Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cartas

10 de fevereiro de 2016 0

Médicos residentes

  • Causou alvoroço a anunciada decisão do prefeito Udo Döhler de suspender a matrícula de mais de 50 médicos residentes do Hospital Municipal São José. Os estragos serão enormes, tanto no atendimento à população, quanto na brusca interrupção na formação desses profissionais.Ganhando praticamente o mesmo que os polêmicos médicos cubanos, os residentes já têm conhecimento teórico suficiente para atender à população, mas a prática é que os tornará profissionais confiáveis.Convenci pessoas a votar em Udo Döhler. Além de pertencer à sua chapa como candidato a vereador, tinha argumentos fortes e sinceros: experiência na gestão de empresa e na gestão hospitalar, ou seja, na saúde. Com empreiteiras sem receber da Prefeitura há seis meses, com medicamentos faltando nos postos de saúde e agora com essas propaladas suspensões, fico a pensar que me enganei (e aos outros) nos dois casos. E não adianta alguém do partido vir a público me criticar.Estou deixando o PMDB, que, apesar de ter bons quadros em Santa Catarina, em nível nacional está um escândalo. Renni A. Schoenberger, Joinville

 

  • O prefeito Udo Döhler está de parabéns pela atitude tomada pelo cancelamento das consultas com especialistas que estavam destinadas a pacientes da região, dando, assim, prioridade aos moradores da nossa cidade.Por muitas vezes, somos esquecidos pelo governo do Estado. Então, agora ele que arque com as consequências, afinal de contas, acho que não temos obrigação nenhuma de amparar cidades vizinhas e deixar de lado os nossos moradores. Marlon Belo, Joinville

Envie seu Comentário