Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Protesto de torcedor

20 de janeiro de 2011 3

Recebi um email de protesto do leitorinho Augusto Baladão. Partilho-o com vocês:

“Bom dia David …

Gostaria que tu escrevesse na tua coluna sobre o Liverpool do Uruguai cobrar 85 reais um ingresso para a torcida do Gremio, enquanto eles vão pagar 6 reias.

Só espero que aqui em Porto Alegre a diretoria do Grêmio faça o mesmo.

Muito Obrigado”

Hm. Será que a direção do Grêmio devia fazer o mesmo? Não sei se concordo…

Comentários (3)

  • Matheus diz: 20 de janeiro de 2011

    Todo mundo aqui já sabe que tua preferencia é falar do Gremio, e todo o mundo aqui tambem já sabe porque, e sabemos todos que, quando falas do Inter ou é pra desqualificar ou é pra ironizar. Tudo bem, seu direito, mas para um editor de esportes a assuntos mais polemicos a serem discutidos, por exemplo, o inicio preocupante da nova administração colorada. Hoje esta sendo anunciada a venda do Giuliano, algo bombastico e criminoso, porque os reforços especulados não atam a chuteira do Giuliano, e se o Inter já demonstrava carencias ao final do ano passado, com esta debandada que se anuncia ainda ficara muito pior. Tô começando a achar que vou me arrpender muito do vóto dado em Dezembro!!

  • Felipe diz: 20 de janeiro de 2011

    Provavelmente não. Isso é coisa de timinho, afinal, será o maior jogo da história deles, não?
    Deixe que consigam aumentar sua arrecadação, o Grêmio não precisa disto.
    Só espero que o time jogue um futebol melhor do que o exibido nos últimos 2 jogos.
    Abraço

  • Pedro Henrique diz: 20 de janeiro de 2011

    Isto que o Liverpool fez é totalmente justificável. Um país que é pobre como o Uruguai em qualquer oportunidade deve sim tentar arrecadar mais, e o turismo (futebol) é uma ótima forma.
    O Grêmio sendo infinitamente maior não deve aumentar os preços, até porque se aumentar menos uruguaios vão vir e menos pessoas vão conhecer a “marca” Grêmio.
    Devemos baixar o ingresso deles aqui e não aumentar, seria a continuação de uma burrice histórica.

Envie seu Comentário