Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Exemplo que vem do Guga: “A prática de esporte pode ajudar qualquer pessoa a se tornar campeã”

09 de dezembro de 2011 0

Já foi o tempo em que Gustavo Kuerten era um Midas do tênis… Bastava tocar na bolinha e lá vinha um troféu de ouro… Passados 10 anos do tricampeonato de Rolland Garros, Guga provou que é um Midas não apenas no esporte, mas em qualquer função, missão ou profissão que assumir. E adivinha de onde vem toda essa capacidade de realização? “Acredito que a prática de esporte pode ajudar qualquer pessoa a se tornar campeã, porque além dos benefícios diretos na saúde, o esporte gera bem-estar e, consequentemente, aumento de auto-estima, uma sensação de maior capacidade para encarar os desafios do cotidiano. E uma pessoa com a auto-estima resolvida, já tem meio caminho andado para desenvolver o seu potencial e se tornar exemplo de determinação e superação para todos”, ensina o campeão.

Merecedor das mais honrosas homenagens, como o prêmio de Jogador Humanitário, a Cruz do Mérito Desportivo, maior condecoração concedida aos atletas brasileiros, e o troféu Philippe Chatrier, reconhecimento máximo da Federação de Tênis Internacional, Guga foi indicado, em 2011, para mais uma honraria de elite: o Hall da Fama Internacional do Tênis. O resultado só será anunciado em 2012, mas o currículo do atleta, dentro e fora das quadras, deixa qualquer um confiante em mais esta vitória.

O ano de 2011, para Guga, também foi marcado por novas baterias de hiperexposição na mídia. Seus desabafos em relação à falta de mobilidade em Florianópolis repercutiram Brasil afora. A vitória sobre o espanhol Alex Corretja reeditou, uma década depois, a partida que o consagrou tricampeão de Roland Garros. Como se não bastasse, Guga ainda participou do capítulo de estreia da novela A Vida da Gente, na TV Globo, e anunciou outra estreia triunfal em sua carreira, agora no papel de pai.

Ídolo, empresário, atleta, mobilizador, o tenista que ficou 43 semanas como nº 1 do mundo prova que ainda tem fôlego de sobra. Este ano, de 6 a 16 de outubro, Guga participou ativamente da Semana Guga Kuerten, onde circulou com o mesmo desembaraço entre mitos do tênis – seus convidados – e milhares de crianças, suas fãs. A Semana conta com palestras, torneios, cursos, ilhas para a prática de tênis em vários bairros, e é um dos principais projetos do Instituto que atende atualmente 560 menores em Florianópolis, São José, Palhoça e Campos Novos. Pra mim, a trajetória de Guga é inspiração soberana nesta época de tantas reflexões. Por isso, gostaria de compartilhar com os leitores do blog a entrevista que fiz com ele pro portal TopMed. Já tá no ar neste link aqui:

Bookmark and Share

Envie seu Comentário