Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de dezembro 2011

Udigrudis de volta - mas só amanhã

27 de dezembro de 2011 1

Foto: Jessé Giotti



Quem vivia nas baladas roqueiras dos anos 1990 aqui na Ilha _ Kasbah, Barão de Münchausen e, principalmente, Berro d’Água  _ lembram dos Udigrudis, clássica formação roqueira da época, e que faz show amanhã no General Lee Pub da Trindade.

A banda fez um ensaio ontem (registrado aí na foto), e as coisas foram muito bem _ não foi tão difícil para esses velhos guerreiros do rock ilhéu lembrar dos hits.

Abre a noite o Quadrijet, banda de Hudson Cabala _ guitarrista do Udigrudis.



Bruna Surfistinha inaugura 1007 em BC. Puta Festa, Batman!

27 de dezembro de 2011 4

O termo pode parecer gasto, mas “vida fácil”  não faz parte do vocabulário da ex-garota de programa Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha. Suas experiências “suando a camisa” são de conhecimento geral e a tornou um sucesso editorial ao publicá-las no livro O Doce Veneno do Escorpião. Personalidade midiática, Bruna agora se dedica a outro ofício: DJ. A audaciosa loirinha assegura que há cerca de um ano vem se habituando à pilotagem de carrapetas, toca rotineiramente e que inclusive fez um curso. Não aceita o rótulo de aventureira de picapes e muito menos que esteja invadindo um espaço proibido. Para quem já encarou centenas de programas, bico de DJ concorrente soa como gracejo. Ela será a atração no comando da pista na abertura do 1007 Beach Club, nesta quarta-feira à noite, em Balneário Camboriú.  Por e-mail, Bruna trocou umas ideias com o ContraVersão:

ContraVersão _ Como você foi parar nas picapes?
Bruna Surfistinha _ A vontade de ser DJ surgiu há alguns anos, mas adiei o início deste projeto para cuidar de outros. Em dezembro de 2010, fui à inauguração de um bar no qual um amigo era sócio e comentei com ele sobre minha vontade, foi quando me perguntou se eu não queria aprender para ser uma das residentes de lá. Eu aceitei e, em janeiro deste ano, comecei a ir todos os dias para treinar e aprender na prática. Resolvi então fazer um curso em uma escola aqui em São Paulo, a DJ Ban, para me aperfeiçoar. Continuei sendo residente do bar e em março, resolvi começar a fazer apresentações em outras baladas.

Contra _ Essa atividade virou ofício ou apenas um “programa”?
Bruna _ Esta atividade começou como hobby, mas acabou se tornando um trabalho. Ser DJ não é tão simples como aparenta ser, é preciso ter disciplina, estudar e se dedicar diariamente. 

Contra _ Você sabia que o 1007 foi, até dois anos atrás, uma casa (se é que você me entende…) “de lazer afetivo”? Sendo assim é possível se sentir em casa? Claro, como DJ!
Bruna _ É claro que entendo, mas não sabia deste detalhe, obrigada por ter me avisado! Me sentirei em casa com certeza, até mesmo por que, me sinto à vontade em todas as baladas que vou me apresentar. Observar as pessoas curtindo o meu som, é um grande prazer!

Contra _ Testando sua perícia, cite três músicas para esquentar uma pista?
Bruna _ The time, The Black Eyed Peas; Sexy Bitch, David Guetta, e Give me everything, do Pitbull.

Contra _ Agora cite outras três para esquentar uma cama?
Bruna _ Difícil citar músicas com esta finalidade, pois quando o casal está com tesão realmente, a cama esquenta com qualquer música, inclusive com alguma que seja ruim.

Contra _ O que você teria a dizer aqueles que reclamam que o mercado da música eletrônica está “prostituído”?
Bruna _ Não concordo com esta afirmação. Sei que a pessoa que está em evidência na mídia e resolve se tornar DJ é muito criticada, como se estivesse invadindo um espaço proibido para ela. No entanto, acho que há espaço para todos e o que ocorre é uma filtragem natural, pois apenas os que são realmente bons, continuam dominando as picapes e não deixam de ser contratados.

Confira abaixo uma performance da DJ Bruna e diga aí se ela apenas “surfa na onda do deboche” ou se realmente “bota pra f****” na pista?

Paradigma Cine Arte Tapará o Buraco no Cinema do CIC

27 de dezembro de 2011 0

Acabou o mistério. O Paradigma Cine Arte é novo operador da sala de cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC) que reabre na próxima sexta-feira, às 20h, com o filme Qual Queijo Você Quer? de Cintia Bittar. Frederico Didone é o responsável pela administração da sala por um período de até 180 dias, quando será lançado edital para a seleção do operador em caráter permanente. A informação foi passada pelo presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) Joceli de Souza para a repórter do Variedades Jacqueline Iensen.

E não são poucos os interessados na sala do CIC. Além de Didoné, há Gilberto Guerlach que ficou 22 anos com o Cineclube Nossa Senhora do Desterro e o outros cobras do segmento como Adhemar de Oliveira que hoje assina a programação do cinespaço do Beiramar Shopping.

Chegou Verano! Hoje no Blues Velvet!

27 de dezembro de 2011 1

O calenário oficial marcou o dia 21 para o advento do Verão. A estação, de fato, antecipou o novo rito de passagem para a banda catarinense Verano, abreviando um longo e quase silencioso inverno, desde o Stonehill Sisyphus, o EP lançado em 2008. Em 2010, o quinteto folk de Florianópolis hibernou para os palcos (salvo um reencontro no início deste finado 2011, na Capital) mas trabalhou “na clausura” para conceber o novo álbum, Un Amor Lejos, que pinta como uma suntuosa alvorada. Verano partilha de uma tradição cara ao pop catarinense, o folk rock, que sempre nos serviu bem aos ouvidos desde os seminais Expresso Rural, depois Pistoleiros e tantos mais. Diluído na simplicidade e primazia de acordes e melodias apaixonantes, o trabalho firma uma trilha para a nova temporada carregada de tonalidades e sentimentos inspiradores que orbitam ao sabor do tema central: o amor. Ele ensaia os seus passos por aí (Love Keep Away), clama por nós (Show Me Your Love), porque a ocasião faz a oportunidade(Summer Love) para entregar-se.
O quinteto é formado por Tiago Vekho (violão, guitarra, bandolim, harmônica e vocal), Maiza de Lavenère Bastos (violão, violino, guitarra, órgão, piano e vocal), Luiz Cudo (órgão, piano, escaleta, guitarra e backing vocal), Roberto Saraiva (baixo) e Maximillian Tommasi (bateria). A patota se reúnirá hoje à noite, no Blues Velvet (Centro, Capital) para o lançamento de Un Amor Lejos, que sairá oficialmente pelo selo Midsummer Madness
, mas é possível baixá-lo por aqui. Enfim, chegou Verano!

Verano _ Un Amor Lejos (2011)

1) Show Me Your Love
2) Summer Love
3) Un Amor Lejos
4) Building Towers
5) Words
6) Shuffled Stars
7) I Rest
8) Mariene
9) Loneliness
10) Love Keep Away

Repolho na Horta 48! Hoje no Sesc Prainha!

16 de dezembro de 2011 0

São raros os momentos em que titãs caminham sobre a “nossa horta”. Banda Repolho se apresentará nesta sexta, às 20h, e de graça (recomenda-se retirar os ingressos com muita antecedência no local), no Teatro Sesc Prainha, na Capital. Não é nada exagero afirmar que se trata de uma ocasião histórica. Irreverente trio de Chapecó, que levou seu inclassificável e inflamável senso artístico “para além das lavouras” (palavras do amigo e jornalista Darci Debona), chega na Capital para celebrar as duas décadas de relevância atuação na frente do rock independente nacional. Quatro discos, muitos singles, e um repertório calcinado no deboche e na construção de um universo fantasioso e, porque não, bucolicamente afetivo. São 20 anos de heroísmo!
Os irmãos Demétrio e Roberto Panarotto desta vez não virão para chamar chuva (aliás, o projeto 2 Violão e 1 Balde também precisa dar o ar da sua graça novamente), mas para aplacar as lágrimas de saudades e risos decantadas pelos quase três anos de ausência dos palcos da Ilha. Será a oportunidade para o esperado lançamento do álbum Repolho 4. Tardou, mas não falhou. Alegria de ser colono também à beira do oceano. Vida longa, até porque há muito o que cultivar. Logo no início de 2012, o trio volta para os estúdios para gravar o quinto disco. Que a colheita siga farta e produtiva!

Em tempo: Nesto domingo, Repolho estará em Porto Alegre, junto com a Graforréia Xilarmônica e um gangue de comparsas no Opinião.

O Ponche Elétrico 34 (natalino) está servido!

16 de dezembro de 2011 1

Em clima natalino, o Ponche Elétrico se despede do 2011 mostrando aos webespectadores que nem em tempo de festas a vida é fácil para o Papai Noel: a criminalidade está de olho nos presentes, nas árvores e até nos enfeites…

Conheçam um fenômeno: a banda, atração internacional do nosso Réveillon, que realmente se multiplica para dar conta do trabalho. E ainda tem a chocante descoberta de que os Muppets estão a serviço do comunismo! Vai perder?!?!

Assista aqui, ó, ou na versão YouTube mais abaixo! Enjoy!



Paredão Pretinho: Inscreva-se enquanto é tempo!

13 de dezembro de 2011 0

É só uma questão de tempo. Encerram-se nesta quarta-feira (14/12) as inscrições para o concurso Paredão Pretinho, que escolherá seis bandas independentes do Estado para se apresentar no Planeta Atlântida 2012. Ainda dá tempo de participar, basta acessar hoje o site Paredão Pretinho e enviar duas músicas (uma composição própria e uma releitura). Bandas das regiões Sul, Norte, Vale do Itajaí, Oeste, Serra e Grande Floripa atenderam ao chamado.
Até sexta-feira serão anunciados os grupos que tentarão a sorte maior nas seletivas que começam neste final de semana em Joinville e Blumenau. Uma caravana do Planeta Atlântida percorrerá as cidades promovendo audições. De cada etapa sairá um representante para o palco Pretinho Convida, na  grande festa sonora do Verão, dias 13 e 14 de janeiro, no Sapiens Park, em Canasvieiras. Veja abaixo as escalas da seletiva e fique atentos para novas e importantes informações!

Concurso Paredão Pretinho (seletivas)

* Dia 17, sábado: Joinville (Plug Bar)
* Dia 18, domingo: Blumenau (Ahoy Tavern Pub)
* Dia 19, segunda-feira: Floripa (Célula Cultural)
* Dia 21, quarta-feira: Chapecó (Premiere Bier)
* Dia 22, quinta-feira: Lages (Serraria Bar)
* Dia 23, sexta-feira: Urussanga (Ventuno Pub)

Neil Young no SWU 2012: Rapaziada de Brusque tinha razão

13 de dezembro de 2011 0

Em novembro passado, o Felipe Arthur Floriani ouviu da boca do próprio Neil Young que ele voltaria ao Brasil em 2012 para tocar e assim aplacaria frustração de tantos que esperavam por um show na edição deste ano do festiva em Paulínia e não apenas palestra. Floriani saiu de Brusque, junto com outros dois amigos, para ver a conferência de “O Veio”. Houve quem desconfiasse na ocasião da promessa de Neil Young, até porque a fama de “imprevisível” o precede. Mas aí o Alexandre Matias nos traz essa informação no Trabalho Sujo: que a organização do SWU fechou com cantor um pacote para a edição do ano que vem, tendo ele como a atração principal acompanhado pela banda Crazy Horse. A se confirmar, será melhor que a encomenda…

Tom Waits: Bad As Me!

12 de dezembro de 2011 0

Juro que, quando eu crescer, eu quer ser mau como Tom Waits. Nunca dê por encerrado um ano em que este gênio de carteirinha tem algo a dizer, quer dizer.. cantar! Bad As Me, novo álbum do “Poderoso” vazou na rede. Não espalhem, mas eu vi por aqui!

Metronomy: Everything Goes My Way

12 de dezembro de 2011 0

1) Porque tem sol; 2) o Verão chegou de vez; 3) Dezembro é a sexta-feira do ano e portanto vamos nos refrescar. Esse single do Metronomy saiu na primavera mas ainda renderá muito nesta temporada. Por aqui você baixa o pacotinho com alguns remixes certeiros também para as pistas.