Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2011

As dúvidas estão no ataque

28 de fevereiro de 2011 0

Depois de um bom resultado na estreia da Série B, o Riograndense parte em busca de mais uma vitória e, de preferência, com uma boa apresentação. Para a partida de quarta-feira, às 20h30min, contra o Panambi, fora de casa, o técnico Luís Fernando deve mandar a campo praticamente o mesmo time que começou na goleada por 4 a 1 sobre o Juventus, de Santa Rosa, no sábado.

Pois as dúvidas para a segunda rodada pairam, justamente, sobre o setor ofensivo. Os autores dos gols na estreia, Rone e Zé Carlos, estão garantidos. O problema está nas opções que Luís Fernando tinha, mas pode perder. Marcelo Lemos, que iniciou a partida de sábado, sofreu uma contratura muscular e dificilmente viaja para Panambi.

Fábio Santos, que chegou a ser titular durante a pré-temporada, não está com a situação legal resolvida. Ele veio do Irã, mas tinha registro no futebol de Portugal, onde atuou anteriormente. Para que o atleta esteja liberado para a partida desta quarta-feira, é preciso que a federação portuguesa encaminhe  documentação que falta à FIFA. Se isso não ocorrer, o técnico do Riograndense pode ter de recorrer a jogadores da base para o banco de reservas.

Técnico Luís Fernando (ao centro) pode ficar sem os atacantes Marcelo Lemos e Fábio Santos para o jogo de quarta-feira, contra o Pánambi

Por outro lado, vem a boa notícia do goleiro Goico, que tinha uma previsão inicial de ficar cerca de um mês fora. Como uma ressonância magnética apontou que ele não tem uma hérnia de disco, mas um problema menos grave, a expectativa é que a volta aos gramados ocorra em cerca de 10 dias.

A definição do time que enfrenta o Panambi deve ocorrer no treino coletivo desta terça-feira, no Estádio dos Eucaliptos. O esquema tático 4-4-2 segue mantido no Riograndense.

Vitória importante

27 de fevereiro de 2011 1

No futebol, nem sempre o placar retrata exatamente o que foi o jogo. No caso da estreia do Riograndense, a goleada de 4 a 1 contra o Juventus pode dar uma ideia de que o time da casa passeou em campo e não teve dificuldades. Não é verdade. O Riograndense não fez um bom primeiro tempo (tanto que todos os gols saíram no segundo tempo) e mostrou que ainda precisa melhorar no decorrer da Série B do Gauchão.
Mas, começar uma competição tão disputada como é a Segundona com uma goleada em casa é o melhor que uma equipe poderia fazer. A vitória dá ânimo para as rodadas seguintes. Ainda mais porque o Periquito ainda não havia vencido nesta temporada. A pressão se desfez, e a tendência é o time crescer nos próximos jogos.

Michell reclama do Inter-SM

27 de fevereiro de 2011 2

Dispensado do Inter-SM no final de janeiro, o volante Michell, também ex-Caxias, foi apresentado como o novo reforço do Sergipe, que disputa o Campeonato Sergipano, na última quarta-feira. Na época em que o jogador foi embora da Baixada, o clube alegou indisciplina e deficiência técnica. Mas não foi essa a justificativa de Michell para a sua saída do Inter-SM tão logo chegou ao Sergipe. Confira a declaração do volante, segundo a assessoria do Sergipe:
- Joguei seis partidas no Inter de Santa Maria, mas não estavam dando as condições necessárias para jogar, então optei de sair e acertar com o Sergipe. Estou feliz pela estrutura que tenho recebido, e vou fazer o máximo para retribuir a boa recepção que tenho recebido.

Na apresentação ao Sergipe, seu novo clube, o volante Michell disse que o Inter-SM não deu as condições necessárias para ele jogar

Riograndense estreia com goleada na Série B do Gauchão. Jogo foi 4 a 1 contra o Juventus, de Santa Rosa

26 de fevereiro de 2011 7

O Riograndense começou bem a campanha rumo à Série A do Gauchão em 2012. O time do técnico Luís Fernando aplicou uma goleada de 4 a 1, na tarde deste sábado, no Estádio dos Eucaliptos, sobre o Juventus, de Santa Rosa.

Na tarde deste sábado, o público compareceu em bom número à casa do Periquito, na sua estreia na Série B do Gauchão 2011. E os gols saíram todos no segundo tempo.


Jogadores do Riograndense comemoram o quarto gol do time


Aos 5 minutos, o jovem Diogo cruzou na medida e Rone cabeceou para abrir o placar. E o Riograndense seguia em cima. Tanto que aos 9, o capitão Bi alçou a bola na área e Zé Carlos, de primeira, chutou para balançar as redes pela segunda vez: 2 a 0.

Mas o Juventus começou a gostar do jogo. Aos 22, em bola que veio direita, Davi Guerreiro e Kaiser não conseguiram afastar e Fabinho completou batendo fraco e descontando para o time de Santa Rosa: 2 a 1.

Um minuto depois, Zé Carlos e Rone tabelaram na entrada da área e Rone deu um chutaço, no ângulo: 3 a 1. A partida virou goleada no finalzinho. Aos 45, quando o goleiro Tom, do Riograndense, já era o nome do jogo devido a defesas milagrosas, e tudo já parecia definido, Zé Carlos avançou do campo de defesa em velocidade e chegou na entrada da grande área, driblou um zagueiro, e fez outro golaço para o time de Santa Maria. Um chute na gaveta e números finais ao jogo: 4 a 1 para o Riograndense.

Por Lúcio Charão

Inter-SM perde amistoso para o Avenida: 2 a 1

25 de fevereiro de 2011 4

Com um gramado molhado em função da chuva torrencial da tarde e problemas na iluminação do Estádio dos Eucaliptos, o Inter-SM perdeu por 2 a 1 o amistoso contra o Avenida, na noite desta sexta-feira. Escalando o time no 4-4-2, o técnico colorado Suca aproveitou para ajustar o time que disputará o segundo turno do Gauchão Coca-Cola, mas teve de amargar uma derrota para uma equipe que disputará a Série B da competição.

O Inter-SM ainda conseguiu dominar o meio-campo, no começo da primeira etapa, mas a eficiência do ataque do Avenida definiu a partida. O meia colorado Cadu chegou a chutar uma bola na trave adversária, aos 30 minutos, mas foi o atacante Felipe Garopaba, do time da casa, quem abriu o placar, um minuto depois. Em jogada individual, ele invadiu a área colorada e chutou sem chances para Paulo Roberto.

Time do meia Wendes (à esq.) tentou a reação, mas não conseguiu evitar a derrota de 2 a 1 para o Avenida

Aos 36, o meia Chiquinho, ex-Inter-SM, cruzou bola da direita, na cabeça do atacante Rafael Refatti, que desviou do goleiro colorado. A reação veio logo, mas não foi o suficiente para evitar a derrota. Com um chute de longe, o volante Elias diminuiu para o Inter-SM aos 39. Na etapa final, houve muita movimentação, mas nenhum gol. Por decisão do árbitro Fabrício Neves Correa, os dois tempos terminaram aos 40 minutos. Ao fim da partida, o gerente de futebol do Inter-SM, Chiquinho, foi para cima da arbitragem criticando a decisão.

O Inter-SM jogou com Paulo Roberto; Marcelo Rincón (Faguinho), Diego Borges, André Bahia e Felipe Athirson (Audi); Elias, Luiz Henrique (Rafael Lima), Wendes e Cadu (Geison); Rafael Gago e Dinei (Ronni). O próximo compromisso do Inter-SM dentro de campo na preparação para o segundo turno do Gauchão será na próxima quarta-feira, em amistoso contra o Santo Ângelo, na casa do adversário.

Suca muda no Inter-SM

25 de fevereiro de 2011 0

O atacante Geison entrou no Inter-SM, no lugar do meia Cadu, que atuou a maioria do amistoso contra o Avenida com um curativo na cabeça. O atleta se machucou em um lance no primeiro tempo. Aos 37 minutos da etapa final, o Avenida vence por 2 a 1 o jogo no Estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul.

Luiz Henrique é substituído para o Inter-SM não ficar com um a menos

25 de fevereiro de 2011 0

Pelo mesmo motivo da substituição do atacante Dinei, o técnico Suca, do Inter-SM, tirou o volante Luiz Henrique, aos 15 minutos do segundo tempo. No lugar dele, entrou o zagueiro Rafael Lima. Luiz Henrique chegou forte em um jogador do Avenida, que vence a partida por 2 a 1, e o juiz Fabrício Neves Correa orientou Suca a substituí-lo para não dar o cartão vermelho.

Atacante Dinei é substituído no Inter-SM

25 de fevereiro de 2011 0

Aos 10 minutos do segundo tempo do amistoso contra o Avenida, em Santa Cruz do Sul, o técnico Suca do Inter-SM, foi obrigado a substituir o atacante Dinei. Como o atleta se desentendeu com o meia Eder Lazzari, da equipe da casa, o árbitro Fabrício Neves Correa orientou os técnicos a tirar os jogadores para não expulsá-los. Ronni está em campo e forma a dupla de ataque do Inter-SM ao lado de Rafael Gago. O Avenida segue vencendo por 2 a 1.

Segundo tempo também terá apenas 40 minutos

25 de fevereiro de 2011 1

Na volta para o segundo tempo do amistoso entre Avenida e Inter-SM, em Santa Cruz do Sul, o árbitro Fabrício Neves Correa avisou que a etapa final também terá apenas 40 minutos. Correa reclamou das péssimas condições da iluminação do Estádio dos Eucaliptos.

Começa o segundo tempo no Estádio dos Eucaliptos

25 de fevereiro de 2011 0

O árbitro Fabrício Neves Correa acaba de apitar para o início do segundo tempo do amistoso entre Avenida e Inter-SM, no Estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul. A equipe da casa vai vencendo por 2 a 1. O técnico Suca substituiu os dois laterais: na direita, Marcelo Rincón deu lugar a Faguinho e, na esquerda, Audi entra para a saída de Felipe Athirson.