Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "documentário"

Estreia no CineSerra

08 de outubro de 2015 0
Crédito: La Fábrica

Crédito: La Fábrica

A coluna festeja o filme escolhido para encerrar a programação do festival CineSerra, em Caxias. Será a primeira vez que o público poderá ver o doc Paredes que Falam, sobre o lendário Bar do Joe (esse moço sorridente da foto), em Garibaldi. A direção é de Éverton Rigatti, da produtora La Fábrica:

– Não tenho dúvida que o CineSerra já é um dos principais festivais do interior do Estado, abrindo um espaço importante para a divulgação da produção independente. Fazer a estreia lá será uma honra muito grande.

O festival começa no dia 22 de outubro. A sessão do documentário é no dia 1º de novembro, às 16h, na Sala de Cinema Ulysses Geremia.

Disponível no YouTube

02 de outubro de 2015 0

Já está disponível no YouTube o documentário Os Reis do Cha-Cha-Cha: Memórias da Música de Baile de Bento Gonçalves. A produção dirigida por Gustavo Bohm Bottega foi lançada em maio, mas não teve sessões em Caxias.

Vale o acesso aqui…

Olhar crítico à colheita

17 de setembro de 2015 0
Crédito: Karinny Matias

Crédito: Karinny Matias

O trabalho dos agricultores na colheita da uva, emoldurado pelas impressionantes paisagens da Serra, já serviu de matéria-prima para muitos audiovisuais feitos por aqui. Mas, para o diretor Boca Migotto, encher os olhos não é exatamente o maior objetivo do documentário À Sombra das Videiras, que estreia em Bento nesta sexta. Produzido por alunos do Núcleo Audiovisual Cenecista em parceria com profissionais da cidade – como o diretor de fotografia André Majola –, o filme de 20 minutos propõe olhar um pouco mais focado à reflexão.

– A maioria dos patriarcas das famílias de agricultores da Cooperativa Aurora tem mais de 60 anos, e os filhos não estão interessados em continuar o trabalho. Acho que o filme discute como a região está se preparando para dar conta da colheita – explica o diretor, que esteve em Caxias no sábado lançando o doc Filme Sobre Um Bom Fim.

Gravado entre dezembro de 2014 e fevereiro deste ano, À Sombra das Videiras acompanhou a rotina de três famílias do
distrito bento-gonçalvense de Faria Lemos e a relação desses “nativos” com quem vem de fora para trabalhar na colheita.

– A gente quis fazer uma coisa mais cinema direto, acompanhando os personagens sem muita entrevista – explica o diretor.

O filme, que tem verba do Fundo Municipal de Cultura, será exibido às 19h30min desta sexta, na Fundação Casa das Artes. A entrada é gratuita.

Doc sobre Vera Tormenta em Gramado

23 de julho de 2015 0
Crédito: Sabujo

Crédito: Sabujo

Reclusa no interior de Vacaria, uma simpática senhora conversa sobre artes plásticas, Rio de Janeiro, Paris, histórias com Jorge Amado, Ferreira Gullar e Portinari. Foi assim que o jornalista Lucas Costanzi descobriu Vera Tormenta, artista que viveu anos de efervescência cultural nos grandes centros, mas escolheu um parque natural na Serra como lar há mais de 30 anos.

– Depois de toda a turbulência dos anos 1960, dos ciclos intelectuais e artísticos, ela resolve trocar de vida e viver ao lado de um rio a 20 quilômetros da cidade mais próxima, no interior do RS. Começa a produzir a própria comida,
gerar a própria luz com as quedas d’água. Uma história digna de um filme – justifica Costanzi, sobre o documentário Tormenta, que será exibido durante o Festival de Cinema de Gramado, na Mostra Gaúcha de Longas, fora de competição.

A produção de 52 minutos tem depoimentos de nomes como Ferreira Gullar, Darel Valença Lins e Rossini Perez. O documentário foi rodado em Paris, Rio de Janeiro e, claro, Vacaria. Ex-morador da cidade, Costanzi se esbaldou nos cenários serranos, com motivações que transcendem o simples interesse estético:

– Fiz questão de gravar durante o inverno na Serra Gaúcha, para fazer um contraponto com as imagens do Rio de Janeiro que aparecem no filme e que temos em nosso imaginário. Assim conseguiria mostrar um Brasil diferente do que aparece na mídia, um Brasil que não é praia.

O diretor comenta que o roteiro do filme sofreu adaptações por conta da falta de material de áudio e vídeo sobre a fase em que Vera Tormenta foi jornalista e crítica de arte. O resgate das ilustrações assinadas pela artista, no entanto, é riquíssimo.

– Construí a personagem de Vera, quando jovem, por meio de mãos, pés, reflexos no vidro do trem. Assim o espectador é levado pela narrativa e pelas entrevistas que está escutando – diz Costanzi, que elegeu o doc Une Jeunesse Amoureuse, do francês François Caillat, como referência para o trabalho.

Dificuldades

Tormenta é a estreia de Costanzi como diretor, e as dificuldades de produção no meio audiovisual, infelizmente, também foram experimentadas.

Apesar da aprovação pela Lei Rouanet, não houve interesse por parte das empresas privadas da cidade ou da prefeitura de Vacaria em apoiar o projeto.

– Para mim, a dificuldade maior é ver uma região como a de Vacaria, com um potencial enorme, mas que não sabe explorar os recursos, as pessoas e as qualidades que têm, que se fecha para o resto do Brasil. É ótimo que se tenha o Rodeio Internacional, que a música nativista e as danças gaúchas sejam difundidas e representadas. Mas não é só disso que vive uma cidade – critica o diretor.

Sobre maconha medicinal

27 de maio de 2015 0
Crédito: 3Film

Crédito: 3Film

Pessoal, nesta quarta tem mais uma sessão gratuita lá na Sala de Cinema Ulysses Geremia. Desta vez, a promoção é do cineclube Cine como le gusta e a exibição é do documentário brasileiro Ilegal. Realizada pela paulistana 3Film em parceria com a revista Superinteressante, a produção disserta sobre o uso da cannabis medicinal no Brasil. O projeto nasceu após uma reportagem do jornalista Tarso Araújo para a revista. Depois, ele acabou sendo um dos diretores do filme.

A sessão começa às 19h30min e será sucedida de bate-papo com a pesquisadora na área de Saúde Coletiva Fabiane Motter.

Sobre punk no Brasil

15 de maio de 2015 0
Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

Começa nesta sexta, em Caxias, o festival Pampa Punk. Para quem curte o estilo, esse documentário é algo como um beabá para entender como o movimento musical se formatou no país. Botinada: a história do punk no Brasil foi produzido pelo mestre Gastão Moreira, e lançado em 2006. A pesquisa é ótima e descreve bem de que forma o movimento ganhou identidade por aqui.

Está no youtube, então assistam:

Baquetas na telona

29 de abril de 2015 0
Crédito: Bruno Kriger

Crédito: Bruno Kriger

Aí pessoal, nesta quarta rola a estreia do documentário No Pulso: a Bateria em Caxias do Sul. A sessão é gratuita e começa às 20h, na Sala de Cinema Ulysses Geremia. O filme tem mais de 20 depoimentos e tentar remontar a história do instrumento na cidade. O argumento é do também baterista Diego De Toni, com direção de Filipe Mello e fotografia de Bruno Kriger.

O filme tem uma hora de duração e foi custeado via Financiarte. Apareçam lá!

Aqui neste link dá para conferir um teaser da produção.

Personagens impressionantes

08 de abril de 2015 0
Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Fazia tempo que queria falar desse filme aqui, daí vi uma matéria no site do jornal Folha de S. Paulo sobre a banda finlandesa PKN e lembrei do assunto novamente. The Punk Syndrome trata-se de um original registro sobre um grupo formado por músicos com síndrome de Down e autismo. A dirigida por ukka Kärkkäinen e J-P Passi foi lançada em 2012 e, nesse link, está com legendas em inglês. Dá uma olhadinha que belos personagens temos aqui.

Ah, a notícia da Folha conta que a banda foi escolhida por voto popular para ser a representante da Finlândia no Festival Europeu da Canção, o Eurovision. A decisão está causando polêmica… Certamente, vou torcer por eles!

 

Histórias do Bom Fim

24 de março de 2015 0
Crédito: Epifania Filmes

Crédito: Epifania Filmes

Bah, esse estava faltando mesmo… um filme sobre o Bom Fim, o bairro da contracultura porto-alegrense. Só dá uma olhadinha neste trailer ali embaixo e confere quanta gente massa passou por aquelas ruas e deu seu depoimento no documentário Sobre um Bom Fim, dirigido por Boca Migotto.

Outra boa notícia — além da própria existência do filme, hehe — é que a produção foi selecionada para a mostra competitiva do É Tudo Verdade, o mais importante festival brasileiro dedicado ao gênero (e que ocorre entre 9 e 19 de abril). Já estou na torcida.

Talian

09 de março de 2015 0
Crédito: Daniel Herrera

Crédito: Geni Onzi

Depois de três anos de produção, o documentário Brasil Talian será lançado nesta quinta-feira, em Antônio Prado. O filme faz uma reflexão sobre a importância da língua mantida por alguns moradores mais antigos da Serra, e reconhecida como Referência Cultural Brasileira recentemente. As gravações foram feitas em cidades como Caxias, Antônio Prado, Nova Pádua, também no Espírito Santo (eu nem sabia que havia colonização italiana por lá também), e na Itália.

A direção e o roteiro são de André Costantin, a direção de fotografia de Daniel Herrera e a produção de Fernando Roveda.

A sessão de estreia ocorre às 19h30min, no salão da Capela Nossa Senhora de Monte Bérico, na Linha 21 de Abril, interior de Antônio Prado. A entrada é franca.