Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "festival de cinema de gramado"

Vencedores de Gramado

16 de agosto de 2015 0

Gravado em Bento Gonçalves, o curta-metragem O Corpo, de Lucas Cassales, levou o kikito de melhor curta brasileiro na premiação do Festival de Cinema de Gramado, na noite do sábado. A produção levou também o prêmio de fotografia, e já havia sido consagrada na mostra de curtas gaúchos, no primeiro fim de semana do festival.

Já a mostra de longas brasileiros deu o principal kikito ao drama Ausência, de Chico Teixeira (que também levou o troféu de melhor diretor). O filme venceu ainda nas categorias trilha e roteiro.


A mostra de longas latinos escolheu La Salada, de Juan Martin Hsu, como melhor filme do júri do festival e do júri da crítica.

Curta-metragem brasileiro
Melhor Desenho de Som: Tiago Bello, por “O Teto Sobre Nós”
Melhor Trilha Musical: Felipe Junqueira e Samuel Ferrari, por “Miss & Grubs”
Melhor Direção de Arte: Welton Santos, por “Miss & Grubs”
Melhor Montagem: Chico Lacerda, por “Virgindade”
Melhor Fotografia: Arno Schuh, por “O Corpo”
Melhor Roteiro: Tiago Vieira e Fabrício Ide, por “Quando parei de me preocupar com canalhas”
Melhor Atriz: Giuliana Maria, por “Herói”
Melhor Ator: Matheus Nachtergaele, por “Quando parei de me preocupar com canalhas”
Prêmio Especial do Júri: “Haram”
Melhor Filme Júri Popular: “Bá”, de Leandro Tadashi
Melhor Diretor: Bruno Carboni, por “O Teto Sobre Nós”
Melhor Filme: “O Corpo”, de Lucas Cassales
Prêmio Canal Brasil: “Dá Licença de Contar”, de Pedro Serrano
Júri da Crítica – Curta-Metragem: “Dá Licença de Contar”, de Pedro Serrano

Longas Brasileiros
Melhor Desenho de Som: “Ponto Zero”
Melhor Atriz Coadjuvante: Fernanda Rocha, por “O Último Cine Drive-In”
Melhor Ator Coadjuvante: Otavio Muller, por “Um Homem Só”
Melhor Trilha Musical: Alexandre Kassin, por “Ausência”
Melhor Direção de Arte: Maíra Carvalho, por “O Último Cine Drive-In”
Melhor Montagem: Frederico Brioni, por “Ponto Zero”
Melhor Fotografia: Adrian Tejido, por “Um Homem Só”
Melhor Roteiro: Chico Teixeira, César Turim e Sabina Anzuategui, por “Ausência”
Melhor Atriz: Mariana Ximenes, por “Um Homem Só”
Melhor Ator: Breno Nina, por “O Último Cine Drive-In”
Melhor Filme Júri Popular: “O Outro Lado do Paraíso”, por André Ristum
Melhor Diretor: Chico Teixeira, por “Ausência”
Melhor Filme: “Ausência”, de Chico Teixeira
Júri da Crítica – Longa Brasileiro: “O Último Cine Drive-In”, de Iberê Carvalho

Longas estrangeiros
Melhor Fotografia: Nicolas Ordoñez, por “Venecia”
Melhor Atriz: Claudia Muñiz, Marianela Pupo e Maribel García Garzón, por “Venecia”
Melhor Roteiro: Carlos Armella, por “En La Estancia”
Melhor Ator: Gilberto Barraza, por “En La Estancia”
Melhor Filme Júri Popular: “Ella”, de Libia Stella Gómez
Melhor Diretor: Kiki Alvarez, por Venecia
Melhor Filme: “La Salada”, de Juan Martin Hsu
Prêmio Dom Quixote: “En La Estancia”, de Carlos Armella
Júri da Crítica – Longa Estrangeiro: “La Salada” de Juan Martin Hsu

Bento no Prêmio Assembleia Legislativa

10 de agosto de 2015 0
Crédito: Sofá Verde Filmes

Crédito: Sofá Verde Filmes

A noite de domingo do 43º Festival de Cinema de Gramado foi marcada pela entrega do Prêmio Assembleia Legislativa – Mostra Gaúcha de Curtas. A produção mais premiada, O Corpo, teve cenas gravadas em Bento Gonçalves. O filme de Lucas Cassales ganhou os troféus de fotografia, roteiro, diretor e filme. A história acompanha um menino (Rafael Henzel, na foto) e o inesperado encontro de um corpo.

Já o representante oficial da Serra na Mostra de Curtas, o documentário Consertam-se Gaitas, abocanhou o Prêmio Exibição Curtas Gaúchos RBS TV. O filme assinado por Ana Cris Paulus, Boca Migotto e Felipe Gue Martini conta a história de um grupo de amigos que trabalha numa pequena empresa do conserto de gaitas, em Bento.

Conheça todos os vencedores aqui:

Melhor Produtor: Clara Moraes, por “Madrepérola”
Melhor Edição de Som: Daniel de Bem, por “Pele de Concreto”
Melhor Música: Bebeto Alves, por “Rito Sumário”
Melhor Direção de Arte: Eder Ramos, por “Da Vida Só Espero a Morte”
Melhor Montagem: Daiane Marcon e Daniel de Bem, por “Pele de Concreto”
Melhor Fotografia: Arno Schuh, por “O Corpo”
Melhor Roteiro: Lucas Cassales, por “O Corpo”
Prêmio Exibição Curtas Gaúchos RBS TV: “Consertam-se Gaitas”, de Ana Cris Paulus, Boca Migotto e Felipe Gue Martini
Melhor Atriz: Gabriela Poester, por “Bruxa de Fábrica”
Melhor Ator: Carlos Azevedo, por “Rito Sumário”
Melhor Diretor: Lucas Cassales, por “O Corpo”
Melhor Filme: “O Corpo”

Curtas selecionados pra Gramado

16 de junho de 2015 0

Já começam a pipocar os selecionados para a 43ª edição do Festival de Cinema de Gramado. Nesta terça, foram divulgadas as 15 produções que integram a Mostra Competitiva de Curtas Brasileiros. Temos dois gaúchos na lista (confira todos os nomes abaixo).

O festival ocorre de 7 a 15 de agosto.

Bá, de Leandro Tadashi (SP)
Como São Cruéis os Pássaros da Alvorada, de João Toledo (SP)
Dá Licença de Contar, de Pedro Serrano (SP)
Enquanto o Sangue Coloria a Noite, Eu Olhava as Estrelas, de Felipe Arrojo Poroger (SP)
Haram, de Max Gaggino (BA)
Heroi, de Pedro Figueiredo (SP)
Macapá, de Marcos Ponts (MA)
Miss & Grubs, de Camila Kamimura e Jonas Brandão (SP)
Muro, de Eliane Scardovelli (SP)
O Corpo, de Lucas Cassales (RS)
O Teto Sobre Nós, de Bruno Carboni (RS)
Quando Parei de Me Preocupar Com Canalhas, de Tiago Vieira (SP)
S2, de Bruno Bini (MT)
Sêo Inácio (ou O Cinema Imaginário), de Helio Ronyvon (RN)
Virgindade, de Chico Lacerda (PE)

Vencedores em Gramado

17 de agosto de 2014 0
Crédito: Europa Filmes

Crédito: Europa Filmes

A Estrada 47, de Vicente Ferraz, saiu consagrado como melhor filme nacional do 42º Festival de Cinema de Gramado. O longa sobre um grupo de brasileiros lutando ao lado das tropas aliadas na Segunda Guerra Mundial também levou o kikito de Melhor Desenho de Som, para Branco Neskov.

O filme A Despedida, do qual já havíamos mostrado algumas belas imagens aqui, rendeu prêmio de Melhor Ator, para Nelson Xavier, e Melhor Atriz, para Juliana Paes — que desbancou a franca favorita Fernanda Montenegro, de Infância. Além disso, o longa também levou kikitos de Melhor Diretor (Marcelo Galvão) e Fotografia (Eduardo Makino).

A estreia de Alceu Valença na direção rendeu troféus de Melhor Trilha e Melhor Direção de Arte, para a A Luneta do Tempo.

Veja todos os vencedores da noite de sábado aqui:

CURTAS-METRAGENS

DESENHO DE SOM: Guga Rocha, por História Natural
TRILHA MUSICAL: Sem Título #1: Dance of Leitfossil
DIREÇÃO DE ARTE: Caio Ryuichi Yossimi, por O Coração do Príncipe
MONTAGEM: Carlos Adriano, por Sem Título #1: Dance of Leitfossil
FOTOGRAFIA: Giovanna Pezzo, por La Llamada
ROTEIRO: Caio Ryuichi Yossimi, por O Coração do Príncipe
ATRIZ: Rafaela Souza, por Carranca
ATOR: Guilherme Silva, por Carranca

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI: O Clube, Allan Ribeiro
MELHOR FILME / Júri Popular: A Pequena Vendedora de Fósforos, de Kyoko Yamashita
MELHOR DIRETOR: Gustavo Vinagre, por La Llamada
MELHOR FILME: Se Essa Lua Fosse Minha, de Larissa Lewandowski

PRÊMIO CANAL BRASIL: A Pequena Vendedora de Fósforos, de Kyoko Yamashita

PRÊMIO DOM QUIXOTE: Las Analfabetas, de Moisés Sepúlveda

LONGAS-METRAGENS LATINOS

MELHOR FOTOGRAFIA: Arnaldo Rodriguez, por Las Analfabetas
MELHOR ROTEIRO: Manuel Nieto, por El Lugar Del Hijo
MELHOR ATRIZ: Paulina Garcia e Valentina Muhr, por Las Analfabetas
MELHOR ATOR: Felipe Dieste, por El Lugar Del Hijo
MELHOR FILME / Júri Popular: Esclavo de Dios, de Joel Novoa
MELHOR DIRETOR: Moisés Sepúlveda, por Las Analfabetas
MELHOR FILME: El Lugar Del Hijo, de Manuel Nieto

JÚRI DA CRÍTICA

MELHOR CURTA / Júri da Crítica: La Llamada, de Gustavo Vinagre
MELHOR LONGA LATINO / Júri da Crítica: El Crítico, de Hernán Guerschuny
MELHOR LONGA BRAS. / Júri da Crítica: Sinfonia da Necrópole, de Juliana Rojas

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS

MELHOR DESENHO DE SOM: Branco Neskov, por A Estrada 47
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Andrea Buzato, por Os Senhores da Guerra
MELHOR ATOR COADJUVANTE: Paulo Betti, por Infância
MELHOR TRILHA MUSICAL: Alceu Valença, por A Luneta do Tempo
MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Moacyr Gramacho, por A Luneta do Tempo
MELHOR MONTAGEM: Tina Saphira, por Infância
MELHOR FOTOGRAFIA: Eduardo Makino, por A Despedida
MELHOR ROTEIRO: Domingos Oliveira, por Infância
MELHOR ATRIZ: Juliana Paes, por A Despedida
MELHOR ATOR: Nelson Xavier, por A Despedida

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI (1): Os Senhores da Guerra, de Tabajara Ruas
PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI (2): Fernanda Montenegro, por Infância
MELHOR FILME / Júri Popular: O Segredo dos Diamantes, de Helvécio Ratton
MELHOR DIRETOR: Marcelo Galvão, por A Despedida
MELHOR FILME: A Estrada 47, de Vicente Ferraz

Noite de kikito

16 de agosto de 2014 0

 

Crédito: Divulgação Festival de Gramado

Crédito: Divulgação Festival de Gramado

Então, se você não poderá estar em Gramado acompanhando a tradicional noite de entrega dos kikitos, neste sábado, o lance é ligar a TV na TVCOM. A partir das 21h, o canal vai transmitir tudo de mais importante que ocorre na premiação do 42º Festival de Cinema de Gramado, diretamente do Palácio dos Festivais. A apresentação será feita por Simone Zuccolotto, com comentários dos críticos de cinema Roger Lerina e Luiz Zanin Oricchio. 

Imperdível, hein.

Ah, depois eu coloco a lista com os premiados aqui…

A vó da diretora

11 de agosto de 2014 0

Na noite de domingo o Festival de Gramado entregou o Prêmio Assembleia Legislativa. Escolhido como Melhor Curta (além de levar direção, roteiro, fotografia — para o caxiense Bruno Polidoro —, montagem e edição de som), Domingo de Marta tem uma história bem legal de bastidores.

A produção retrata a rotina solitária de uma senhora de 95 anos, à espera da família para o almoço de domingo. Daí que a protagonista do filme é a vó da diretora Gabriela Bervian. Ela se chama Catarina e, pelo jeito, arrasou em sua estreia cinematográfica.

Aqui tem algumas fotos de Domingo de Marta e da Gabriela com sua vovozinha especial.

 

marta_ok

marta1_ok

marta2_ok

marta3_ok

Confira todos os curtas gaúchos premiados.

Melhor filme: Domingo de Marta
Melhor direção: Gabriela Bervian, por Domingo de Marta
Melhor roteiro: Gabriela Bervian, Gilson Vargas e Moisés Westphalen, por Domingo de Marta
Melhor fotografia: Bruno Polidoro, por Domingo de Marta
Melhor direção de arte: Valéria Verba, por Linda, Uma História Horrível
Melhor música: “Redoma”, de Filipe Catto, por Linda, Uma História Horrível
Melhor montagem: Vicente Moreno, por Domingo de Marta
Melhor edição de som: Gabriela Bervian, por Domingo de Marta
Melhor produtor/Produtor executivo: Jéssica Luz, Bibiana Osório, Bruno Gularte Barreto, por Linda, Uma História Horrível
Melhor ator: Rafael Régoli, por Linda, Uma História Horrível
Melhor atriz: Sandra Dani, por Linda, Uma História Horrível
Prêmio Aquisição TVE: Sioma – O Papel da Fotografia
Prêmio Exibição Curtas Gaúchos RBS TV: Sioma – O Papel da Fotografia

Sou fã do Irandhir

18 de agosto de 2013 0
Crédito: Itamar Aguiar

Crédito: Itamar Aguiar

Foram conhecidos na noite de sábado os vencedores do Festival de Cinema de Gramado. O longa Tatuagem confirmou o favoritismo e venceu como melhor filme. Irandhir Santos também levou o kikito de melhor ator pele mesma produção.

Isso me fez querer compartilhar com vocês outro trabalho protagonizado por ele, que eu gosto muito: o documentário/road movie/experimental Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo, de 2010. Foi ali que conheci o trabalho deste grande ator, agora reconhecido também em Gramado.  No YouTube, dá para assistir a esse filme completo, procurem lá, vejam, e depois me contem o que acharam da experiência!

Mas, para não esquecer Gramado, vejam a lista completa de vencedores brasileiros:

Melhor filme: Tatuagem (PE), de Hilton Lacerda
Melhor diretor: Andradina Azevedo e Dida Andrade, por A Bruta Flor do Querer (SP)
Melhor ator: Irandhir Santos, por Tatuagem (PE)
Melhor atriz: Leandra Leal, por Éden (RJ)
Melhor ator coadjuvante: Walmor Chagas, por A Coleção Invisível (BA)
Melhor atriz coadjuvante: Clarisse Abujamra, por A Coleção Invisível (BA)
Melhor roteiro: Domingos de Oliveira, por Primeiro Dia de Um Ano Qualquer (RJ)
Melhor fotografia: Gallo Rivas, por A Bruta Flor do Querer (SP)
Melhor montagem: Karen Harley, por Os Amigos (SP)
Melhor direção de arte: Eloar Guazzelli e Pilar Prado, por Até que Sbórnia nos Sepere (RS)
Melhor trilha musical: DJ Dolores, por Tatuagem (PE)
Melhor desenho de som: Edson Secco, por Éden (RJ)
Prêmio do júri oficial: Revelando Sebastião Salgado (RJ), de Betse de Paula
Prêmio do júri popular: Até que a Sbórnia nos Separe (RS) e A Coleção Invisível (BA)

 

 

Para este sábado à noite

17 de agosto de 2013 0

hobbit

Duas dicas para quem vai ficar em casa na noite deste sábado. A primeira é conferir pela televisão a entrega de kikitos do Festival de Cinema de Gramado. A cerimônia de premiação terá início às 21h e a TVCOM (canal da NET) exibe tudo a partir das 20h45. Também haverá transmissão pela TVE, às 21h mesmo. Eu não estive por lá, mas já comentei aqui que um dos mais comentados entre os longas nacionais foi Tatuagem, de Hilton Lacerda.

Outra boa pedida para quem vai ficar por casa é conferir a estreia do Telecine Premium, às 22h deste sábado. O filme chega na telinha é O Hobbit: Uma Jornada Inesperada. O filme de Peter Jackson não me surpreendeu muito no cinema — acho que fui com muita sede ao pote depois de ter assistido a trilogia Senhor dos Anéis 183681736 vezes, hehe. É verdade que a história tem um tom menos pesado que a trilogia anterior, dizem que J.R.R. Tolkien a escreveu para o público infantil, mas a aventura vale para conhecer cenários grandiosos, anões divertidos, trolls e o Bilbo jovem. Saudosista que sou, também adorei a aparição do “precioso” Gollum.

Entre os favoritos de Gramado

13 de agosto de 2013 0

Ok, o filme foi exibido ainda no domingo em Gramado, mas deu tanto o que falar que eu não poderia deixar de comentar aqui. Tatuagem empolgou o público e está, até agora, entre os favoritos para levar kikitos para casa, nesse caso, Pernambuco. Esse é o primeiro longa de ficção de Hilton Lacerda, premiado roteirista de filmes como Amarelo Manga (2002), Baixio das Bestas (2006), A Festa da Menina Morta (2008) e Febre do Rato (2011).

Na trama, o talentoso Irandhir Santos interpreta o líder de uma trupe teatral libertária, que vive um romance com um inexperiente soldado. O pano de fundo da história é o Brasil durante a ditadura militar. O longa está previsto para estrear no dia 8 de novembro nos cinemas.

Reparem nesse teaser, achei extremamente singelo.

'Armada' leva prêmio em Gramado

11 de agosto de 2013 0

Armada

Único representante da Serra no Festival de Cinema de Gramado, o curta Armada, de Filipe Ferreira, venceu a categoria Roteiro, na noite deste domingo. A produção, estrelada pelos atores de Caxias Davi de Souza (foto) e Jorge Valmini, participou do Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema Gaúcho.

O filme retrata o período da ditadura em Caxias do Sul e contém cenas fortes de tortura.

Que reconhecimento bacana. Parabéns a toda equipe!

Confira todos os vencedores na Mostra Gaúcha:
* Melhor produtor executivo: Maurício Santos da Silva, por Ed
* Melhor edição de som: Tiago Bello, por Tomou Café e Esperou
* Melhor música: Frank Jorge, por O Matador de Bagé
* Melhor direção de arte: Pedro Karam, por Férias
* Melhor montagem: Matheus Heinz, por Codinome Beija-Flor
* Melhor fotografia: Pablo Chasseraux, por Kassandra
* Melhor roteiro: Édnei Pedroso, por Armada
* Prêmio Exibição Curtas Gaúchos RBS TV: As Memórias do Vovô
* Melhor atriz: Aline Jones, por A Princesa
* Melhor ator: João França, por O Matador de Bagé
* Melhor direção: Iuli Gerbase, por Férias
* Melhor filme: O Matador de Bagé, de Felipe Iesbick