Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A simetria da imagem

24 de dezembro de 2014 0

Uma das primeiras coisas que se identifica ao se apaixonar/estudar cinema é a personalidade de cada plano, enquadramento e lógica por trás da imagem. Há filmes que oferecem rimas visuais prazerosas e ricas por justamente evidenciar a coerência por trás da narrativa, algo que é sempre bem-vindo. Assistia ao Melhor Lance, esses dias, filme dirigido por Giuseppe Tornatore. É uma narrativa que quase cede, quando o diretor decide transformar a obsessão pela solidão de um homem em uma trama hitchcockiana, mas, ainda assim, é muito difícil desconsiderar o percurso até chegar a falsificação. Nas imagens a seguir, por exemplo, o ápice do brilhantismo do italiano é o retrato de um homem incompleto:

 B5RGfsPIMAABF7N   B5RGfb6IYAEjdUp

Envie seu Comentário