Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Som de Sexta

21 de janeiro de 2011 8

Cara, lá estávamos nós nos anos 80, eu e meu amigão, meu irmão Ricardo Fabris, nós rodando a caminho do Farol de Santa Marta dentro da fusqueta verde dele, o porta-malas cheio de cervejas, os corações cheios de alegria e no porta-fitas da caranga rolava esse som do Police:

Comentários (8)

  • Otávio diz: 21 de janeiro de 2011

    Voce tem certeza disso? kkkkkkkkkkkkk

  • Márcio Specht diz: 21 de janeiro de 2011

    Grande época que nossa geração viveu.
    Hoje somos obrigados a conviver com funk, rappy, sertanejo e demais deturpações.
    E quem não dirigiu uma fusqueta?
    Nostalgia…

  • Matheus diz: 21 de janeiro de 2011

    Fico impressionado como as vezes nos sentimos a causa e o efeito da evolução humana, ora, me lembro perfeitamente do meu pai horrorisado ao escutar os primeiros acordes do Pink Floyd, ou ler as letras do Renato Russo, ou mesmo ver a maneira escrachada da Rita Lee, via-se no samblante dele a desconfiança no futuro da nossa juventude, nos julgava, eu não entendia…, era impossivel que aquele homem não compreendesse nossa geração, mas pra meu espanto, lendo alguns comentarios, vejo que “ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais”.

  • Márcio Specht diz: 21 de janeiro de 2011

    Funk, rappy, sertanejo, axé e demais deturpações não são música.

    Música é tudo o que pode ser transcrito para uma PARTITURA!

    Música para se chapar e ficar pulando com luz na cara é meramente batida tribal.

  • Ricardo diz: 21 de janeiro de 2011

    Muito bom, Davi! Tempos áureos, aqueles. Lembro, com saudades, das muitas festas que frequentávamos na época, principalmente em alguns clubes de POA, como Independente, Caminho do Meio e Petrópole, entre outros. Tínhamos nossos objetivos, dirigíamos nossas fusquetas e sonhávamos. Bons tempos ao som de PINK FLOYD, LED ZEPPELLIN, BLACK SABBATH, DEEP PURPLE, YES, THE WHO, ELTON JOHN, BARRABÁS, BOB DYLAN, ERIC CLAPTON, AMERICA, ROLLING STONES, BEATLES e tantas outras bandas que curtimos até hoje. Valeu! Abração!

  • Marisa diz: 21 de janeiro de 2011

    não dá pra viver sem música…thanks

  • jarbas galgaro diz: 21 de janeiro de 2011

    Fico louco de saudade dos anos 80.Porque será que a nossa música baixou tanto seu nível?Naquele tempo os jovens ouviam rock,música provocante,contestadora,sinônimo de rebeldia.
    Hoje vejo jovens ouvindo essa m… de sertanejo universitário e não entendo o que acontece nessas cabeças.O pior de tudo é ver que um festival de música promovido por uma estação de rádio que tem o rock como seu carro chefe dá força pra essa vertente músical trazendo esse lixo para Floripa e para Atlântida.
    Tudo virou negócio,se os jovens gostam dessa porcaria,então porcaria neles,contanto que dê lucro para os promotores do evento.

  • José Eduardo diz: 21 de janeiro de 2011

    “…e no porta-fitas…” não seria toca-fitas? Bem, dependendo do volume de cerveja ingerido, até poderia ter “existido” um porta-fitas. eheh

Envie seu Comentário