Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de setembro 2009

Saul Fin deixa o Riograndense

30 de setembro de 2009 0

Saul Fin agora é ex-presidente do Riograndense. Ele entregou nesta quarta-feira a sua carta de demissão. A saída de Saul do clube já havia sido anunciada anteriormente, mas agora é oficial. Ele vai morar em Porto Alegre e, por isso, entregou o cargo. O vice-presidente Idarlei Pereira assumirá a presidência interinamente, e uma nova eleição será marcada nos próximos dias.

Postado por Thaise Moreira

Segundona em 31 de janeiro

30 de setembro de 2009 0

Já está definido. Segundo a Federação Gaúcha de Futebol (FGF), a Série B do Gauchão terá início em 31 de janeiro e deve terminar em junho, antes de a Copa do Mundo começar – a Copa vai de 11 de junho a 11 de julho. Como a Segundona será antecipada, pois geralmente ela começava em março, os clubes já estão se agilizando. É o caso do Riograndense, que já tem três jogadores com a negociação encaminhada. Os nomes devem ser divulgados a partir da semana que vem.

Postado por Thaise Moreira

Compromisso na Federação

30 de setembro de 2009 0

A agenda do presidente do Inter-SM nesta quinta-feira inclui uma visita à Federação Gaúcha de Futebol. Marineu Ziani marcou uma reunião com o presidente da Federação, Francisco Novelletto, para tratar da verba que a entidade vai repassar aos clubes que disputarão o Gauchão – o campeonato deve começar na segunda ou na terceira semana de janeiro.

Marineu também está otimista quanto à liberação do dinheiro que o Inter-SM tem a receber referente à venda do atacante Josiel do Paraná ao Al-Wahda, por ter revelado o jogador. O presidente colorado diz que há boa possibilidade de voltar de Porto Alegre nesta quinta-feira com o dinheiro em mãos. O valor não foi informado, mas especula-se que seja algo em torno de 50 mil dólares (cerca de R$ 90 mil). O valor é bem abaixo daquele que o clube esperava receber, pois chegou a se falar em cerca de R$ 200 mil, mas toda a ajuda é válida para quem está cheio de dívidas. 

Postado por Thaise Moreira

Marineu arregaça as mangas

30 de setembro de 2009 0

Primeiro escalão do Inter-SM se reuniu com o prefeito Cezar Schirmer nesta quarta-feira para buscar apoio/Charles Guerra
O novo presidente do Inter-SM, Marineu Ziani, pode até não contar com a simpatia de boa parte da torcida colorada, mas que ele está se esforçando para reverter esse quadro, isso ele está. No primeiro dia após a eleição, Marineu foi fazer um corpo a corpo com o bispo diocesano dom Helio Rubert e com a imprensa da cidade, inclusive com o Diário de Santa Maria. Já nesta quarta-feira, o presidente colorado, seus vices (Paulo Brandt e Wanderlei Ghilardi) e o conselheiro Luiz Carlos Druzian fizeram uma visita ao prefeito Cezar Schirmer. A intenção é buscar apoio e externar as ideias da nova diretoria. Marineu também procurou o presidente do Grêmio Atlético Imembuy para negociar a renovação de parceria com o clube amador de Santa Maria. E as ideias de Marineu e de sua equipe parecem bem promissoras. O dirigente espera garantir fontes de receita para pagar as dívidas do clube sem comprometer o dinheiro do futebol. Ah, Marineu também planeja fechar o anel de arquibancadas do Estádio Presidente Vargas, um sonho nutrido desde 2007, quando ele também era o presidente. Se os planos serão colocados em prática e se darão certo, só o tempo vai dizer. Mas pelo que está mostrando neste começo de gestão, Marineu está merecendo o crédito da torcida.

Postado por Thaise Moreira

Rempel fala sobre sua gestão

29 de setembro de 2009 0

Ex-presidente Carlos Rempel alega que já recebeu o clube com muitas dívidas/Fernando Ramos

Depois de eleito o novo presidente do Inter-SM, Marineu Ziani, que será responsável por comandar a campanha colorada no Gauchão 2010, o momento é de projetar o futuro. Mas também de se fazer um balanço da gestão anterior, que teve Carlos Rempel à frente do clube. Aproveitando esse período de transição, meu colega Ramiro Guimarães fez uma entrevista com Rempel, que foi muito criticado nesta temporada, tanto pela torcida quanto por ex-companheiros de diretoria. A entrevista será publicada na edição impressa do Diário nesta quarta-feira. Mas o pessoal que acessa o blog poderá conferir o material em primeira mão. Segue abaixo

 

Entrevista: Carlos Rempel, ex-presidente do Inter-SM

Só o tempo dirá como Carlos Rempel será lembrado pela torcida do Inter-SM: como vice-presidente de futebol que levou o time de volta à Série A, como presidente responsável pela melhor campanha da equipe colorada na história do Gauchão ou como o dirigente que entregou o clube em dificuldades financeiras? Foram três anos no pelotão de frente do Inter-SM — um como homem forte de futebol (2007) e dois como presidente (2008 e 2009). Em conversa com o Diário, o agora ex-presidente colorado faz um balanço da sua passagem pela diretoria do clube.

Diário de Santa Maria — Quando o senhor decidiu ser candidato à reeleição, em 2008, tinha como prever que a temporada 2009 seria tão conturbada assim?

Carlos Rempel — De certa forma, isso me surpreendeu. Eu tentei fazer uma composição com alguns nomes que não eram propriamente de oposição, mas que, no momento, estavam um pouco distantes de mim, e isso foi um erro. Pela experiência adquirida, eu achei, sinceramente, que nós faríamos um grande Gauchão, apesar das dificuldades financeiras ainda decorrentes da Série C. Mas as coisas não saíram como o esperado.

Diário — O senhor tem receio de ser lembrado como o dirigente que deixou o Inter-SM com dívidas, e não pelas boas campanhas na Série B de 2007 e na Série A de 2008?

Rempel — Não, até porque, quem acompanha o dia-a-dia do clube sabe que eu o herdei já com dívidas em 2007 e tentei fazer tudo que estava ao meu alcance para melhorar essa situação. E, acima de tudo, eu tive coragem. Tive coragem de apostar todas as fichas na Série B, tive coragem de fazer um time competitivo para o Gauchão de 2008 e tive coragem de entrar numa Série C de Campeonato Brasileiro. Na vida, tu tens de ser ousado. Às vezes, tu acabas pagando um preço, mas eu nunca fiz nada que fosse desnecessário para o clube.

Diário — Foram três temporadas bem desgastantes, o senhor pensa em permanecer na diretoria do Inter-SM, quem sabe novamente como vice-presidente de futebol de Marineu Ziani?

Rempel — Eu vou esperar um convite formal do Marineu. Na realidade, em Santa Maria, há poucas pessoas para tocar o futebol com conhecimento de mercado e relação próxima com jogadores. O Vilmar Tambara é uma dessas pessoas, mas ele deixou claro que não quer colaborar com essa nova diretoria. Se não houver ninguém para ajudar, e eu for chamado, eu vou ajudar. O mais importante é que esse legado da Série A se mantenha por muito tempo.

Postado por Thaise Moreira

Reviravolta no Conselho

29 de setembro de 2009 1

Faltavam pouco menos de quatro horas para a eleição da nova diretoria executiva do Inter-SM, quando a equipe do Diário conversou por telefone com o então presidente colorado Carlos Rempel. A pergunta, quase em tom de brincadeira, era se dava para fazer uma previsão sobre o pleito de logo mais no Estádio Presidente Vargas. Sério, Rempel cravou o seu palpite:

- Se não houver nenhuma surpresa, o Marineu vai ganhar com folga.

A confiança de Carlos Rempel, que na hora até pareceu um pouco exagerada, acabou se mostrando perfeitamente adequada ao que estava acontecendo nos bastidores. Marineu Ziani foi para a reunião sabendo que tinha a maioria dos conselheiros a seu favor e venceria a eleição de goleada se Airton Ribeiro não retirasse a sua candidatura. Mas como? Marineu Ziani não sofria uma rejeição fortíssima dentro do Conselho Deliberativo? E o grupo pró-Paulo Pimenta, que virou a Chapa 2, não contava com a maioria absoluta dos conselheiros e algumas lideranças coloradas de peso, como Mário Cassol e Heriberto Marquetto? Bom, era isso que se pensava até a segunda-feira à noite. A reviravolta no Conselho foi uma grande surpresa, sem dúvida, mas ela pode ser explicada por dois motivos.

FATOR 1 - A montagem da nominata do Chapa 2, com Airton Ribeiro como presidente e Nilton Cardoso e Verinha Pimentel como vices, não agradou 100% o grupo de apoiadores de Paulo Pimenta. O nome preferencial, é claro, era o do deputado federal, mas havia uma série de outras opções de maior impacto do que Airton e companhia… Sidnei Pereira Henrique, Heriberto Marquetto, Ídio Berger, Mário Cassol… Qualquer um destes arrecadaria mais votos entre os conselheiros do que os candidatos da Chapa 2. Além disso, apostava-se em uma transferência dos virtuais votos que Pimenta receberia para Airton, o que acabou não acontecendo.

FATOR 2 - Se a turma da Chapa 2 esbanjou falta de organização, o pelotão da Chapa 1 deu um show no quesito planejamento. Na quinta-feira, dia seguinte à confirmação das candidaturas, Luiz Carlos Druzian, o coordenador da campanha de Marineu Ziani, convocou um grupo de apoiadores para um jantar. Na ocasião, foi feito uma mapeamento detalhado do Conselho Deliberativo: quem estava com Marineu, quem estava com Airton e quem estava indeciso. A turma estabeleceu uma estratégia para arrecadar quem ainda estava em dúvida e, quem sabe, tentar converter algum eleitor da Chapa 2. O resultado foi que, já no fim de semana, Marineu Ziani estava fechado com 25 conselheiros. De fato, como havia antecipado Carlos Rempel, se houvesse uma disputa, seria uma lavada. Para Marineu Ziani.

Postado por Ramiro Guimarães

Quem desistiu foi... Airton Ribeiro

28 de setembro de 2009 5

Nas últimas duas semanas, a desistência de Marineu Ziani foi cogitada inúmeras vezes. Só aqui no blog, o tema foi debatido à exaustão. Motivos não faltavam para justificar a retirada da candidatura do ex-presidente. Dois, em especial, já pareciam mais do que suficientes para fazer com que Marineu recuasse: o alto índice de rejeição dentro do Conselho Deliberativo (pelo menos, era o que se parecia…) e o projeto sensacional que o grupo de apoio ao deputado federal Paulo Pimenta (PT) tinha para administrar o Inter-SM. Bom, por algum motivo que ainda será elucidado nos próximos dias, a maioria dos conselheiros decidiu seguir Marineu Ziani, e a turma pró-Pimenta, que mal teve competência para montar uma chapa sem o parlamentar, demonstrou uma fraqueza constrangedora e, para não perder no voto, armou uma cena e retirou a sua candidatura na última hora.

A eleição de segunda-feira foi decidida pouco antes das 20h. Exatamente às 19h50min, aproveitando o atraso no início da sessão, o grupo de apoio a Airton Ribeiro se reuniu na sala da presidência do Inter-SM juntamente com o deputado Paulo Pimenta e, em uma conversa que durou menos de cinco minutos, decidiu que iria retirar a sua candidatura. Por meio de uma contagem informal dos votos dos conselheiros, a Chapa 2 previu que seria derrotada no pleito, mas para evitar que isso ocorresse, a tática escolhida foi forçar a prestação de contas da gestão anterior. Como já se sabia desde a manhã de segunda-feira que o presidente Carlos Rempel não faria isso, amparado no parágrafo terceiro do artigo 49 do estatuto do clube, foi só esperar o desenrolar da reunião para confirmar a desistência da Chapa 2 e aclamação da Chapa 1. Dito e feito.

Marineu Ziani será um bom presidente para o Inter-SM? Difícil prever. Mas o que ficou claro neste pleito é que ele queria mesmo comandar o clube colorado novamente, e trabalhou como nunca para isso. Apoiado pelos seus vices, Paulo Brandt e Wanderlei Ghilardi, e seu mentor, Luiz Carlos Druzian, Marineu persistiu, persistiu, persistiu e acabou vencendo. Com todos os méritos e contrariando todos os prognósticos.

Postado por Ramiro Guimarães

Marineu Ziani é aclamado presidente

28 de setembro de 2009 3

Os eleitos: Paulo Brandt (a partir da esquerda), Marineu Ziani e Wanderlei Ghilardi/Lauro Alves

Por aclamação, Marineu Ziani, da Chapa 1, é o novo presidente do Inter-SM. Eleito e empossado esta noite, o dirigente que estava à frente do clube em 2007, no ano do acesso à Série A, Marineu se diz emocionado por voltar ao cargo de presidente. Ele pede que os conselheiros se reúnam na próxima segunda-feira para escolher os nomes que ocuparão os departamentos do clube.

- Quem tem que ganhar com isso não é o Marineu. É Santa Maria, é o Inter-SM – declarou o novo presidente colorado.

Ele terá como vice-presidentes Paulo Brandt (1º vice) e Wanderlei Ghilardi (2º vice). O restante dos nomes que estarão à frente dos departamentos do clube serão definidos na próxima segunda-feira, em reunião com o Conselho Deliberativo.

Postado por Thaise Moreira

Reunião paralela

28 de setembro de 2009 0

Como Airton Ribeiro, da Chapa 2, retirou a sua candidatura, os conselheiros do Inter-SM estão reunidos agora para decidir se o candidato Marineu Ziani, da Chapa 2, será aclamado presidente do clube ou se irá à votação. Ele precisa de metade dos votos mais um.

Postado por Thaise Moreira

Airton Ribeiro retira sua candidatura

28 de setembro de 2009 1

O item do momento na assembleia do Inter-SM é a prestação de contas, a qual o presidente Carlos Rempel pediu mais 15 dias para fazê-la (será no dia 9 de outubro), amparado no estatuto colorado. Porém, o assunto gerou polêmica e resultou na retirada da candidatura de Airton Ribeiro, da Chapa 2. Ele foi contrário ao adiamento da prestação de contas e, por isso, desistiu de concorrer. Dessa forma, o candidato Marineu Ziani deverá ser aclamado presidente. Mais informações, a seguir.

Postado por Thaise Moreira