Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "mariana weickert"

mariana weickert no camarim de hebe camargo

13 de junho de 2011 1

Mariana Weickert é um daqueles casos raros de quem aparece na tevê e conquista todo mundo – dos deslumbrados aos mais poderosos.
Sucesso nas noites de segunda com o programa Vamos Combinar, no GNT, a blumenauense mostra na edição de hoje, às 21h30min, uma invasão ao camarim de Hebe Camargo (ela sentou recentemente no sofá da loira na Rede TV!).
As duas amigas de infância conversam sobre figurino, maquiagem e sapatos (a fraqueza de Hebe!), entre tantos outros assuntos de interesse feminino.
Mari também vai dar dicas de como se manter em cima do salto alto tendo que andar pela cidade de ônibus, metrô ou a pé.


o apê de mariana weickert

25 de abril de 2011 0

Vou começar me justificando. Sei que Mariana Weickert não sai dessa página. Mas não tenho culpa. O espaço é uma plataforma de divulgação do que “os nossos” andam aprontando por aí. E a modelo e apresentadora blumenauense é um bom exemplo de quem não sai da mídia. Sempre com bom humor e simplicidade.

Avessa ao estilo Caras de ser, Mari abriu uma exceção (e quem não o faria?) para a revista Modo de Vida, publicação sobre estilo de viver comandada pela jornalista Joyce Pascowitch. O apartamento da fofa foi todo reformado (por ela mesma) com ajuda do amigo Marcelo Rosenbaum (até eu, né?):
– O gesseiro fazia o forro e só depois o eletricista se manifestava para passar a fiação. O cara do ar-condicionado dava cano, o marceneiro pirava pra entender exatamente como eu queria o suporte da TV. Foi um caos.

tendência natural

20 de março de 2011 0

Na segunda-feira, às 21h30min, Mariana Weickert, 29 anos, encara (sorrindo) mais um desafio. A blumenauense, desde 2005 na tevê, estreia como apresentadora de um programa só seu. Trunfo da nova programação do GNT, a bela loira vai comandar semanalmente o Vamos Combinar, uma atração voltada a desmitificar o mundo da moda através de dicas práticas. Algo mais ou menos na linha em que ela já seguia como repórter do GNT Fashion. Acostumada a atender à coluna, Mari falou, por telefone, sobre o Twitter, a Playboy e a atração no canal a cabo.

E a expectativa para a estreia?
Eu tô superfeliz. Eu não vejo a hora de estrear porque aí de fato teremos um feedback, se está dando certo ou não, se tem que cortar alguma coisa.

A ideia do programa surgiu do próprio GNT?
Sim, do próprio canal. Desde o ano passado, quando surgiu toda a especulação em cima do Saia Justa, eu já sabia dessa proposta, mas não podia contar. A gente já vinha conversando e formulando. No final do ano passado sentamos para definir o formato e a equipe.

Quem te dirige?
É a Pati Rubano. Ela me dirigiu no (GNT) Fashion logo no primeiro ano em que eu entrei. Aí ela saiu, foi pro Happy Hour e agora estamos juntas de novo. Estou superfeliz porque ela é incrível.

O novo programa, segundo a assessoria de imprensa, é focado em “dicas práticas de moda”. Assunto que você domina, né?
É meio o que eu fazia no GNT Fashion. Agora, é uma maneira de desmitificar a moda, porque as pessoas julgam muito, principalmente quem não vive nisso. Tem de tudo, desde as observações fúteis até aquelas de quem não entende mesmo, não consegue absorver a informação.

Já te vi na tevê, por exemplo, fazendo algumas críticas ao mundo da moda.
Acho que tenho uma certa propriedade porque eu cresci nisso, né? Me tornei mulher nesse mundo. Gostando ou não, é um fato. Claro que tiveram vários momentos que me deixaram extremamente feliz e outros em que eu não concordei com nada. É um mundo como qualquer outro. As pessoas têm uma curiosidade e acabam colocando num pedestal. E isso não é real. É muito trabalho e muita disciplina.

A sua estreia em tevê foi ao lado do Marcos Mion na MTV, em 2005. Que avaliação você faz dessa trajetória?
Eu tenho ótimas memórias dessa época. Principalmente ao lado do (Marcelo) Tas e do Lobão no Saca-Rolha (talk show diário exibido pelo Canal 21, em São Paulo), que era meu xodó.

De onde vem essa espontaneidade diante das câmeras?
Eu esqueço que estou gravando. Isso torna a coisa mais dinâmica e menos montada e o próprio GNT me fala que isso é um trunfo. Aí vou fazendo, dou risada e vejo só o meu câmera.

Você já recebeu proposta para posar nua na Playboy?
Já rolaram especulações, mas nada de concreto.

Mas aceitaria?
Não faria. Pra mim, hoje, eu acho desnecessário. Eu acho que não seguraria a onda, mas não pelo meu corpo, porque na moda é normal tirar a roupa, mas pelos meus amigos, minha família, quem me cerca.

Qual a sua relação com o Twitter?
Tem dias que estou mais apegada, outros menos. Sei lá, quando estou no aeroporto eu fico mais. Eu era meio avessa a isso, tanto que foi a minha empresária que criou e me falou para usar, principalmente profissionalmente. Tenho preguiça porque não tenho nada, nem Facebook, nem Orkut, nem naquela época em que todo mundo tinha. Não conseguimos o domínio porque @marianaweickert e @mariweickert são fake. Aí eu uso o @mmweickert. É legal porque é um feedback rápido e espero que isso aconteça quando o Vamos Combinar estrear.

muy hermosa

14 de março de 2011 1

Mariana Weickert substituiu Ivete Sangalo como a nova imagem nacional da gigante Riachuelo. As primeiras fotos, como esta acima (de Nicole Heiniger), foram feitas na Argentina _  locações em Buenos Aires e Bariloche, por exemplo.

O quase blumenauense Jr. Vianna, amigo dos tempos de Jornalismo na Univali, é hoje produtor de casting em São Paulo. Acompanhando a equipe pelo país vizinho, ele captou flagras exclusivos para o blog durante as sessões de foto e filme.

acessível

03 de fevereiro de 2011 1

A São Paulo Fashion Week, que terminou ontem, trouxe à passarela algumas das figuras que marcaram os 15 anos da maior semana de moda do país. Depois de Diogo Veiga para a V.ROM, o estilista Marcelo Sommer recrutou algumas “amigas-modelos” para mostrar as roupas do inverno 2011 da marca Do Estilista (uma espécie de Sommer, mas sem aquele charme dos anos 1990).

Mariana Weickert, obviamente, não ficou de fora da escalação. A blumenauense voltou à Bienal mais uma vez para matar a saudade – e não estava sozinha: Luciana Curtis, Isabela Fiorentino, Tatiana Abraços e Lara Gerin, entre outras, também passaram por lá.

Mari (porque a coluna é íntima, ok?) está à mil na gravação dos primeiros episódios de Vamos Combinar, programa solo que estreia dia 21 de março no GNT. A atração vai falar de moda de uma maneira mais prática.

Vai ao ar semanalmente com 30 minutos de duração.

* Publicado na Contracapa desta quinta.

tá na moda

13 de janeiro de 2011 0

O GNT começou a divulgar as atrações para 2011 (dizem que serão 20 novidades ao longo do ano). Além de mudar a identidade visual (o que demorou muito), o canal a cabo destina à Mariana Weickert uma nova atração.

Vamos Combinar é o nome do programa que a blumenauense estreia em março (ainda sem data definida) com uma proposta bem diferente do GNT Fashion, programa em que ela roubou a cena de Lilian Pacce.

A intenção é mostrar semanalmente as tendências que se encaixam no dia a dia de toda mulher – além de quadros, figurinos lançados por novelas da Globo serão relembrados.

– Estou amando participar de cada etapa do programa. É como um filho muito desejado. Toda a minha dedicação e energia estão voltadas para ele – conta Mariana, segundo a assessoria de imprensa.

* Publicado na Contracapa desta quinta.

saldo positivo

03 de dezembro de 2010 0

Mariana Weickert não tem do que reclamar. Em alta no canal GNT onde deve ganhar um programa pra chamar de seu no próximo ano, a blumenauense segue faturando em comerciais.

Domingo ela estreia na tevê como protagonista de mais uma campanha das Lojas Paquetá.

O vídeo foi gravado em Porto Alegre.

vida de modelo

25 de abril de 2010 1

Sexta-feira, 16/04, 10h45min. Os corredores do Shopping Neumarkt ainda estão calmos, quase vazios. Instalada em um camarim improvisado, a modelo e apresentadora Mariana Weickert, 28 anos, termina a maquiagem. Pelo segundo ano consecutivo, a blumenauense segue como garota-propaganda do maior centro comercial da cidade. As gravações e as fotos, que começaram na terça, terminam no fim do dia. Uma das responsáveis pela produção avisa:

- Tem que falar com a equipe dela. Você sabe como é. Tem que pedir autorização para as fotos, essas coisas.

A entrevista estava agendada.

* * *

De sandálias Havaianas, legging, regata e bobes no cabelo, Mariana abre o bocão e sorri. Está acostumada com a imprensa. Desde janeiro de 1998, quando pisou pela primeira vez na passarela do Morumbi Fashion (hoje São Paulo Fashion Week), tem encarado repórteres, colunistas e deslumbrados em geral. Aliás, deslumbre é o que menos se vê em uma das contemporâneas de Gisele Bündchen. Acompanhada do inseparável cabeleireiro Juninho, ela finaliza sozinha o make e começa o bate-papo.

- Estou com ele desde o ano passado. Levo para onde eu vou, não é mesmo, amor? – revela enquanto dá uma piscadinha ao colega. Troca de olhares. Confidências.

* * *

Mariana está em casa. Depois de uma maratona de filmagens em alguns dos cartões-postais da cidade, como a Ponte de Ferro e a Rua das Palmeiras, a loira aproveitou para curtir a família. Passeou pelo Tabajara, encontrou amigos e curtiu o Aberto de Tênis.

- Costumo dizer para quem não é daqui que o tênis é o nosso futebol. Nascemos praticando. Eu fiz um pouco, mas sou muito desengonçada.

O pub no Centro também entrou no roteiro, assim como uma visita rápida ao oftalmologista.

- Sinto uma mudança. Estou com 0,25 de miopia.

Os pais, Anamaria e Rudolfo, passam para dar um oi, avisar sobre algum compromisso familiar. A mãe conta que visita bastante a filha em São Paulo. O outro filho, Eduardo, também mora na capital paulista.

* * *

Sentada em uma cadeira de plástico, a blumenauense segue respondendo a entrevista enquanto observa a escolha do figurino pela produtora de moda.

Você tem ideia de quantos comerciais já fez?

Não. Não mesmo.

Você já vendeu muita coisa, não é?

Nossa, já vendi até pneu (risos).

Como assim?

O calendário da Pirelli.

Claro, foi fotografado num barco em alto-mar. Como foi essa experiência?

Foi engraçada. Estávamos num barco na costa italiana, um calor infernal e a equipe resolveu colocar em mim um casaco branco da Chanel. Era de lã, por dentro e por fora. Não sei o que foi, se foi o balanço, o calor, mas desmaiei (risos). Acordei de topless sendo abanada pelo Mario Testino (fotógrafo).

Neste calendário estão algumas das modelos que começaram contigo, como a Ana Cláudia Michels e a Fernanda Tavares. Tens contato com alguma delas?

Retomei o contato com a Ana, que é de Joinville. Às vezes até rola de encontrar alguma por aí.

Você está namorando?

Estou.

Ele é do meio?

Não. Sabe de uma coisa? Não namoro ninguém do meio. Isso aqui é meu trabalho, não meu estilo de vida.

(Juninho me olha e avisa: “Ele é um financial boy”)

* * *

A produtora de moda começa a vesti-la. O sapato escolhido tem quase 15 centímetros de salto. E machuca.

- Já saí de desfile de moda direto para o pronto-socorro. As modelos passam um anestésico nos pés para não sentir dor, mas continua machucando.

Você não para quieta. É sempre assim?

Imagina, meu querido. Eu também gosto de calmaria, mas isso é trabalho. Todo mundo aqui depende de mim. E eles trabalham por diária.

E como está o GNT Fashion? Alguma novidade?

Tivemos uma mudança de direção no canal, mas está tudo ótimo. Tenho um projeto para o segundo semestre. Não é que não quero te contar, mas é porque ainda não sei de tudo exatamente.

Você circula com bastante desenvoltura pela Globo (com participações, por exemplo, no Caldeirão do Huck e Domingão do Faustão). Não rolou um convite para a tevê aberta?

Não. E também porque não estou preparada. A tevê aberta te dá uma visibilidade absurda. E também não sei fazer tipo. Não conseguiria ser apresentadora normalzinha. Só funciono se for eu mesma diante das câmeras.

E novela?

Menos ainda. Eu sei que não tenho talento para ser atriz. Me convidaram recentemente para fazer a Maria Madalena no espetáculo Paixão de Cristo, em Nova Jerusalém, mas não aceitei.

* * *

Mari, para os íntimos, deixa o camarim e segue pelos corredores do shopping. É parada três vezes para fotos.

A equipe de gravação está a postos. O texto está na ponta da língua, a marcação idem. O diretor dá as coordenadas, a modelo pede aumento do tamanho das letras no TP (o famoso telepronter). Seria a miopia?

Grava duas vezes. É só o início.

* * *

Num intervalo, antes de nos despedirmos, Mariana comenta que passou vergonha na tarde anterior.

- Guri, precisei andar de bicicleta. Eu não sei andar. Eles ficavam pedindo pra ir devagar. Nem devagar nem com pressa (risos).

Antes do tchau, sabe-se lá por que, comentamos sobre um dos ícones da gastronomia local.

- Você gosta de pão com bolinho? – questiona a parceira de Lilian Pacce.

- Claro, com maionese e queijo – respondo.

- Hummm, ontem minha mãe levou para a equipe. Foi o nosso almoço. Uma delícia.

Até a próxima!

* Texto publicado na Contracapa deste fim de semana.

em casa

16 de abril de 2010 0

Nesta sexta pela manhã acompanhei Mariana Weickert na gravação dos comerciais do Shopping Neumarkt. A blumenauense, sempre simpática e sem afetação, contou as novidades, brincou com a equipe e recebeu a visita dos pais no set.

Na Contracapa do próximo fim de semana (23 e 25/04) conto mais detalhes dos bastidores.

no elevador

07 de abril de 2010 0

Sexo e Moda é o tema do programa Vai e Vem, apresentado por Preta Gil no GNT.

Nesta sexta, às 23h30min, a filha de Gilberto Gil recebe a blumenauense Mariana Weickert, repórter do GNT Fashion, e o estilista Walério Araújo.

Mariana soltou a voz sobre o assunto:

– Eu leio que ioga está muito na moda, pilates e bota de montaria para as que gostam de cavalgar.

A modelo confessa ainda que gosta de passar um bom hidratante no corpo antes de transar e que faz questão que o homem esteja sempre de cueca bonita e nova.

* Texto publicado na Contracapa desta quarta.