Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de janeiro 2009

Isso só pode ser coisa do tal do bicho-papão!

29 de janeiro de 2009 0

Olha a turma aí!/Divulgação
Pois é, certamente você se lembra da campanha “o amor é a melhor herança – cuide das crianças”, da RBS, nos idos de 2003. Frases como “que mentira deslavada, minhas mulinhas-sem-cabeça sempre foram bem tratadas” e “não admito que falem que eu maltrato os meus boizinhos” não só contribuíram para a conscientização sobre a crueldade da violência infantil, mas também se tornaram verdadeira febre.

Bem, até hoje assíduos fãs dos nossos destemidos monstrinhos acessam fielmente o vídeo da campanha no Youtube, certamente com a letra ainda na ponta da língua. Os números de acesso não mentem! Quer relembrar? Olha aí…

Ah, quer conhecer o canal da Fundação no Youtube? Lá tem mais vídeos, inclusive o da campanha “Educar é tudo”, que também é show… clique aqui!

Bruxinhas e mulas-sem-cabeça à parte, qualquer tipo de violência infantil é uma barbárie sem espécie, algo que deve ser banido de nossa sociedade. A Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho tem muitos projetos nesse sentido, como as Jornadas Estaduais no RS e SC, levando a discussão da exploração sexual infanto-juvenil para várias cidades dos dois Estados. Neste ano, novamente, os universitários farão parte dos debates, devido o grande potencial que possuem para a transformação da nossa sociedade. Quer saber mais sobre as Jornadas? Clique aqui. Em breve traremos mais informações sobre.

E você? Qual a sua reação ao tomar conhecimento de algum tipo de violência infantil? Você denuncia? Acredito que nos omitirmos diante desse tipo de prática significa sermos coniventes com elas. Mas queremos saber a sua opinião. Vamos fazer jus ao legado deixado pelo boi-da-cara-preta e pela mula-sem-cabeça e nos mobilizarmos diante da questão que infelizmente ainda persiste em nossa sociedade.

Postado por Eduardo Mânica

Bookmark and Share

Você conhece os Objetivos do Milênio?

23 de janeiro de 2009 0


Em 2000, a ONU criou os 8 Objetivos do Milênio, de acordo com as questões mais sérias a serem resolvidas pela humanidade. No Brasil, as metas são comumente chamadas de 8 Jeitos de Mudar o Mundo, e tem muita gente entrando nessa corrente para solucionarmos o quanto antes essas questões. Vamos fazer parte!?

Na imagem que segue dá pra se ter noção do tamanho do desafio que temos:

Crédito: site Ser Saudável

Segundo levantamento da ONU, 1 bilhão e duzentos milhões de pessoas vivem abaixo da linha de pobreza, dos quais grande parte não tem acesso à água potável e não frequenta ou frequentou a Escola. Há de se ressaltar que muitos países têm reagido bem rumo à meta provisória de que, até 2015, esse número alarmante caia pela metade.

Mas a resolução completa desses problemas passa pela mobilização e sensibilização dos governantes, entretanto, concomitantemente a isso, nós também temos que fazer a nossa parte, seja com pequenos gestos, como separar o lixo, ou com iniciativas maiores, como trabalhos voluntários junto a núcleos carentes.

E você, como tem feito a sua parte para ajudar o planeta? Compartilhe suas experiências aqui conosco e traga novas ideias. Vale lembrar que vamos retomar o assunto Objetivos do Milênio em breve, pois pensamos ser de suma importância a sua notoriedade entre a sociedade.

Por sinal, muitas instituições gaúchas e catarinenses têm projetos sociais diretamente ligados aos Objetivos listados, como Educação, Saúde, Meio Ambiente e Desenvolvimento. Se você quer dar sua contribuição através da Internet, sem sair de casa, a dica é o Portal Social. Clica lá e me conta depois para qual instituição você doou e por que.

Postado por Eduardo Mânica

Bookmark and Share

Tijolinho do futuro

14 de janeiro de 2009 0

Patrícia Targa

Nos dias 12 e 13 de janeiro, a Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho organizou Seminário para avaliar desempenho e definir rumos para a Escola Estadual de Ensino Fundamental Jerônimo de Albuquerque. A Escola é beneficiada pelo Programa Parceiros da Educação, criado pela Fundação e lançado no ano passado, que destina recursos para a melhoria da instituição de ensino.

O legal é ver que, aos poucos, a Escola está se desenvolvendo e construindo sua nova história com o apoio pedagógico e a cooperação dos alunos. Como a maioria da criançada que estuda lá mora nos arredores da Escola, que fica no bairro Murialdo (próximo ao campo da Tuca), em Porto Alegre, as ações do Programa acabam se refletindo positivamente na própria comunidade. E assim busca-se oportunizar um presente melhor para quem construirá, de fato, o futuro deste planeta.

Acredito que a educação é o mais importante dos tijolinhos para reformarmos essa enorme construção chamada Brasil! E você? Que tijolinhos você também considera essenciais para que o nosso país avance? Só não vale esquecer que os pedreiros desta grande construção somos todos nós!

 

PS: Acessa lá o Portal Social. Tem vários projetos ligados à educação e você pode dar a sua contribuição.

 

 

Postado por Eduardo Mânica

Bookmark and Share