Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de julho 2014

'A Gaiola Dourada' estreia em Caxias

31 de julho de 2014 0

Pessoal, depois de um mês intenso da mostra Documento Brasil, a Sala de Cinema Ulysses Geremia volta às tradicionais estreias de ficção. Nesta quinta, a telona recebe a comédia A Gaiola Dourada, co-produção entre França e Portugal. O filme fica em cartaz até o dia 10 de agosto.

O filme é bem divertidinho, dá uma olhada…

Grande família

Uma família ganha uma boa quantidade de dinheiro inesperadamente e muda de vida, esse é o mote para uma comédia que se tornou campeã de bilheteria. É, mas as semelhanças entre o longa nacional Até que a Sorte nos Separe e o franco-português A Gaiola Dourada param por aí. Ainda bem.

A estreia desta semana na Sala de Cinema Ulysses Geremia traz um humor suave, com personagens mais tendenciados à uma comédia mais contida do que a caricatura do fazer rir a qualquer custo.

A trama acompanha a história da família Ribeiro, capitaneada pelo casal José e Maria, portugueses que emigraram para a França em busca de uma vida melhor longe do regime autoritário de Salazar. O patriarca ganha a vida como mestre de obras e a esposa é a porteira e “faz tudo” de um condomínio de classe média alta. Zeladores que vivem ao lado dos filhos num apertado apartamento concedido a eles no prédio, os dois são constantemente explorados pelos vizinhos com a exigência de trabalhos braçais a qualquer hora do dia.

Quando recebem uma herança inesperada, José e Maria sentem vontade de voltar à terra natal, mas o povo do condomínio e o dono da construtora não querem nem pensar em como a vida seria sem esses esforçados funcionários por perto. Assim, os interessados em convencer os portugueses a permanecerem na França vão elaborar as mais injustas estratégias para tal.

A comédia marca a estreia do jovem Ruben Alves como diretor. O roteiro também é dele, e presta uma homenagem aos pais, imigrantes portugueses na França _ só que, no caso deles, não houve herança alguma. Com elenco cheio de estrelas lusitanas, A Gaiola Dourada se tornou a produção mais vista em Portugal em 2013 e uma das maiores bilheterias nos cinemas da Europa. Mérito de uma comédia despretensiosa, em que a simplicidade conta como ponto a favor.

Ruben Alves vem sendo comparado ao espanhol Pedro Almodóvar e chegou a vencer o veterano na categoria prêmio do público do último European Film Awards. A estética tem mesmo alguns pontos em comum _ figurinos, cenografia, trilha _, mas talvez o que mais aproxime os dois diretores seja mesmo as atenções voltadas às personagens femininas.

Em A Gaiola Dourada, acompanhamos as peripécias de pelo menos cinco mulheres e cena. Talvez a mais almodovariana seja a espalhafatosa irmã de Maria (Jacqueline Corado). A atriz Maria Vieira, conhecida do público brasileiro por ter participado de novelas globais, vive uma hilária diarista e divide com a patroa, interpretada pela francesa Chantal Lauby, alguns momentos divertidos. A protagonista vivida por Rita Blanco tem atuação mais contida e cativa exatamente por isso.

Não há cenas hilariantes nesta comédia, justamente porque não há personagens ou situações extraordinárias na trama. O riso natural que surge no espectador vem mais de um possível identificar-se com pessoas simples e seus “planos infalíveis” do dia a dia. Uma grande família e os costumes típicos do lugar de onde ela vem já foram matéria-prima para muitas comédias. Geralmente dá certo, ainda mais quando a receita prevê leveza no tom humorístico.

Cinema feito por elas

31 de julho de 2014 0

Pet-Sematary1

Começa nesta quinta-feira a mostra Mulheres na Direção , que exibirá 27 longas e três curtas-metragens capitaneados por cineastas mulheres. Tem muito filme especial nesta seleção, com diretoras consagradas e outras que merecem ser descobertas. Os trabalhos vão da fofura ao horror…

O único possível empecilho é que a programação ocorre em Porto Alegre, no Santander Cultural (Rua Sete de Setembro, 1028, Centro Histórico). As sessões vão até o dia 3 de setembro, com ingressos a R$ 8 e R$ 4 (meia-entrada).

Por falar nisso, qual a sua diretora preferida?

PROGRAMAÇÃO
31 de julho
15h Suburbia Penelope Spheeris
17h Ponto e Traço Elia Schneider
19h Estranhos Prazeres Kathryn Bigelow

1º de agosto
15h Picardias Estudantis Amy Heckerling
17h Mortos de Fome Antonia Bird
19h Across the Universe Julie Taymor

2 de agosto
15h A Vida é uma Dança Dorothy Arzner
17h O Jardim Secreto Agnieszka Holland
19h O Cárcere e a Rua + A Cidade Liliana Sulzbach
Sessão comentada pela diretora Liliana Sulzbach

3 de agosto
15h Anjos Rebeldes Ida Lupino
17h Os Anos de Chumbo Margarethe von Trotta
19h Adoráveis Mulheres Gillian Armstrong

5 de agosto
15h O Cemitério Maldito Mary Lambert
17h Uma Lição de Tango Sally Potter
19h A Teta Assustada Claudia Llosa

6 de agosto
15h O Cárcere e a Rua + A Cidade Liliana Sulzbach
17h A Caverna do Cachorro Amarelo Byambasuren Davaa + Dale Patricia Francisco
19h Dentro do Redemoinho Marleen Gorris

7 de agosto
15h O Jardim Secreto Agnieszka Holland
17h A Vida é uma Dança Dorothy Arzner
19h O Gosto dos Outros Agnès Jaoui

8 de agosto
15h Os Anos de Chumbo Margarethe von Trotta
17h Filhos do Silêncio Randa Haines
19h Flores de Outro Mundo Icíar Bollaín

9 de agosto
15h Ponto e Traço Elia Schneider
17h Anjos Rebeldes Ida Lupino
19h 35 Doses de Rum Claire Denis + Uma Vida Feita de Outras Denise Marchi
Sessão comentada pela diretora Denise Marchi e pela professora Lorena Holzmann

10 de agosto
13h30 Garoto Cósmico Alê Abreu
15h Garoto Cósmico Alê Abreu
17h Garoto Cósmico Alê Abreu

12 de agosto
15h Adoráveis Mulheres Gillian Armstrong
17h O Cárcere e a Rua + A Cidade Liliana Sulzbach
19h Uma Lição de Tango Sally Potter

13 de agosto
15h Dentro do Redemoinho Marleen Gorris
17h Tudo por um Sonho Mira Nair
19h O Muro Simone Bitton

14 de agosto
15h 35 Doses de Rum Claire Denis + Uma Vida Feita de Outras Denise Marchi
17h Encontros e Desencontros Sofia Coppola
19h Ponto e Traço Elia Schneider

15 de agosto
15h A Caverna do Cachorro Amarelo Byambasuren Davaa + Dale Patricia Francisco
17h O Cemitério Maldito Mary Lambert
19h Mortos de Fome Antonia Bird

16 de agosto
15h Uma Lição de Tango Sally Potter
17h Suburbia Penelope Spheeris
19h A Mulher do Povo Dana Rotberg
Sessão comentada pela professora Fabiola Rohden e pela publicitária Maria Fernanda Geruntho Salaberry

17 de agosto
15h Filhos do Silêncio Randa Haines
17h Sete Mesas de Bilhar Francês Gracia Querejeta
19h Estranhos Prazeres Kathryn Bigelow

20 de agosto
15h O Gosto dos Outros Agnès Jaoui
17h 35 Doses de Rum Claire Denis + Uma Vida Feita de Outras Denise Marchi
19h Across the Universe Julie Taymor

21 de agosto
15h A Teta Assustada Claudia Llosa
17h Adoráveis Mulheres Gillian Armstrong
19h Confissões de um Apaixonado Isabel Coixet

22 de agosto
15h Encontros e Desencontros Sofia Coppola
17h A Mulher do Povo Dana Rotberg
19h Picardias Estudantis Amy Heckerling

23 de agosto
15h Mortos de Fome Antonia Bird
17h Dentro do Redemoinho Marleen Gorris
19h Filhos do Silêncio Randa Haines
Sessão comentada pela especialista em Educação Inclusiva Clarissa Alliati Beleza e pela estudante de Psicologia Francisca Lucimar Pinheiro Parente

24 de agosto
15h Tudo por um Sonho Mira Nair
17h O Muro Simone Bitton
19h A Caverna do Cachorro Amarelo Byambasuren Davaa + Dale Patricia Francisco

27 de agosto
15h Flores de Outro Mundo Icíar Bollaín
17h O Jardim Secreto Agnieszka Holland
19h Sete Mesas de Bilhar Francês Gracia Querejeta

28 de agosto
15h Anjos Rebeldes Ida Lupino
17h Os Anos de Chumbo Margarethe von Trotta
19h Suburbia Penelope Spheeris

29 de agosto
15h A Vida é uma Dança Dorothy Arzner
17h A Teta Assustada Claudia Llosa
19h Tudo por um Sonho Mira Nair

30 de agosto
15h Confissões de um Apaixonado Isabel Coixet
17h Flores de Outro Mundo Icíar Bollaín
19h O Cemitério Maldito Mary Lambert

31 de agosto
15h Sete Mesas de Bilhar Francês Gracia Querejeta
17h O Gosto dos Outros Agnès Jaoui
19h Estranhos Prazeres Kathryn Bigelow

2 de setembro
15h O Muro Simone Bitton
17h Picardias Estudantis Amy Heckerling
19h Across the Universe Julie Taymor

3 de setembro
15h A Mulher do Povo Dana Rotberg
17h Confissões de um Apaixonado Isabel Coixet
19h Encontros e Desencontros Sofia Coppola

Novo de Tarantino em cartaz

30 de julho de 2014 0

Deu para encher os olhos dos fãs o cartaz recém-divulgado do novo filme do mestre Quentin Tarantino. Batizado de The Hateful Eight (algo como O Odioso Oito), o longa filme promete ser mais uma empreitada no mundo do western. O rastro de sangue no cartaz deixa claro, porém, que será mais um “bang bang” bem ao estilo Tarantino.

Depois que o roteiro do filme vazou na internet, o cineasta chegou a cogitar a possibilidade de partir para um novo projeto, mas resolveu reescrever a história. As filmagens devem começar em 2015.

Bom, a trama é mais ou menos assim: uma tempestade de neve desvia uma diligência da rota original. No grupo que fica preso estão um caçador de recompensas, um soldado e uma prisioneira. O filme se passa no estado de Wyoming, pós-Guerra Civil norte-americana.

No elenco, um monte de gente massa como Samuel L. Jackson, Kurt Russell, Tim Roth e Bruce Dern.

E aí, ansiosos?

tarantino_novo1

Matinê especial

29 de julho de 2014 4

Caxias do Sul terá programação bem especial na Semana da Fotografia, lembrada de 18 a 23 de agosto. Haverá workshops e oficinas gratuitas, exposições e uma série de atividades práticas. Na Sala de Cinema Ulysses Geremia, os filmes escolhidos para o Matinê às 3 (com sessões sempre às 15h) foram pensados sob a ótica da fotografia. Todos eles, são surpreendentes à sua maneira.

Fique ligado que ainda falaremos sobre programação da Semana da Fotografia por aqui.

Veja a programação do Matinê (entrada é franca) para o período.

Dia 18: Momentos Eternos de Maria Larssons, de Jan Troell
Sinopse: Na Suécia do início do século 20, numa era de mudança social e pobreza, a jovem operária Maria Larsson ganha uma câmera fotográfica na loteria. Com ela, Maria passa a ver o mundo sob uma nova perspectiva.

Dia 19: Femme Fatale, de Brian De Palma
Sinopse: Após ter um papel crucial em um assalto, Laura Ash decide deixar para trás sua carreira criminosa. Mas um paparazzi fica atraído por sua beleza e decide segui-la. Subitamente exposta pelas lentes, Laura passa a ser vulnerável aos ataques de seus inimigos.

Dia 20: A Fronteira da Alvorada, de Philippe Garrel
Sinopse: Carole é uma solitária estrela de cinema. Surge um fotógrafo, François, e os dois se tornam amantes.

Dia 21: A Vida Secreta de Walter Mitty, de Ben Stiller
Sinopse: James Thurber é um sonhador que escapa de sua vida anônima ao desaparecer em um mundo de fantasia, repleto de heroísmo, romance e ação.

Dia 22: As Praias de Agnès, de Agnès Varda
Sinopse: “Se você abrir uma pessoa, irá achar paisagens. Se me abrir, irá achar praias”. É assim que a cineasta Agnès Varda apresenta sua auto-biografia documental. Através das praias que tanto marcaram sua vida, ela revisita seu passado, da infância aos dias atuais.

 

Lá em Paulínia

28 de julho de 2014 0

Pernambuco saiu na frente de novo. A sexta edição do Paulínia Film Festival concedeu cinco prêmios ao longa A História da Eternidade, de Camilo Cavalcante. A produção pernambucana levou melhor filme, diretor, ator (Irandhir Santos) e atriz (dividido por Marcélia Cartaxo, Zezita Matos e Debora Ingrid). O prêmio do Júri Abraccine também escolheu A História da Eternidade como melhor longa.

Já o voto popular escolheu Boa Sorte, de Carolina Jabor (filha de Arnlado Jabor), como melhor filme. O longa traz Deborah Secco em atuação bastante elogiada vivendo uma soropositiva em estado terminal que se apaixona por um adolescente. O filme é inspirado no conto Frontal com Fanta, do mestre Jorge Furtado

Na categoria curta-metragem O Clube, de Allan Ribeiro, saiu vencedor no júri oficial, no júri Abraccine e no voto popular (pela internet).

Dá uma olhadinha na lista completa de vencedores

Longas
Melhor Filme: A História da Eternidade, de Camilo Cavalcante
Melhor Direção: Camilo Cavalcante, por A História da Eternidade
Melhor Ator: Irandhir Santos, por A História da Eternidade
Melhor Atriz: Marcélia Cartaxo, Zezita Matos e Debora Ingrid, por A História da Eternidade
Melhor Ator Coadjuvante: Marcello Novaes, por Casa Grande
Melhor Atriz Coadjuvante: Clarissa Pinheiro, por Casa Grande
Melhor Roteiro: Fellipe Barbosa e Karen Sztajnberg, por Casa Grande
Melhor Fotografia: Mauro Pinheiro Júnior, por Sangue Azul
Melhor Montagem: Eva Randolph, por Aprendi a Jogar com Você
Melhor Som: Thiago Bello, por Castanha
Melhor Direção de Arte: Claudio Amaral Peixoto, por Boa Sorte
Melhor Trilha Sonora: Juliana Rojas, Marco Dutra e Ramiro Murilo, por Sinfonia da Necrópole
Melhor Figurino: Juliana Prysthon, por Sangue Azul
Especial Júri: Fellipe Barbosa, por Casa Grande

Curtas
Melhor filme: O Clube, de Allan Ribeiro
Melhor Direção: Allan Ribeiro, por O Clube
Melhor Roteiro: Carolina Markowicz e Fernanda Salloum, por Edifício Tatuapé Mahal

Especial Júri
O Bom Comportamento, de Eva Randolph

Prêmio do Público
Melhor longa-metragem: Boa Sorte, de Carolina Jabor
Melhor curta-metragem: O Clube, de Allan Ribeiro

Júri Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema
Melhor longa-metragem: A História da Eternidade, de Camilo Cavalcante
Melhor curta-metragem: O Clube, de Allan Ribeiro

Não perca!

26 de julho de 2014 0
Crédito: Arte de Caio Britto sobre imagem do filme 'The Grandmother'

Crédito: Arte de Caio Britto sobre imagem do filme ‘The Grandmother’

Pessoal, a mostra Cena Audiovisual encerra neste sábado, com uma programação bem especial. Os artistas sonoros Caio Brito e Guilherme Santin vão mostrar o projeto David Lynch Remix, um live cinema (performance de áudio e vídeo realizada ao vivo) do curta-metragem The Grandmother, dirigido por David Lynch em 1970.

Os guris alteraram o filme tanto visual quanto sonoramente.

— Vai ser uma vivência (…) Estamos mexendo com colagem, tentando criar sensações, nem que sejam desconfortáveis. Não sei que reação esperar, mas que impressione as pessoas — adianta Santin.

Não percam essa experiência! Será às 19h, no Teatro Moinho da Estação (Rua Cel Flores, 810, sala 103, bairro São Pelegrino).

'Mataram Meu Irmão' no finde

25 de julho de 2014 0
Crédito: Bela Filmes

Crédito: Bela Filmes

Entrou em cartaz na quinta e fica até este domingo o documentário Mataram Meu Irmão, de Cristiano Burlan. O filme encerra a programação da mostra Documento Brasil, na Sala de Cinema Ulysses Geremia. Neste final de semana, sessões às 20h, com ingressos a R$ 8 e R$ 4 (estudantes e idosos).

Achei o filme muito impactante, apareçam por lá e vejam se concordam comigo…

Ruído social

Há alguns ruídos estéticos no documentário Mataram Meu Irmão, última estreia dentro da mostra Documento Brasil, na Sala de Cinema Ulysses Geremia (Rua Luiz Antunes, 312), em Caxias. Tem foco que foge da imagem, câmera que treme, vozes externas que surgem no meio das entrevistas, etc. Talvez essas características possam afastar os olhos acostumados com produções visualmente mais harmônicas. Porém, é preciso entender que esses ruídos encontram-se em perfeita harmonia com o território explorado pelo filme. A temática que ganha voz no documentário não deixa de ser também um ruído, como uma faceta da sociedade que muitos insistem em não ver, nem ouvir.

Talvez exatamente por isso, a voz em off do diretor repita logo no início do filme um trecho do livro Demian (Hermann Hesse), obra que Cristiano Burlan lia em 2001, quando o irmão, Rafael, foi morto a tiros aos 22 anos: “não é agradável a minha história, não é suave e harmoniosa como as histórias inventadas”.  Numa tentativa de recompor a trajetória do irmão e da própria família, Burlan acaba por traçar um duro panorama sobre a realidade em periferias como a do Capão Redondo, onde cresceu.

Drogas, crime, violência, família são temas que surgem interligados nas entrevistas que o diretor encabeça com os familiares. Geralmente, as conversas começam com “o que você lembra do Rafael?” e acabam em reflexões muito mais profundas e tocantes. O documentário foi escolhido como melhor filme no festival É tudo Verdade (júris oficial e popular).

'O Céu Sobre Mim' em Gramado

25 de julho de 2014 0
Crédito: Janete Krieger

Crédito: Janete Kriger

Pois olha que o longa O Céu Sobre Mim, dirigido pelo italiano Gian Vittorio Baldi e com produção da caxiense Spaghetti Filmes, será exibido pela primeira vez durante o Festival de Gramado. A sessão será no dia 13 de agosto, às 16h, no Palácio dos Festivais. O ator João Cândido Portinari, filho do pintor brasileiro Cândido Portinari, vive o protagonista do longa e estará presente por lá.

O filme foi financiado pelo sistema Pró-cultura RS, e o corte final ficou com 75 minutos de duração. As gravações ocorreram entre 2011 e 2012, com locações em Bento Gonçalves e Torres, além de um observatório astronômico no deserto do Atacama, no Chile.

Além de Portinari, o elenco tem ainda nomes como Gutto Basso (foto), Aline Tanaã, Fernanda Carvalho Leite, Gisele Marchioro, Marcelle Monteiro e Elaine Fávero.

Já viu o trailer de '50 Tons de Cinza'?

24 de julho de 2014 0
Crédito: Universal Pictures

Crédito: Universal Pictures

Sim, depois de tanto falatório, com o maior “confirma e desconfirma elenco” da história, eis que temos o primeiro trailer do filme 50 Tons de Cinza. Achei Dakota Johnson e Jamie Dornan bem convincentes na pele da garota desengonçada Anastasia e do empresário sexy Christian Grey, respectivamente. Porém, nada de cenas muito picantes… Mas não li o livro, então não posso falar com mais convicção.

O roteiro é de Kelly Marcel e a direção de Sam Taylor-Johnson. O filme 50 Tons de Cinza chega ao Brasil no dia 12 de fevereiro de 2015.

Comentem aí o que acharam…

Trilogia Grandes Diretores

24 de julho de 2014 0

trilogia_diretores1

Então, lembram da Trilogia Grandes Diretores, que começou com Sala de Cinema Ulysses Geremia lotadinha para saber mais sobre Tim Burton? Pois bem, as datas paras os próximos encontros mudaram. O curso sobre Quentin Tarantino, que estava marcado para ocorrer neste sábado, foi remarcado para o mês que vem, no dia 30 de agosto. Já a aula sobre Pedro Almodóvar será no dia 27 de setembro.

As mudanças foram por causa de compromissos do ministrante das aulas, o crítico de cinema Robledo Milani.

Fiquem atentos: as inscrições serão abertas na segunda semana de agosto e na segunda semana de setembro, respectivamente. Darei um toque por aqui quando chegar mais perto. Ah, e é tudo gratuito!