Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cuidados com os bichanos durante a Copa

26 de maio de 2014 1

cão fogos

A Copa do Mundo está chegando e com ela, especialmente em dias dos jogos, os hábitos das pessoas costumam mudar: reuniões com amigos e família em casa, comemorações com fogos, uma alteração de rotina que pode estressar cães e gatos. Por isso, é preciso levar em conta algumas dicas importantes: primeiro sobre como agir em situações de barulho intenso e explosões de fogos e rojões. Deve-se preparar a casa, pois ela é vista pelo seu bichano como uma área segura. Escolha um local calmo, iluminado (nada de quartos escuros), e tente isolá-lo do barulho, fechando janelas, persianas e cortinas. Você pode criar um ambiente com música calma para abafar o som dos fogos ou mesmo com a televisão ligada. Torne o lugar aconchegante, com a caminha e paninhos do cão ou gato, alguma peça de roupa do tutor também é bem vinda. Brinquedos também são uma boa ideia para que eles se mantenham distraídos,

Fique sempre de olho no animal e, se possível fique junto com ele, converse de forma calma, mas não tente agarrá-lo, pois isto pode aumentar a ansiedade e aumentar o medo. Caso ele prefira, deixe-o se esconder em alguma peça da casa que ele mesmo considere segura, mas nunca esqueça de se manter atento à ele. Fugas são muito comuns em situações estressantes como estas, por isso fique atento!

Outra questão importante é a adaptação dos animais à presença de pessoas estranhas na casa. As visitas virão ver os jogos na sua casa e é preciso estar preparado para latidos, excitação, saltos no colo dos visitantes, pois é normal que os animais queiram atenção. Uma boa tática é encontrar o visitante longe da porta da casa, dar uma caminhada curta com ele e só depois deixá-lo entrar na sua casa. Neste ponto, seria interessante ainda esperar mais um pouco até deixar o cão se aproximar do visitante. Muitos cães se sentem menos ameaçados se já encontram o visitante dentro de sua casa, ao invés de ver o visitante “invadindo seu espaço”.

Outro truque é dar um brinquedo, de preferência o mais adorado pelo cão, e sempre que ele vier lhe oferecer o brinquedo, jogue-o para ele, brinque, dê atenção, mesmo que esteja na frente das visitas. É uma forma de não deixá-lo só, incitando-o a aprontar pulando, latindo e saltando no colo das pessoas. Dar atenção, acima de tudo, independente se estiver diante da decisão da Copa, num tenso Brasil e Argentina. Não deixe seu amigo sentir-se só, pois este sentimento gera mais e mais ansiedade e pode levá-lo a ter sérios problemas comportamentais. O cachorro é um ser social por natureza e deixá-lo ‘abandonado” num canto da casa pode deixá-lo hiperativo e ansioso.

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • marina diz: 26 de maio de 2014

    Lamentavelmente, nenhum desses recursos é eficaz para minimizar o sofrimento atroz de nossa amada vira-latas. Torço para que o Brasil seja eliminado da copa na primeira oportunidade!
    Fico imaginando quão cruel é para aqueles animais que não tem esses cuidados e estão largados à própria sorte!

Envie seu Comentário