 6 de outubro, com sessões às quintas e sextas, às 19h30min, e aos sábados e domingos, às 20h. Assistam e depois deixem seus comentários aqui!

Outubro será audiovisual

24 de setembro de 2013 0
Crédito: Jornada Audiovisual, divulgação

Crédito: Jornada Audiovisual, divulgação

Outubro será repleto de atividades bacanas na área do cinema em Caxias. É que a cidade recebe a programação da Jornada Audiovisual, realizada pelo pessoal do Manifestasol e Coletivo Labs. Custeada pelo Financiarte, a iniciativa pretende realizar mostras com foco nas produções locais. Além disso, vários profissionais experientes darão oficinas e workshops, tudo com entrada franca (dá uma olhada ali embaixo).

A programação completa e as fichas de inscrição para as oficinas podem ser encontradas aqui.


DIREÇÃO DE ARTE: CONSTRUINDO O VISUAL DO FILME

A oficina irá proporcionar aos participantes a introdução aos fundamentos teóricos e práticos que abordam as questões técnicas e artísticas essenciais à concepção, ao planejamento e a execução da direção de arte de um filme.
Oficineiro: Gilka Vargas | Iara Noemi (Porto Alegre)
Data: sexta 25 | sábado 26 de outubro
Horário: 19h
Local: Coletivo Labs

INTERVENÇÃO PLÁSTICA EM FOTOGRAMA
A oficina apresenta uma técnica de criação de imagens a partir da alteração plástica, realizada diretamente sobre o papel. Tecnicamente, o processo compreende uma etapa de impressão, ou de materialização de imagens. Para isso podem-se empregar diversos dispositivos de saída, como scanners, aparelhos de fax, impressoras.
Este fotogramas sofrem intervenções manuais e voltam a ser digitalizados por meio de scanners, câmeras fotográficas, de vídeo, ou qualquer outro dispositivo ótico que permita o registro das imagens. Depois são reordenados quadro a quadro e colocados na linha do tempo, onde voltam a compor um vídeo.
Oficineiros: Javier di Benedictus | Fernanda do Canto (Florianópolis)
Data: terça 22 | quarta 23 de outubro
Horário: 19h
Local: Coletivo Labs – Auditório

PRÍNCIPIOS DA ANIMAÇÃO
A oficina visa passar pelo conhecimento acerca da história da linguagem e os 12 princípios básicos para se realizar uma animação tradicional (2D), 3D, StopMotion e em todas as outras técnicas e também uma parte prática onde os participantes irão experimentar o Zootrópio (tambor circular com pequenas janelas recortadas, através das quais o espectador olha para o desenho dispostos em tiras. Ao girar o tambor cria uma ilusão de movimento aparente)
Oficineiro: Ana Pessoa (Pelotas)
Data: segunda 28 de outubro
Horário: 19h
Local: Coletivo Labs

FOTOGRAFIA PARA CINEMA
A oficina vai abordar o conhecimento fotográfico aplicado a linguagem cinematográfica partindo de como a fotografia e o cinema evoluíram juntos até os equipamento semelhantes, técnicas e linguagem que ambos tem em comum.
Oficineiro: Paulo Pretz
Data: segunda 7 de outubro
Horário: 19h
Local: Coletivo Labs

É MASSA NA PRAÇA – WORKSHOP SOBRE INTERVENÇÃO AUDIOVISUAL
A oficina tem por objetivo estimular a utilização de equipamentos para a captação de vídeo, áudio, iluminação, ou o que cada um achar que necessita, dependendo do tipo da intervenção que for pensada.
Oficineiro: Daniel Vargas
Data: terça 8 de outubro
Horário: 19h
Local: Coletivo Labs

TEORIA E PRÁTICA EM FILMAKING
Esta oficina tem por objetivo ensinar como realizar um vídeo com baixo orçamento e em curto espaço de tempo. Os participantes devem trazer suas ideias e terão um tempo para refletir em grupos, no contexto do curta-metragem, videoclipe, vídeo arte, vídeo documentário. Importante trazer câmeras, notebooks para edição com editor de vídeo já instalado.
Oficineiro: Vinícius Guerra
Data: terça 15 de outubro
Horário: 19h
Local: Coletivo Labs

NÓS SOMOS O PÚBLICO!
Direitos do público na prática cineclubista
A oficina tem por objetivo expor como é a criação e funcionamento de Cineclubes, a programação de faixas e realização de debates, carta tambor e como é o cineclubismo de hoje!
Oficineiro: Ernani Viana Neto
Data: segunda 14 de outubro
Horário: 19h
Local: Coletivo Labs

VIDEOATIVISMO
A oficina ocorrerá em formato de workshop, assim será ativado um espaço de trocas e subjetivações entre os participantes, que produzirão discursos estéticos em vídeo, colocando em prática a construção de ideias audiovisuais.
Oficineiro: Alvin Bernardi | Júlia Zortéa (Porto Alegre)
Data: quinta 3 | sexta 4 | sábado 5 de outubro
Horário: 19h
Local: Núcleo AESC – Grupo Rosário II

Duas estreias de uma vez

23 de setembro de 2013 0
Crédito: Greg Kuhn

Crédito: Greg Kuhn

Nesta quarta tem duas estreias legais na Sala de Cinema Ulysses Geremia. Ops, na verdade são três, já que na quinta-feira entra em cartaz o longa argentino Tese Sobre um Homicídio, com Ricardo Darín no elenco e que parece ser uma ótima pedida (falo mais dele por aqui ainda esta semana).

Bom, mas as outras duas estreias bacanas ocorrem nesta quarta, em sessão marcada para as 21h. Abre Aspas e Ao Teatro são curtas-metragens custeados pelo Financiarte e produzidos pela Bigode de Gato (eu já falei deles aqui).

Dirigida por Nicole Fischer, Abre Aspas (foto) é uma videodança dividida em três cenas com narrativa experimental que brinca com conceitos da dança contemporânea. O curta tem participação dos bailarinos Alessandro Rosa, Átila Muniz, Janaína Cruz, Paula Gisto, Pedro Coelho e Tabata Faé, e apoio da Cia. Municipal de Dança.

A ficção Ao Teatro tem direção de Marcelo Andrighetti e acompanha um casal de atores que deixou de subir aos palcos. No elenco tem Odelta Simonetti e Douglas Trancoso, além dos bailarinos Diego Esteves e Fernanda Boff.

A sessão tem entrada franca e haverá bate-papo depois das exibições.

'Armada' no UCS Cinema

21 de setembro de 2013 0

A primeira Sessão Cena Caxiense, que ocorre sempre no terceiro final de semana de cada mês dentro da Mostra de Cinema Brasileiro, estreia neste sábado e domingo com o filme Armada. A produção dirigida por Filipe Ferreira foi filmada em Caxias e tem atores locais (Jorge Valmini e Davi Souza) no elenco. O filme levou o prêmio de melhor roteiro no Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema Gaúcho, do Festival de Cinema Gramado. A sessão começa às 18h e depois haverá bate-papo com os realizadores.

Quem tem filho, sobrinho, irmão mais novo, ou simplesmente curte animações pode chegar no UCS Cinema mais cedo. Começa às 16h a Sessão Infantil, com a exibição de nove curtas para a garotadinha.

Ambas sessões são gratuitas e ocorrem também no domingo.

O 'Som' ecoa longe

20 de setembro de 2013 3

Foi anunciado nesta sexta O Som ao Redor como o escolhido do Brasil para concorrer ao Oscar 2014. Fiquei feliz com a decisão porque o longa de Kléber Mendonça Filho é muito bem executado, criativo e, agora, eleva ainda mais o patamar do tão comentado cinema pernambucano. Lembremos ainda que este ano o Festival de Gramado também concedeu o kikito de melhor filme a outro título produzido por lá: Tatuagem.

Havia 14 filmes nacionais na disputa pela indicação, mas o secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Leopoldo Nunes, resumiu os critérios de escolha da seguinte forma:

_ Tem de ser um filme de excelência, de originalidade. É levado em conta muito mais a criatividade e originalidade do que orçamento e sucesso que obteve nas bilheterias de seu país.

Estamos na torcida e, para comemorar, algumas fotos do longa:

Crédito: Vitrine Filmes

Crédito: Vitrine Filmes

img4ok

img8ok

img9ok

Mulheres fortes

20 de setembro de 2013 0

Tudo bem que é dia de lembrar a Revolução Farroupilha e todo mundo está querendo assistir O Tempo e o Vento (aliás, sempre fico feliz de perceber as pessoas sentindo vontade de ir ao cinema ver filme nacional, independente do estilo ou tamanho da produção). Mas queria falar sobre outro título, e que pode até ter algo a ver algo com o longa de Jayme Monjardim. Em Foxfire – Confissões de uma Gangue de Garotas, do diretor francês Laurent Cantet, personagens femininas fortes e corajosas conduzem a trama — assim como na produção baseada na obra de Erico Verissimo, narrada na telona pela personagem Bibiana (Fernanda Montenegro) e quem tem ainda a heroína Ana Terra.

A história de Foxfire é baseada num romance noventista escrito pela americana Joyce Carol Oates e acompanha o surgimento de uma sociedade secreta amparada em ideias feministas e libertárias. Tudo se passa na década de 1950, o que confere caracterização cheia de detalhes, além de ótima trilha sonora (pelo que pude ver no trailer disponível abaixo). A maneira como essas garotas resolvem se rebelar contra os abusos e o senso-comum da época parece ter sido construída de forma bem interessante.

Infelizmente, esse filme não chegou aos cinemas da Serra nesta sexta (como ocorreu nas capitais). Outro que ainda não deu as caras por aqui foi Lovelace, sobre outra mulher de personalidade indomável (a atriz pornô que protagonizou o clássico Garganta Profunda, nos anos 1970).