Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Italiano na sala

20 de novembro de 2014 0
Crédito: Europa Filmes

Crédito: Europa Filmes

Estreia nesta quinta-feira, na Sala de Cinema Ulysses Geremia, o longa italiano Viva a Liberdade. O elenco tem o genial Toni Servillo, de A Grande Beleza.

Dá uma olhada…
Palavra e liberdade

Roteiros de cinema ou televisão onde gêmeos idênticos trocam de papel caminham, geralmente, para o lado menos inteligente das comédias. A estreia da Sala Ulysses Geremia é exceção nesse contexto. Dirigido por Roberto Andò, o longa italiano Viva a Liberdade leva a premissa para o cenário da política e cria uma sátira deliciosamente atual sobre os bastidores do poder. Na trama, um senador sob pressão resolve sumir por uns tempos do país. Apavorado com o momento decisivo que se aproxima, o assessor resolve recrutar o irmão do político, recém liberado de um tratamento psiquiátrico.

O filme se sustenta no talento gigante de Toni Servillo, recentemente visto no oscarizado A Grande Beleza. É ele quem confere ao personagem do senador fujão (Enrico) o tom melancólico exato, ao mesmo tempo que ajusta a acidez sarcástica do irmão amalucado (Giovanni). Enquanto o político redescobre a felicidade num set de cinema — trocando a encenação da política pela artística —, o irmão filósofo utiliza o talento com a palavra para ganhar popularidade. Giovanni apela para as frases de efeito (como “se os políticos são medíocres é porque os eleitores são medíocres”) e emprega doses de loucura para reverter a situação que fez o irmão sucumbir.

Viva a Liberdade parodia um universo político quase circense e faz o espectador em período de pós-eleições refletir: “seria cômico não fosse trágico”.

Envie seu Comentário