Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Johnny se despede da Serra

28 de maio de 2015 0
Crédito: Selton Mello, Divulgação

 Johnny Massaro e a luz cinematográfica da Serra gaúcha. Crédito: Selton Mello, Divulgação

Esta é a última semana de gravações do longa O Filme da Minha Vida aqui na Serra. O ator carioca Johnny Massaro conversou com o Pioneiro sobre a experiência de passar um mês e meio no interior do Rio Grande do Sul vivendo sob a pele de Tony, protagonista do longa dirigido por Selton Mello — a chegada do filme aos cinemas está prevista para o primeiro semestre de 2016.

A história narra um drama familiar e o processo de amadurecimento de Tony. Maturidade, aliás, também tem sido o foco de Johnny Massaro como ator. Com apenas 23 anos, ele vem chamando a atenção em produções televisivas como Meu Pedacinho de Chão e Amorteamo, ambas exemplo de apuro estético na telinha.

Confira a entrevista:

O que o personagem Tony tem de mais cativante para você, como intérprete?

Johnny: O Tony é, na definição do próprio Skármeta (autor do livro no qual o roteiro se baseia), um protagonista coadjuvante, ou seja, ele se coloca fora do círculo dos acontecimentos ao mesmo tempo que é o mais afetado por ele. Nesse sentido, é cativante entender sua humildade, simplicidade e delicadeza. Ao mesmo tempo, o filme fala sobre seu amadurecimento, da passagem do menino para o homem, e isso é bastante desafiador porque precisei deixar bem claro os degraus dessa transição.

Foi muito desafiador contracenar com Vincent Cassel?

Trabalhar com o Vincent foi delicioso, aprendi e me diverti muito no pouco tempo em que estivemos juntos.

O que mais chamou sua atenção na Serra?

Meu pai é gaúcho e parte da minha família ainda mora aqui, então vim algumas vezes quando era criança, acho que por isso reconheço inconscientemente as cores, comidas, sons, etc. O que me chama a atenção, para além das belezas naturais e da educação das pessoas, é perceber que realmente existem muitos “brasis” no Brasil e que essa é nossa maior riqueza.

O Filme da Minha Vida marca seu primeiro protagonista num longa, ao mesmo tempo, na tevê você vem conquistando espaço de destaque em produções elogiadas. Como avalia esse momento da carreira?

Eu sou extremamente grato pelas oportunidades que venho tendo e tenho um respeito absoluto por cada uma delas, afinal cada trabalho é um voto de confiança, então procuro no mínimo dar o meu máximo. Só desejo continuar tendo boas oportunidades e bons encontros.

XXXX

Crédito: Kity Féo

Rafa, à esquerda de Selton, com figurino do filme. Crédito: Kity Féo

Enquanto o longa de Selton Mello não estreia, muitos moradores da Serra que participaram da produção como figurantes (cerca de 500) seguram a expectativa para se ver na telona. O caxiense Rafa Moschen, 23 anos, é um deles. Ele já tinha feito alguma coisa de audiovisual à frente da produtora Vaca Filmes, mas diz que O Filme da Minha Vida será sua estreia “séria”como ator.

– Meu personagem é um dos irmãos do Paco (Selton Mello), eles são os irmãos Moleiro. Ele é bem tímido, um cara mais contido, muito diferente dos irmãos, fanfarrões, gritalhões e tal. Meu personagem contracena mais com os irmãos, que são sensacionais, com o Selton e também com o Johnny Massaro – conta o jovem ator.

Rafa fez bonito num teste e logo foi chamado. Bacana ver que muita gente como ele acabou se aproximando do cinema por ter as gravações acontecendo aqui perto.

– Queria estar no meio, ver como funcionava uma produção de cinema desse porte – diz o ator.

Envie seu Comentário