Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Você sabe identificar um bom pãozinho?

31 de julho de 2015 0

 

Depois de ser considerada a dona do melhor pãozinho francês de Blumenau, entre as 50 padarias avaliadas pelo Instituto Tecnológico ITPC, de Belo Horizonte (MG), a Confeitaria Portugal se viu obrigada a aumentar as fornadas (confira os detalhes da pesquisa no Blog do Pancho). Ainda surpreso com o resultado, o sócio-proprietário Antonio Carlos Simões da Costa não consegue especificar o segredo da qualidade — mas afirma que a escolha da farinha e o tempo de fermentação certamente têm influência.

A massa é toda produzida na casa. Curiosamente, o pãozinho francês só entrou nas vendas para atender à demanda da região residencial — o foco da confeitaria sempre foram os doces portugueses.

paoFoto: Leo Munhoz

A pesquisa na cidade foi feita em parceria com o Sebrae e o Sindicato das Indústrias de Panificação, Confeitaria e Produtos Alimentícios de Blumenau e Região (Sindipan). Para avaliar os pães, os técnicos usaram parâmetros da Associação Brasileira de Normas Técnicas, que têm padrões definidos especialmente para o pãozinho francês. Confira como observar alguns destes critérios e fuja dos pães duros ou borrachudos:

Crosta
Não pode estar nem pálida, nem queimada demais. Casca quebradiça ou soltando é considerada falta grave na avaliação.

Pestana
Aquele corte no meio do pãozinho precisa estar lá, mas não pode ser tão acentuado que impacte no formato.

Miolo
Quando cortado ao meio, o miolo deve parecer uniforme, sem esfarelar, formar grumos ou pelotas.

Elasticidade
Dê uma amassadinha no pão – ele precisa ser resiliente, e retomar o formato original.

Fonte: Norma ABNT – NBR 16170

Comente

comentários

Envie seu Comentário