Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Pedágio urbano, você concorda?

10 de janeiro de 2012 56

Os municípios poderão cobrar pedágio para diminuir o trânsito de automóveis em regiões urbanas congestionadas. Como no caso de Caxias do Sul da Rua Dr. Montaury da foto acima. E outras vias, que o congestionamento no centro da cidade não dá sinais de que vai acabar. Isso porque, só em 11 meses de 2011, 15 mil veículos foram jogados nas ruas de Caxias, e outros tantos virão. Não tem jeito, as cidades vão entupir.
Por isso, surge a autorização para a cobrança de pedágio urbano, que já é lei, sancionada pela presidente Dilma Rousseff agora, dia 4 de janeiro. A receita gerada deve ser destinada obrigatoriamente ao transporte coletivo, como a concessão de subsídio público à tarifa, diz a lei.
Mas calma: pedágio urbano não está nos planos de Caxias, ao menos por enquanto. As medidas restritivas ao tráfego, porém, são inexoráveis, inevitáveis. Já é assim em grandes cidades da Europa, onde vigora o pedágio urbano e os centros ficam mais abertos às pessoas. E São Paulo implantou o rodízio de placas.
Certamente se argumentará que o transporte coletivo precisa funcionar, e a tese é correta, mas também se pode deixar o carro a algumas quadras do núcleo duro do Centro e caminhar um pouco. Alguém lembrará que falta tempo, na vida moderna, para essas distensões cotidianas, mas isso é questão de hábito e comportamento. Quem quiser que corra sempre.
Mais cedo ou mais tarde, Caxias precisará restringir pra valer o tráfego de veículos na região central. Talvez ainda não seja agora, mas se viesse uma medida mais forte, como rodízio ou pedágio, ajudaria a tornar a cidade mais humana, devolvendo o centro às pessoas e abrindo espaço para os ônibus. E será preciso realçar. Não ficaria proibido trafegar no Centro, mas precisaria pagar pedágio.
Você topa? Ou entende que aí já é demais?

(Foto: Porthus Junior, Banco de Dados)

Você também pode votar na enquete:
 Você concorda com a cobrança de pedágio urbano para desestimular o tráfego de veículos em áreas centrais?

Comentários (56)

  • Vítor diz: 10 de janeiro de 2012

    Concordo e até já sugeri aqui no blog em outra discussão. Mas mais urgente que o rodízio ou pedágio urbano é o transporte coletivo de nossa cidade. A Visate é uma boa empresa, porém ainda é muito ineficiente e cobra muito caro por tal serviço. Penso que está na hora de repensarmos o transporte que a cidade do porte de Caxias necessita, ou seja, o metro rápido. Muitos dirão que é caro ou que Caxias é uma cidade de pedra, mas tenho certeza que esse é o pensamento de gente pequena que não utiliza o transporte coletivo ou que lucra com a ineficiência do mesmo.

  • Milton martinelli diz: 10 de janeiro de 2012

    Estamos cansados desta explorarção que cada vez se torna maior, isto e apenas a fúria arrecadatória que toma conta das autoridades e só servem para a sua demagogia.
    Somos explorados por todas as formas, como pedágios, zona azul e outras formas de aumentar os gastos das pessoas para sustentar os caprichos de governantes.

  • Clarice diz: 10 de janeiro de 2012

    Olá Ciro, gostaria de solictar esclarecimentos sobre as obras do fatima baixo que seguem em rotmo de tartaruga e se saber quando a adiministração popular pretende concluir o que iniciaram , pois os transtorno aos moradores e rumores de desapropriações estão a muito gerando incomodos, obrigado, abs.

  • Zenoir diz: 10 de janeiro de 2012

    Pedágio era só o que faltava mesmo,eu não vou pagar pelos acomodados que até pra ir no banheiro ou na esquina precisão ir de carro.Eu sempre que vou pró centro eu vou a pé ou de ônibus assim aproveito melhor pra olhar mulherada na rua.Mas vou mais a pé para centro do que de ônibus.Não nasci com a bunda colada dentro de um carro,não nasci em familia que tinha carro,carro tenho agora por me comprei um.
    NÃO CONCORDO COM O PEDÁGIO NÃO. Deixa o Pédágio la em Farroupilha.

  • Isac Tranzansin diz: 10 de janeiro de 2012

    SOU TOTALMENTE CONTRA! Mais um pedágio??? deve-se melhorar o transporte público, acabar com essa palhaçada de monopólio, aí sim melhorando o transporte, diminui o número de veículos no centro da cidade, vamos deixar de ser hipócritas e roubar menos do povo.
    Quanto mais cara for a passagem do coletivo, mais vale a pena usar o carro.

    dalhe Sartori… só recebe do povo e não devolve..estradas podres, e mal sinalizadas, centro abandonado, e o IPTU comendo solto…..
    parabéns ANO QUE VEM VOU LEMBRAR!

  • Lucas diz: 10 de janeiro de 2012

    Daqui a pouco vamos ter que pagar pedágio até para sair de casa, só falta começar mais uma cobrança aqui em Caxias.

  • fera machado diz: 10 de janeiro de 2012

    acho que não so esse tipo demedidas, mas sim fim estacionamento, novos corredores de onibus,multas pra quem entrar no corredor de onibus,proibir conversão a direita,vias mais rapidas para onibus, perimetrais, por fim engenheiros de traficos mais eficientes,novos projetos para cidades, sim reforma urbana, foi tirado conferenia nacioanal das cidades em 2000 e no brasil é um caos as cidades, falta planejamento,é um amontoado de gente, regras para quem faz loteamento novas ruas, com saneamento, toda estrtura,fazer projetos pra longo prazo, todos sabemos que as cidades cresceram é normal,novo censo alertou,prefeitos são imediatistas, deve+se pensar no futuro.

  • JANE diz: 10 de janeiro de 2012

    Isto seria justo se o dinheiro fosse empregado no que realmente é necessário. Para a Dilma é fácil sancionar esse tipo de lei, pois ela não precisa enfrentar o tráfego todos os dias para ir e voltar do trabalho. Ela anda de jatinho, helicóptero, avião…. Eu moro no centro e trabalho em Galópolis. Além de todos os impostos que pago (IPTU, IPVA, IR, escola, plano de saúde) devo pagar também para ir e voltar para casa depois de um dia 9 horas de trabalho? Se todos os impostos que pagamos não fosse direcionado para o bolso de alguns, tudo funcionaria muito melhor, inclusive o trânsito.

  • rudi diz: 10 de janeiro de 2012

    Porque pedágio, se tivessemos uma administração que acabasse com o monopolio do transporte coletivo ai teriamos mais empresas de ônibus e as pessoas com certeza deixariam seus carros em casa para ir até o centro.
    Porque dependendo do transporte da VISATE você nunca chega na hora desejada no seu destino.

  • Franklin diz: 10 de janeiro de 2012

    Pedágio ? Já estava na hora. Depois de zona azul, R$6,00 para transitar de caxias a farroupilha, estacionamento do big e do carrefour, universidade $COMUNITÁRIA$, o que mais que faltava para Caxias ??

    Aos desavisados, Caxias proporcionalmente é muito mais violenta, perigosa e maior taxa de furto que qualquer outra cidade do estado.

    Mais isso deixa pra lá, é turistica, berço da migração, festa da $$uva$$…..Serra gaúcha…..
    a imprensa tá mais ocupada

  • Cristina diz: 10 de janeiro de 2012

    Do jeito que anda o trânsito no centro, pedágio para circular em algumas áreas até que não seria má ideia. No entanto, enquanto isso não acontece, bem que poderia haver alguma providência contra carros em fila dupla, não? Hoje pela manhã, por volta de 11 horas, no trecho da Dr. Montaury entre a Júlio e a Sinimbu, havia “apenas” 3 veículos em fila dupla. Um azulzinho em frente à Casa da Cultura, um carro de transporte de valores logo adiante e, no final, pouco antes da faixa de pedestres um carro da polícia civil, vazio, em fila dupla também e com o pisca-alerta ligado. Eliminar esssas atitudes ajudaria muito no fluxo do trânsito, certo?

  • Daniel tomazoni diz: 10 de janeiro de 2012

    isso so pode ser piada…

  • Felipe diz: 10 de janeiro de 2012

    Sou totalmente contra. O que precisa é de inteligência de nossos administadores. Por quê muita gente trafega pelo centro para se descolar até sua residência? Porque são vias com melhores condições físicas e também por serem asfaltadas. O que o trâncito de Caxias precisa é que as vias alternativas estejam em condições boas e também asfaltadas. Eu sempre que posso, pego uma via alternativa, porém as condições físicas são péssimas. Cheias de desníveis e buracos. O IPVA não é para isso? E esse dinheiro do pedágio, vai ser bem aplicado como o IPVA deveria e não é? Nessa foto mesmo já dá pra ver que nosso transporte público é uma vergonha. Olha o “azulzinho”. A rua Dr. Montaury possui 2 vias e não 3 como o “azulzinho” está trafegando.

  • NABOR MACHADO DA SILVEIRA diz: 10 de janeiro de 2012

    É mais uma novidade arrecadatório, é mais facil criar taxas, tributos e outras despesas aos contribuintes do que pensar em uma solução honesta, pois hoje as pessoas que nos representam são desprovidas de planejamento e estratégias, são cabides de empregos para apadrinhados politicos incompetentes . O pedagio seria uma concessão a algum testa de ferro dos politicos?ou serviria para caixa dois em eleições?

  • Daniel diz: 10 de janeiro de 2012

    Caxias como uma metrópole regional , deveria ter menos quebra-molas , sinaleiras , rotátorias e mais elevadas , vias de transito rápido em torno da cidade , mas como sempre as nossas cabecinhas mediocres que nós elegemos nas eleições são as mesmas , logo logo esta idéia de pedágio vai se tornar realidade , quanto ao transporte coletivo sem concorrencia vai ser igual , veja os onibus novos que esta empresa que presta este serviço compra , recebe em dinheiro vivo e antecipado , não tem calote , parcelamento do que recebe diariamente , negócio literalmente da China ! Pessoal vai ter eleição este ano , vamos abrir nossos pensamentos , vamos cobrar o que foi prometido , depende somente de nós mudar o que está aí , somente de nós !

  • paulo diz: 10 de janeiro de 2012

    A questao nao e tirar mais dinheiro do povo e sim “dar” a ele. De que forma? Tornando as passagens de onibus, metro e outros mais baratas. Reduzindo impostos seria uma forma. A industria automobilistica esta super-aquecida e nao ira parar de produzir veiculos. O povo esta com mais dinheiro no bolso e motivado a comprar o sonhado carro novo. As cidades sim vao entupir, contribuindo para o nosso atrasar o nosso desenvolvimento.

  • edson diz: 11 de janeiro de 2012

    Para Caxias a solução é simples. Proíbe de estacionar entre a perimetral norte e a perimetral sul e entre a Br116 e a perimetral oeste. Pronto sem ter onde estacionar mais da metade deixaria o carro em casa. Teríamos uma cidade sem poluição e sem stress.

  • Luiz diz: 11 de janeiro de 2012

    Primeiro um recado ao FRANKLIN:
    Já que Caxias é tão ruim assim, você deveria voltar para a tua cidade de origem. Lá sim deve ter trabalho para todos, segurança, estacionamento grátis, sem festa da uva, etc.
    É irritante ver que pessoas que vem ganhar a vida em Caxias, porém adoram falar mal da cidade e desprezar os valores da terra.
    Obs.: Não são todos.

    Quanto ao pedágio não é solução. Já passou da hora de fechar o centro da cidade ao tráfego de veículos. Devería ser definido um quadrilátero central que seria somente permitido acesso a pedestres, com automóveis e ônibus fora do centro.

  • julio diz: 11 de janeiro de 2012

    AMIGO FRANKLIN……ESQUECESTE DO FUNDO MUNICIPAL DOS RECURSOS H[IDRICOS?? EU NÃO ESQUECÍ……E NÃO ESQUEÇO ATE OUTUBRO CHEGAR….

  • Manoel diz: 11 de janeiro de 2012

    Caxias é uma colônia, administrada por agricultores.

  • ab imis diz: 11 de janeiro de 2012

    ESTA É A ÚNICA SOLUÇÃO! Claro que a outra não é viável…destruir os prédios e alargar as ruas…transporte coletivo? utopia já ouviram falar disso? pois é…

  • ab imis diz: 11 de janeiro de 2012

    ….vejam como é engraçado as pessoas acham que não são parte do problema…é sempre assim o problema é dos outros…andar de carro eu posso SÃO OS OUTROS que estão atravancando o transito…fazer o que né…pais dos alienados em futebol, novelas e bbb…

  • Maicon diz: 11 de janeiro de 2012

    O pedágio não resolverá o problema, só o contornará. É um absurdo!

  • Marcos Mussatto diz: 11 de janeiro de 2012

    Eu sou contra essa medida, pois muitas pessoas tem que passar pelo centro pois não existem muitas alternativas as vias da cidade vão afunilando, um exemplo é a saída para a BR 116 que acontece somente pela Sinimbu. Outro motivo pelo qual eu sou contra é que isso vai se tornar só outra forma para arrecadar dinheiro, e dificilmente esse dinheiro será empregado com sistemas de transporte público, a cidade já arrecada muito dinheiro com o trânsito, o valor da passagem de ônibus é absurdo para o serviço oferecido, já passou da hora de a VISATE ter uma concorrente. Creio que é possível pensar em outras formas de reduzir os engarrafamentos, não acho que será o pedágio que irá resolver este problema.

  • Sabrina diz: 11 de janeiro de 2012

    A solução para os problemas urbanos atingem sempre o bolso da população. Alternativas que exijam solução por parte do governo, como planejamento, investimento e educação, nunca são pensadas. Precisa-se analisar e discutir outras possibilidades, como: ampliar a malha viária, construir vias alternativas, diminuir canteiros e deixar as ruas mais largas para o trânsito, desafogar o comércio no Centro para os bairros, investir em incentivos, educação e divulgação, para levar os estabalecimentos que estão centralizados para os bairros. Esforço, persistência, planejamento e muita educação podem tornar estas alternativas viáveis e com ótimos resultados, sem gerar impactos para a população e deixando o poder público com o papel que é seu de administrar o dinehiro público para o bem comum.

  • justino diz: 11 de janeiro de 2012

    ja dizia meu avô… nao morrerei sem ter de pagar pelo ar que respiro.. sobra sempre pro povo a incompetencia dos politicos.. era so o que faltava… por que nao organizam um transporte publico de QUALIDADE??? ora por que isso resolveria o problema e eles nao teriam onde mamar. so por isso.. cidades europeias resolvem esse tipo de problema com transporte publico de qualidade com seriedade e agilidade. aqui nao conseguem nem isso, e ja pensam em onerar o povao.. leia-se classe media. brasil sil sil sil….

  • Fábio diz: 11 de janeiro de 2012

    Não tenho opinião formada sobre o assunto, só sei que tão feio quanto a cobrança é a mania de caxiense tem de reclamar de tudo. Se não é o pedágio no centro é o trânsito que não anda. Para quem vive no seu mundinho reclamatório, a solução encontrada para melhorar o trânsito nos grandes centros urbanos no mundo, pelos melhores eng. de tráfego, foi sim a implantação do pedágio em zonas urbanas. O grande problema dessa solução aqui é o abuso dos valores e a destinação para os fins corretos.

  • Luis diz: 11 de janeiro de 2012

    Está certo, quem quiser conforto que pague, é impossivel andar no centro, como uma vez as pessoas andavem a pé ou de ônibus? Hoje para andar uma quadra tem que pegar o carro..Além de melhorar o tráfego, diminui as emissões.

  • lauvir diz: 11 de janeiro de 2012

    CONCORDO COM TUDO,ZONA AZUL, PEDAGIO, SALARIO PARA OS APOSENTADOS SÓ 6 % MAIS NÃO, SALARIO DOS POLITICOS, O AUMENTO DE 17 PRA 23 VEREADORES, CONCORDO COM O AUMENTO DOS FISCAIS DE TRANSITO QUE FICAM ESCONDIDOS NA ESQUINA PRA MULTAR, CONCORDO COM TUDO JA TA UMA PALHAÇADA MESMO, ATÉ AS M… DEVIA COBRAR POIS POLUI O AR, TAXA DE ESGOTO A TAXA ILUMINAÇÃO PAGO E NÃO TEM NEM LUZ NA MINHA RUA DEPOIS DE TUDO ISTO, OPA VOU PAGAR TAMBEM TAXA FUNERARIA E O MEU SALARIO POIS VIVO COM r$ 1.200,00 TENHO QUE CONCORDAR HA HA HA HA VOLTA DITADURA PRA ACABAR COM ESTES POLITICOS

  • Rafael diz: 11 de janeiro de 2012

    Em algumas cidades da Europa como Londres por exemplo, cobram pedágio para automóveis circularem pelas ruas centrais, mas tem uma enorme diferença, lá o transporte coletivo funciona, tem um sistema de ônibus eficiente, metro, trem, com sistema de passagem única diária, semanal, mensal….etc….
    Agora aqui no Brasil, é vergonhoso. Então pagamos mais um pedágio antecipado, para depois, sabe lá quando, melhorarem o transporte público, ou seja, mais uma vez vamos financiar o sistema.

  • Carlos diz: 11 de janeiro de 2012

    Não concordo, acredito que deveria ser melhor planejado o transito da cidade. criando um sistema pensando na demanda de veículos crescente. geralmente vejo só medidas paliativas, apagando o incêndio do momento. uma visão da engenharia de trafego mais futurista ajudaria. Por outro lado nosso nosso transporte coletivo… as linhas sempre seguem um roteiro, que em meu ponto de vista não é eficaz, pois não existe rotas alternativas para se usar um único veiculo de locomoção, dependendo do ponto da cidade dependemos sempre de 2 ou 3 ônibus para chegar, ai entra a pergunta quem estuda e trabalha…. o tempo e algo importante ( Ex de linhas… Exposição destino Aeroporto????????? Kaiser x Desvio Rizzo, entre outros).

  • Gustavo diz: 11 de janeiro de 2012

    Eu li um comentário falando do sartori. Concordo com esta pessoa que falou do sartori. Votei nele e me arrependo de um jeito que nunca me arrependi antes. Centro abandonado, a visate deitando e rolando, a perimetral um lixo, mas, pelo que li ali, a lei ja foi sancionada pela sra. DILMA ROUSSEFF. Então vamos culpar as pessoas certas. Como ja falei, concordo que o Sartori está muito mal frente á prefeitura, porém, não vi ninguém falar da “presidenta”. Até quando o povo brasileiro que assiste o “bbb” vai tapar o sol com a peneira? Até quando vão tirar o da Dilma da reta? Vão fazer como fizeram com o LULA? O Lula que nunca sabia de nada, que nunca viu nada. estão fazendo o mesmo com essa “presidenta” que colocaram lá. Mas ta tudo ótimo, a “presidenta” bate recorde de aprovação junto com o ex-presidente, ontem começou o “bbb”, mês que vem tem carnaval, o “teló” bate recordes de vendas com músicas rídiculas e o mais imprtante….O BRASIL É PENTA”!!!!

  • MARCIO SAMUEL diz: 11 de janeiro de 2012

    Já pagamos varios impostos e não vemos resultados de melhoras, tanto que as maiorias das ruas de caxias do sul estão PÉSSIMAS, sou totalmente CONTRA o pedágio, verifiquem outro meio de conter o transito de caxias, querem tirar o ultimo tustão do bolso do trabalhador, enquanto nosso salário só diminui!

  • Nilson Evandro Schamrek diz: 11 de janeiro de 2012

    Que país e este que estamos vivendo? E cobrança sobre tudo! Até onde o estado vai mandar na vida do cidadão? Estamos sendo sufocados emesmo assim ficando calados.A solução sempre é honerar o cidadão comum? Caxias deveria obrigar bancos,consultorios médicos e dentarios e outras instituições de ensino a sair do centro da cidade. Os bairros com maior concentração de população não tem sequer um posto bancario.Os bancos mais distantes do centro da cidade estão na avenida Rio Branco, na Moreira Cesar proximo ao clube Roda Viva e no bairro Cruzeiro. Muitas pessoas procuram o centro da cidade por falta de opção.E os colegios da região central?Durante anos se fala e não se faz nada a este respeito, será por medo ou existe alguns interresses “eleitoreiros” e financeiros. Por que não seguir o exemplo da FTec que construiu sua unidade fora da área central. Por que Caxias não cria uma área para instituições de ensino fora do eixo central, quantos carros e ônibus deixariam de cruzar o centro da cidade?Sem contar o pessoal de vários municipios vizinhos, que vem estudar em Caxias, e cruzam o centro todos os dias, principalmente no horario de pico. Se a prefeitura doar o terreno e der isenção fiscal por um periodo, tenho certeza de que será possível. Melhorar os serviços da prefeitura, tornando os serviços disponiveis pela internet e pagamentos de tributos com a grande maioria dos bancos como IPTU por exemplo.
    As pessoas vão ao centro da cidade por necessidade,não por que querem, tenho certeza que se tivesse opção no seu bairro ou no bairro vizinho, ninguém procuraria o centro da cidade.
    O que falta em Caxias e ousadia para mudar o modelo que é igual desde que Caxias virou municipio, os politicos esquecem que o maior numero de eleitores está nos bairros e não no centro da cidade.CHEGA DE SERMOS PUNIDOS PUNIDOS PELA HIPOCRISIA !!

  • Analista diz: 11 de janeiro de 2012

    Que venha logo de uma vez…
    aí quem sabe o povo caxiense que “se acha”…começa a ver com outros olhos o sistema de transporte coletivo (monopolizado) de nossa cidade, e avaliar ou investigar que tipo de decisão “política” está por trás de manter apenas uma empresa que cobra 2,75 de passagem.

  • Cristiano diz: 11 de janeiro de 2012

    A ideia de pedágio é ridícula. O que precisa ser feito é investir em transporte coletivo.
    A qualidade do transporte em Caxias não é tão ruim quanto falam, mas ainda deixa a desejar, principalmente nos itinerários existentes e preço.

    Sei que estão sendo feitos trabalhos para diminuir o fluxo d ônibus no centro, mas não seria mais apropriado manter esses ônibus no centro e tirar os carros do local? Por que ao invés de aumentar o preço da passagem de ônibus, a Visate não começa fazer outras campanhas para arrecadar dinheiro, a fim de não elevar as passagens, tipo vender espaço nos ônibus para publicidade. Há diversas maneiras para aumentar a receita sem precisar aumentar valor da passagem, e só pensar. Eu mesmo, tenho várias ideias.
    Um exemplo que o transporte público de Caxias é demasiadamente cara:
    Moro no bairro São José e trabalho no bairro Cinquentenário, distantes 8km. Tenho 3 alternativas para chegar até o trabalho:
    - Preciso pegar 2 ônibus para ir até lá (um bairro-centro e outro centro-cinquentenário, pagando uma passagem com integração no valor de R$ 2,70. Ida e volta * R$ 2,70 = R$ 5,40. Tempo médio para chegar lá, entre espera de ônibus e deslocamento às 7:30 da manhã: 0:25 minutos. À noite chega a mais de 0:40 minutos.
    - Pegar o Circular Norte (teria que me deslocar algumas quadras a pé, e ainda esperar meia hora pelo ônibus, que demora uma eternidade até chegar ao local). O custo desta alternativa é a mesma da anterior.
    - Ir de carro. Com preço média da gasolina (conforme Pioneiro de ontem) da gasolina à R$ 2,89. E meu carro fazendo em média 9km/l na cidade, gasto em combustível menos de R$ 2,89. Claro, há de se considerar o desgaste do veículo e tudo mais, mas mesmo assim é financeiramente vantajoso não usar transporte público em Caxias. Tempo de deslocamento: menos de 0:10.

    Considerando estes cálculos, quero ver alguma autoridade dizer que transporte público é barato. Façam alterações no transporte público, que eu sou o primeiro a abandonar o carro quando este não for mais vantajoso para mim.

  • Pablo Simoni diz: 11 de janeiro de 2012

    Acredito que esta é a melhor solução para Caxias “neste momento” considerando:
    1. Temos um monopólio no transporte coletivo (Visate ineficiente e cara )
    2. O Caxiense não tem o hábito da carona ( mesmo entre vizinhos )
    3. O Prefeito Sartori está apático ( Parece que não mora mais em Caxias ) e a Secretaria de transportes tem uma gestão lenta e burocrática muito aquém da necessidade de Caxias .
    4. Do jeito que está NÃO DÁ MAIS…. que venha o pedágio urbano

  • Márcia diz: 11 de janeiro de 2012

    Mas é o fim da várzea!! Pra início de conversa, Caxias já está mais do que na hora de ter mais de uma empresa de transporte coletivo. E não existe essa de ” Seria justo se o dinheiro fosse utilizado realmente para os fins que se destina a cobrança”, porque cá pra nós, acho que já pagamos taxas e impostos suficientes. Agora, numa coisa tenho que concordar, se os caxienses “aprendessem” a dirigir, sem paradas em mão dupla e andassem a mais que 20km/h, talvez já começasse a amenizar o problema. É impressionante como o trânsito não flui em Caxias e as pessoas param em qualquer lugar, como se não houvessem outros automóveis na rua.

  • nelson Cardoso diz: 11 de janeiro de 2012

    meu caro ciro,eu gostaria que você viesse ao desvio rizzo nos horários de pico,ai sim você vai ver o que é caos urbano,a principal via do bairro não possui semáfaros,a avenida está em péssimo estado cheia de buracos,quase não possui calçadas etc…abraço…

  • Carlos diz: 11 de janeiro de 2012

    Existe uma coisa simples a se fazer….ACABEM COM O MONOPÓLIO DA VISATE…BOTEM MAIS ONIBUS NAS RUAS…CRIEM LINHAS DE INTEGRAÇÃO…TRANSPORTE PÚBLICO 24 HORAS…assim pessoas como eu, voltam a utilizar o transporte público…
    Essa palhaçada que se arrasta a mais de 25 anos em Caxias tem que acabar.

  • Joel Vianna diz: 11 de janeiro de 2012

    Sou totalmente a favor. Aliás, acho que deveriam instituir cobrança de ingresso em igrejas (ah, já cobram?), em bancos (também já cobram?), taxas por serviços públicos (o quê, também já são cobrados?)… puxa, estou desatualizado.

  • toni diz: 11 de janeiro de 2012

    caxias precisa de um MONOTRILHO!!!

    batizei o maior de Bitten.

  • Everton diz: 11 de janeiro de 2012

    Alguns políticos não devem estar recebendo sua parte de grana suja,ou estão querendo ficar mais ricos as nossas custas, então querem praticar mais esse roubo a população!!!

  • Rogério diz: 11 de janeiro de 2012

    Olha, eu sugeriria outra medida, a qual é funcional em países desenvolvidos.

    Pouco crédito na compra de carros novos, IPVA mais caro quanto mais velho o automóvel e altos investimentos em transporte público.

    Com certeza diminuiria os “cacos véios” nas ruas, fora que colocaria mais carros em condições de andar, oferecendo menos perigo e teríamos menos poluentes sendo expelidos.

    Colocar pedágio é uma medida, ao meu ver, tapa buraco, pq vai começar a congestionar a periferia que tem ruas com bem pouca manutenção. Brasileiro não gosta de pagar, não tem consciência coletiva, sejamos francos, boa parte de nossos problemas podem até vir da política, mas outra parte vem do pessoal que fica sentando reclamando do governo e achando que esse deveria lhes fornecer tudo e todas facilidades.

    Ninguém mais no mundo paga impostos como os nossos, esse tipo de medida, se é aplicável em outros países é pq existe um balanceamento decente de recursos.

  • Marcos diz: 11 de janeiro de 2012

    Sou a favor! Mas somente para carros com 1 ocupante.

  • Luiz Antônio Alves diz: 11 de janeiro de 2012

    PQP! É muito imposto. Mas os problemas do trânsito em cidades que irão crescer muito podem chegar a 1001.
    O pedágio é o resumo de uma centena deles, desde que dividamos o assuntos por capítulos ou temas.
    Sabemos que é possível que Caxias se torne uma Porto Alegre com engarrafamentos e coisa e tal. Não conseguimos tirar aquela ânsia de imitar e querer ser grande metrópole. Os defeitos das grandes cidades foram
    produzidos aqui também. Infelizmente.
    Agora estamos imitando aquelas mesmas cidades que tem sistemas infernais. Sugiro aos amigos consultarem, até mesmo pela internet, como vai o trânsito das grandes metrópoles na América, para não dizer no mundo. Depois passem para uma grade menor, com cidades do porte da nossa. Existem aqui mesmo no Brasil cidades que conseguiram ser um pouco melhor do que nós. Os bons exemplos é que temos tirar já que não temos inventores e cientistas para fórmulas novas… Desculpe, esqueci que tudo isto pode ser feito por quem é pago pelo contribuinte
    e nunca teve a seus olhos um estudo sobre as cidades brasileiras…

  • Simone Ritter diz: 11 de janeiro de 2012

    Sobre o pedágio realmente não me parece a melhor ideia. APOIO MAIOR INCENTIVO AO TRANSPORTE PÚBLICO!!! Já deveriam haver mais ruas exclusivas, diga-se rua Sinimbu e Pinheiro Machado apenas para ônibus!

    Apoio retorno do calçadão na Av. Júlio de Castilhos, dando mais vez aos pedestres e menos espaço para poluição automotiva…

    Agora, urge melhorias: ônibus com câmbio automático evitando aquele “soco” característico de vários motoristas, ônibus com ar condicionado, motoristas e atendentes mais educados e prestativos… enfim… assim poderemos ser bem mais felizes numa cidade menos poluída visualmente (carros e mais carros) e menos poluída ambientalmente (as crianças agradecem).

    Uso transporte público todos os dias, apenas me faz bem. Você já experimentou deixar o carro em casa e usar um motorista particular by “Mercedão”, “Random”, etc????

  • Luciano diz: 11 de janeiro de 2012

    Caros amigos,
    Vivemos numa sociedade dependente de automóveis. O transporte público de Caxias é ineficiente e caro. Tive oportunidade de conhecer uma pequena cidade na europa, chamada Lyon. O tamanho, PIB e a população é a mesma de Caxias. Entretanto, o transporte público é fantástico: 5 linhas de metrô, 4 linhas de tramway (tipo bondes elétricos), ônibus e, sobretudo, mais de 200 km de ciclovias dentro da cidade com bicicletas praticamente gratuitas para a população (site: http://www.velov.grandlyon.com/). Por que Caxias não investe em variabilidade de transporte público? Seria muito fácil tirar os ônibus do centro e colocar um tramway circulando nas principais avenidas, fazendo interligação com ônibus. O futuro do planeta agradeceria a redução do uso de combustíveis fósseis(=carros, ônibus, caminhões). Abraços

  • Luciano diz: 11 de janeiro de 2012

    Ah! O último comentário o preço da passagem para ser usada durante uma hora em TODAS as modalidade de transporte em Lyon é de 1,6 euros ou seja 3,7 reais. E se o cidadão paga uma mensalidade de 50 euros/mês (115 reais) anda a vontade durante 30 dias por 24 horas. E, pasmem, o salário mínimo é de 1200 euros. Ou seja, temos um custo de transporte público similar ao europeu com uma qualidade, digamos, um tanto aquém do regular.

  • Simone diz: 11 de janeiro de 2012

    Ótima lembrança de Luciano… podemos expandir com mais e mais exemplos do USO DO TRANSPORTE PÚBLICO… em Zermatt, outra cidade européia não existe nenhum tipo de transporte poluente: isso mesmo… lá não são permitidos carros, o transporte todo é feito por trens, bicicleta e… ônibus ELÉTRICO! Um sonho que existe! Respirar lá, isso sim é do outro mundo… nem dentro de nossas florestas se respira tão bem!

    Sugeriria uma matéria específica “Você apóia o uso do transporte público?” ou quem sabe “Você apóia melhorias urgentes no transporte público?” ou talvez “Você deixaria o carro em casa se o transporte público melhorasse?” enfim… a questão é a CONSCIENTIZAÇÃO, tanto dos governantes quanto dos usuários!

  • RICARDO diz: 12 de janeiro de 2012

    OLÁ A TODOS NA MINHA OPINIAO OS GOVERNANTES ESTAO PASSANDO DAS MEDIDAS E DA BARREIRA DO ABSURDO,CRIAR MAIS UM IMPOSTO OU PEDAGIO NAO VAI RESOLVER O PROBLEMA,VEJAMOS MEU EXEMPLO;EM MINHA CASA SAO 6 PESSOAS QUE SE USAREM O VISATAO VAO GASTAR PARA IR ATE O CENTRO E VOLTAR 27,00 AO PASSO QUE TODOS VAMOS E VOLTAMOS NUM CARRO COM TODO CONFORTO AO CUSTO DE 2,00 QUANDO USO O GNV OU 5,00 NA GASOLINA,NAO FICAMOS EXPREMIDOS NO BUSAO NOS ATRASAMOS ESPERANDO O BUSAO QUE QUEIMA O HORARIO,ACHO QUE DEVIA TER MAIS UMAS 6 EMPRESAS DE TRANSPORTE EM CAXIAS NAO SÓ A VISATE,AI SIM FICARIA UM POUCO MELHOR O TRANSPORTE COLETIVO(POR QUE TERIAMOS CRIADO A MAGICA DA CONCORRENCIA)ENTRE AS EMPRESAS DESTA AREA,BEM VOLTANDO AO PEDAGIO URBANO VEJO CONFLITO COM ALGUMAS MEDIDAS DO GOVERNO DE PRIMEIRO ESTIMULAR A COMPRA DE CARROS PELA POPULAÇAO FACILITANDO FINANCIAMENTOS ETC; DANDO INCENTIVO AS MONTADORAS A PRODUZIREM CADA VEZ MAIS CARROS E (DEPOIS VEM QUERER COBRAR PEDAGIO DO CARRO QUE NOS TROUXAS COMPRAMOS,ALEM DE AUMENTAR O IPVA?) HORA NESSE MATO TEM COELHO! FALANDO DO IPVA PODEMOS ENTRAR COM AÇAO APROPRIADA PORQUE JA PAGAMOS PARA CIRCULAR COM O VEÍCULO LEMBRA,(IPVA) IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇAO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES,HAVENDO COM ISSO (DUPLA TRIBUTAÇAO) ACREDITO QUE NO SUPREMO PODEMOS COM CERTEZA SE FOR O CASO TERMOS O DIREITO DE TER O DINHEIRO PAGO NO PEDAGIO DEVOLVIDO E NO MINIMO UMA LIMINAR PARA CIRCULAR LIVREMENTE COM O CARRO OU SE FOR O CASO DE PAGAR PEDAGIO URBANO PODEMOS ATE PEDIR O CANCELAMENTO DO IPVA,ELES VAO TER DE DECIDIR OU COBRAM UMA COISA OU OUTRA. QUANTO AO TRANSITO EM CAXIAS RESOLVERIA ELIMINANDO OS ESTACIONAMENTOS EM ALGUMAS AVENIDAS ABRINDO LICITAÇAO PARA PELO MENOS OUTRAS 2 EMPRESAS DE TRANSPORTE COLETIVO,BARATEANDO A PASSAGEM 1,00 TAVA LOCO DE BOM PELO SERVIÇO QUE É OFERTADO,GRATUIDADE PARA IDOSOS E ESTUDANTES,E 1,50 PARA PASSAGEM DE INTEGRAÇAO PARA QUE TEM DE USAR 2 OU MAIS ONIBUS.NAO SE ESQUEÇAM SE ESTE PEDAGIO FOR CRIADO SO VAI ENGORDAR O BOLSO DE ALGUNS POLITICOS SAFADOS ,LEMBRE O EPISODIO DA CAMARA DE CAXIAS E OS SUPER SALARIOS,ONDE PARA SERVIR AGUA E CAFE UM FUNCIONARIO CHEGA A GANHAR 5000 POR MES QUE ABSURDO.FICA A DICA SE VIGORAR O PEDAGIO VAMOS NOS UNIR E IR AO SUPREMO,OU COBRAM PEDAGIO OU IPVA OS DOIS NAO DA PRA PAGAR OK.

  • ab imis diz: 12 de janeiro de 2012

    Na verdade o que soluciona o transito em áreas centrais é COBRAR SIM!! Mais IMPOSTO de estabelecimentos PROPORCIONALMENTE AO NÚMERO DE CLIENTES QUE O MESMO ATRAI…e desta forma incentiva que estes “se mudem” para áreas menos densas… ISSO É PENSAR NO FUTURO!! O resto é utopia, pensar no próprio umbigo…Principalmente estabelecimentos de ensino que trancam as ruas em certos horários… Fora isso só demolindo prédios e alargando as ruas…não existe milagre!! Bem teria o transporte público mas aqui nesta terra os SERES SUPERIORES jamais andariam de ônibus…esta é a verdade!

  • tiago diz: 12 de janeiro de 2012

    isso nao vai adiantar nada as pessoas vao andar de carro do mesmo jeito eles falam da gente mais nao olha pros avioes a jato que risca os ceus queimando toneladas de querosene eles devem estimular o uso do alcool que polui menos esses politicos nao tem vergonha na cara

  • Zé do Povo diz: 13 de janeiro de 2012

    DEM & Cesar Maia queria fechar as praias com grades e cobrar dos usuários, agora já pode! DILMA sancionou a lei 12.587/2012;
    DILMA SANCIONA A LEI 12.587 Política Nacional do Pedágio Urbano GERANDO INFLAÇÃO REDUZINDO PODER DO ASSALARIADO;
    DILMA – APROVEITA FESTA FIM DE ANO E SANCIONA LEI 12.587/2012 PERMITINDO HOSPITAL PUBLICO COBRAR TAXA ATENDIMENTO;
    DILMA APOIA EXTORSÃO – TRÊS PEDÁGIOS,DOIS EM AVENIDA,NUM ESPAÇO MENOS DE 13 KM LINHA AMARELA-TRANSOLIMPICA-PONTE;
    DILMA – AUTORISA COBRANÇA DE INGRESSO NAS PRAIAS, PRAÇAS, HOSPITAIS & ESCOLAS PUBLICAS + PEDAGIO EM AVENIDA (LEI 12.587)
    DILMA – SANCIONA LEI 12.587 E AUTORIZA PEDAGIO EM AVENIDA VIA LIGHT, LINHA VERMELHA, ATERRO DA GLORIA & TRASNOLIMPICA;
    DILMA & DEM + PSDB = PEDAGIO URBANO, VISTORIA VEICULAR ANUAL, MULTA ELETRÔNICA, GUARDA MUNICIPAL PODER POLICIA.

  • Clara diz: 13 de janeiro de 2012

    Caro Ciro,

    Sou favorável ao pedágio, com algumas condições. Não gostamos de pagar mais e mais taxas e impostos, mas infelizmente é a única maneira de fazer as pessoas usarem o transporte público. Campanhas de conscientização na prática não são eficazes. Ainda temos o hábito feio de olhar apenas para o próprio umbigo e muitas vezes só mudamos nossos hábitos quando pressionados de alguma forma.
    Por outro lado, como o transporte público deixa a desejar, mesmo os que tentam usá-lo acabam desistindo. Portanto, para cobrar o pedágio é necessário que a oferta de transporte seja melhorada e muito. Precisamos de mais linhas de ônibus e a intervalos menores. Além disso TODAS as linhas devem ser integradas. Inconcebível que um cidadão precise pagar diversas vezes para se deslocar até seu destino no intervalo inferior a uma hora. Quem sabe já não é hora de acabar com o monopólio da VISATE?? A concorrência é saudável e faria com que as empresas se esforçassem para oferecer o melhor serviço e quem ganharia seria a população.
    abraço

  • Paulo diz: 17 de janeiro de 2012

    VAI, POVO…VOTA !!!!!!!

Envie seu Comentário