Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de novembro 2010

Facebook anuncia serviço de mensagens com e-mail

15 de novembro de 2010 3

Não adianta correr para testar agora – acabo de fazer isso – mas em breve todos os usuários de Facebook terão um endereço de e-mail username@facebook.com. Se fosse só isso, o anúncio de Mark Zuckerberg desta segunda-feira já daria o que falar. O dono do Facebook e sua equipe, no entanto, fizeram questão de destacar que o objetivo é muito maior: um sistema de troca de mensagens que integra todas as plataformas de comunicação pessoal. Inicialmente, serão enviados convites para usuários selecionados – a previsão é que leve meses até que todos tenham acesso à novidade.

Em primeiro lugar, o objetivo do serviço é reunir todas as fontes de mensagens em um só lugar: será possível trocar SMS, conversar em chats, trocar mensagens de Facebook e e-mails. A escolha fica a critério do usuário: enquanto você envia e lê textos em uma interface de chat, seu amigo poderá vê-las em sua caixa de e-mail. A segunda novidade é que todo o histórico de conversação será arquivado em um só lugar, ou seja, em vez de procurar todos os e-mails que já trocou com sua namorada, poderá simplesmente clicar na foto dela para ver todas as sessões de chat, SMS, mensagens e e-mails que já trocou com ela. Por último, o Facebook vai filtrar as mensagens a partir da análise social que faz de seu perfil: na caixa de entrada, apenas aparecerão aquelas que você trocou com quem é amigo (ou amigo de seus amigos) no Facebook. Mas seu tio que não está na rede social também poderá escrever para seu endereço @facebook.com. Da primeira vez que receber a mensagem, basta passá-lo para a Caixa de Entrada que o serviço vai entender que as mensagens dele são importantes para você.

Agora é esperar o convite e experimentar. Será que a novidade vai fazer você deixar de lado seu e-mail convencional?

O que os bebês querem?

15 de novembro de 2010 0

Transformando a Redenção em um ciberparque

13 de novembro de 2010 1

Lembra do tal ciberespaço? Um mundo virtual e geralmente colorido, um espaço etéreo onde aconteceriam as interações entre pessoas disfarçadas em nicknames e avatares e seus computadores, a famosa alucinação coletiva consensual. Uma dimensão separada da vida real como o dia da noite.  Uma imagem futurista nos anos 80 e 90 e totalmente antiquada hoje, quando a nossa vida já está tão evidentemente conectada que o ciberespaço é o nosso cenário cotidiano e invisível a ponto de nem darmos mais bola. Aliás, quem ainda fala em ciberespaço?

Pois agora, em um projeto do curso de Comunicação Digital da Unisinos, o parque da Redenção, em Porto Alegre, está sendo alvo de uma fusão entre espaço real e virtual: um ciberparque?

O Redençã.cc, como explica Daniel Bittencourt, coordenador do curso, não é inovador em suas tecnologias, apesar de aplicar ferramentas novas de produção, organização e exibição de conteúdo: mapa com fotos 3D, contribuição de usuários, integração com redes sociais. O que o conjunto tem de relevante é a coordenação destes recursos de forma criativa. E o melhor: com o objetivo de tornar-se um veículo para que a sociedade, os gaúchos, reapropriem-se de um espaço que é seu: o Parque da Redenção.

(É possível clicar em qualquer lugar do mapa para acrescentar suas informações. O conteúdo tem moderação posterior: ou seja, é publicado e, se for constatado algum abuso, aí sim é removido)

Neste caso, o ciberparque da Redenção, um movimento orquestrado de ações no local e no virtual. Nossas memórias sobre os passeios de infância, sobre o parque de antigamente, assim como nossa visão do parque do futuro, tudo pode ser transposto para a web, gerando um mapa de informações e recordações virtuais encontrado no site www.redencao.cc.

(Capa ponto indicado no menu tem conteúdo em fotos e vídeo produzido pelos alunos do curso e podem ter também textos enviados por internautas)

(No game lançado nesta quinta-feira, estilo SimCity, você pode montar o parque dos seus sonhos. No meu, tem bicicletário, estacionamento e até cinema ao ar livre)

Por outro lado, ideias são articuladas na web e viram ações concretas. Algumas viram inspiração – outras mudam a paisagem de quem passeia por lá aos domingos.

(Tweets enviados com a tag criada para o projeto vão inspirar Frank Jorge na criação de um hino para o parque)

(Curtir a Redenção já é legal. Com amigos, na grama, aproveitando um som, melhor ainda. Música também faz parte do projeto)

(O lançamento da ideia foi marcado por uma ação muito legal: uma mobilização pela limpeza do parque no dia 3 de outubro, quando as ruas foram tomadas pelo lixo eleitoral. Essas duas fotos são lá do Flickr, onde há muitas outras imagens das atividades.)

Aliás, neste final de semana apareça: há oficinas e show programados para o domingo. E não esqueça de voltar no próximo, quando atividades ainda mais especiais devem marcar o encerramento desta fase do projeto. Para ficar por dentro da agenda, siga @redencaocc no Twitter.

Game eleitoral

10 de novembro de 2010 0

Criado por um site de humor, virou um dos assuntos mais comentados de hoje no Twitter um vídeo que coloca Dilma e Serra como personagems de videogame. Na animação, referências a momentos da campanha que acabaram virando piada, como o uso excessivo da expressão “no que se refere” pela nova presidente e o episódio em que Serra foi atingido por uma bola de papel.

Tudo que você mais gosta

09 de novembro de 2010 0

Será que Gianecchini imaginou que faria tanto sucesso no Twitter com este comercial? A propaganda do Pintos Shopping, de Teresina, com o slogan “Tudo que você mais gosta no lugar que você sempre quis” era uma piada pronta:

Dilma e Serra em remix romântico

09 de novembro de 2010 0

Se o clima de rivalidade fosse substituído pela paixão entre os candidatos à presidência:

#paulinpoa e no YouTube

08 de novembro de 2010 7

Antes mesmo de acabar o espetáculo, já tinha gente postando vídeos no YouTube. Não falta quem pergunte: essas pessoas não deveriam estar curtindo o show em vez de se preocupar em filmar, fotografar e tuitar? O bom é que, agora, juntando os pedaços publicados pelos fãs, dá para montar o quebra-cabeças do show de Paul McCartney em Porto Alegre a partir dos registros da plateia.

Os momentos iniciais da noite, quando Paul entra no palco sob gritos, antes de inicar a canção Venus and Mars, podem ser conferidos aqui. A imagem é tremida, claro, e mostra mais a vibração dos fãs do que o protagonista da noite, mas já dá uma boa ideia. Nos comentários do post, o leitor Marcus avisou que também filmou o comecinho do show. Em melhor qualidade, o legal é ver mar de luzinhas na plateia assim que as luzes baixam – se todos decidirem postar seus vídeos, vamos perder a conta! Jet, que veio em seguida, só tem registros mais precários, com baixa qualidade de imagem e áudio. Mas se você é muito muito fã, vá lá.

O momento mais reproduzido até agora parece ser o “Boa noite, Porto Alegre. Boa noite, Brasil”, frase que arrebatou o público antes que Paul começasse a exibir seu gauchês. All My Loving foi um dos pontos altos do show. Antes de Letting Go e Drive my Car, ele arriscou um “Obrigado, gaúchos!”. Essa sequência está em um vídeo de sete minutos que você pode conferir aqui. O mesmo usuário, aliás, não perdeu tempo e postou o show inteiro em seu perfil. De outro ângulo, é possível conferir mais quatro músicas neste perfil, inclusive Live and let Die, que começa um pouco fora de foco, mas depois torna-se um dos registros de melhor qualidade que pode ser encontrado no YouTube.

Antes de My Love, as lágrimas já rolavam na plateia quando, sentado ao piano, Paul disse que havia escrito a canção para sua “gatinha Linda”, mas que naquela noite ela era dedicada a todos os namorados. A fala e a música estão neste vídeo. Paul também cantou Here Today, após apresentá-la contando que ela havia sido composta em homenagem a seu amigo John. George Harrisson também foi lembrado antes de Something.

Retomando o ritmo mais alegre, a sequência  Ob-la-di, Ob-la-da e Back in the USSR também já foram publicadas no YouTube.  É provável que, procurando, você encontre mais de uma versão para cada uma das 35 músicas executadas em cerca de três horas de show. Uma das últimas e mais esperadas não poderia deixar de ser Hey, Jude, e este vídeo de sete minutos não deixa dúvidas sobre os relatos de quem saiu de lá dizendo ter vivido um dos momentos mais emocionantes de toda a sua vida.

Lá no especial Paul in Poa, todas as informações sobre o show e a passagem do ex-beatle por Porto Alegre.

* Atualização:

O leitor Diego Fester deixou um comentário aqui no post indicando os vídeos que ele fez do show. Com boa qualidade, ele colocou ali no YouTube o registro de boa parte do show. Entre as músicas filmadas está Let it Be, uma das minhas preferidas.

Damadera também mandou o link do seu canal de vídeos. Para conferir as canções The Long and Winding Road, A Day in Life e Give Peace a Chance, além do “Ah, eu sou gaúcho” cantado por Paul, passa lá.

E você? Também registrou o show em vídeo?

Pegar carona nessa cauda de cometa

04 de novembro de 2010 0

Foram divulgadas hoje no site da Nasa fotos do cometa Hartley 2 feitas pela sonda Epoxi. Os cientistas ainda estão analisando outras imagens antes de publicá-las, mas para quem gosta de explorar o espaço (pelo menos virtualmente), a galeria e os vídeos que já estão no site são um prato cheio:

Via Facebook, GAP vai dar 10 mil calças jeans

03 de novembro de 2010 1

Não era um celular, nem um aplicativo para iPad. O encontro convocado pelo Facebook para esta tarde, e esperado com ansiedade, não trouxe novidades muito interessantes para os usuários brasileiros desta rede social. O grande momento foi o lançamento de um sistema que une geolocalização e ofertas: algo parecido com o que já funciona no Foursquare. As empresas poderão divulgar ofertas a quem estiver passando por perto e usar o aplicativo. Por enquanto, porém, esta plataforma só está disponível nos Estados Unidos. Aqui no Brasil, sequer temos acesso ao Facebook Places.

As parcerias anunciadas garantiram alguma empolgação entre os internautas que acompanharam o evento ao vivo: para os 10 mil primeiros clientes que fizerem check-in na GAP, a loja de roupas vai dar calças jeans de graça. Os que não conseguirem a barbada ainda terão chance: depois dos 10 mil, todos os outros terão 40% de desconto na compra. Em uma rede de hotéis, quem fizer check-in em duas noites ganhará a terceira gratuitamente. Será que, quando chegar ao Brasil, as parcerias serão tão interessantes quanto as divulgadas por lá?

Todos os anúncios desta tarde eram relativos a plataformas móveis, de celulares. A primeira novidade apresentada por Mark Zuckerberg foi o “login único”: se você fizer login no aplicativo de Facebook uma vez no celular, não precisará repetir o processo em outras apps que também aceitam login via Facebook. Além disso, Mark afirmou que os aplicativos de iPhone a Android estão sendo atualizados. Outra novidade é que as APIs também estarão abertas a partir de hoje, acessíveis para que programadores inventem seus aplicativos a partir dos dados do Facebook.

Quando você vai levar um fora?

03 de novembro de 2010 2

Baseado em análises de atualizações de status do Facebook, o infografista David McCandless desenhou o gráfico abaixo, que mostra os períodos do ano mais propensos a separações.  Como o estudo foi feito nos Estados Unidos, o início de março aparece como um dos picos. É a chegada da primavera, sugerindo que o pessoal por lá prefere passar o verão mais livre. A partir do meio de novembro até duas semanas antes do Natal é outro período crítico. Por outro lado, o dia 25 de dezembro é o mais “seguro”, quando menos separações são anunciadas. Pela lógica, já que aqui no Hemisfério Sul temos agora a primavera E a chegada do Natal, o mês de novembro tem tudo para se tornar a desgraça dos casais, não?

O gráfico veio lá do Mashable. Mas você também pode conferir a apresentação de David McCandless no TED ou dar uma passadinha lá no site dele para conferir outros gráficos interessantes.