Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 29 março 2012

Em mais uma virada, Inter-SM chega à vice-liderança

29 de março de 2012 9

O Inter-SM repetiu a dose. Assim como havia feito no São Paulo, em Rio Grande, na terça-feira, o time conquistou outra vitória de 2 a 1, de virada. Desta vez, o adversário foi o Guarani-VA, na noite desta quinta-feira, em um Estádio Presidente Vargas com cerca de mil torcedores. Na terceira das quatro partidas em oito dias, que teve cinco expulsões, o time mostrou vontade para chegar à vice-liderança do Grupo 1 da Divisão de Acesso, com 14 pontos.

A primeira partida noturna que a Baixada recebeu na competição, com boa iluminação, começou fria. Não só pela temperatura amena, mas em função das poucas chances criadas no primeiro tempo. As principais jogadas do Inter-SM vieram nas investidas do meia Vainer, pelo lado direito. Mas o Guarani saiu na frente. Arpini levantou a bola para a área, aos 25 minutos, em cobrança de falta frontal, e, na rebatida, Felipe Martins tocou para as redes.

O time treinado por Sérgio Savian não se entregou e, em jogada de Enzo, pela direita, o atacante Magno aproveitou o cruzamento do uruguaio para finalizar e empatar, aos 34. O jogo esquentou, mesmo, com as expulsões dos laterais Michel, do Guarani, e Dudu, do Inter-SM, um minutos após o gol. Giovani, que estava no banco de reservas dos visitantes, também levou o cartão vermelho durante a confusão.

Gol e mais expulsões – Com bastante movimentação, mas excesso de erros de passe, a volta do intervalo foi nervosa. Em um jogo franco, o Inter-SM encontrou o segundo gol. Paulo Henrique cobrou escanteio da direita, aos 20 minutos. O atacante Fabiano Veiga, que havia entrado no primeiro tempo, antecipou, o goleiro Paulo Roberto foi atrapalhado pela zaga e não conseguiu segurar: 2 a 1.

Fabiano Veiga saiu do banco de reservas para marcar o gol da vitória. Na comemoração, ele tirou a camisa, observado por Darzoni, e foi até a torcida

Com a vice-liderança na mão, os comandados de Sérgio Savian correram até o fim para garantir os três pontos. Mais duas confusões nos minutos finais resultaram em expulsões. Sobrou para Willian, do Guarani, e Magno, do Inter-SM, que havia sido substituído, mas não havia ido para o vestiário.

O Inter-SM chegou à vitória com Bastos; Jeferson, Darzoni, Xavier (Rafael Marques) e Dudu; Rossi, Paulo Henrique Miranda, Enzo, Marquinhos (Fabiano Veiga) e Vainer; Magno (Léo). Na última rodada do primeiro turno do Grupo 1 da Divisão de Acesso, o time jogará às 15h30min do próximo domingo, contra o Riopardense. O jogo será no Estádio Amaro Cassep, em Rio Pardo.

Riograndense leva 3 a 2 de virada e perde a chance de ser líder

29 de março de 2012 14

O Riograndense perdeu uma chance e tanto de assumir a liderança do Grupo 1 da Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho. Ainda mais porque o time de Santa Maria saiu na frente no placar no jogo desta quinta-feira à noite, contra o São Paulo, no Estádio Aldo Dapuzzo, em Rio Grande. Mas o Periquito perdeu de virada por 3 a 2 e caiu para o quinto lugar na chave, com 12 pontos. No domingo, a equipe do técnico Tiago Nunes enfrentará o Farroupilha, de Pelotas, no Estádio dos Eucaliptos. O jogo começa às 15h30min.   
No duelo em Rio Grande, o técnico Tiago Nunes promoveu duas estreias no time. O lateral-direito Mário Mayer e o zagueiro Sandro Müller vestiram a camisa do Periquito pela primeira vez nesta Divisão de Acesso. Destaque para o zagueiro, que demonstrou segurança e lembrou as boas atuações da época em que defendia o Cruzeiro-PA.
E o fato de o Riograndense ter jogado fechadinho no primeiro tempo foi o que barrou as investidas do São Paulo. A equipe da casa teve mais volume de jogo e chegou com perigo ao ataque em várias oportunidades. Numa sequência de dois lances, aos 13 minutos, o goleiro Goico fez grandes defesas e salvou os chutes de Dângelo e de Rafael Refatti.  
Mas o Riograndense aproveitou a sua primeira chegada perigosa no primeiro tempo para abrir o placar no Aldo Dapuzzo. E foi do artilheiro Kelson que saiu o gol. Aos 16 minutos, numa jogada de João Cléber pela esquerda, a bola foi no centroavante, que chutou para fazer o seu oitavo gol nesta Divisão de Acesso. A bola ainda bateu no chão antes de entrar.

Zagueiro Sandro Müller (de verde, à esquerda) estreou e teve boa atuação

Pena que o Riograndense não conseguiu segurar o São Paulo no segundo tempo. Aos 12 minutos, numa jogada que começou com Deivid e teve participação de Dângelo, Juliano deixou tudo igual: 1 a 1 aos 12 minutos. A virada veio aos 16, com o gol de cabeça de Caçapa após cruzamento da direita.
O Periquito ainda buscou o empate em boa tabela que Chiquinho finalizou com um golaço de perna esquerda, aos 32. Mas o São Paulo passou à frente novamente aos 36 minutos, após cobrança de falta que resultou no gol de Rodrigo Gaúcho. O Periquito ainda teve João Cléber expulso. Final de jogo: 3 a 2 para o time da casa, e a chance desperdiçada pelo Riograndense de assumir a liderança.