Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "mostra de cinema brasileiro"

Documentário musical

08 de agosto de 2014 0

Para quem ficar por Caxias, uma boa pedida é curtir uma porção de bicho-grilismo na Mostra de Cinema Brasileiro. Nesta sexta, às 20h, e no sábado, às 18h, a sessão é com o documentário Os Doces Bárbaros, no UCS Cinema. Entrada franca.

O longa de Jom Tob Azulay mostra as canções e os bastidores da turnê encabeçada por Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia e Gal Costa, em 1976.

Confere um trechinho:

Ah, a sessão infantil, às 16h desta sexta e sábado, tem o filme O Garoto Cósmico em cartaz. O filme de Alê Abreu mostra a aventura de três amigos no circo do mestre Giramundos, perdido no infinito do universo.

'São Paulo S/A' na UCS

04 de julho de 2014 0

sao-paulo-sociedade-anonima1

A Mostra de Cinema Brasileiro tem ótima pedida para o pós-jogo do Brasil nesta sexta. É o longa São Paulo Sociedade Anônima, que faz um recorte sobre o cotidiano na maior cidade do Brasil na virada dos anos 1950 para os 1960. O cineasta Luís Sérgio Person (pai da Marina Person, sabem?) mostra a vida terrivelmente comum de um homem, vivido por Walmor Chagas em atuação marcante. Eva Wilma também está no elenco.

Ótima oportunidade para passear pela São Paulo preto e branca da época e conhecer um pouco do cinema de Person.

Sessão gratuita às 20h desta sexta e às 18h do sábado, no UCS Cinema. Apareçam lá!

Na mostra...

23 de maio de 2014 0

boca do lixo1

Friozão na Serra Gaúcha e o bom mesmo é aproveitar o clima numa sala de cinema, com um balde de pipoca em mãos. Se liga que o especial Eduardo Coutinho segue nesta sexta (sessão às 20h) e sábado (sessão às 18h) lá no UCS Cinema. As exibições integram a programação da Mostra de Cinema Brasileiro. Neste final de semana, o documentário de Coutinho exibido será Boca do Lixo, de 1992.

O cenário é um ponto de escoamento de lixo em São Gonçalo (RJ). Ali, o que foi rejeitado por uma pessoa serve como fator de sobrevivência para outra.

Na mostra infantil, o filme da semana (sexta e sábado às 16h) é O Cinderelo Trapalhão, clássico da trupe de Didi Mocó lançado em 1979 e dirigido por Adriano Stuart.

A entrada na Mostra de Cinema Brasileiro é franca. Apareçam.

Compromisso para o sábado

17 de maio de 2014 0

Passando para lembrar que neste sábado tem Edifício Master no UCS Cinema, às 18h. Até o final de maio, a Mostra de Cinema Brasileiro ainda vai exibir outros dois filmes de Eduardo Coutinho, dá uma olhadinha na programação completa no site e confere minha pequena homenagem à obra-prima do cineasta morto em fevereiro.

ESPETACULAR É A VIDA

Mostra de Cinema Brasileiro exibe o filme ‘Edifício Master’, obra-prima de Eduardo Coutinho

A pessoa que senta ao seu lado no ônibus, que toma café na mesma lancheria, aquela que está na sua frente na fila do banco ou a que tromba com você diariamente no elevador. Todas podem ser espetaculares, donas de histórias dignas de roteiros dos mais diversos gêneros – da comédia pastelão ao drama mais comovente.

O cineasta Eduardo Coutinho (morto em fevereiro) sabia disso, e calcou seu trabalho na premissa de dar voz aos homens e mulheres comuns que cruzam os caminhos uns dos outros diariamente. Neste sábado, um dos trabalhos mais importantes e premiados do diretor, Edifício Master (2002), será exibido no UCS Cinema dentro da programação da Mostra de Cinema Brasileiro.

Para fazer esse trabalho, a equipe de Coutinho alugou um apartamento no prédio carioca que dá nome ao filme e passou a realizar entrevistas com moradores em busca de histórias e personagens interessantes. O resultado é um desfile de vozes milagrosamente comuns a conduzir desfechos dos mais inesperados.

O filme mostra uma sequência de moradores recebendo Coutinho e equipe em seus apartamentos. O documentarista não esconde a voz, característica própria de suas produções. Pelo contrário, conduz as conversas de forma franca e até mesmo troca de papel, quando um de seus entrevistados lhe devolve a pergunta (“não tem emprego para uma pessoa igual a mim, o senhor quer me dar um emprego?”). Nos entremeios das entrevistas, a câmera vira olhos e ouvidos do edifício, mostrando os longos corredores, as janelas, e a sinfonia de abre e fecha dos elevadores, vozes, latidos e carros ao longe.

Todos os personagens são inesquecíveis, alguns mais que outros (mas isso depende de quem vai fazer você se identificar mais). Há o senhor Henrique, que todos os dias canta My Way, de Frank Sinatra – Coutinho fez questão de gravá-lo em ação, emocionado mais uma vez pelas palavras da música. Há a Dona Esther, que colocou uma calça para se jogar da janela do apartamento, mas desistiu depois de lembrar dos carnês da C&A e do Ponto Frio. E há o Sérgio, com sua filosofia de vida ímpar: “uso muito Piaget, quando não dá certo parto para Pinochet”.

Edifício Master é essencial e ensina a olhar para a vida que passa ao seu lado.

PROGRAME-SE
O que: exibição do documentário Edifício Master, de Eduardo Coutinho
Quando: neste sábado, às 18h
Onde: UCS Cinema
Quanto: entrada franca
Duração: 111 min

O golpe militar no UCS Cinema

04 de abril de 2014 0

jango1

Pessoal, tô bem atrasada nesta sexta, mas a dica vale também para o sábado. Vocês lembram que  o UCS Cinema está recebendo a Mostra de Cinema Brasileiro, sempre às sextas e sábados, né? Pois então que abril será um mês para dedicar atenção aos 50 anos do Golpe Militar. As sessões são gratuitas!

Às 18h, tanto desta sexta como do sábado, haverá sessão do filme Jango (1984), de Silvio Tendler. O documentário narra a trajetória política de João Goulart, presidente deposto pelo golpe.

As próximas sessões serão com Marighella, Hércules 56 e Ato de Fé, em cartaz nos dias 11 e 12, 18 e 19 e 25 e 26, respectivamente.

Ah, e não esqueçam que às 16h sempre tem sessões com filmes infantis.

 

Curtas no UCS Cinema

07 de março de 2014 0

Fazia tempo que não falava por aqui da Mostra de Cinema Brasileiro. Pois bem, segue rolando nas sextas e sábados, no UCS Cinema, com sessões sempre às 16h e 18h. Neste final de semana a Mostra Infantil, das 16h, traz curtas da Programadora Brasil que retratam as relações de crianças e adolescentes com as atribulações da vida adulta. Serão exibidos A grande viagem (Caroline Fioratti, SP, 2011, Ficção), Doido Lelé (Ceci Alves, BA, 2009, Ficção), Ela veio me ver (Essi Rafael, MS, 2010, Ficção), On line: Quando o Windows fecha portas (Cristiano Trein, RS, 2010, Ficção), Traz outro amigo também (Frederico Cabral, RS, 2010, Ficção) e Verde maduro (Simone Caetano, GO, 2010, Ficção).

Na Mostra Panorama, das 18h, o assunto são as paisagens brasileiras. A coletânea de curtas passeia por diferentes expressões locais nos seguintes títulos A lente e a janela (Marcius Barbieri, DF, 2005, Ficção), Geraldo Voador (Bruno Vianna, RJ, 1994, Ficção), O maior espetáculo da terra (Marco Pimentel, MG, 2005, Documentário), Passadouro (Torquato Joel, PB, 1999, Documentário), Recife de dentro pra fora, (Kátia Mesel, PE, 1997, Documentário), Trampolim (Fiapo Barth, RS, 1998, Ficção) e Wholes (A.S. Cecílio Neto, SP, 1991, Experimental).

Apareçam lá pelo UCS Cinema. A entrada é franca e a programação é a mesma na sexta e no sábado. Só para deixar um gostinho, vejam cenas de O maior espetáculo da terra, que acompanha a rotina em um circo no interior de Minas Gerais.

Mostra de Cinema Brasileiro de volta

05 de fevereiro de 2014 0
Crédito: Casa de Cinema de Porto Alegre

Crédito: Casa de Cinema de Porto Alegre

Lembram da Mostra de Cinema Brasileiro, que movimentou a sala de cinema da UCS no segundo semestre de 2013? Pois bem, com o fim do recesso da universidade a programação está voltando, com sessões às 16h (Mostra Infantil) e às 18h (Mostra Panorama). Mas tem uma mudança: ao invés de sábados e domingos, agora as sessões ocorrem nas sextas e sábados (estava divulgando errado, me perdoem, agora tudo acertado). A entrada é franca.

Primeiro, na Infantil, tem quatro ficções protagonizadas por crianças e adolescentes. Serão exibidos Maré Capoeira, Caçadores de Saci, D. Cristina Perdeu a Memória (esse ali da foto, dirigido pela Ana Luiza Azevedo… eu vi e é muito lindo!) e Paisagem de Meninos.

Depois, a Panorama traz seis curtas-metragens (ficção e doc) exibidos nas edições da Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul entre 2007 e 2010. Os filmes exibidos serão estes:

Acercadacana, de Felipe Peres Calheiros – PE, 2010, documentário, 20min
Aloha, de Nildo Ferreira e Paula Luana Maia – SP, 2010, documentário, 15min
Dois mundos, de Thereza Jessouroun, RJ, 2009, documentário, 15 min
Groelândia, de Rafael Figueiredo, RS, 2009, ficção, 17min
O Plantador de Quiabos, Coletivo Santa Madeira, SP, 2010, ficção, 15min
Pugile, de Danilo Solferini, SP, 2007, ficção, 21min

Fica o convite mais uma vez para conferir as belas obras que o cinema brasileiro possui. A programação completa da mostra está no blog
mostradecinemabrasileiro.blogspot.com.br

Mostra de Cinema Brasileiro dá uma pausa

06 de dezembro de 2013 0

As aulas da Universidade de Caxias do Sul estão terminando e em poucos dias o campus ficará praticamente deserto por causa do recesso. Mesmo que a Mostra de Cinema Brasileiro tivesse a intenção de continuar com as exibições que ocupam o UCS Cinema aos sábados e domingos, isso não será possível em dezembro e janeiro. As exibições voltam ao normal a partir de fevereiro (acompanhe a programação no blog da mostra: http://mostradecinemabrasileiro.blogspot.com.br/).

De qualquer forma, vale fazer uma balanço super positivo dos primeiros meses da iniciativa. Foram muitos filmes nacionais de qualidade, muitos que nunca haviam sido exibidos num cinema de Caxias. Destaco também as sessões com produções locais, dando respaldo para quem segura a cena daqui e tentando promover um intercâmbio entre esse povo. Que venha 2014 com mais chances para descobrir ou redescobrir pérolas do nosso cinema.

 

Bárbaros

30 de novembro de 2013 0
Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

Fãs do quarteto de ouro da música popular brasileira, Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil e Maria Bethânia, não podem perder o documentário Os Doces Bárbaros, em cartaz neste sábado e domingo, às 18h, no UCS Cinema, na Mostra de Cinema Brasileiro. O filme mostra a turnê de shows que esses artistas fizeram em 1976, comemorando 10 anos de carreira individual. Tem cenas de bastidores, shows, depoimentos e, claro, do julgamento de Gil (preso em Florianópolis portando maconha).

Ah, e a boa notícia, a Mostra exibe a versão integral do filme, sem os cortes da Censura Federal. A entrada é franca

Mostra cheia de atrações no final de semana

15 de novembro de 2013 0

Neste final de semana a programação da Mostra de Cinema Brasileiro está imperdível. Primeiro, porque na lista das animações infantis (exibidas a partir das 16h tanto do sábado como do domingo), tem esse trabalho super demais do Cao Hamburger, Frankstein Punk. O filminho é de 1986 e vale muito a pena ser conferido. Dá uma olhadinha nele aqui embaixo, mas não deixe de conferi-lo na telona grande do UCS Cinema.

A lista ainda tem os curtas Ele, Ícarus, O Natal do burrinho, Pajerama, Peixe frito e Rua das tulipas.

Já na sessão Cena Caxiense, a partir das 18h, a mostra foca atenções nos vencedores do Festival do Audiovisual da Serra (Cineserra), realizado em outubro. Todos trabalhos são super competentes e merecem ser conhecidos.

As exibições serão assim:
Sábado
FICÇÃO: Armada (Filipe Ferreira), Proibido Falar Italiano (Robinson Cabral), As Últimas Palavras (Marcelo Andrighetti) e Amargor (Daniel Ongaratto)
VIDEOCLIPE: Inner Pain, da banda Hecatombe (Dêivis Horbach), Milonga para Los Perros, do Projeto COOMA (Robinson Cabral) e Faz-me, do Grandfúria (Filipe Mello)

Domingo
DOCUMENTÁRIOS: Profissão: Músico (Daniel Vargas e Projeto CCOMA), Bruno Segalla (Samuel Bovo), Tcheco (Boca Migotto), Gigante de Ferro (Matheus Butzke Piccoli), De Outros Tempos (Éverton Rigatti), e Zarabatana (Robinson Cabral)

Crédito: Filipe Mello

Cena de ‘As Últimas Palavras’. Crédito: Filipe Mello