Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Película e vinil

26 de janeiro de 2015 0
Crédito: Ricardo Wolffenbüttel, Banco de Dados Pioneiro

Crédito: Ricardo Wolffenbüttel, Banco de Dados Pioneiro

O jornal Folha de S. Paulo fez uma matéria bem bacana abordando questões como o cinema de rua e os filmes disponíveis em película. Fato é que em Los Angeles, berço de Hollywood, tem se solidificado uma cena de cinemas de rua. Um deles, inclusive, é propriedade do mister Quentin Tarantino. O cineasta diz que prefere morrer a filmar em digital (formato que, por outro lado, arrebatou grande parte dos diretores atuais, como Martin Scorsese).

A matéria compara o mercado do cinema em película ao do disco de vinil, prevendo que esse tipo de filme e os cinemas que o exibem se tornarão cults e procurados, como tem acontecido em LA. Tomara, né? É preciso que se tome conta de um acervo tão rico de filmes em película como o existente. Já com relação às estreias, o futuro é mais cabuloso, os estúdio parecem mesmo irredutíveis no processo de digitalização. Mas diretores do naipe de Tarantino, J.J. Abrams e Christopher Nolan prometem defender a película até o fim.

Envie seu Comentário