Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Experiência Gastronômica: Onkel Cafehaus, em Blumenau

15 de maio de 2015 1

Nome conhecidíssimo entre os blumenauenses, há ares completamente novos no recém-inaugurado Cafehaus. Os doces e salgados são os mesmos que fizeram a casa tão famosa, mas a proposta se distancia da imagem tradicional de confeitaria alemã no Onkel Cafehaus. Antes de conquistar pelo estômago, o lugar impressiona pela linguagem visual moderninha e decoração bem pensada.

Onkel10 Fotos Mariana Furlan

A loja da região Norte, a bons quilômetros de distância das duas confeitarias do Centro, é para uma experiência mais prática. Sem balcão, mesas com toalhas ou garçons. O cliente passa por uma catraca, pega bandeja e pratos e serve-se nas estufas e geladeiras — mais ou menos como funciona o Padeiro de Sevilha, em Floripa. Salgados, bolos, cucas e tortas são vendidos por fatias ou unidades, já com o preço determinado.

Onkel5

A quem ainda não está acostumado ao esquema, há sempre um funcionário orientando os clientes. Funciona muito bem. Minha única ressalva ao sistema é que ele produz mais lixo que o método clássico — todas as embalagens, pratos e talheres são descartáveis (será que não há outra saída?).

Onkel4

O preparo do café também é responsabilidade do cliente — não sem uma orientação da equipe. A máquina, que tem 10 opções de café e mói os grãos na hora, derruba qualquer preconceito com cafeteiras de botão. O café é uma delícia — tomei o latte macchiato.

Onkel13

Eu escolhi um salgado e um doce. Um empadão de frango e palmito, que estava ok, e uma fatia do bolo de laranja. Este estava maravilhoso, úmido, fofo, fresquinho. Perfeito com café.

Onkel9

Sentamos no lado de fora, um espaço aconchegante, com luzinhas nas mesas.

Onkel1

Muito saboroso também estava o pão de mel em formato de bolo: aquela massa de sabor bem intenso, com especiarias e cobertura sequinha de chocolate. Por ser num fim de tarde de sábado, quando fui as estufas não estavam mais superabastecidas, mas por lá estão clássicos, como o pastel folhado e a torta Glória.

Onkel6

Além de confeitaria e padaria (dá para levar pãozinho francês para casa), o lugar também é empório de produtos selecionados, como mostardas, geleias importadas e linguiças. A conta do lanche ficou em R$ 29 (dois bolos, um salgado, dois cafés). Em tempo: Onkel é tio em alemão, e decoram o espaço objetos que eram do tio da família.

Onkel11

Onkel Cafehaus
Rua Pedro Zimmermann, 2512, Itoupava Central, Blumenau
(47) 3339-0604

Comente

comentários

Comentários (1)

  • Elizabeth Albuquerque diz: 21 de maio de 2015

    Não sei se fui com muita expectativa ao local, esperando um estabelecimento com itens diferenciados…mas foi decepção total. Em virtude da propaganda e na busca de locais interessantes, meu marido e eu saímos de Balneario Camboriú para tomar um Café na Onkel em Blumenau. Para nossa surpresa e decepção, o local não oferecia nada de diferente, e para não perder a viagem, comemos e tomamos lá 2 expressos pequenos, um sanduiche de queijo e presunto e um pastel de belem que diga-se de passagem, está muito aquém de um pastel legitimo portugues.Ora, acho que não precisamos gastar gasolina para tomar café e comer um sanduiche de pão frances com queijo e presunto. isso temos em casa…Fica aqui uma critica construtiva, se querem mesmo se diferenciar, sugiro visitar, Padeiro de Sevilha em Florianopolis, Galeria dos Pães em São Paulo, Requinte em Curitiba…etc… não indicarei o local para amigos que querem sair do trivial pão com manteiga.

Envie seu Comentário