Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de março 2012

Riograndense fecha o primeiro turno nos Eucaliptos, contra o Farroupilha

30 de março de 2012 0

Na despedida do primeiro turno da primeira fase da Divisão de Acesso, o Riograndense quer manter a tradição de frequentar a zona de classificação no Grupo 1. Em quinto lugar, com 12 pontos, o time recebe o Farroupilha, de Pelotas, às 15h30min deste domingo, no Estádio dos Eucaliptos. Em caso de vitória, o Periquito se reaproxima da ponta da tabela.

O técnico Tiago Nunes terá a volta dos volantes Rafael Pelezinho e Odair e do atacante Marcão. O trio havia cumprido suspensão. Por outro lado, os zagueiros Brasa, com desconforto no músculo adutor da coxa, e Alex Silveira, com torção no tornozelo, dificilmente terão condições de jogar.

Reinaldo sofreu uma lesão no joelho na derrota de 3 a 2 para o São Paulo e é dúvida. Se ele não puder jogar, o técnico estuda a possibilidade de recuar o volante Rangel para formar dupla de zaga com Sandro Müller. Por falar no jogo em Rio Grande, o técnico gostou da produção do time.

O time jogou bem, manteve a regularidade. Não estou insatisfeito, são apenas questões pontuais a acertar, da exposição física na bola parada, de tomar conta da área. Não deixar os caras nos atropelarem – avalia Tiago.

Zagueiro Reinaldo (de colete amarelo) machucou o joelho em Rio Grande e é dúvida

Outras modificações promovidas no Riograndense serão o retorno de Rafael Pelezinho à lateral direita e a substituição do suspenso João Cléber por Dênio no meio-campo. Caso Rangel seja deslocado para a zaga, Odair pode voltar ao time e formar a dupla de volantes com Edu Silva. Tiago Nunes pode mandar o Periquito a campo com Goico; Rafael Pelezinho, Reinaldo (Odair), Sandro Müller e Elton Macaé; Rangel, Edu Silva, Dênio, Chiquinho e David; Kelson.

Com a suspensão de João Cléber, o meia Dênio (foto) está de volta ao time

Bilheteria – Os ingressos para o jogo de domingo custam R$ 30 (pavilhão social), R$ 20 (arquibancada geral, na hora) e R$ 10 (antecipados para arquibancada geral). Estudantes e idosos pagam meia-entrada na geral. Menores de 12 anos, mulheres e sócios em dia não pagam.

Os pontos de venda são a secretaria do Estádio dos Eucaliptos, a Churrascaria Bovinu’s (Rua Venâncio Aires, 1.596), o Big Lucão (Praça Saldanha Marinho), a BMG Empréstimos (Rua Venâncio Aires, 1.798), a Barichello Empréstimos (Rua Venâncio Aires, 1.401), os Postos Peninha (ruas Venâncio Aires e Sete de Setembro) e a Bordin Materiais de Construção (BR-287, 2.400, Bairro Juscelino Kubitschek).

Vitória sobre o Riopardense pode levar Inter-SM à liderança

30 de março de 2012 2

A terceira vitória consecutiva na Divisão de Acesso é a meta do Inter-SM. Se o time voltar com os três pontos de Rio Pardo, onde enfrenta o Riopardense às 15h30min deste domingo, pode terminar o primeiro turno na liderança do Grupo 1. Mesmo com parte dos salários atrasada, os jogadores têm feito sua parte dentro de campo, o que garante a atual segunda colocação, com 14 pontos.

O técnico Sérgio Savian espera que seus comandados mantenham o foco em Rio Pardo – na tarde desta sexta-feira, eles receberam parte dos salários atrasados e ouviram mais explicações da diretoria. O time será definido no treino recreativo na manhã deste sábado, no Estádio Presidente Vargas. Mas o esquema tático 4-2-3-1, com dois volantes e três meias, deve ser mantido.

Se o sistema de jogo fica, alguns jogadores saem do time. O lateral-esquerdo Dudu e o atacante Magno levaram cartão vermelho contra o Guarani-VA, e o volante Rogério Patrola tem mais um jogo de suspensão para cumprir. Como o zagueiro Morelli volta, formará a dupla de zaga com Darzoni. Na lateral esquerda, pode cair o zagueiro Xavier, a menos que ele seja vetado em função das dores que sentiu na coxa.

Caso não seja vetado em função de dores na coxa, zagueiro Xavier (à dir.) pode jogar como lateral-esquerdo contra o Riopardense, às 15h30min de domingo, em Rio Pardo

Nesse caso, Vainer deixaria o trio de articulação para atuar como lateral. Os meias Julinho, recuperado de lesão, e Marquinhos seriam os favoritos para entrar no meio-campo. Lucas Campos será o substituto de Magno no ataque. O time provável é: Bastos; Jeferson, Morelli, Darzoni e Xavier (Julinho ou Marquinhos); Rossi, Paulo Henrique Miranda, Enzo, Fabiano Veiga e Vainer; Lucas Campos.

Meia Julinho está recuperado de lesão e pode ser opção para o técnico Sérgio Savian

Baixada mais iluminada

30 de março de 2012 1

Quem foi ao Presidente Vargas no jogo noturno de quinta-feira, na vitória de virada do Inter-SM sobre o Guarani-VA, por 2 a 1, deve ter notado uma melhora na capacidade de iluminação do estádio (foto abaixo). Ainda não está 100%, mas a Baixada ficou mais iluminada porque foram trocados alguns refletores que estavam queimados e outros que estavam com problema de contato foram consertados. Dos 30 refletores existentes, 28 estavam funcionando normalmente, e apenas dois seguiam queimados – eles devem ser trocados nos próximos dias. O passo seguinte deve ser a instalação de mais três refletores em cada uma das quatro torres, o que ampliaria consideravelmente a capacidade de iluminação do estádio.


A classificação do Grupo 1 da Divisão de Acesso, a uma rodada do fim do primeiro turno

30 de março de 2012 1

Na oitava rodada do primeiro turno da Divisão de Acesso, Inter-SM e Riograndense conseguiram se manter entre os seis classificados à segunda fase. Mas o alvirrubro levou a melhor. Venceu o Guarani-VA por 2 a 1, de virada, e chegou à vice-liderança do Grupo 1, com 14 pontos, ultrapassando o rival. O Periquito, que levou 3 a 2 do São Paulo, em Rio Grande, permaneceu com 12 pontos, agora em quinto lugar. No fim de semana, será disputada a última rodada do primeiro turno, e a dupla Rio-Nal dará sequência à luta pela classificação.

Em mais uma virada, Inter-SM chega à vice-liderança

29 de março de 2012 9

O Inter-SM repetiu a dose. Assim como havia feito no São Paulo, em Rio Grande, na terça-feira, o time conquistou outra vitória de 2 a 1, de virada. Desta vez, o adversário foi o Guarani-VA, na noite desta quinta-feira, em um Estádio Presidente Vargas com cerca de mil torcedores. Na terceira das quatro partidas em oito dias, que teve cinco expulsões, o time mostrou vontade para chegar à vice-liderança do Grupo 1 da Divisão de Acesso, com 14 pontos.

A primeira partida noturna que a Baixada recebeu na competição, com boa iluminação, começou fria. Não só pela temperatura amena, mas em função das poucas chances criadas no primeiro tempo. As principais jogadas do Inter-SM vieram nas investidas do meia Vainer, pelo lado direito. Mas o Guarani saiu na frente. Arpini levantou a bola para a área, aos 25 minutos, em cobrança de falta frontal, e, na rebatida, Felipe Martins tocou para as redes.

O time treinado por Sérgio Savian não se entregou e, em jogada de Enzo, pela direita, o atacante Magno aproveitou o cruzamento do uruguaio para finalizar e empatar, aos 34. O jogo esquentou, mesmo, com as expulsões dos laterais Michel, do Guarani, e Dudu, do Inter-SM, um minutos após o gol. Giovani, que estava no banco de reservas dos visitantes, também levou o cartão vermelho durante a confusão.

Gol e mais expulsões – Com bastante movimentação, mas excesso de erros de passe, a volta do intervalo foi nervosa. Em um jogo franco, o Inter-SM encontrou o segundo gol. Paulo Henrique cobrou escanteio da direita, aos 20 minutos. O atacante Fabiano Veiga, que havia entrado no primeiro tempo, antecipou, o goleiro Paulo Roberto foi atrapalhado pela zaga e não conseguiu segurar: 2 a 1.

Fabiano Veiga saiu do banco de reservas para marcar o gol da vitória. Na comemoração, ele tirou a camisa, observado por Darzoni, e foi até a torcida

Com a vice-liderança na mão, os comandados de Sérgio Savian correram até o fim para garantir os três pontos. Mais duas confusões nos minutos finais resultaram em expulsões. Sobrou para Willian, do Guarani, e Magno, do Inter-SM, que havia sido substituído, mas não havia ido para o vestiário.

O Inter-SM chegou à vitória com Bastos; Jeferson, Darzoni, Xavier (Rafael Marques) e Dudu; Rossi, Paulo Henrique Miranda, Enzo, Marquinhos (Fabiano Veiga) e Vainer; Magno (Léo). Na última rodada do primeiro turno do Grupo 1 da Divisão de Acesso, o time jogará às 15h30min do próximo domingo, contra o Riopardense. O jogo será no Estádio Amaro Cassep, em Rio Pardo.

Riograndense leva 3 a 2 de virada e perde a chance de ser líder

29 de março de 2012 14

O Riograndense perdeu uma chance e tanto de assumir a liderança do Grupo 1 da Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho. Ainda mais porque o time de Santa Maria saiu na frente no placar no jogo desta quinta-feira à noite, contra o São Paulo, no Estádio Aldo Dapuzzo, em Rio Grande. Mas o Periquito perdeu de virada por 3 a 2 e caiu para o quinto lugar na chave, com 12 pontos. No domingo, a equipe do técnico Tiago Nunes enfrentará o Farroupilha, de Pelotas, no Estádio dos Eucaliptos. O jogo começa às 15h30min.   
No duelo em Rio Grande, o técnico Tiago Nunes promoveu duas estreias no time. O lateral-direito Mário Mayer e o zagueiro Sandro Müller vestiram a camisa do Periquito pela primeira vez nesta Divisão de Acesso. Destaque para o zagueiro, que demonstrou segurança e lembrou as boas atuações da época em que defendia o Cruzeiro-PA.
E o fato de o Riograndense ter jogado fechadinho no primeiro tempo foi o que barrou as investidas do São Paulo. A equipe da casa teve mais volume de jogo e chegou com perigo ao ataque em várias oportunidades. Numa sequência de dois lances, aos 13 minutos, o goleiro Goico fez grandes defesas e salvou os chutes de Dângelo e de Rafael Refatti.  
Mas o Riograndense aproveitou a sua primeira chegada perigosa no primeiro tempo para abrir o placar no Aldo Dapuzzo. E foi do artilheiro Kelson que saiu o gol. Aos 16 minutos, numa jogada de João Cléber pela esquerda, a bola foi no centroavante, que chutou para fazer o seu oitavo gol nesta Divisão de Acesso. A bola ainda bateu no chão antes de entrar.

Zagueiro Sandro Müller (de verde, à esquerda) estreou e teve boa atuação

Pena que o Riograndense não conseguiu segurar o São Paulo no segundo tempo. Aos 12 minutos, numa jogada que começou com Deivid e teve participação de Dângelo, Juliano deixou tudo igual: 1 a 1 aos 12 minutos. A virada veio aos 16, com o gol de cabeça de Caçapa após cruzamento da direita.
O Periquito ainda buscou o empate em boa tabela que Chiquinho finalizou com um golaço de perna esquerda, aos 32. Mas o São Paulo passou à frente novamente aos 36 minutos, após cobrança de falta que resultou no gol de Rodrigo Gaúcho. O Periquito ainda teve João Cléber expulso. Final de jogo: 3 a 2 para o time da casa, e a chance desperdiçada pelo Riograndense de assumir a liderança.

Inter-SM estreará o esquema 4-2-3-1 diante do Guarani-VA

28 de março de 2012 4

O Inter-SM tem a chance de provar que o vestiário está blindado quanto às dificuldades financeiras do momento. Depois de vencer o São Paulo, em Rio Grande, por 2 a 1, o alvirrubro espera uma vitória contra o Guarani-VA nesta quinta-feira, às 20h30min, no Estádio Presidente Vargas, para avançar na classificação do Grupo 1 da Divisão do Acesso.

O técnico Sérgio Savian nem teve tempo de assimilar a vitória em Rio Grande, na terça-feira, e precisou pensar no time que encara o Guarani-VA. Ele não terá à disposição o lateral-direito Tecko, que voltou a sentir dores musculares, o zagueiro Morelli e o volante Rogério Patrola, ambos suspensos. Na tarde desta quarta-feira, o grupo participou de um trabalho físico na Baixada.

Para enfrentar o Guarani-VA, o Inter-SM muda o esquema tático: sai o 3-5-2 das últimas rodadas para a estreia, enfim, do 4-2-3-1, um 4-5-1 com dois volantes e três meias. No esquema preferido de Savian, os laterais Jeferson, pela direita, e Dudu, pela esquerda, estrearão na Divisão de Acesso. Rossi e Paulo Henrique serão os volantes, enquanto o trio formado por Enzo, Marquinhos e Vainer articulará as jogadas ofensivas.

O lateral-direito Jeferson, 21 anos, um dos remanescentes do time B do segundo semestre do ano passado, não esconde a expectativa por assumir a titularidade:

– Vou ver a orientação do técnico, o que ele vai falar. Mas, se me liberar, vou para cima. Tenho velocidade. Eu acho que agora chegou a minha hora, né?

Estreante na Divisão de Acesso, o lateral Jeferson (à dir., recebendo orientações de Sérgio Savian) promete ir para cima do Guarani-VA

Bilheteria – Ao torcedor que pretende ir à Baixada apoiar o time, atenção: os ingressos para Inter-SM x Guarani-VA custam R$ 50 (cadeiras), R$ 20 (pavilhão B) e R$ 10 (arquibancada geral). Estudantes e idosos pagam meia-entrada, e sócios, mulheres e menores de 12 anos entram de graça.

De virada, Inter-SM vence o São Paulo, em Rio Grande, e se reanima

27 de março de 2012 11

O Inter-SM reagiu positivamente às dificuldades do momento na Divisão de Acesso. Enfrentando parte dos salários atrasada e vindo de uma goleada para o Farroupilha, o time treinado por Sérgio Savian derrotou de virada o São Paulo, de Rio Grande, em pleno Estádio Aldo Dapuzzo, na noite desta terça-feira. Os 2 a 1, no complemento do jogo suspenso na semana passada, foram de virada, e o alvirrubro chegou à quarta colocação do Grupo 1.

Na retomada do jogo, aos 40 minutos do primeiro tempo, as equipes saíram queimando substituições. Os motivos foram os mesmos: jogadores lesionados dos dois lados. No Inter-SM, a ausência do lateral-direito Tecko se confirmou. A solução encontrada pelo técnico Sérgio Savian foi deslocar o volante Rossi, que já estava em campo no jogo anterior, para a lateral. Quem entrou no time foi o volante Rafael Marques.

Em complemento do jogo suspenso em função de temporal, o Inter-SM do zagueiro Morelli (ao fundo, à esq.) conseguiu os três pontos

Logo de cara, o time da casa tomou a iniciativa e pressionou o Inter-SM. Coube ao goleiro Bastos seguir a rotina de salvar o time. Foram dele as defesas aos 43 e aos 46 minutos, em jogadas dos atacantes Tainã e Juliano. Bastos ajudou o time alvirrubro, mas não impediu o gol do São Paulo. E a abertura do placar veio de pênalti.

Se aos três minutos do primeiro tempo, na semana passada, o goleiro havia defendido a cobrança de Deivid, dessa vez não deu para ele. Agora, aos cinco minutos do segundo tempo, em pênalti cometido pelo próprio Bastos, Ânderson Ijuí bateu e marcou o gol.

A virada - A vitória do Inter-SM veio em um espaço de menos de cinco minutos. O primeiro gol saiu em contra-ataque bem encaixado, aos 31. Lucas Campos, que havia entrado há pouco, escorou para Vainer acertar chute no ângulo: 1 a 1.

A virada chegou em mais um gol de Vainer. Magno foi derrubado na área, aos 33 minutos. Pênalti que Vainer converteu aos 34. Com o 2 a 1 na mão, o Inter-SM conseguiu segurar o adversário. Ainda deu tempo para Mateus, do São Paulo, e Rogério Patrola, do alvirrubro, serem expulsos.

O Inter-SM jogou com Bastos; Morelli, Xavier e Darzoni; Tecko (Rafael Marques, depois Marquinhos), Rogério Patrola, Rossi, Paulo Henrique Miranda (Lucas Campos) e Vainer; Enzo e Magno. O time volta a jogar nesta quinta-feira, às 20h30min, no Estádio Presidente Vargas, contra o Guarani-VA.

Com desfalques, Riograndense se prepara para enfrentar o São Paulo-RG

27 de março de 2012 0

Desfalcado para o jogo desta quinta-feira, às 20h30min, contra o São Paulo, em Rio Grande, o Riograndense fará o último treino nesta quarta-feira manhã. No Estádio dos Eucaliptos, o técnico Tiago Nunes comandará, possivelmente, um trabalho de bola parada e um recreativo. Às 14h30min, a delegação embarca para Pelotas, onde ficará até poucas horas antes da partida.

Três ausências são certas: os volantes Rafael Pelezinho e Odair e o atacante Marcão cumprirão suspensão. As incertezas também se estendem à zaga. O titular Alex Silveira, que vem de uma torção no tornozelo e sentiu uma cãibra na panturrilha no jogo de domingo, contra o 14 de Julho, foi poupado do treino desta terça-feira.

Brasa, que substituiu Alex Silveira, fez tratamento com gelo, em separado. Com as duas dúvidas, ao menos o recém-contratado Sandro Müller está integrado ao elenco e aguarda a liberação legal para estrear.

Zagueiro Sandro Müller foi integrado ao elenco e espera que sua situação legal seja resolvida para estrear com a camisa esmeraldina

Na lateral direita, Maurício Pizzi segue fora, por lesão. Com Pelezinho, que seria opção, suspenso, e Diego Bottin, lesionado, sendo reavaliado, a vaga pode sobrar para Mário Mayer, que estava em avaliação no clube e será inscrito.

Após um período em avaliação, lateral-direito Mário Mayer (com a bola) será inscrito pelo Riograndense na Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho

Recuperado de lesão, o volante Rangel poderia jogar na lateral, mas não esconde a preferência pela função de origem.

– A gente está vendo como vai ficar a equipe, mas, por mim, estou bem para jogar – avisa Rangel.

A situação da dupla Rio-Nal após sete rodadas disputadas na Divisão de Acesso

26 de março de 2012 12

Riograndense e Inter-SM chegaram a situações opostas no Grupo 1, após sete rodadas disputadas nesta primeira fase da Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho. O Periquito venceu o 14 de Julho, no Estádio dos Eucaliptos, e avançou à vice-liderança, a apenas um ponto do Brasil, de Pelotas. Goleado por 4 a 0 para o Farroupilha, em Pelotas, o Inter-SM ingressou na zona de rebaixamento, em oitavo lugar, com oito pontos. Nesta terça-feira, às 20h15min, o alvirrubro complementa a partida suspensa contra o São Paulo, em Rio Grande.