Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Sobre pedófilos

24 de setembro de 2007 20

Alice, a do país das maravilhas, em pose adulta/Lewis Carroll, Reprodução

Alguns leitores têm acusado o advogado Aírton, protagonista do folhetim A Ninfeta, de ser um pedófilo abjeto e abominável. Defendê-lo-ei apelando para a história da literatura.

Se Aírton é um degenerado, que dizer de Humbert Humbert, personagem que consagrou o russo Vladimir Nabokov com o imortal romance Lolita? %22Lolita, luz da minha vida, fogo da minha virilidade, meu pecado, minha alma%22. É assim que começa o romance. É assim que o quarentão Humbert Humbert se refere a Lolita.

Certo. Agora: sabe quantos anos tem Lolita? Sabe? Doze.

E o que dizer de Lewis Carroll, o autor de Alice no País das Maravilhas? Alice existiu mesmo, na vida real chamava-se Alice Liddell, tinha 10 aninhos de idade e Lewis Carroll apaixonou-se por ela.

O detalhe é que Lewis passava dos 50 anos, quando conheceu a pequena Alice. Lewis, na verdade, era o pseudônimo do reverendo Charles Lutwidge Dogson, que viveu no século 19. Lewis igual a Lutwidge, Carroll igual a Carlos, manja? Pois é.

Esse reverendo era também fotógrafo, e dos bons. O problema é que só gostava de fotografar menininhas. Fotografou inúmeras, em poses um tanto quanto, digamos, adultas. Você pode ver as fotos, se quiser, inclusive algumas da própria Alice (como a deste post, de 1859).

Vá no site da Universidade de Virginia, na página dedicada a Lewis Carroll.

Além de fotografar Alice, Lewis contava-lhe histórias. Uma delas, a do país das maravilhas, que ele botou no papel, mandou para uma editora e, publicado, transformou-se em sucesso mundial.

Nunca ninguém descobriu se Lewis Carroll chegou a encostar um único dedo numa de suas modelos infantis, mas a família de Alice preferiu proibir os encontros dos dois, depois que o reverendo pediu a mão da menina em casamento.

Dez anos. Isso, sim, é pedofilia!

Postado por David

Comentários (20)

  • Adilson Kim diz: 25 de setembro de 2007

    Baboseira David! “Toca ficha”. Está ótimo!

  • Luiz Minuzzi diz: 25 de setembro de 2007

    Hein, David. Primeiramente, parabéns pelos teus textos, realmente são excelentes. Mas na boa, pelo que eu vejo tu escrever, até mesmo no esporte, tu sempre coloca um fetiche de mulher e tudo mais… Velho, tu é tarado? Abraço.

  • Gabriel Fonseca diz: 25 de setembro de 2007

    Acusar-te de pedofilia por causa da novela é coisa de balzaquianas, quarentonas e pés-na-cova, invejosas, por não terem mais a sutileza e a beleza de um corpo em formação… A sociedade evoluiu, as meninas mais ainda… Essas mulheres só estão colhendo o que plantaram em fins de 60. Aguentem!

  • Vando diz: 25 de setembro de 2007

    Pergunta aos hipócritas de plantão: Por que vocês não mandam essas mensagens anti-pedofilia para sites que divulgam pedofilia, que deve ter aos montes na Internet? Por Deus, aposto que nem vocês acreditam que que essas crônicas podem influenciar negativamente alguém! De onde tiraram isso!

  • PC, O PC diz: 25 de setembro de 2007

    E não esqueçam de um dos deuses do rock n roll : Litle Richard que apareceu casado com uma priminha de 12 eu acho…
    Esse era fera, ha ah aha …dizem que depois abandonou essas coisas do diabo e virou evangélico mas aí já é outro papo, hehehehe . Cuidado pecadores, o demo vos espera, ha ha ah haa

  • Luís Fernando Krause diz: 25 de setembro de 2007

    Tah enrolando neh velho, fazendo um charme =]
    Toca ficha que jah to me viciando no folhetim, eh quase um LOST hehe

  • Juliana diz: 25 de setembro de 2007

    Estás certíssimo! Além do mais, muitas meninas de 16 anos hoje, sabem (e fazem) coisas que muitas vezes uma mulher de digamos, 40 anos, por exemplo, nem imagina! E não é o seu texto (maravilhoso, por sinal) que vai influenciar alguém a ser pedófilo! QUE VENHA O 5º CAPITULO! beijos ;*

  • Rafael diz: 25 de setembro de 2007

    Toca ficha David! Manda vê aí o próximo capítulo! Quem não gosta, não lê. Simples.
    Falowwww

  • Tereza diz: 25 de setembro de 2007

    Oi! Tenho 12 anos e estou achando muito boa a história da Suzi, todos os teus textos são ótimos! Estou lendo para buscar inspiração para o Jornalista Por Um Dia, adoro ler e escrever, e gostaria muito que o meu texto fosse publicado na ZH!

  • alex diz: 25 de setembro de 2007

    É COMO SE DEFENDESSE O MONSTRO DO PARQUE DIZENDO QUE HITLER MATOU MAIS GENTE. PEDOFILIA, É UM ASSUNTO PERIGOSO DELICADO. A PESSOA ABUSADA SOFRE UMA VIDA INTEIRA. NEM TODOS TEM CONDIÇÕES DE TRATAR DISSO, DOS DOIS LADOS. SEGUE COM TUAS HISTÓRIAS SOBRE MULHERES, ESSA DA IBOPE, MAS NÃO VALE A PENA.

  • Leonardo diz: 25 de setembro de 2007

    Bando de cegos! As pessoas não enxergam mais. Aos 16, nossas “meninas” já são mulheres esbanjando sensualidade!

  • cristiano diz: 25 de setembro de 2007

    Relaxa Davi.
    Segue o barco…

  • Tiago diz: 25 de setembro de 2007

    Caro David… O que dizer das atuais meninas de 16 anos, com suas tatuagens lombares à mostra, seus esbeltos ventres caprichosamente adornados com piercings, seus olhares provocativos, miniblusas e tudo mais que aprendem na internet… Ora pedofilia!!! Parabéns pelo folhetim, Ótimo!!!

  • LUIS diz: 24 de setembro de 2007

    É, David, os degenerados encontram na literatura um lenitivo eficaz.Mas, a literatura não dá salvo conduto nem torna os freudianos menos freudianos. Literatura não substitui o terapeuta. Serve de bengala.Dê uma olhadela nas pulsões libidinais e a relação com a paranóide (Kraepelin). E o lobão?

  • PC, O PC diz: 25 de setembro de 2007

    Bem, só nos resta que aprovem a maioridade penal aos 16, aí, consequentemente, teremos a maioridade sexual, maioridade economica, financeira, etc, etc, heheheh e será o fim das discussões e acusações… etc.
    Tchusss

  • Edu Jacques diz: 25 de setembro de 2007

    Quem polemiza são mulheres que em sua amarga experiência não se sentem desejadas, assim como os homens detentores de uma moral ultrapassada que ostentam uma verdade incompatível com o próprio pensamento.

  • Antonio Campos diz: 25 de setembro de 2007

    David eu como todos que chegam nesse espaço estamos com tua expectativa vai a ninfeta aceitar ou não ou esse advogado na hora “H” vai tremer a perna? e mais com o tudo o que se ve e se sabe hoje comparado aos que citas és um anjo respeitador ahahahah abraços e vamos lá.

  • Rodrigo diz: 25 de setembro de 2007

    Muito boa a estória, diria até excelente! Se vivemos em uma democracia cada um pode expressar a sua opinião e falar do que bem entender. Tá apoiado e dá-lhe David! Forte abraço.
    Buenas e me espalho! Nos pequenos dou de prancha e nos grandes dou de talho!

  • Marcelo diz: 25 de setembro de 2007

    Tchê, faz tempo que acompanho, de leve, tuas obras… Gosto do teu estilo, não só pelo cunho “modernamente” libidinoso e abertamente divertido, mas também pelo estilo totalmente pessoal e particular que tens, coisa que, hoje, não vejo em outros cronistas, comentaristas, jornalistas, o que for…!

    Essa polêmica toda que tens, que eventualmente consegues (até mesmo não desejando) é compreensível, visto que transitas entre o canônico e um “quase profano”, rsrsr…!!

    Parabéns, normalmente quem consegue isso vai longe, acho eu; se bem que acho também que já conseguistes teu lugar no panteão! ;o)

  • claudia collares diz: 29 de setembro de 2007

    Que pedofilia?Aonde está a pedofiliA?Será que essa gente não tem mais nada o que fazer além de pensar,e o que é muito pior,escrever bobagens?
    Já tive 16 anos(sim é incrível mas já tive 16 anos)e lembro que me sentia muito lisonjeada quando era “vista” como mulher.
    Pedofilia,que eu saiba é abusar sexualmente de crianças por meio de gestos,palavras,fotos ,contato físico etc.
    Ou seja nada disso se aplica aqui.
    E quem achar que uma menina de 16 anos é criança tem que ser muito ingênuo mesmo.

Envie seu Comentário