Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O beijo da vitória

26 de outubro de 2009 32

Mauro Vieira
Encerrado o Gre-Nal vencido pelo Inter por 1 a 0, ontem à tarde, o meia D’Alessandro correu pela pista atlética do Beira-Rio, ergueu o técnico Mário Sérgio nos braços e pespegou-lhe um terno beijo no alto da testa. Era o reconhecimento do autor do único gol do jogo ao maior responsável pelo resultado. Numa partida insossa a ponto de ser enfadonha para quem não é torcedor da Dupla, Mário Sérgio fez reluzir o seu talento de estrategista e conquistou os três pontos que deixam seu time a dois pontos da liderança do Campeonato.

Verdade que foi beneficiado por um lance quase fortuito: aos dois minutos e meio, D’Alessandro dominou a bola na intermediária, a cerca de 30 metros de distância do gol, e chutou de perna esquerda. A bola voou à meia-altura, sem muita força, quicou no gramado a dois metros do goleiro Victor, que saltou atrasado. A bola roçou na luva do goleiro e, anêmica, desmaiou no canto da rede. Foi talvez a primeira falha de Victor em seus dois anos de Grêmio. E uma falha decisiva. Uma falha em Gre-Nal.

O árbitro poderia ter apitado o final da partida depois desse lance, porque nada mais aconteceu. Mas o fundamental, no caso, é saber por que nada mais aconteceu. Ou, antes, quem fez com que nada mais acontecesse.

Foi Mário Sérgio.

Conhecedor das deficiências do adversário, o treinador do Inter soube como manietá-lo. Tarefa para a qual, há que se ressaltar, contou com a preciosa colaboração do treinador do outro lado, Paulo Autuori. O ataque titular do Grêmio estava impedido de jogar por lesão e suspensão. Autuori escalou apenas um atacante, Perea. O que permitiu a Mário Sérgio sacar um zagueiro para acrescentar um jogador ao meio-campo. E, no meio-campo, o Grêmio foi próximo do trágico. Autuori incrustou no setor três volantes de futebol… rude. Um pouco mais perto da defesa, Túlio e Adilson, marcadores razoáveis que ficavam constrangidos quando recuperavam a bola. Na frente deles, o pior jogador do clássico: Fábio Rochemback.

A atuação de Rochemback merece um parágrafo exclusivo. Chegou ao Olímpico como grande reforço em meio ao campeonato, não conseguiu jogar bem uma única vez, e ontem foi nada menos do que bisonho. Rochemback passou o jogo recebendo a bola na intermediária e alçando-a para a área do Inter, com um dos seguintes resultados: na mão do goleiro, na cabeça do zagueiro ou para fora. Não conseguiu marcar, não conseguiu passar, não conseguiu chutar, não conseguiu driblar. E ainda assim foi mantido em campo o tempo inteiro!

Em vez de tirar Rochemback, Autuori, por algum motivo, subtraiu do time o melhor jogador do primeiro tempo: Douglas Costa. Em seu lugar colocou o pior jogador do segundo tempo: Herrera. Douglas Costa era o único jogador do Grêmio que tentava a vitória pessoal sobre os adversários. E tinha sucesso em cada tentativa. Herrera entrou para furar em bola, cair sozinho, errar passes e discutir com Souza. Discutiu muito bem com o Souza.

Enquanto isso, Mário Sérgio via o que estava ocorrendo em campo, e agia. O Inter, quase todo, postou-se em frente à meia-lua e deixou o Grêmio ficar com a bola. Por um motivo singelo: o Grêmio não sabia o que fazer com ela. E o jogo foi assim: os jogadores do Grêmio, com a bola nos pés, trocavam passes da intermediária de defesa até a intermediária de ataque. Bola para a esquerda, bola para o meio, bola para a direita. Depois: bola para o meio, bola para a esquerda, bola para o meio de novo, bola para a direita. E finalmente: bola outra vez para o meio, bola para a esquerda, bola virada para a direita. Se o jogo avançasse madrugada adentro, terminaria 1 a 0 para o Inter.

No primeiro tempo não houve uma só chance clara de gol. Nem mesmo o gol. No segundo, o Grêmio voltou um pouco mais agressivo, parecendo até inconformado. Aos 30 segundos, Lúcio foi ao fundo pela esquerda e cruzou para Souza, que bateu sobre o travessão. Aos 11, Souza cabeceou na pequena área, por cima. Aos 21, Souza entrou a drible na área e passou para trás, para Herrera, que encostou na bola de tornozelo e pariu algo entre um passe e um chute, um troço torto e fraco, sem direção.

O Inter, de campana, aguardava o contragolpe. Aos 22, Índio chutou na rede, pelo lado de fora. Aos 26, Bolívar empurrou Réver dentro da área, o árbitro não marcou pênalti e o Inter respondeu num contra-ataque em que Alecsandro se confundiu com a bola e, sozinho na área, permitiu a defesa de Victor.

E foi só.

Foi um Gre-Nal mais tático do que técnico, em que os destaques em campo, curiosamente, estavam no lado perdedor: Mário Fernandes e Réver. Um Gre-Nal que se decidiu na prancheta dos treinadores e no erro de um grande goleiro. Que extinguiu as possibilidades de o derrotado alcançar a classificação à Libertadores. Que deu a chance ao vencedor de seguir no Brasileirão com passo firme e, agora, talvez, seguro. No rumo do seu quarto título nacional.

*Texto publicado hoje na página 2 do Caderno de Esportes de Zero Hora

Postado por David

Comentários (32)

  • Rômulo Luft diz: 26 de outubro de 2009

    A última linha ficou perfeita.

  • josé de alencar souza da silva diz: 26 de outubro de 2009

    Chora Coimbra teu Grêmio perdeu o quarto gre-nal no ano,chora Coimbra que o freguês sempre tem razão.

  • Machiavel diz: 26 de outubro de 2009

    Perder para esse timinho medíocre do Inter, é dose! Só com esse Grêmio mesmo que é o pior Grêmio de todos os tempos. Que diretoriazinha vagabunda tem o Grêmio! Os ossos Fernando Kroef deve estar trocando de lugar por causa do Duda, um filho que é uma vergonha para um pai! E esse marqueteiro do Autuori?Não guento mais! Só falta esses incapazes que dirigem o Grêmio quererem trazer de volta o Tite. Aí,juro pra vocês, que eu me suicido!David,e esse covarde do Tcheco que tu, um dia,defendestes,heim?!

  • Eduardo de Moura diz: 28 de outubro de 2009

    Caros gremistas. Pior que perder é não reconhecer o motivo. A unica coisa que discordo do Davi é os elogios ao Mario Sérgio. Ele fez o óbvio, quando do outro lado o “genio” fez o impensável. Saudades dos treinadores que escalavam 1 volante que destruía (Dinho) 1 volante mais técnico (Goiano), 2 meias, 1 atacante aberto e 1 matador. Alguem pode dizer que nao tinha atacante matador. Pega um guri da base e garanto que faz mais que o Herrera. Os meias eram o Douglas e o Souza. O resto era o trivial.

  • jose airton grandini diz: 26 de outubro de 2009

    po, davi.m.sergio estrategista? achou um ggol, formou 2 linhas de 4, e so se defendeu por 88min. accho que lestes o resultado, não o jogo. qual o historico do M.Sergio no futebol???? temha dò. escuta mais p mauricio.

  • Pedro diz: 26 de outubro de 2009

    Verdade. O INTER é medíocre, patético, horroroso. O INTER É FRACO, muito fraco, mas tão fraco que está a 2 pontos do lider. Bom é o gremixo, copero y peleador. Vamos recuperar os comentários que a gremistalha fez a respeito da SULAMERICANA em 2008? Eu talvez precise deles pra postar em 2010, com os referidos créditos. CLARO, se o gremixo ficar na SA/2010 …

  • Roberto diz: 26 de outubro de 2009

    QUE CHORO MAIS FORTUITO ESTE SEU, CHORA DAVIZINHO, O POVO COLORADO ADORA ESCUTAR TEU CHORO

  • GERSON diz: 26 de outubro de 2009

    goleiro que falha no grenal não tem futuro!TÁ MORTO!ENCERROU A CARREIRA ONTEM!NA PRELEÇÃO O TÉCNICO NÃO AVISOU:O GRENAL CONSAGRA OU QUEIMA!NÃO AVISOU PORQUE ELE TAMBÉM NÃO SABE.O IDIOTA DO AUTUORI NÃO SABE NADA DO GRÊMIO E NEM QUER SABER.TEM CONTRATO GARANTIDO E COMO ELE MESMO DISSE QUEM NÃO ME QUISER QUE ME MANDE EMBORA!!EU MANDO:AUTUORI VÁ EMBORA COM A TUA EMPÁFIA!NÃO ESTAMOS INTERESSADOS NOS TEUS ENSINAMENTOS.NOSSO TIME É DA PEGADA, SIM!

  • Altamir Velasco Moreira diz: 26 de outubro de 2009

    Parabéns pela crônica da partida, mas principalmente pela análise sobre a atuação do Douglas Costa. Pode não ser de exceção, mas é melhor do que qualquer jogador do time do Grêmio, bastaria deixar jogar algumas partidas.

  • Camargo diz: 26 de outubro de 2009

    Parabéns pela imparcialidade na análise do jogo. Foi dose prá Elefante ter que assistir a inaptência técnica dos dois times. Quanto ao Victor, jamais brilhou em grenal. É réplica perfeita do Tafarel. Excelente goleiro, menos no GRENAL. Isso é indiscutível. Só que, por aqui, na aldeia, quem não brilha em grenal, pode arrumar as malas. Viva San Danlei. Em grenal, era Ele, depois os outros.

  • William Salgueiro diz: 26 de outubro de 2009

    Perfeita análise!! E o pior é observar que o que todo mundo viu, três volantes que não sabiam o que fazer com a bola, alguém que recebe 300 mil não viu ou se fez de louco. Mas certamente o maior insano é quem paga essa grana toda. O mesmo serve para o caso Rochemback, qualquer um por pior que seja, se recebesse 50 mil, não teria vergonha de jogar. Culpado é quem contrata, paga e escala.

  • Geronimo diz: 26 de outubro de 2009

    Que texto lindo, David!
    Parabéns!Quase fui às lágrimas.
    Quase porque li, porém ontem, te vendo na TV COM, fiquei muito sentido e lastimando.
    Você estava com uma feição de poucos amigos, olhos marejados, com a expressão de quem comeu uma farta colherada de um acepipe conhecido como fezes.

    Não gosto de te ver assim, campeão!
    Bola pra frente!
    Outro Gre-Nal…é logo ali, como diria Vanucci.E outra: é apenas futebol. Fica assim, não. Te adoro!
    David:teu nome é genialidade e imparcilidade!

  • Matheus diz: 26 de outubro de 2009

    Vc “insossa a ponto de ser enfadonha” Autuori, ou Rolando Lero como preferir “dominamos o jogo” Victor amarelão “foi o morrinho artilheiro, defeito do campo”,Lucio “acharam um gol” ,essa dificuldade habitual dos gremistas em reconhecer a derrota não é de hoje, então fassamos o seguinte, o Victor é frangueiro mesmo como vc mesmo disse no bate-bola e deve ser mandado embora, Rochemback desaprendeu a jogar e o Lucio virou lateral mediocre, sinceramente, só se aproveita o reconhecimento ao Mario S.

  • jorge antonio diz: 28 de outubro de 2009

    Caro David, gostaria de externar minha insatisfação com a falta de um colunista gremista na ZH. Por que vocês acham que nós gremistas devemos ler diariamente apiniões de colorados sobre o nosso Grêmio. Posso garantir que estão perdendo leitores gremistas com esta linha editorial. Eu mesmo, já cancelei minha assinatura. É impossível que não haja um cronista identificado com o Grêmio que não possa escrever uma coluna diária. Sant`Ana não vale, pois escreve sobre vários assuntos. Obrigado.

  • ICARO diz: 26 de outubro de 2009

    gol, gol .gol o meu timao é rasudo no começo do primeiro tempo o dalesandro carimbou que belo gol.

  • Larry diz: 28 de outubro de 2009

    Literato e o pênalte claro não marcado? não é algo a mais que aconteceu? Tu é mais entregue ao marketing aquele?

  • Deborah diz: 27 de outubro de 2009

    BEIJÃOZÃO VERMELHÉRRIMO !!!!

  • guilherme diz: 27 de outubro de 2009

    NAO FOI PENALTI! Vi milhoes contra o Simon mais de uma vez, e a quinta camera de TV atestar que ele, sozinho, acertava…e depois calar o bico da jaguarada do Rio,…jogador se atira na area, obvio, nao reclama, sabe q se atirou, e os gremistias, CHORO PURO, querem focar nisso…NUNCA IAM FAZER GOL! NUNCA! JAMAIS SERIAM! se ganhar do nautico com sete eh IMORTAL, chupa que eu ganhei com onze do BARÇA!!! pergunta pra qq coment o q eh melhor!!! q sigan chupando…

  • pacato diz: 27 de outubro de 2009

    não vimos o mesmo jogo. Douglas Costa perdeu TODAS bolas que dividiu ou tentou driblar. As vitórias que teve foram em lances nos quais estava desmarcado. Aí sim fez arrancadas. Sempre que o marcador aproximava (daniel, giuliano e até dale) roubava a bola. Eu nunca tinha visto um jogador, com bola dominada, perder ela tantas vezes num único tempo.

  • Mateus diz: 26 de outubro de 2009

    Geronimo, parabéns pelos teus comentários. Realmente ontem à noite deu pena do imparcial David na TV COM, com aquela carinha tristinha, quase implorando para que o Chico Garcia concordasse que tinha sido penalti. David, não fica assim,mais 2 pontinhos vocês já escapam da segundona. Quem sabe conseguem uma vaga na sul-americana
    Abraço

  • Colorado observador diz: 26 de outubro de 2009

    O Inter tem que aproveitar e no final do ano,renovar o plantel,dispensando ou vendendo este Dàlessandro,joga 2 x por ano,e aquela turma que estava trabalhando contra o Inter(não contra o TIte),Sorondo,Indio,Dàle,e outros…não é uma vitória por uma falha do Victor que vai fazer com que eu me esqueça.

  • Catimba diz: 26 de outubro de 2009

    Parabéns pelo texto! A melhor análise que li sobre o Grenal foi essa tua. Perfeita! O inter é um time comum e fraco, e o Grêmio consegue ser ainda pior. O “tal dominio” que o Leroautuori falou foi justamente o que tu escreveu: o inter se postou atrás e permitiu ao Grêmio ficar com a bola na intermediária, pois Mário Sérgio sabe que de Tulio, Adilson, Rochemback e Souza não vai sair nada mesmo, poderiam ficar a semana inteira ali com a bola que não criariam uma chance clara de gol. Time horroroso

  • cesar diz: 26 de outubro de 2009

    É, vai ter torcedor em 2010 sonhando com o título da “libertadores mirim” (afinal, é assim que os tricoluxos chamam a sul americana)… resumindo, este vai ser sonho para 2010… que ironia…

  • Jeruza Bortolini diz: 26 de outubro de 2009

    oh, Matheus de POA…antes de criticar os gremistas como eu…aprenda que façamos é com Ç e não com SS!
    GREMIO!!!

  • silvio cavalcante diz: 26 de outubro de 2009

    NAO DESANIMEM POVO GREMISTA A `LA COPA` AINDA PODE SER NOSSA .HAHAHAHAHAHAHAH DAVID VAI CHORA NA CAMA QUE É LUGAR QUENTE RAPÁ. O GREMIO É UMA PIADA E MESMO O INTER JOGANDO MAL VCS NÃO BAIXAM ESSA CRINA RIDÍCULA DE ARGENTINO FALSIFICADO. AH , EM TEMPO , TENTEM SE CLASSIFICAR PRA SULAMRERICANA , MAS TEM QUE JOGAR UM POUQUINHO MAIS…….HAHAHAHAHAHAHA

  • leandro andre maffessoni diz: 26 de outubro de 2009

    caro david,ontem o gremio perdeu para ele mesmo,se não tivesse um treinador covarde,teria ganho o grenal,um time como o inter,que só se defendia,jogando em casa!só não ve quem é cego,o inter é fraco,e o gremio tem medo dele mesmo!

  • Joao D Caetano de Oliveira diz: 26 de outubro de 2009

    Visao perfeita, parabéns! Nao há nada para aser acrescentado.

  • JOSIAS diz: 26 de outubro de 2009

    FICA VITOR FRANGA LOUCA! FICA AUTUORI ROLANDOLERO!

  • ICARO diz: 29 de outubro de 2009

    hontem fomos derrotados pelo SÃO PAULO era de se esperrar pois dificilmente o inter meu time do coração ganha do poderoso SAO PAULO.

  • Marcelo Xavier diz: 26 de outubro de 2009

    Pô, David, dá carteiraço e acha o jogo enfadonho? Pelo visto, a imprensa no Beira-Rio tava quase indo para casa nos 15 do segundo tempo…

  • Geronimo diz: 26 de outubro de 2009

    Aliás, David, és o MAIOR gênio da imprensa futebolistica local:

    neste texto, acabaste de batizar os chutes de fora da área, com a intenção de atingir a meta, de “LANCE FORTUITO”.

    Parabéns! Concordo contigo. Provavelmente o D`Alessandro estava tentando atingir a cabeça de um repórter da beira do campo (mirou errado, certo que sim).
    ALTAMENTE FORTUITO. Se fosse tentar o gol, certamente ele bateria de calcanhar pro Lauro.

    Esses boleiros e seus lances fortuitos….tsc,tsc, tsc…

  • Gabriel diz: 26 de outubro de 2009

    discordo sobre o Herrera. Que ele é ruim e perde gols, todo mundo sabe. Mas ao menos ele não se omitiu do jogo, e ele participou das únicas jogadas de perigo (foi dele o cruzamento para o souza cabeçear na pequena área)

Envie seu Comentário