Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de maio 2009

impossível...

31 de maio de 2009 2

…resistir! Tá todo mundo publicando e eu resolvi entrar na onda. Foi colocado neste fim de semana no Youtube o vídeo (com boas imagens) da apresentação da Stefhany (sabe quem é?) com a Preta Gil. O Melô do Crossfox é “dimais”.

É do Paulo Sérgio.

Postado por Cristiano, da Redação

profissão repórter

29 de maio de 2009 1

Editora Planeta/Divulgação
Sábado passado bati um papo com o Marcos Losekann, correspondente da Globo em Londres, durante uma visita que ele fez para amigos aqui em Blumenau.
O jornalista passou pelo Brasil (apareceu na Ana Maria Braga, Jô Soares…) para divulgar seu quarto livro, Entre a Cruz e a Suástica. A publicação fecha a trilogia Entrevista Com Deus e mistura o assassinato de PC Farias, agentes do Mossad e roubalheira na extinta Sudene. Suspense.
Na Contracapa deste fim de semana eu publico a entrevista. Como jornal tem limite de texto, guardei umas perguntas que não entraram no Santa impresso pra quem visita este espaço.

Você lê muito?
Eu leio um livro por semana. Há quase três anos, desde que voltei de Israel pra Londres eu mantenho essa média porque vou de metrô pro trabalho. Eu levo 35 minutos pra chegar até a Globo. Uma hora e 10 minutos por dia é sagrado. Além das viagens que eu faço pela Europa toda. São os meus momentos de leitura.


Como a crise financeira chegou na Europa?
Fiz uma matéria sobre o fechamento de 30 pubs por semana. O país tem, claro, mais de 1 milhão de pubs, mas assusta. Em três meses fecharam 4 mil pubs. Acho que vai ficar por muito tempo ruim, difícil. Você vai ao West End, que é a região dos teatros, dos belos cafés, restaurantes. Um ano atrás, à noite, você levava 40 minutos de carro para atravessar umas seis quadras. Agora, eu atravesso em 10 minutos. Eu disse tudo.

Você depende da Globo para permanecer na Inglaterra?

Não. Esse é o bom de eu ter cidadania. Quando você vai pra lá apenas com visto de trabalho é através da emissora. Quando ela te convida pra voltar você sabe que não terá esse apoio. Mas eu não tenho essa obrigação. Lá tenho tanto direito quanto aqui. E tem imprensa que eu posso trabalhar, inclusive a voltada para o mercado hispânico. Mas isso é papo hipotético. Até que minhas filhas se alfabetizem eu gostaria de ficar e depois estou liberado. Para voltar, assim como Caco Barcellos, eu voltaria para um projeto. Não voltaria mais pra Redação, porque eu acredito em um plano de carreira.

Postado por Cristiano, indo ali no Chef Waldemar

sexta de música #3

29 de maio de 2009 0

Postado por Cristiano, sem codinome

coluna da carol

28 de maio de 2009 5

Divulgação

Moda de clicar

por Carol Passos

Tenho certeza que o meu interesse por moda veio dos genes herdados da minha mãe. Desde pequena aprendi algumas lições com a dona Vera. A primeira delas é que “roupa não se joga fora: se doa, vende ou passa adiante pra alguém da família”. Outros ensinamentos Jedi são: “uma liquidação sempre pode render alguma coisa, basta paciência de fuçar” e “se a roupa for exclusiva e durar muito, vale a pena gastar um pouquinho mais”. Ela faz reciclagem sem perceber.

Nem me lembro quando foi a primeira vez que fui soterrada por uma pilha de peças enquanto a senhora Passos se perdia entre as araras de um brechó. Na nossa última aventura, comprei três peças bem legais. Este prólogo todo é pra dizer que eu descobri três lugares e pessoas bacanas que vendem roupas aqui em Blumenau. Tudo sem sair de casa.

Sábado, no Orkut, descobri que a Renata Libardo, a Nika, ia montar uma banca do brechó online Closet Clothes Vintage and Retrô Brechó na Feira das Antiguidades, no Parque Vila Germânica, domingo. Corri pra lá por que tinha visto uma blusa no álbum dela e que custava a bagatela de R$ 10. É uma camisa da Dzarm, marca conhecida e com preço bom. Prato cheio. Tinha também um vestido Reinaldo Lourenço (foto 1) e outro Maria Bonita baratinho, baratinho.

Eu me interessei também pela proposta do Espaço Miscelânea, que funciona no mesmo prédio do Butiquin Wollstein, na Rua Marechal Floriano Peixoto, 89, sala 9. Lá só entram estreantes estilistas e designers, artistas e etc, como a Adriana Totter (foto 2). Ainda não fui conferir, mas me contaram que o lugar é todo estiloso. Dá pra ver as roupas pelo álbum do Orkut. Quem for, me conta como é no caroline.passos@santa.com.br.

Outro lugar que eu encontrei no Orkut foi o Lola Home Bazar, da designer Monike Caroline Mueller. A proposta é bem interessante. Ela tem roupas e acessórios novos e usados (foto 3). O atendimento é personalizado, com direito a café e delicinhas. Eu tinha marcado de ir lá ontem, mas não achei o apartamento dela. Depois descobri que entrei no prédio, só não subi até o andar certo (dã). Fica no número 15 da Rua Padre Jacobs, ap 3. As peças novas são compradas em São Paulo ou por aqui mesmo. As usadas formam um brechó coletivo. Quem tem algo legal pra vender, coloca preço, deixa lá que ela vende.

:*

Postado por Cristiano, da Redação

reciclar é preciso

28 de maio de 2009 3

Carol Passos em ensaio exclusivo para este blog./Rafaela Martins
Daqui a pouco tem a Coluna da Carol. Ela descobriu brechós pela internet. Em Blumenau.

Postado por Cristiano, da Redação

zorra total

27 de maio de 2009 3

João Miguel Jr. - Globo/Divulgação
Não gosto das novelas da Glória Perez. Tenho evitado ficar na frente da tevê quando Caminho das Índias está no ar. Mas resolvi assistir ao capítulo desta quarta. E como também não gosto de futebol, aproveito enquanto o Jornal da Globo não começa pra destilar um pouco de veneno.

* Letícia Sabatella (linda) tinha tudo pra dominar a trama e transformar a vilã no melhor personagem, mas tá com cara de que não acredita no texto. Muito menos o Alexandre Borges. E porque Dubai (eles estão lá?) só aparece soturna, meio Matrix?

* Bom é ver que nada se compara ao talento e aos anos vividos nos estúdios gelados do Projac. Ana Beatriz Nogueira, Eliane Giardini (pode entregar qualquer personagem pra ela), dona Laura Cardoso, Tony Ramos, Flávio Migliaccio…

* Por favor, alguém dá os parabéns pro Antônio Calloni. Perfeito.

* Dira Paes ainda não se libertou do rebolado da Solineuza. E a musiquinha da personagem não sai da cabeça.

* Gosto da Betty Gofman de qualquer maneira.

* Coitada da Christiane Torloni. Tá pagando promessa. Tem em mãos o pior personagem da carreira.

* Química boa entre os elegantes Débora Bloch e Caco Ciocler.

* Quem contratou a Tânia Khalil?

Are, baba!!!

Postado por Cristiano, com saudade do Gilberto Braga

dupla de dois

26 de maio de 2009 0

Reprodução
Depois de uma terça atípica na editoria de Lazer, vamos lá:

O Estúdio Nagô, de Balneário Camboriú, é um espaço montado pelos amigos Marcos Moreira, fotógrafo, e Marcelo Fausto, ilustrador.
A dupla é especializada no mercado de moda. Fazem trabalhos para marcas como Colcci, Sommer, Rainha, Imaginarium, C&A, entre outras.
Também ja foram convidados pela estilista Thais Losso para desenvolver a ilustra da campanha da revista Nova sobre celulite.

Os rapazes acabaram de inaugurar o site novo. Dá uma olhada.

Postado por Cristiano, em casa

videocassetada

26 de maio de 2009 1

Tem de tudo no Youtube. O riso ainda é o melhor remédio.

* dica do Raffael do Prado

Postado por Cristiano, riso solto

production

25 de maio de 2009 2

André Colzani/Divulgação

O melhor das festas produzidas pelos meninos da Fake It! (além do som, claro) são os frequentadores. O povo para, pensa e se produz. Ninguém sai de casa no pretinho básico.

Eles liberaram os cliques da última edição, aquela com a dupla The Twelves. Tá lá no Flickr.

Sempre elétricos, Cae, Douglas e Duh fecharam uma parceria com o Camorra. Vão montar por lá o projeto Pop Ambition. Esta semana ainda te dou mais detalhes.

 

Postado por Cristiano, por aí

reggae brasil

25 de maio de 2009 0

Conforme o combinado na Contracapa desta segunda, eis o vídeo da banda Tribo de Jah. A música é Garota Dreadlock, o single do disco novo, Refazendo.

O grupo toca dia 5 de junho no Observatório, em Blumenau.

Postado por Cristiano, um tanto Garfield