Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O mistério do cabelo molhado

17 de outubro de 2009 22

O melhor Carnaval de salão da Zona Norte era o do Zequinha. E o bom é que a gente podia ir para lá a pé, conversandinho. Uma terça-feira gorda estávamos a caminho e, enquanto fazíamos a volta na Volta do Guerino, o Lontra disse que queria ser juiz de futebol.

– Por que é que alguém decide ser juiz de futebol? – perguntei, mas o Lontra não respondeu, porque o Jorge Barnabé ameaçou contar uma piada, e tivemos medo de que fosse a Pior Piada do Mundo, que o Barnabé vive tentando nos aplicar. Sabíamos que, se ele contasse a Pior Piada do Mundo, ficaríamos deprimidos e acabaria com o nosso Carnaval, então não o deixamos falar, tascamos uns cascudos nele e seguimos em frente, gingando e comentando acerca das qualidades de caráter das três irmãs Débora, Lisi e Kely.

Quando chegamos ao Zequinha até nos esquecemos do perigo da Pior Piada do Mundo, porque o salão estava fervente de flores do subúrbio. Era lindo aquilo, todo mundo pulando em ordem, como deve ser no Carnaval Gaúcho de Salão, os pares evoluindo em um grande círculo humano que girava no sentido horário, os foliões com os indicadores apontando para o teto, tudo muito organizado.

Aí vi aquela morena.

Tinha cabelos longos, olhos castanhos, belas pernas mal cobertas por um shortinho branco e devia ser uns oito anos mais velha do que eu. Talvez rondasse a fronteira dos… 25 anos. Obviamente, nenhuma mulher de 25 anos se interessa por um pirralho de 17, mas a morena me olhou meio de baixo para cima, e me empolguei todo, e fui lá, e propus:

– Vamos pular?

Saímos: mande água pra ioiô, mande água pra iaiá. Trocamos alguns beijinhos e afagos e talicoisa, mas nada além de talicoisa. No fim da noite, ela anotou seu endereço num guardanapo e, antes de pousar o conteúdo do shortinho no banco de um táxi, sussurrou:

– Passa no meu apê amanhã. Às seish – deu uma chiadinha quando falou seis. Tri.

Pensei: a vida é boa, cara, e voltei para casa cantando a chuva tá caindo e quando a chuva começa eu acabo de perder a cabeça. No dia seguinte, às seis em ponto, lá estava eu no Lindoia, cheirando a leite de rosas, lamentando uma espinha que tive de espremer bem no meio da testa. Ela abriu a porta vestida com uma calça US-Top e uma camiseta Hering branca. Reparei que tinha os cabelos molhados. Mandou-me entrar e, antes que me acomodasse no sofá, perguntou:

– Sabe por que que estou com o cabelo molhado?

Ia responder que era porque ela havia tomado banho, mas notei a malícia que lhe escorria da comissura dos lábios, e concluí que devia se tratar de alguma sacanagem bem interessante, talvez algo melequento. Coloquei todo o meu poder mental em funcionamento. Por que uma mulher recebe um homem de cabelos molhados? Não fazia ideia. Tentei mudar de assunto, peguei a mãozinha dela entre as minhas, mas ela tornou:

– Sabe por que estou de cabelo molhado?

Parecia algo decisivo, aquilo do cabelo molhado. E agora? Que delícias podem ser cometidas com e por uma mulher de cabelos molhados? Que loucuras lúbricas motiva o cabelo molhado? Não conseguia descobrir. Sentia-me aflito. Compreendi que, se não decifrasse aquele mistério, poria a noite de amor em risco. Por que uma mulher recebe um cara de cabelo molhado??? Por que, hein???

Pensei que poderia resolver a questão com uma evasiva. Colhi um ramalhete dos cabelos molhados dela e tentei ciciar com alguma sensualidade:

– Cabelo molhado…

Mas ela jogou a cabeça para trás, afastando o cabelo molhado da minha mão, e repetiu:

– Não sabe por que estou com o cabelo molhado?

Claro que não sabia, mas não ia ser idiota de admitir. Qualquer um com a mínima experiência nas lides do amor sabe as razões que levam uma mulher a molhar o cabelo antes de se entregar a um homem. Putz. O negócio era disfarçar. Fiz o seguinte: dei um sorriso enigmático. Com uma sobrancelha levantada, e tudo mais. Falei:

– Posso imaginar muitas coisas para fazer com esse lindo cabelo molhado.

Ela aprumou-se no sofá:

– Quais?

Estava preparado para a pergunta. Cheguei bem pertinho dela. Minha mão aterrissou em seu joelho. Estiquei o pescoço, fiz biquinho, ronronei:

– Prefiro não falar… Prefiro agir.

Tentei beijá-la, mas ela esquivou-se de novo. Segurou-me pelos ombros e rosnou:

– Diz: sabe por que é que estou de cabelo molhado???

Me deu uma angústia, uma angústia… Saí de lá frustrado, sem sucesso na pretendida noite de amor e sem saber por que afinal uma mulher recebe um homem de cabelo molhado. Até hoje não sei. Nem por que é que alguém decide ser juiz de futebol.

*Texto publicado na página 43 de Zero Hora dominical

Postado por David Coimbra

Comentários (22)

  • Marcelo diz: 20 de outubro de 2009

    eu acho que cabelo molhado = acabou de fazer sexo e tomou uma ducha sem ter tempo pra secar os cabelos. Mulher que vive de cabelo molhado, sei não, essas são as que vivem aprontando. Cabelo molhado = sacanagem.

  • Ricardo diz: 20 de outubro de 2009

    Com 17 anos, a uma pergunta deste tipo não existe resposta… Ela estava mesmo se impondo, demostrando sua posição de experiente nas lides sexuais… Ela sabia que voce jamais esqueceria aquele momento, voce jamais esqueria dela… Se foi bom ou ruim não importa, mas que foi inesquecivel, ah isso foi…. Abraços…

  • Lucia diz: 18 de outubro de 2009

    Genial como sempre, amado David! Grande beijo ;)

  • Haideto diz: 18 de outubro de 2009

    Ótimo texto david,eu ri muito!Aliás eu adoro a tua forma de contar histórias.As vezes eu fico aflito só de ler!

  • Tarcisio diz: 18 de outubro de 2009

    Não leva a mal, mas tu é fraco mesmo hein David!
    Uma mulher recebe um homem de cabelo molhado pra mostrar que ela se preparou para recebê-lo. Tipo: “Oi, eu tô de cabelo molhado porque eu estava no banho me preparando pra te receber. Tô limpinha, cheirosinha, passei creme e me depilei também. Tô na marca”. Além disso o cabelo molhado é mais sexy.
    Aquele abraço queridão.

  • felipe diz: 18 de outubro de 2009

    muito bom! tempo que não visitava o blog, continua genial dêivid!!

  • josé de alencar souza da silva diz: 19 de outubro de 2009

    Teu cabelo tá molhado Coimbra.

  • Júlia diz: 19 de outubro de 2009

    Eu não acredito que tu enrolou tanto pra não dizer porque aquela maldita morena estava de cabelos molhados hahaha
    Vou dedicar minha vida a descobrir isso.. Sou loira e as loiras não sabem porque as morenas recebem os homens de cabelos molhados :(

  • Tiago Medina diz: 18 de outubro de 2009

    Uma mulher que recebe um homem de cabelo molhado exala maldade!

  • leticia diz: 19 de outubro de 2009

    tb nao entendo como alguem vira juiz de futebol…

  • Pirata diz: 19 de outubro de 2009

    Acho que nosso amigo Fraga deu uma mancadinha… O short da gata não era branco?

  • Marcelo Martins diz: 18 de outubro de 2009

    Esse texto deve ser inspirado na pior piada do mundo. Só pode.

  • Vantoir Defendi diz: 18 de outubro de 2009

    Bah David, que boas lenbranças do Carnaval no Zequinha, na quadra de futsal.

  • ezequiel diz: 19 de outubro de 2009

    Também não sei nenhuma das duas respostas, mas talvez seja fruto da nossa inocência.rsrsrs

  • Leonardo Ribas diz: 18 de outubro de 2009

    David, nao gostei do texto de hj. Tem dias q não acertamos a mão, acontece. Hj foi o teu caso.

    Abraços!

  • Débora Lazzari diz: 19 de outubro de 2009

    Eu fico imaginando como vc era nos teus tempos de guri… são tantas histórias amorosas com mulheres de shorts e tals q imagino q vc devia ser um galãzinho…

  • Gérson Matter diz: 19 de outubro de 2009

    Pq estava com o cabelo molhado? Minha resposta seria muito simples: “Pq você tomou banho e lavou o cabelo!”

  • Diego diz: 19 de outubro de 2009

    Essa vou ter que comentar….Davi! Vai toma no Banho….!! Pqp. Sabe aquela piada da garota de progrma que fazia a tulipa roxa? Esse teu texto é igual…. heheheeh.

    Abração

  • Carina diz: 18 de outubro de 2009

    Acho sexy uma mulher receber um homem como ela o recebeu,mas por que era tão importante
    pra ela isso?mulher mala tchê.
    A mulher recebe um homem assim,pra dizer que está prontinha pra ele…toda cheirosinha,pra ser tocada e beijada todinha por ele.
    Bha,estou me tornando uma David Coimbra de saias…hehehehe

  • Enzo diz: 18 de outubro de 2009

    Meu caro,
    cabelo molhado, hora certa, seish com chiado…é claro que é garota de programa, a mais digna das profissões.

  • Aline Sufredini diz: 18 de outubro de 2009

    Interessante!
    Axo que ela tava é louca, bom louca pra dizer no mínimo!
    Perdendo tempo indagando aquele pobre menino `inocente` que se preocupou até com uma espinha que ele tinha apertado na testa, ela é louca, mas faria a mesma coisa que ela fez, o motivo?? não saberia qual… Talvez David Coimbra PODERIA EXPLICAR, se o garoto perguntasse a moça, eae??
    RS… ótima história, minha primeira visita no teu blog!
    TAMO JUNTO NO PB, tua voz me dá arrepios!
    Beijos.

  • Bruno diz: 20 de outubro de 2009

    Cabelo molhado? Por que tomou banho.
    Juiz? Nem imagino…

Envie seu Comentário