Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

o palco dos sonhos

17 de março de 2010 24

nada melhor que ir a um show sem grandes expectativas.

numa noite em que porto alegre ficou sob a sombra de um velho fantasma, uma das bandas mais importantes do rock subia ao palco do pepsi on stage, o dream theater.

no início dos 90, quando eles surgiram, eu tinha muito mais cabelo do que hoje, em quantidade e comprimento. ouvia exaustivamente o images and words, awake e a change of seasons…era a fase em que eu dava dinheiro para os condicionadores neutrox.

mas como na máxima sobre o caráter implacável do tempo, meus cabelos aos poucos iam embora, levando consigo minha fissura pelo metal progressivo.

fim de uma fase, das inúmeras que já tive.

quem diria que quase 20 anos depois, voltaria a reencontrá-los?!

cheguei a pensar que james labrie não seria capaz de reproduzir aqueles agudos característicos do estilo, mero engano. o cara tava muito bem preparado e com uma performance digna dos clássicos vocalistas de metal, repleta de trejeitos e incitando a plateia durante todo o show.

john petrucci (guitarra), john myung (baixo) e mike portnoy (bateria), todos da formação original do dream theater, não supreenderam e mostraram excelência em seus inúmeros solos e arranjos com notas complexas. jordan ruddess, talentoso tecladista, foi o último a integrar a banda americana e trouxe a porto alegre uma parafernália a la keith emerson, do emerson, lake & palmer. eu não assisti a este trecho, mas reza que até um iphone serviu como instrumento para um solo!

muitos ao me redor, devidamente fardados, não acreditavam no que seus olhos testemunhavam em um pepsi on stage lotado.

foi uma grande noite de rock.

aos ainda incrédulos, compartilho alguns registros da noite com direito a um trechinho da minha favorita, pull me under (só me deem um desconto pois fiz com celular, ok?) :

ah… o setlist eu joguei no meu twitter poucos minutos antes do show, olha só o que rolou:

The following two tabs change content below.
codevilla
jornaleiro e neologista. on air: 80 por hora - segunda a sexta - 11h às 12h | itapema social club - segunda a sexta - 14h às 17h | foodmusic - domingo - 11h

Comente à vontade!

Comentários

Comentários (24)

  • Henrique diz: 17 de março de 2010

    Eu fui, inesquecível e incomparável ! Salve DT !

  • Daniel Zhe diz: 17 de março de 2010

    Um show sensacional. Eu quase chorei em The Spirit Carries On. hehehehehahah

  • Pablo Navarro diz: 17 de março de 2010

    Eu fui. Simplesmente a melhor banda do planeta. Show antológico.

  • Guilherme diz: 17 de março de 2010

    Eu não fui.. :-(

  • Maurício Refatti diz: 17 de março de 2010

    dae Codevilla. fui no Axl… e não assisti. esperei o sebastian bach terminar sua ótima performance (que valeu meio ingresso) e me mandei. faltou “patience”, porque eu sou daqueles que têm reuniões às 8 da matina e precisa chegar de barba feita. uma pena, pois me falaram que o show foi mto bom. nota zero pra para a organização, a pior entre os shows que fui até hj. perdi uma grana e fiquei com inveja dos amigos que foram ao pepsi on stage. abraço

    nota do blogueiro: triste em saber nobre refatti! no pepsi foi tudo no horário certinho, isso que tiveram 2 bandas de abertura. abraços

  • Portnoy diz: 17 de março de 2010

    Show simplesmente fantástico, perfeito, incomparável. Banda mais espetacular do planeta.

  • gilberto de paula diz: 17 de março de 2010

    EXCELENTE. BANDA, COMO DE SE ESPERAR, EM PERFEITA FORMA. COMPENSOU A FALHA DO TELÃO PRINCIPAL. TÉCNICA, PRECISÃO, ATITUDE E, ACIMA DE TUDO, EXCELENTES COMPOSIÇÕES FAZEM O DREAM THEATER SER O QUE É: PERFEITO.

  • Melão diz: 17 de março de 2010

    O velho fantasma detonou!!!!!!!!!! Muito….

  • Renato diz: 17 de março de 2010

    Bah,,eu fui no show e de quebra ganhei o setlist do mesário do Dream,,,sem palavras,,,já coloquei em um quadro com o canhoto do ingresso,,,e é este mesmo,,,logo colocarei o mesmo no meu orkut kukeprolle@gmail.com quem quiser me add lá pra ver,,,mto fera,,
    abração…

  • Joao diz: 17 de março de 2010

    Quanto recalque contra o GNR…pra elogiar este show não precisa menosprezar o outro….que com ctz foi muito melhor que este….este é o sétimo comentario do post, hauahuahuahauhau, no do Guns ja tem mais de 100 aew vemos quais bandas sao importantes e quais passam insiginificantemente por POA!

  • Douglas Alves Pinheiro diz: 17 de março de 2010

    POHA SHOW DO CARALHO
    “””””AS I AM – PULL ME UNDER – METROPOLIS””””” eu axu q foi eça sequencia q eles fizerum direto
    DESTRUIU QLQUER OTRO SHOW

    DREAM THEATER POA 2010 EU FUI!!!! \o/

  • l2 diz: 17 de março de 2010

    @ João

    Desde quando QUANTIDADE = QUALIDADE ???

    DT é muito mais banda, tocam muito mais que Guns.

    Só o fato do show ter começado PONTUALMENTE já mostra qual banda deve ser respeitada.

    Guarde esses comentários insignificantes pra ti.

  • Alex Ruiz diz: 17 de março de 2010

    Guns é ridiculo, rock pra criança, banda caça niquel. Se quantidade fosse qualidade, qualquer dessas porcarias que ganham disco de platina fazendo sertanejo universitario, seria boa. Se quantidade fosse qualidade, beyonce, black eyed peas e coisas do genero, seriam a maravilha da musica atual!!! hahahahaha

  • Eloy diz: 17 de março de 2010

    Não posso comparar com os shows que vi em São Paulo em 2005, sendo que na segunda noite eles tocaram o Scenes na íntegra e a minha preferida (escorraçada por muitos fãs): Peruvian Skies.

    Mas ontem vi um show excelente, que, na minha opinião, começou morno com músicas mais recentes, mas que pegou fogo de uma forma incendiária nos primeiros acordes de Erotomania. Tanto é que acabei deixando namorada pra trás e corri pra frente. Seguida de Voices, uma bela surpresa!

    Achei a resenha perfeita; fui, da mesma forma, sem muitas expectativas. Talvez por já ter visto dois shows memoráveis deles há alguns anos, quando minha cabeleira era bem mais vasta. Mas, com os poucos cabelos que me restam, bati cabeça em As I Am (que música porrada!) e detruí minhas cordas vocais em Pull Me-tropolis, tentando (em vão) acompanhar La Brie, que mostra estar completamente recuperado dos problemas que teve no final dos anos 90.

    Ah, sem contar a pontualidade. Tá certo que metaleiro tá acostumado a voltar embarrado e tarde pra casa, acordar zumbi no outro dia com um sorriso de satisfação. Mas ser bem tratado de vez em quando é bom também. E a satisfação, ainda maior.

  • Alex diz: 17 de março de 2010

    Enquanto DT se preparava profissionalmente para apresentar o melhor de si e com qualidade quase que perfeito, o estrela do hard farofa devia ta fazendo um bacanal com bebida e drogas pra depois cantar com playback e porcamente 3 horas atrasado.

  • Dai ! diz: 17 de março de 2010

    Concordo com o post acima. DT profissionalmente apresentando-se melhor que uma banda lendária, ferrada, falida e com um vocalista sem moral = ARMAS E ROSAS. DREAM THEATER mostra o que é o METAL de verdade!
    HEAVY METAL PROGRESSIVO COM CLASSE E QUALIDADE!

    CONHEÇAM!

  • Mateus diz: 17 de março de 2010

    Fui no Show do DT pela primeira vez e superou as minhas expectativas…O James Labrie está cantando muito…Os músicos tocam como se os instrumentos fizessem parte do seu corpo.

    Provavelmente se o show do Axl e seus funcionários fosse em outro dia eu acabaria indo também…não pelo Axl, mas pela festa e nostalgia, pois desde a primeira vez que assisti os caras tocando ao vivo no Rock In Rio II (1991) com a formação original (menos o batera Steve Adler) era bem claro que o Axl e até o Slash eram limitados ao vivo (um esquecia a letra e faltava a voz e o outro desafinava até na ‘Sweet Child o mine”)…quem dera 20 anos depois. Como foi no mesmo dia e a minha esposa gosta mais de Guns ela acabou indo no show com um casal de amigos…acabou que ela gostou mais do Sebastian Bach…o cara segurou as pontas do Axl. Até parece um show que eu fui do Kiss aqui em POA o Rammstein na época abriu o Show e destruiu heheh…Apesar do Dream Theater tocar muito…em se tratando de Prog Metal o Show do Symphony X no ano passado foi melhor!!

  • O. Mariani diz: 18 de março de 2010

    Terceiro show do DT que vejo e, sem duvida, o melhor deles. E olha que eu vi o SFAM inteiro em 2005, em SP, e Blind Faith, Take the Time e Learning to Live, novamente em SP, em 2008. Contudo, ver o DT aqui em Porto Alegre… não tem preço. Erotomania, Voices, Pull me Under, Metroplis, Hollow Years, As I Am… Só porrada.

    A única ressalva é ver uma gurizada nova que simplesmente desconhece os primeiros 15 anos de trabalhos da banda. Mas isso é papo de saudosita, hehehe!

    E, no mais, aquela coisa: nunca fui tão bem tratado em um show de metal. Aliás, nem parecia metal! Podia ser um show, sei lá, da Alanis Morissete: sem filas, sem empurrões, som na medida (apesar da acústica horrível do Pepsi On Stage), tudo dentro do cronograma. Parabéns para a produção!

    E para quem foi no Guns, só lamento…

  • Alex diz: 18 de março de 2010

    O. Mariani…

    agradeça o “tratamento recebido” ao próprio Guns. hehehe, foram eles que “limparam” o show do DT.
    Só a “nata” do metal estava no Pepsi on Stage.
    Valeu Guns.

  • jaime diz: 18 de março de 2010

    é bem simples gostar de algo em detrimento a Guns (ou, Axl, como quizer). difícil é fazer o contrário.
    é bem simples abandonar um gosto, pois esse não é alimentado diariamente por notícias e publicações, difícil é o contrário.
    é bem simples, arrumar como desculpa, meramente íntima, que o passado também era de difícil compreensão, e que o “boom” de uma banda era puro marketing.

    difícil é fazer o contrário. difícil, é aceitar o brilhantismo de um cara absurdamente talentoso, e, que, mesmo com seus “ex-amigos” também “brilhantes” o deixando na mão, fazer com que milhões de pessoas ao redor do mundo continuem preferindo as coisas difíceis, em detrimento as mastigadas.

    ps. valeu a pena as 4h de atraso. abraço
    ps2. gostaria que DT fosse dia 17, para que eu pudesse ir.

  • Priscila diz: 18 de março de 2010

    Caramba!
    Guns não chega nem aos pés do Dream!
    sacanagem oo que o Axl fez com seus fãs! Mas eu pouco me importo disso!

    EU VI A PERFEIÇÃO EM MINHA FRENTE! NÃO FOI UM SHOW, FOI UM ESPETÁCULO!
    Realmente, emocionei-me várias vezes, e ainda não acredito! Realmente, não caiu a ficha!
    Poxa! Dream Theater, aqui em Porto Alegre! Quem trocou eles por Guns, então não entende um pingo de musicalidade! “Fuck you, Axl” , como disse o James.
    Simplesmente, foi perfeito!
    Queria poder chegar mais perto DELES, pra agradecer por tudo, e sei que ainda assim, seria muito pouco! Dentro do Pepsi, não existiu quem não pulou na hora do As I am! Na verdade, todas foram encantadoras e maravilhosas!
    Eu faria tudo pra poder ver eles de novo, e tenho certeza que isso vai acontecer, não tão perto, mas eu estarei lá para vê-los.
    Não tem preço. Só lamento aos fãs de Guns, o Dream Theater HUMILHO aquela bandinha: Axl e +4.

    Agora, pra quem foi, ficou aquele gostinho, aquela vontade de: Eu quero mais.
    Só lembranças de um: TEATRO DOS SONHOS *-*
    DREAM THEATER, a melhor banda do mundo pra sempre!

  • Dedé diz: 18 de março de 2010

    Superei as minhas expectativas, o set-list foi curto, porém muito bem escolhido, ver erotomania e voices ao vivo não tem preço…

    Realmente, se os 2 shows fossem em dias diferentes eu iria nos 2, e certamente muita gente faria isso…

    Não acho certo ficar comparando qual foi o melhor, até pq só fui em um deles, mas o Axl tá cagando p/ os seus fãs, não tem respeito e consideração e as pessoas parecem gostar disso, é muita hipocrisia…

  • Gonzalez diz: 19 de março de 2010

    Perfeito é pouco pra descrever esse show!!
    Coisa de outro mundo!
    Entrei no Pepsi como fan da banda, sai de la como ceco seguidor!

    Os caras são inigualaveis!

    Petrucci e Rudess fazendo solo juntos foi de cinema, o Jordan fazendo nota pro Petrucci! O.o

    Salve Dream Theater!!

  • DREAM THEATER MELHOR BANDA DO MUNDO! diz: 19 de outubro de 2010

    Desde quando QUANTIDADE = QUALIDADE ???

    DT é muito mais banda, tocam muito mais que Guns.

    Só o fato do show ter começado PONTUALMENTE já mostra qual banda deve ser respeitada.

    Guarde esses comentários insignificantes pra ti.

    ²

    falta de moral e conhecimento pra ti “Dedé”,
    valeu João :D

Envie seu Comentário