Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Sobre a gauchada enxuta

24 de março de 2010 5

A respeito da tese defendida no post Gauchada enxuta, sobre a interferência da cancha coberta nas tradições gaúchas, o secretário de Cultura, Antonio Feldmann, contrapôs em comentário que o investimento da cobertura deve ser analisado também pelos benefícios que traz ao público, que ganha em proteção e acomodação.

Pode até ser, é um bom argumento. O que não elimina a consideração feita pelo blog quanto à interferência na tradição, pois a lida do gaúcho não fica reproduzida por uma prova campeira no seco, o que, é de se imaginar, seja a intenção. Tal concessão derruba o argumento dos tradicionalistas, por exemplo, em relação à polêmica da proibição da música tchê em CTGs.

Postado por Ciro Fabres, Caxias do Sul

Comentários (5)

  • Ana Paula diz: 24 de março de 2010

    Essa gente é falsa e covarde, aliás como qualquer um que usa animais pra se divertir. Um dia irão prestar contas. A covardia e incompetência desta prefeitura é inerrarável. São pessoas covardes e usam do poder adquirido pra se promover.

  • Claudio diz: 26 de março de 2010

    Marcelo, esta aí não é a aninha, esta só imita as palavras da outra, que aliás não se chama aninha.

  • Claudio diz: 24 de março de 2010

    Já que como diz o colunista prova no seco é uma interferência na tradição, vou dar a solução: Joguem um caminhão de agua na cancha e a tradição será preservada. Outra forma é colocar um aviso: ” competição de laço imitando lida campeira em dia seco”, sim pois aqui no RS não chove todos os dias, e a lida acontece na maioria das vezes em dia de tempo bom.
    A questão é que a cancha não está ai para imitar a lida campeira, a função dela é sediar competições e shows com conforto.

  • Marcelo diz: 25 de março de 2010

    Quanta polêmica: Carnaval, cancha de rodeios! Os “arianos” de descendência italiana arrumam vários pretextos para desqualificar a diversidade cultural. Isto é preconceito!

    No mais, fica uma única certeza. MAS ESTA TAL DE ANINHA É MUITO CHATA!!! VIRA O DISCO MINHA FILHA!

  • miguel diz: 26 de março de 2010

    Ja vi tiro de laço sem gado (com motocicleta se fazendo de vaca).
    Agora temos laço com gado, mas sem chuva, ou sem sol. Toda gauchada sabe quem não existe rodeio sem chuva e sem chinaredo.
    Daqui a pouco vamos ter tiro de laço virtual, pela internet. Sinal dos tempos ou do gauchismo de carpete.

Envie seu Comentário