Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "seda"

Para quem perdeu

02 de agosto de 2013 0

Quem não pode conferir o lançamento do curta Três Quartos e Um Terço, produzido pelo pessoal que participou de uma oficina na Semana do Audiovisual (Seda) de Caxias, já pode assistir o curta nesse endereço.

Levando em conta que a produção foi finalizada em seis dias, no maior estilo “Do it yourself”, achei o resultado surpreendente. Curti bastante a cena em que a garota vai embora na penumbra da noite, deixando o cara… Outro aspecto super interessante do filme é a ausência de música e como, mesmo assim, há sons significativos — o dos papeis pegando fogo é um exemplo.

Bem, parabéns aos envolvidos e que venham muito mais outros…

Filho da Seda

01 de agosto de 2013 0

Crédito: Reprodução

Qual a boa notícia cinematográfica para hoje? Bem, na noite desta quinta rola estreia de um curta metragem bem especial em Caxias. Lembram da Semana do Audiovisual (Seda), que eu divulguei bastante por aqui e tal…pois bem, além da preocupação com a formação de plateia para cinema, a programação também focou atenção em quem está com vontade de produzir. O resultado prático disso está no curta Três Quartos e Um Terço, com exibição às 19h, no armazém Kerwald (na esquinas das ruas Fermino Minghelli e Santo Ceroni, bairro Exposição), e às 20h, no Zarabatana Café. Entrada é franca.

Rolou assim: a galera tinha em mãos o conto Finados, de Maikel de Abreu (que está no livro Couro Ilegítimo e Outros Contos, escrito em parceria com Cesar Mateus), algum equipamento e muita disposição. O título não seguiu o nome do conto porque a própria história recebeu alguma modificação na adaptação para o cinema. As gravações foram realizadas durante a Guerrilha Audiovisual, oficina estendida de produção da Seda. A ideia era terminar tudo em quatro dias, que acabaram sendo estendidos para seis (com longas madrugadas, claro).

Dá uma olhada nesses screenshots do filme, achei essa cor meio sépia o máximo! Ah, e tem outra coisa legal, o armazém Kerwald, onde ocorre o primeiro lançamento, também serviu de cenário para as gravações. Eu curto muito composições como esta da foto abaixo, que vão desde salame a crucifixo. Ótima escolha!

Crédito: Reprodução

Aqui um trechinho do conto de Maikel de Abreu:
Sobraram três amores. A esses três aplicou estratégias similares. Largou cada um quando a paixão estava no auge, mesmo ela também amando e estando contra sua vontade. Havia descoberto então um jeito de perpetuar-se na memória do bicho homem.

As boas do final de semana

20 de julho de 2013 0

O final de semana está aí e tenho dicas para os cinéfilos de plantão. Bom, neste sábado, às 16h, tem sessão comentada do documentário O Dia que Durou 21 Anos (trailer abaixo), na Sala de Cinema Ulysses Geremia. O filme de Camilo Tavares traz uma abordagem interessantes sobre os fatos que levaram ao Golpe de 1964, no Brasil. A exibição terá comentários do historiador Ramon Tisott e da jornalista Cíntia Hecher. Para quem perder esta, tem outras sessões do filme às 20h, do sábado e do domingo. Ingressos custam R$ 8 e R$ 4 (estudantes e idosos).

E a Semana do Audiovisual (Seda) está chegando ao fim, mas ainda promete um monte de ações bacanas. Neste sábado, ali no ponto de cultura Núcleo Audiovisual TME (na Coronel Flores, 810), serão realizadas duas oficinas. A primeira, às 15h, trata da Organização Cineclubista e a Arte de Programar, com Ernani Viana Neto. A segunda, às 17h, aborda As Múltiplas Narrativas da Imagem, com Adri Antunes. Mais tarde, às 19h, tem captação e edição de imagens madrugada adentro e oficina estendida com Alvin Bernardi e Julia Zortéa, lá na Casa Paralela.

Para encerrar a Seda, no domingo, a Sala de Cinema Ulysses Geremia abriga sessão comentada do filme Fantasmas da Cidade (já publiquei o trailer aqui, lembram?), com a presença do diretor Daniel de Bem. Aliás, que baita iniciativa do pessoal da Seda que, pelo segundo ano, organizou tudo sem praticamente nada de verba e trouxe uma programação cheia de atrativos para o pessoal de Caxias.

Seda e Antes da Meia-Noite

17 de julho de 2013 6

Tenho que começar dizendo que estamos num momento super produtivo para o cinema em Caxias. A Semana do Audiovisual (que segue até domingo) é um exemplo disso, trazendo debates interessantes para a roda e proporcionando sessões que valorizam as produções locais ou filmes que não costumam ocupar os cinemas normalmente. Que bom ver o pessoal se organizando para fazer acontecer uma programação dessas. Falando nisso, dá uma olhada no que vai acontecer nesta quarta:

12h: Exibição de O Sino do Campanário (2011), Filme Surdo (2012), Proibido Falar Italiano (2012) e bate-papo com o diretor Robinson Cabral, no Cine-almoço SESC
19h: Mostra dos filmes Deixa o Zé falar! (Lissandro Stallivieri) e Fez a Barba e o Choro (Tatiana Nequete). Cinedebate com Lissandro Stallivieri, Bruno Polidoro, Felipe Gue Martini e Carlinhos Santos, na Sala Ulysses Geremia
19h: Oficina de Filmmaking e Cinema Experimental com Vinícius Guerra, no Coletivo Labs

Bom, agora vou trocar só um pouquinho de assunto, mas sigo no clima comemorativo. É que a Sala de Cinema Ulysses Geremia confirmou o filme Antes da Meia-Noite para sessões entre 1 e 4 de agosto (depois da Mostra Documento Brasil, outra boa pedida na cidade). Esta é a terceira parte da chamada trilogia do antes - os outros filmes são Antes do Amanhecer (1995) e Antes do Pôr-do-Sol (2004) - do diretor Richard Linklater.

Eu vou confessar que não tinha assistido os filmes e que geralmente não sou muito chegada a romances fofos com casaizinhos e tal. Acontece que assisti os dois primeiros, um na sequência do outro no último domingo chuvoso, e simplesmente me apaixonei… pela história, pelos diálogos, pelos personagens, pelas reflexões, enfim.

Os filmes foram todos lançados com nove anos de diferença cada um, exatamente o espaço de tempo que se passa nos filmes. Nesta terceira produção, os personagens principais, Jesse (Ethan Hawke) e Celine (Julie Delpy), estão casados e têm filhas. Resta saber se a convivência e a rotina vão acabar com o encanto que antes os arrebatou.

Então, se você ainda não viu os dois primeiros filmes, vá atrás para se preparar para a estreia de agosto na sala de cinema. Eu, que apesar de amar um filme sangrento também sou romântica (defeito dos piscianos!), amei a história e descobri que foi inspirada numa experiência vivida pelo próprio diretor. Pena que a musa dele acabou morrendo de forma trágica antes de ver o primeiro longa. A vida é triste né, fiquemos com o cinema então!!

Crédito: Diamond Films

Férias e Tati

15 de julho de 2013 1

Crédito: divulgação

Pessoal, estou entrando em férias, então devo informar que os posts aqui no blog ficarão um pouco menos freqüentes. Vou tentar deixar algumas coisas agendadas, para vocês não me abandonarem por completo, mas dentro de 15 dias tudo volta ao normal.

Mas o cinema não pode parar né… e amanhã começa a programação da Semana do Audiovisual em Caxias. Minha dica é o cine-almoço que ocorre no Sesc. Quem tiver um tempinho ao meio-dia desta terça vai poder conferir três filmes do cineasta francês Jacques Tati. Serão exibidas as produções Cuide a tua esquerda (1936), A Escola dos Carteiros (1947) e Curso Noturno (1967).

Eu já havia postado aqui a programação completa da Seda, mas dá para conferir também no site http://coletivo.co/seda/. Corre lá!

Programe-se para a Seda

03 de julho de 2013 0

A Semana do Audiovisual (Seda) versão Caxias do Sul chega à segunda edição este ano. Programada para ocorrer de 16 a 21 de julho, a programação parece ter ganhado mais fôlego e está com horários de atividades bem diversificados (inclusive na hora do almoço, que massa né!). Tem um monte de produção local para assistir, além de várias oficinas e cine debates.

O encerramento fica por conta de uma sessão comentada de Fantasmas da Cidade (trailer abaixo), com a presença do diretor Daniel de Bem.

Agora dá uma olhada na programação completa da Seda.

16/07
12h: Cine-almoço SESC
Especial Jacques Tati: “Cuide a tua esquerda” (1936), “A Escola dos Carteiros” (1947), “Curso Noturno” (1967)
19h: Núcleo Audiovisual TME (Rua Coronel Flores, 810, São Pelegrino)
PosTV: “A formação de público para o cinema”, com Adri Antunes, Ernani Viana, Le Daros e Conrado Heoli

17/07
12h: Cine-almoço SESC
O Sino do Campanário (2011), Filme Surdo (2012) e Proibido Falar Italiano (2012) – Filmes de Robinson Cabral, com a participação do diretor em um bate-papo
19h: Sala Ulysses Geremia – Centro de Cultura Ordovás
Mostra dos filmes “Deixa o Zé falar!” (Lissandro Stallivieri) e “Fez a Barba e o Choro” (Tatiana Nequete). Cinedebate com Lissandro Stallivieri, Bruno Polidoro, Felipe Gue Martini e Carlinhos Santos
19h: Coletivo Labs
Oficina: Filmmaking e Cinema Experimental, com Vinícius Guerra

18/07
12h: Cine-almoço SESC
Exibição de filmes independentes (DF5)
19h: Coletivo Labs
Oficina: Fotografia e Filmagem de Espetáculos, com Paulo Pretz
19h: Faculdade da América Latina
Guerrilha Audiovisual – Roteiro Cinematográfico, com Robinson Cabral. Participação dos autores da obra “Couro Ilegítimo”, Cesar Mateus e Maikel de Abreu

19/07
12h: Cine-almoço SESC
O Vazio Além da Janela (Bruno Polidoro, 2007), Ilha das Janelas Fechadas (Lissandro Stalivieri, 2009), Rua dos Aflitos 70 (Leandro Daros, 2012)
18h: Camelódromo
Cinóia/ Assalto Audiovisual – exibição de videoclipes de artistas caxienses na rua
19h: Coletivo Labs
Guerrilha Audiovisual – Teoria e prática da produção audiovisual (oficina estendida), com Alvin Bernardi e Júlia Zortéa

20/07
15h: Núcleo Audiovisual TME
Oficina: Organização Cineclubista e a Arte de Programar, com Ernani Viana Neto
17h: Núcleo Audiovisual TME
Oficina: As múltiplas narrativas da imagem, com Adri Antunes
19h: Casa Paralela
Guerrilha Audiovisual – captação e edição de imagens madrugada adentro (oficina estendida), com Alvin Bernardi e Julia Zortéa

21/07
17h: Sala Ulysses Geremia – Centro de Cultura Ordovás
Sessão comentada: “Fantasmas da Cidade”, com o diretor Daniel do Bem