Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cartas

28 de outubro de 2015 0

Corredor da JK

A polêmica sobre o corredor de ônibus na frente do Colégio dos Santos Anjos me parece estranha e insensata. Estranha porque o problema de mobilidade ali existente é de fácil solução. A simples remoção do ponto de ônibus e sua reinstalação antes da passarela da JK resolveriam a dificuldade do transporte coletivo e não causaria transtornos aos alunos do colégio. Esta proposta é do meu pai, Eval Pavesi, que trabalhou com transporte escolar por mais de 30 anos. Tenho a informação de que isso foi proposto pela direção do colégio, que também se prontificou a pagar as despesas desta modificação Por que isso não é aceito?

A polêmica é insensata porque não há corredor de ônibus na avenida Getúlio Vargas, onde também há uma escola particular. Se a preocupação é com o transporte coletivo, por que esquecer as ruas Itajaí e Princesa Isabel, que também não têm corredor de ônibus?

Como usuário do transporte coletivo, entendo que o sistema precisa de muitas melhorias, o que se vai conseguir com ações que considerem todos os aspectos da mobilidade urbana. Odair Pavesi, Joinville

*******

Painel Local

  • Sobre a coluna Painel Local desta segunda-feira (Águas de outubro, página 2), escrita por Edenilson Leandro, acredito que seja em eventos como cheias e outros fenômenos que há a chance de os governos passarem a imagem da preocupação. Por isso saem em sobrevoos e visitas, como a que fez a presidente Dilma ao Estado no sábado. Mover palhas que é bom… Pirotecnias. Leonardo Vieira Campos, Joinville

 

  •  Quando uma Prefeitura gasta seu tempo brigando para botar ordem em um corredor de ônibus, como ocorre em Joinville em relação à avenida Juscelino Kubitschek, parece ser porque a cidade está às mil maravilhas, então sobra tempo para isso. Não é a realidade de Joinville. Portanto, o assunto avenida JK, sem puxar nem para cá, nem para lá, já deveria estar morto e sepultado. Lamentável a polêmica, como Edenilson Leandro assinala na coluna Painel Local desta segunda-feira. Carlos Celso, Joinville

Envie seu Comentário