Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

João Vieira sofre grave acidente e reacende debate sobre proteção para a cabeça dos pilotos

25 de julho de 2016 0

WhatsApp-Image-20160717O piloto brasileiro João Vieira ainda sente um pouco as consequências das queimaduras que sofreu neste domingo, em Mugello, depois do acidente ocorrido na largada do Campeonato Italiano de Fórmula 4. As lesões foram consequência de uma mangueira de radiador que caiu no interior do seu cockpit, despejando água em temperatura próxima dos 100ºC sobre a perna esquerda do tocantinense de 18 anos.

Depois de terminar em 5º lugar, no sábado, a etapa inaugural da rodada tripla, João Vieira garantiu o 7º lugar no grid da segunda corrida. Alinhado, não conseguiu largar quando as luzes vermelhas foram apagadas. Alguma coisa aconteceu na embreagem e o carro “morreu”. O que se viu, então, foi o piloto da equipe Antonelli Motorsport parado, enquanto 24 carros (de um grid total de 32) tentavam se desviar dele. Faltou pouco para que saísse ileso, mas o norte-americano Jaden Conwright e o italiano Mariano Lavigna, nessa ordem, não conseguiram evitar a sequência de choque.

O carro de João ficou com a traseira inteiramente destruída em meio a uma verdadeira “chuva” de destroços. Um pneu veio em sua direção e, instintivamente, colocou as duas mãos sobre o capacete. Foi nesse instante que viu entrar no cockpit uma mangueira de radiador, despejando sobre si o líquido fervente. Pela câmera on-board é possível, inicialmente, ouvir as tentativas do piloto para acionar o motor; depois, seus gritos de dor de pavor. “Na hora eu pensei que era o carro que estava pegando fogo, tanto que eu pulei já pronto para rolar no chão. Só depois é que percebi o que tinha acontecido. Mas a dor é insuportável, não dá nem para explicar”, disse o piloto.

Levado ao centro médico, o João Vieira foi atendido imediatamente e constatou-se que o nível de gravidade das queimaduras foi baixo. Tanto que conseguiu correr a terceira e última corrida da rodada em razão de os mecânicos terem reconstruído seu carro com peças de outros monopostos em caráter de urgência.

Embora tenha podido festejar o fato de os danos físicos não terem sido de grande monta, ficou evidente que a falta de uma proteção do cockpit contribuiu para os momentos de desespero. “Para você ver como são as coisas, né? Quando todo mundo está falando de proteção nos monopostos, acontece isso comigo. O pneu passou perto, mas graças a Deus não me pegou, mas foi um susto enorme ver aquela coisa vindo na minha direção e ter um pedaço de carro quase que no meu colo e a perna queimando. Se uma proteção ali iria mudar alguma coisa, não sei, mas que faz a gente pensar nisso, sem dúvida”, disse.

O piloto agora tem um grande problema pela frente, tão grande que representa um risco efetivo à continuidade de sua carreira. “Eu corro sem patrocínio, apenas com o esforço de meu pai e de alguns amigos que me ajudam. A própria equipe tem me ajudado bastante, cobrando de mim um preço menor do que cobraria de outros pilotos e me deixando trabalhar na oficina para ajudar nas despesas, mas é a gente quem paga os prejuízos de batida. E esse foi grande. Não sei quanto mais ficar, mas já sei que não será pouco. Honestamente, não sei como a gente vai fazer”, concluiu.

A quinta rodada dupla do Campeonato Italiano de Fórmula 4 está marcada para os dias 10 e 11 de setembro, em Vallelunga.

Ingresso de arquibancada dá direito à visitação na F Truck

20 de julho de 2016 0

289125_622934_lff_6951
A mais popular categoria do automobilismo da América do Sul também é a que mais aproxima os pilotos e equipes dos torcedores. Desde a temporada passada, todos os fãs que adquirirem ingresso de arquibancada podem visitar os boxes da Fórmula Truck. Em Interlagos também será assim, mas somente no sábado, das 10h30 às 13h30, quando todos poderão se aproximar dos caminhões, das equipes e dos pilotos, tirar fotos com os ídolos e pegar autógrafos e levar para casa uma bela recordação. A sexta etapa da 21ª temporada da F Truck está marcada para dia 31 de julho no Autódromo José Carlos Pace, na capital paulista.

A briga pelo título da Truck está totalmente aberta, pois ainda estarão em disputa 265 pontos, pois cada etapa coloca em jogo 53 pontos: 25 pela vitória, e mais três de bônus, um pela pole position, e outros dois pela melhor volta em cada fase. A liderança é do tricampeão Felipe Giaffone, que tem 198 pontos. O segundo lugar está nas mãos de Diogo Pachenki, que ainda busca sua primeira vitória na categoria. Pachenki tem 179 e é seguido por Paulo Salustiano, vencedor de seis corridas na carreira, as duas últimas em Goiânia e Londrina, e que tem se aproximado bastante dos primeiros colocados depois de iniciar de forma instável o Campeonato Brasileiro.

É proibido entrar nas arquibancadas portando garrafas e copos de vidro.

Mais informações podem ser obtidas pelo email: ingressos@formulatruck.com.br
Twitter: @Formula_Truck ou pelo telefone: (13) 3299-1144

Racha Tarumã tem Desafio de Gigantes como atração da semana

11 de julho de 2016 0

Carro mais rápido tem premiação em dinheiro e troféu

288172_619882_dud_9193O Autódromo de Tarumã promove mais uma edição do tradicional Racha Tarumã na noite de sexta-feira (15/07). Nesta semana, o evento para apaixonados por velocidade e adrenalina terá o Desafio de Gigantes, com disputas vibrantes. O primeiro colocado leva para casa um prêmio em dinheiro de R$ 500 e troféu. A programação contará ainda com o Show das Cadeiras Elétricas, com a dupla de pilotos Márcio Pimentel e Valter Marquetti levando o público a bordo do carro para manobras radicais na pista.

O valor do ingresso é R$ 20,00 e pode ser adquirido nas bilheterias do Autódromo. Outras informações podem ser obtidas pelo site www.rachataruma.com.br ou pelo telefone (51) 3485.1510.

Serviço:
Desafio de Gigantes
Local: Autódromo de Tarumã, em Viamão
Data: Sexta-feira, dia 15 de julho, às 21h
Ingresso: R$ 20,00

Racha Tarumã e Track Day: final de semana de velocidade e adrenalina em Tarumã

07 de julho de 2016 0

287687_618993_dud_9467

O final de semana será de muita velocidade e adrenalina no Autódromo de Tarumã, um dos traçados mais tradicionais do país. Na sexta-feira (08/07), ocorre o clássico Racha Tarumã, com edição especial para apaixonados por motos e carros rebaixados. A pista do autódromo estará liberada para todas as motos inscritas e com isenção no ingresso para motoristas de rebaixados.

A programação contará ainda com o Show das Cadeiras Elétricas, com a dupla de pilotos Márcio Pimentel e Valter Marquetti levando o público a bordo do carro para manobras radicais na pista. A noite também terá show com manobras do Motoqueiro Fantasma, Luciano Rosa.

O valor do ingresso é R$ 20,00 e pode ser adquirido nas bilheterias do Autódromo. Outras informações podem ser obtidas pelo site www.rachataruma.com.br ou pelo telefone (51) 3485.1510.

Track Day

No sábado (09/07), acontece a 3° edição do Track Day, onde os apaixonados por velocidade que sonham em entrar no Autódromo de Tarumã e pilotar seu próprio carro em uma corrida eletrizante têm seu desejo atendido. O objetivo do evento é proporcionar liberdade para acelerar nas voltas desafiadoras e tradicionais de Tarumã. O evento é ideal para aqueles motoristas que gostam de adrenalina, que podem fazer isto sem colocar a vida de pessoas em risco nas ruas e estradas.

O Track Day ocorre das 9h às 17h. As inscrições podem ser realizadas no Autódromo de Tarumã. Os três melhores tempos em cada categoria recebem premiação. Antecipadamente, o valor da inscrição é R$ 550,00. Na hora do evento, o valor é de R$ 650,00. Para participar, é necessário ter a Carteira Oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo. Na primeira participação não é necessário ter carteira de Piloto de Track Day. Outra atração do dia é a cronometragem dos tempos durante todo dia, com divulgação do Time attack, com os cinco melhores tempos de cada categoria. Outras informações e pré-inscrição podem ser obtidas pelo telefone (51) 3485.1510 ou no e-mail autodromodetaruma@gmail.com.

Clima de Verão em corrida de Inverno em Tarumã

04 de julho de 2016 0

Um belo domingo de sol premiou o público e surpreendeu pilotos na 4a etapa do Campeonato Gaúcho de Velocidade. As corridas foram disputadas no domingo (03/07) no Autódromo de Tarumã.

287330_617115_taruma_marcas__70_Na categoria do Marcas & Pilotos 1.6 a primeira prova começou agitada com um acidente espetacular na Curva 1. Na disputa por posição, Cléber Vieira, do Gol 40 e Rodrigo Miguel, do Ford Ka 85 se bateram e quem levou a pior foi Rodrigo Miguel que capotou na área de escape obrigando a entrada do Safety Car. Cléber Vieira seguiu na dianteira por pouco tempo sendo obrigado a abandonar por uma punição da direção de prova. Quem se deu bem foi Alex Schons, do Gol 10, que já vinha em ritmo muito rápido no pelotão intermediário. Após a vitória, Schons, dedicou o triunfo para o piloto João Cardoso Jr, conhecido como Machão, que passou por complicações ao longo da semana após uma cirurgia de apendicite.

- Quero agradecer a Deus por essa vitória e dedicar ela para nosso grande amigo e irmão, João Cardoso Jr. Força e não vamos nos entregar nunca – declarou emocionado.

Na segunda bateria Cléber Vieira deu um show de pilotagem largando da última colocação e ultrapassando os adversários aos poucos até conseguir superar o, então líder, Fernando Seabra. Cléber comemorou o resultado,

- Estava em último, mas sabia que tinha pneus novos porque não havia desgastado nada na primeira prova e sabia que eu tinha um bom carro. Está super bem acertado e não é de hoje. Ganhamos a prova e chegamos a abrir vantagem no fim – disse.

O piloto do Gol 10, Fernando Seabra, vibrou também com o resultado da 2a bateria que garantiu o primeiro posto na classificação geral.

- A ideia nem era disputar com o Cléber porque sabíamos da penalização dele na primeira bateria. Optamos em não se envolver em confusão. Parabéns para equipe que entregou um carro muito além de minha pilotagem e ficamos com nossa homenagem completa ao “Machão” – disse.

O final de semana teve a disputa da Copa 1.4 com um bom grid e disputas intensas. Na primeira prova a vitória foi do Celta 100 de Fernando Seabra e Ricardo Boessio e na segunda corrida o domínio foi do Corsa 114 de Dionatan Marins.

A Copa Fusca teve vitória de Fabrício Fraga em dose dupla cruzando na primeira posição nas duas provas. Já a Fórmula 1.4 teve a vitória de Fernando Stédile nas duas baterias.

Campeonato Gaúcho de Velocidade retorna à Tarumã

01 de julho de 2016 0

A pista do Autódromo de Tarumã será palco da 4ª etapa do Campeonato Gaúcho de Velocidade, no domingo (03/07). Entre as categorias estão a tradicional Marcas & Pilotos, Copa 1.4, Copa Fusca e Fórmula RS. Na ocasião, também ocorrem as provas da 2ª etapa da Fórmula 1.4. Tarumã recebeu a primeira etapa da competição, em 20 de março. Na ocasião, o piloto de Gravataí, Analino Sirtuli conseguiu a vitória na primeira bateria do Marcas & Pilotos.

A programação inicia no sábado com os treinos livres das categorias e vistoria técnica. No domingo, a largada da primeira prova está marcada para as 9h30min.

Os ingressos podem ser adquiridos nas bilheterias do Autódromo de Tarumã por R$ 20,00. Crianças até 12 anos não pagam. Mais informações pelo site www.rachataruma.com.br

Programação

Domingo

9h30 – Largada 1ª prova Copa Fusca
10h20 – Largada 1ª prova Fórmula RS/F. 1.4
11h10 – Largada 1ª prova Copa 1.4
12h05 – Largada 1ª prova Marcas & Pilotos
13h25 – Largada 2ª prova Copa Fusca
14h15 – Largada 2ª prova Fórmula RS/F 1.4
15h05 – Largada 2ª prova Copa 1.4
16h – Largada 2ª prova Marcas & Pilotos

F Truck: Usar o restritor é como correr em altitude, diz Salustiano

20 de junho de 2016 0

Corrida do próximo dia 3 de julho em Londrina tem tudo para ser emocionante e apresentar muitas brigas por posições. Salustiano já venceu duas vezes na pista da cidade do Norte do Estado do Paraná.

286126_613384_lff_0518As novas regras sobre o uso do restritor de potência para os motores dos caminhões da Fórmula Truck nem entraram em vigor ainda e já tiram o sono dos líderes do Campeonato Brasileiro, que no dia 3 de julho terá a quinta etapa no Autódromo Ayrton Senna, em Londrina, cidade do Norte paranaense. Terceiro colocado na classificação geral, Paulo Salustiano, vice-campeão de 2015, usará o restritor de 74 milímetros na entrada de ar do turbo do seu Mercedes-Benz. Por ter liderado a competição na temporada passada, Salustiano já utilizou o aparato mecânico que reduz a força dos propulsores dos lideres com o objetivo de equilibrar ainda mais a mais popular categoria do automobilismo da América do Sul. Em 2015 somente os três primeiros usavam. Hoje são os cinco líderes.

“Esse restritor que eu vou usar em Londrina é o mesmo que usei no ano passado na prova de Guaporé. A gente sente uma perda expressiva da potência do motor, mas a coisa vai se complicar mesmo em Interlagos, onde temos retas longas. Para que as pessoas entendam, usar o restritor é como andar na altitude, onde falta oxigênio para se respirar. Meu objetivo é ficar na frente do Diogo e do Felipe, líder e vice-líder do campeonato“, diz Salustiano.

Ele também destaca vários outros bons pilotos que não usarão o restritor e, consequentemente, poderão usar tudo o que o motor oferece nos 3.145 metros da pista de Londrina.

“ O André Marques, o Wellington Cirino, Adalberto Jardim e vários outros bons pilotos virão com tudo para cima da gente e terão uma grande vantagem, principalmente em relação aos três primeiros, pois os restritores do quarto e quinto colocados não pesam tanto assim“.

Apesar das esperadas dificuldades, Salustiano gosta muito do traçado londrinense, pista de sua primeira vitória na Fórmula Truck e onde repetiu a dose e também terminou em primeiro no encerramento da temporada passada, quando perdeu o título para Leandro Totti por dois pontos de diferença: 369 a 367.

“Gosto muito da pista de Londrina, pois tem curvas de baixa, média e alta velocidades e tenho bom restrospecto, com duas vitórias. Usar o restritor equivale a, só para dar um exemplo: o Pachenki correndo a mil metros de altitude, o Felipe a 800, eu a 600, David a 400 e o Alex Fabiano a 200 metros. Só para as pessoas tentarem entender a dificuldade que a redução da entrada de ar no motor provoca“, explica Salustiano.

Diogo Pachenki lidera o Campeonato Brasileiro com 161 pontos, seguido por Felipe Giaffone (152), Paulo Salustiano (113), David Muffato (109), Alex Fabiano (96) e Débora Rodrigues, a única mulher na Fórmula Truck, que tem 93 pontos. Mais detalhes podem ser obtidos em:http://www.formulatruck.com.br/classificacao.asp?id=7

Desafio de Gigantes agita a noite em Tarumã, na sexta-feira

15 de junho de 2016 0

Racha terá pista aberta para todos os carros inscritos

285890_612478_dudu_leal__11_A pista do Autódromo de Tarumã, em Viamão, recebe na noite de sexta-feira (17/06), a partir das 21h, mais um tradicional racha, com o Desafio de Gigantes. Com pista liberada para todos os carros inscritos, o primeiro colocado receberá premiação no valor de R$ 500,00 e troféu, enquanto o segundo colocado ganha também um troféu.

A noite prevê ainda o Show das Cadeiras Elétricas, com Márcio Pimentel e Valter Marquetti. O ingresso pode ser adquirido nas bilheterias do Autódromo por R$ 20,00. Informações pelo telefone (51) 3485.1510 ou pelo site www.rachataruma.com.br.

Sexta-feira é dia dos gigantes no Racha Tarumã

08 de junho de 2016 0

285205_610068_dud_9193O Autódromo de Tarumã promove o clássico Racha Tarumã na noite de sexta-feira (10/06). Nesta semana, o tradicional local destinado à velocidade em Viamão terá o Desafio de Gigantes, com disputas vibrantes e a pista liberada para todos os carros inscritos. O primeiro colocado levará para casa um prêmio em dinheiro de R$500 e um troféu, enquanto o segundo colocado ganha um troféu.

A programação contará com o clássico Show das Cadeiras Elétricas com a dupla de pilotos Márcio Pimentel e Valter Marquetti levando o público a bordo do carro para manobras radicais na pista. O valor do ingresso é R$ 20,00 e pode ser adquirido nas bilheterias do Autódromo. Outras informações podem ser obtidas pelo site www.rachataruma.com.br ou pelo telefone (51) 3485.1510.

Serviço:
Desafio de Gigantes no Racha Tarumã
Local: Autódromo de Tarumã, em Viamão
Data: Sexta-feira, dia 10 de junho, às 21h
Ingresso: R$ 20,00

Helio Castroneves sobe para 3º na classificação da IndyCar

31 de maio de 2016 0

16C_8312-1 - CopiaDecepcionado e sem a menor intenção de dividir uma mesa de jantar com JR Hildebrand. Foi dessa forma que Helio Castroneves encerrou este domingo (29 de maio) em Indianapolis, depois de completar a 100ª Indy 500 na 11ª colocação. A posição não traduziu o desempenho consistente que o levou a galgar posições e liderar 24 voltas da prova, pois tudo foi transformado em nada na volta 164, quando levou uma batida por trás de Hildebrand, ocasionando a quebra da carenagem traseira esquerda e, consequentemente, um pit mais demorado.

De forte candidato à vitória, Castroneves viu-se relagado ao 21º lugar. Ainda assim era o 3º na volta 197, quando precisou fazer um splash and go para colocar combustível no Pennzoil Team Penske Chevrolet #3. Todo o esforço não foi o bastante para que sua recuperação fosse além do 11º lugar.

“Não é força de expressão quando digo que o acidente me custou a vitória, eu realmente tinha um carro fantástico para vencer e tudo acabou quando recebi a pancada por trás”, lamentou Castroneves, que foi procurado por Hildebrand após o término da corrida com um pedido de desculpas. “Fico mais chateado ainda pela equipe. Depois dos problemas que tivemos no Qualifying, o time virou o carro de cabeça para baixo e já no Carb Day percebi que tinha um carro fantástico para a corrida. Isso se confirmou enquanto estive no grupo da frente e todos os pits foram fantásticos, então, era uma corrida para vencer”, explicou o piloto.
O resultado decepcionante não impediu um avanço importante na classificação do 2016 Verizon IndyCar Series. O brasileiro é agora o 3º na classificação geral, somando ao todo 224 pontos, contra os 292 do líder Simon Pagenaud e os 235 do vice-líder Scott Dixon. O vencedor da 100ª Indy 500, o norte-americano Alexander Rossi, é agora o 6º melhor classificado, com 203 pontos. O campeonato tem continuidade neste fim de semana com a rodada dupla de Detroit. A primeira corrida será já no sábado, 4, e a programação será encerrada no domingo, 5.

Números de Helio Castroneves na Indy 500
1 Equipe (Todas as participações de Helio foram pelo Team Penske)
3 Vitórias (2001, 2002 e 2009)
4 Poles (2004, 2007, 2009 e 2010)
16 Participações
355 Voltas lideradas