Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Discutindo film commission

24 de setembro de 2015 0
Crédito: Fernando Nipper, Divulgação

Crédito: Fernando Nipper, Divulgação

A foto acima foi registrada no set de O Tempo e o Vento e mostra o diretor assistente do filme, Federico Bonani, em ação. Na época – 2012 – ele viu a film commission de Pelotas ser fundada e ter papel fundamental nas gravações. Nesta quinta, Bonani vem a Caxias do Sul conversar com integrantes das film commissions da Serra (o recém-fundado grupo local e os já consolidados de Bento e Garibaldi). A programação faz parte da Semana do Turismo, mas
o cineasta explica que a importância de grupos que fomentam a produção audiovisual ultrapassa os limites do setor.

– É um assunto mais de desenvolvimento industrial do que de turismo. O fomento da atividade cinematográfica afeta um município em muitas instâncias, movimenta toda uma rede de serviços, cria mão de obra, desenvolve o mercado, gera carreiras – aponta.

Além da experiência com a film commission de Pelotas, Bonani coleciona outros exemplos positivos sobre o assunto. Quando esteve na Irlanda gravando a novela Eterna Magia para a Globo, a movimentação da equipe só foi possível graças ao contato com a comissão local.

– Tivemos acesso a todos os serviços que estavam disponíveis, escolhemos ruas, monumentos onde iríamos gravar. Tudo é possível desde que seja combinado – diz.

Para Bonani, a film commission do Rio de Janeiro é o exemplo mais relevante no cenário brasileiro. No Rio Grande do Sul, profissionais da área tentam viabilizar a criação de uma comissão estadual e outra em Porto Alegre. O cineasta aponta ainda para o protagonismo da Serra e suas três comissões.

– Estou indo a Caxias para incentivar o desenvolvimento de um banco de dados para que as produtoras possam acessar. Esse é o papel da film commission, favorecer as informações que as produtoras precisam saber, listando as belezas arquitetônicas, naturais, a diversidade humana, a infraestrutura logística – opina.

O encontro, com entrada franca, é aberto a interessados e começa às 17h, na Sala de Cinema Ulysses Geremia.

Envie seu Comentário