Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 9 março 2012

Enfim, o público e renda do Rio-Nal

09 de março de 2012 13

O número de torcedores do Periquito e a renda arrecadada pelo clube no Rio-Nal do dia 4 de março, na Baixada, foram divulgados nesta sexta-feira pelo clube, a pedido do blog/Diário. Segundo o diretor de finanças do Riograndense, João Provensi, foram vendidos 1.412 ingressos para a torcida esmeraldina, que geraram uma renda de R$ 13.876. Mas Provensi chama a atenção para um detalhe: como houve torcedores do Riograndense que compraram ingressos nos pontos de venda destinados à torcida do Inter-SM, o dirigente acredita que público do Riograndense possa ter chegado a cerca de 1.850 pessoas, visto que todos os espaços destinados à torcida visitante foram preenchidos.
Pelo lado do Inter-SM, os números oficiais divulgados ficaram bem abaixo da estimativa feita pela Brigada Militar e pelo próprio clube no dia do Rio-Nal. No borderô, constam 883 lugares vendidos e uma renda de R$ 9.305. Como a estimativa de público total na Baixada era de cerca de 6 mil torcedores, somando-se a torcida do Riograndense, a diferença é de 3.705 torcedores. Mesmo que as cortesias estejam incluídas aí, é muita diferença. Mas, enfim, esses são os números oficiais.

Quanta demora na divulgação do borderô

09 de março de 2012 1

Vai ano, vem ano e algumas posturas arcaicas não mudam no futebol profissional de Santa Maria. O Rio-Nal na estreia da Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho ocorreu há uma semana, mas o borderô do jogo, de responsabilidade do mandante da partida, o Inter-SM, só foi enviado à Federação Gaúcha de Futebol (FGF) na tarde desta sexta-feira. E só depois de muita pressão da Federação.
Para a imprensa, a informação era de que a contagem dos ingressos e o cálculo dos valores ainda estavam sendo feitos. Enquanto isso, a Federação fazia contato com o clube por telefone e por e-mail, porém, sem obter retorno. Na sexta-feira, antes de o clube enviar o borderô, a indignação da tesoureira da Federação, Andréa Mattos, era evidente. Segundo ela, o Inter-SM teria até as 16h de sexta-feira para enviar os números da partida. Caso contrário, o regulamento da Divisão de Acesso seria cumprido.
E o que diz o regulamento sobre os borderôs? Segue o parágrafo 7º do artigo 63: “O clube que deixar de recolher as taxas e tributos devidos, bem como a apresentação do borderô da partida, no primeiro dia útil após a realização da partida, será afastado da competição e também ficará impedido de participar das competições oficiais de 2012 e 2013.”
Ou seja, conforme o regulamento, e mesmo que a Federação tenha adotado bom senso em dar um prazo maior, o Inter-SM corria o risco de ser eliminado da competição fora de campo. Mais uma vez, faltou organização por parte do clube para agilizar essa contagem. A prestação de contas não é para a imprensa, mas, sim, para os torcedores. Confira, num próximo post, o público e a renda do Rio-Nal, divulgados por Inter-SM e Riograndense.