Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "colcci"

ashton kutcher para o verão da colcci

25 de julho de 2011 0

Divulgaram uma das imagens da campanha do verão 2012 da Colcci.

O ator Ashton Kutcher e a modelo Alessandra Ambrósio posaram para o fotógrafo Jacques Dequeker em uma cobertura de Ipanema, no Rio de Janeiro.

o verão elegante da colcci #spfw

17 de junho de 2011 0

Mais elegante do que nunca, a Colcci fez a festa de fotógrafos e deslumbrados em geral (como sempre) no terceiro dia da São Paulo Fashion Week.

Pela primeira vez sem Gisele Bündchen na passarela (não fez falta), a marca catarinense colocou Ashton Kutcher e Alessandra Ambrósio para abrir o desfile na noite de quarta-feira na Bienal.

Não sei se é resultado direto do trabalho da stylist Victoria Jung (Google nela, amor), da revista Love, mas as peças (navy e anos 70, por exemplo) combinaram perfeitamente entre si.

Jeziel Moraes, estilista do masculino, falou ao site ffw! sobre o verão 2012 da grife itajaiense. Para ele, o jeans aliado à alfaiataria é uma maneira de qualificar a moda jovem no Brasil.

E não é que conseguiram?

E um pouco de bastidores:

making of da colcci inverno 2011

21 de março de 2011 0

A campanha já está nas revistas e nas ruas. Agora é hora de conferir os bastidores do ensaio de Ashton Kutcher e Alessandra Ambrosio para a Colcci.

Belas imagens de Los Angeles.

as luzes da cidade acesa

03 de março de 2011 0

Passada a euforia com a passagem de Ashton Kutcher pelo Brasil, a catarinense Colcci divulgou uma das imagens da campanha de inverno em que o ator hollywoodiano contracena com a modelo Alessandra Ambrósio (ela é velha de guerra, mas se tornou recentemente uma das queridinhas dos desfiles internacionais, fazendo o caminho inverso da maioria das coleguinhas).

Os dois foram fotografados por Steven Klein (nome fortíssimo da moda) em Los Angeles no final do ano passado.

Gostaram?

Plus: nesta quinta, a marca liberou outras imagens.

dna pop

13 de fevereiro de 2011 1

Daniel Mafra ainda não abandonou completamente o desejo de seguir a carreira de ator (ele atua desde os seis anos). Mas atualmente, no auge de seus 23, convive com as luzes, o público e os aplausos de outra maneira. Formado em Relações Públicas na Univali, em Itajaí, o brusquense aplica os conhecimentos à frente de uma das marcas mais badaladas do país, a catarinense Colcci – também estão sob sua mira a Coca-Cola Clothing, Sommer e Carmelitas, ambas do Grupo AMC Têxtil. Passada a catarse da última apresentação da grife na São Paulo Fashion Week, batemos um papo sobre Gisele Bündchen, Ashton Kutcher, Demi Moore e as críticas de moda.

Como você foi trabalhar na Colcci?
Quando eu tinha 15 anos fui para Buenos Aires estudar teatro e quando voltei tentei mais um tempo a área de artes cênicas, fiz alguns cursos no Rio e em São Paulo. Mas aí decidi voltar para Santa Catarina, para fazer um curso que não tivesse nada a ver com teatro. Sei lá, tentar outra área. Aí apareceu Relações Públicas na Univali, em Itajaí, e eu fui fazer. Um tempo depois abriu uma vaga de estagiário na Colcci e estou lá até hoje. Já são seis anos.

E as artes cênicas?
Ainda não desisti. Estou há mais ou menos um ano e meio sem atuar. Só que eu atuo desde os seis anos. Está na veia, eu amo teatro. Hoje eu faço dos meus desfiles um verdadeiro show. As modelos são as minhas atrizes, o figurino é a roupa da Colcci, a gente tem a nossa luz. Isso pra mim é o grande palco.

Como foi essa transição de trocar a Gisele Bündchen pelo Ashton Kutcher?
A gente sempre imaginou uma despedida da Gisele, sempre nos deparamos com isso como um problema. Acho que ter uma marca em qualquer segmento e ter a imagem relacionada à Gisele é sucesso garantindo. O retorno que ela traz, tanto em imagem quanto de vendas, é surreal. Não tem como comparar uma celebridade brasileira à ela, não existe, é impossível.

Tudo o que ela toca vira ouro?
Sim, é verdade. É incrível o poder que a Gisele tem. As peças que ela usava nos desfiles sempre eram as mais vendidas, o que ela mostrava aparecia mais em editoriais. Ela ofereceu pra gente uma proposta pra continuar, começamos a negociação, mas percebemos que talvez fosse a hora de mudar. A primeira coisa que decidimos era que seria um homem. E há mais ou menos dois ou três anos eu já pensava no Ashton.

Como foi o convívio com o Ashton?
Eu tive um contato muito bom com ele. Acho que fui uma das pessoas da marca que mais falou com ele. Não tenho vergonha de celebridade, gosto de tratá-las normalmente. No hotel conversamos e trocamos uma ideia bem legal. Eu fiz questão de levá-lo até a boca de cena – fazia isso sempre com a Gisele.

O momento do desfile é uma grande loucura, né?
Esse foi especial. Eu queria usar aquele negócio do Big Brother que registra os batimentos do coração para monitorar. Foi o primeiro desfile, e não tenho vergonha de falar pra ninguém que eu chorei no final. Fiquei muito emocionado com o resultado que conseguimos, apesar de todo esse lance de vaias para eles (quando Ashton e Demi chegaram à Bienal foram vaiados pelos fotógrafos).

Os críticos de moda pegam no pé da Colcci desde sempre. Como a marca vê isso?
Primeiro de tudo, eu sempre aceitei as críticas. O que não aceito é uma pessoa fazer uma crítica negativa demais para se promover em cima da nossa marca. A moda no Brasil ainda é uma patotinha muito fechada, difícil de entrar. A gente ainda é visto por essa turma como a marca cafona do Sul, o povo caipira. Mas aos poucos eles começaram a engolir porque os caipiras compraram a Sommer, que era do Marcelo, um estilista super de vanguarda. Depois compramos as marcas do Grupo TD, que era do Tufi Duek. O que eu quero é o mínimo de respeito.

O Ashton volta na próxima coleção?
Olha, isso é um segredo.

A última: o que você quer para o seu futuro?
Eu quero continuar crescendo junto com a Colcci. Não quero chegar aos 30 anos nesse ritmo porque é muita loucura. É um universo cansativo. É a realização de um sonho conhecer pessoas deste nível e trabalhar com elas.

bastão

19 de dezembro de 2010 0

Chegaram neste fim de semana na caixa de entrada estas três fotos dos bastidores da nova campanha da catarinense Colcci.

Nelas, a supermodelo Alessandra Ambrósio se contorce para o fotógrafo Steven Klein, sonho de consumo de toda marca que busca boas imagens para sua história.

A troca de Gisele por Ambrósio e o ator Ashton Kutcher (que também fotografou em Los Angeles) tem conseguido boa repercussão. Ponto positivo para o AMC Têxtil, grupo disposto a investir alguns dólares em contratações.

Ansioso pelo resultado final.

antes

24 de setembro de 2010 0

 

O que os leitores da Contracapa já sabiam:

COMUNICADO
“Após 3 anos, Jessica Lengyel deixa a direção de estilo da Colcci.
A marca está em reformulação interna e passa a separar suas linhas – Silverlab, P.M., Jeanswear, T e Fun – cada uma com um estilista diferente. Em outubro serão anunciados os nomes dos novos estilistas.”

caras e caretas

26 de agosto de 2010 0

Vale uma conferida no making of da nova campanha da Colcci.

As trilhas escolhidas estão ótimas, tanto para o vídeo da Gisele quanto do Gianecchini.

É legal também assistir a brasileira mais conhecida no mundo em seu ambiente de trabalho. Mostrando porque vale tanto.


arco-íris

30 de julho de 2010 0

Daniel Mafra, do marketing da Colcci, mandou para o blog várias fotos da campanha de verão da marca.

As estrelas já são velhas conhecidas: Gisele Bündchen e Reynaldo Gianecchini – pena que não fotografaram juntos.

Os cliques são de Gui Paganini.

molhadinhos

14 de junho de 2010 0

A Colcci já está acostumada com a repetição. Gisele Bündchen na passarela, atraso de mais de uma hora para o desfile e críticas nada amistosas dos especialistas. A cada seis meses é comum o mesmo blablablá.

Gostem ou não, a marca catarinense é a única que atrai tantos holofotes para a São Paulo Fashion Week. E o ACM Têxtil não tem do que reclamar ao analisar as planilhas de vendas.

A coleção foi inspirada, segundo a estilista Jéssica Lengyel, “no universo pop, no ilusionismo pop, nos anos 90 e 60″.

Reynaldo Gianecchini em uma versão emo e a quase esquecida modelo Shirley Mallmann também desfilaram na Bienal na noite deste domingo.