Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Receitas"

Workshop ensina receitas para bebês e crianças em Blumenau

12 de fevereiro de 2016 0

A jornalista Cristiane Soethe, autora do blog Comida de Verdade, Bebê!, vai ministrar em Blumenau uma oficina de gastronomia para pais de pequenos. O workshop Cozinhando para Crianças – Culinária Natural ocorre dia 28 de fevereiro, no Espaço Índigo. A proposta é trocar experiências e apresentar opções para evitar os alimentos processados, com preparo de receitas.
Cristiane cria receitas para o filho de dois anos e é uma estudiosa da culinária natural.

O blog (comidadeverdadebebe.wordpress.com) é muito bacana, interessante mesmo para quem não tem filhos: a página concentra várias receitas, doces e salgadas, que valorizam ingredientes como frutas, grãos, legumes, especiarias e temperos frescos – sem açúcar branco envolvido, o que é bem importante quando se trata da alimentação de bebês. Confira ao lado uma das receitas do blog.

Cozinhando para Crianças – Culinária Natural: dia 28 de fevereiro, das 10h às 16h, por R$ 100. No Espaço Índigo (Rua Tiradentes, 160, Bom Retiro, Blumenau). Informações: (47) 3238-1342.

Pãezinhos de batata e cenoura com chia

Foto: Cristiane Soethe, Divulgação

Ingredientes
- 1 xícara de polvilho doce
- 1 xícara de polvilho azedo
- 1 xícara de batata doce e cenoura cozidas
- 1 ovo
- 1/4 de xícara de azeite
- 1 colher (sopa) de chia
- 2 colheres de chá de fermento
- 1 pitada de sal
- Uma pitada de endro ou outro tempero de sua preferência
Preparo
1. Cozinhe a batata e a cenoura até ficarem bem macias. Retire da água e amasse. Reserve um pouco da água, talvez seja necessária para a massa.
2. Junte todos os outros ingredientes com a batata e a cenoura e vá amassando com a mão, até formar uma massa lisa e homogênea. Se precisar, use um pouco da água do cozimento.
3. Faça bolinhas e leve ao forno pré-aquecido para assar (200 graus) por cerca de 30 minutos ou até os pãezinhos começarem a dourar.

Em homenagem ao Dia do Descobrimento, chef de Balneário cria prato inspirado na bandeira

21 de abril de 2015 0

 

prato1Fotos: Geisel Dutra, Divulgação

A Casa Revol, restaurante de Balneário Camboriú, vai servir um prato especial nesta quarta-feira. Especialmente para o dia em que se comemora o descobrimento do Brasil, o chef Juliano Costola criou um prato inspirado na bandeira: o verde do fundo é um pesto de rúcula, sobreposto pelo risoto amarelo de açafrão e finalizado com ragu de rabada. Confira a receita:

prato2
Risoto de açafrão com ragu de rabada ao vinho tinto com pesto de rúcula

Ingredientes
Risoto
- 300g de arroz arbório
- 2 envelopes de açafrão
- 1 litro de caldo de carne caseiro
- 80g de manteiga
- 60ml de vinho branco
- 50g de cebola
- 100g de parmesão
- Sal a gosto

Pesto
- 1 maço de rúcula
- 1 dente de alho
- 60ml de azeite
- 50g de nozes
- Sal
- 40g de parmesão

Ragu de rabada
- 1kg rabo de boi
- 2 cebolas
- 2 galhos de alecrim
- 2 cravos-da-índia
- Sal a gosto
- Pimenta-do-reino a gosto
- Azeite
- 1 litro de caldo de carne caseiro

Preparo
1. Para o risoto, em uma frigideira, frite a cebola em cubos com a manteiga, adicione o arroz e depois de 4 minutos coloque o vinho branco.
2. Quando secar, adicione o açafrão e caldo de carne. Adicione sal a gosto. Cozinhe por cerca de 20 minutos, finalize com parmesão e manteiga.
3. Para o pesto, bata todos os ingredientes no liquidificador, até obter uma mistura homogênea.
4. Para o ragu, frite a cebola com azeite em uma panela, adicione a carne, frite até dourar e em seguida acrescente os demais ingredientes e cozinhe por 3 horas em fogo moderado. Depois desfie.

Rende 4 porções

Livro traz receitas saudáveis para crianças

25 de janeiro de 2015 2

Tem um livro doce no forno. A escritora de Blumenau Ana Paula Abreu e a culinarista Lidiane Barbosa uniram talentos para a criação do livro infantil Vó Leninha em… O Aniversário de Isabela, da Editora Viajante do Tempo, que será lançado dia 2 de março em Blumenau.

leninha1

 

 

Imagens: reproduções

Na história, a vó (personagem de outro livro infantil de Ana Paula, O Mistério da Sopa da Vó Leninha) organiza uma festinha de aniversário para a neta, Isabela, e o preparo dos quitutes saudáveis aparece ao longo do livro. É nesta parte que entra Lidiane, que assina as receitas de bolo, brigadeiro, coxinha e esfirra, entre outras, todas sem glúten, lactose, soja ou açúcar refinado. Ao longo da narração a Vó Leninha também ensina os leitores a cuidar da horta.

A obra pretende ser bem didática, explicando a importância de se alimentar bem. Nas últimas páginas, o livro traz um glossário mostrando o que são e para que servem os superalimentos, como inhame e linhaça. As delicadas ilustrações são de Bruna Assis Brasil.

Torta pecatto, um clássico na Sommerfest

09 de janeiro de 2015 0

A Sommerfest, que começou nesta quinta-feira em Blumenau — pela primeira vez com festa às quintas e sextas — tem novidade no cardápio para quem gosta de doçura. O Senac Restaurante-Escola, um dos restaurantes presentes na gastronomia da Sommerplatz, levou à festa um clássico da casa: a torta pecatto.

A sobremesa é uma combinação massa de brownie, com cobertura de nutella, chantilly, morangos e cereja diz a lenda que até hoje ninguém desgostou da torta. A fatia custa R$ 15. O Senac libera a receita para quem quiser reproduzir em casa, confira abaixo.

Na parte de gastronomia da Sommer, o cardápio da festa tem sugestões de harmonização com cervejas artesanais.

Michel Téo Sin, DivulgaçãoFoto: Michel Téo Sin, Divulgação

Torta pecatto

Ingredientes
- 2 ovos
- 125g de manteiga
- 45g de chocolate em pó
- 250g de açúcar
- 60g de farinha de trigo com fermento
- 90g de castanha-do-pará

Cobertura
- 1 copo de creme de avelã (Nutella)
- Chantilly
- Morangos
- Cerejas
- Calda de chocolate

Preparo
1. Derreta a manteiga e acrescente o chocolate em pó. Reserve.
2. Na batedeira, bata os ovos, acrescente o açúcar e misture bem. Desligue.
3. Acrescente aos ovos a mistura de manteiga e aos poucos o trigo peneirado com fermento.
4. Por último junte a castanha-do-pará quebrada.
5. Leve para assar por cerca de 30 minutos, no forno a 180 graus.
6. Depois de frio, espalhe o creme de avelã sobre a massa e monte na seguinte sequência: chantilly, morangos, cerejas e fios de chocolate.

 

 

É tempo de mangas!

02 de janeiro de 2015 0

Elas estão suculentas, mais baratas e no seu melhor momento: é hora de encher o carrinho de mangas e aproveitá-las em sobremesas frescas e cheias de frutas. Confira duas sugestões:

verrine1Foto: União, Divulgação

Verrine de manga com hortelã
7 porções

Ingredientes
- 3 xícaras (chá) de manga Palmier em cubinhos
- 1/2 xícara (chá) de açúcar refinado
- 3 xícaras (chá) de leite
- 1/2 xícara (chá) de amido de milho
- 1/4 xícara (chá) de hortelã fresca
- 1 colher (sopa) rasa de manteiga
- 3 gemas
- 7 bolas pequenas de sorvete de creme

Preparo
1. Reserve a manga e o sorvete para a montagem.
2. Ferva o leite, retire do fogo e acrescente a hortelã. Reserve com a panela tampada até esfriar.
3. Misture as gemas com o açúcar e o amido e, aos poucos, junte o leite reservado e coado. Leve ao fogo, mexendo sempre, até engrossar.
4. Fora do fogo, acrescente a manteiga. Reserve com filme-plástico aderido diretamente à superfície até amornar. Bata com uma espátula para acetinar.
5. Coloque uma camada de manga no fundo de cada copo, 1 camada do creme e repita a operação, finalizando com a manga.
6. Reserve na geladeira até ficar bem gelado. No momento de servir, coloque uma bola de sorvete em cada copinho.

Fonte: União

Becel, DivulgaçãoFoto: Becel, Divulgação

Salada de frutas com creme de hortelã
10 porções

Ingredientes
- 4 colheres (sopa) de açúcar
- 3 fatias de abacaxi cortado em cubos
- 2 bananas-prata médias cortadas em cubos
- 1 manga média cortada em cubos
- 1 laranja-pera grande, sem pele, cortada em cubos

Creme
- 2 xícaras (chá) de leite
- 4 colheres (sopa) de amido de milho
- 4 colheres (sopa) de açúcar
- 15 folhas de hortelã fresca picada
- 4 colheres (sopa) de creme vegetal

Preparo
1. Em uma panela, coloque o açúcar e leve ao fogo médio até derreter. Junte o abacaxi, as bananas, a manga e a laranja. Misture delicadamente e cozinhe por 3 minutos.
2. Divida a salada de frutas em 10 taças individuais e reserve.
3. Bata no liquidificador o leite, o amido, o açúcar e a hortelã por 3 minutos.
4. Coloque a mistura em uma panela média e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até engrossar.
5. Retire do fogo, acrescente o creme vegetal e misture rapidamente.
6. Coloque o creme sobre as frutas e deixe esfriar.
7. Leve à geladeira por 1 hora e 30 minutos.

Fonte: Becel

Não vai faltar drinque no Réveillon!

26 de dezembro de 2014 0

O feriadão vai ser longo, e a celebração também. Para quem quer brindar fugindo do mais do mesmo (cerveja, caipirinha e espumante na virada), seguem sugestões de novos drinques — três deles sem álcool. Todos gelados, frescos e frutados, como tem que ser no verão.

Stock.xchng, DivulgaçãoFoto: Stock.xchng, Divulgação

Falso mojito

4 porções

Ingredientes
1/2 colher (sopa) de açúcar
3/4 de xícara de suco de limão
3/4 de xícara de folhas de hortelã
1/2 xícara de cubos de gelo
3 xícaras de água com gás
Rodelas de limão para enfeitar
Folhas de hortelã para enfeitar

Preparo
1. Em uma panela, junte o açúcar, o suco de limão e as folhas de hortelã.
2. Cozinhe, mexendo, até que o açúcar dissolva por completo. Deixe cozinhar por mais 2 minutos e retire do fogo. Aguarde esfriar e passe por uma peneira.
3. Encha quatro copos com gelo. Adicione 3 colheres (sopa) da mistura do limão em cada copo e complete com 3/4 de xícara da água com gás.
4. Enfeite com as rodelas de limão e as folhas de hortelã.

Fonte: Vigilantes do Peso

Ponche

cravoIngredientes
1,5 litro de água
1 xícara de hibiscos desidratado
4 cravos
2 paus de canela
Pitada de noz-moscada
1 colher (sopa) de mel
Fatias de maçã
Fatias de limão
Fatias de laranja

Preparo
1. Em uma panela aqueça a água, acrescente os hibiscos e todas as especiarias incluindo o mel.
2. Deixar levantar fervura e cozinhe por 15 minutos em fogo baixo.
3. Em seguida, coe a bebida, coloque em jarra de vidro, adicione as frutas e coloque para gelar.

Fonte: nutricionista Andréa Santa Rosa, do vidafuncional.com.br

Summer way

limao
1 porção

Ingredientes
60ml de suco de cranberry
30ml de suco de abacaxi
15ml de sweet and sour (mix de limão, água e açúcar)
Refrigerante de limão

Preparo
1. Bata todos os ingredientes com gelo, coloque na taça e complete com refrigerante de limão.
2. Para decorar, utilize as folhas do abacaxi, ou um pedaço da fruta em forma de um pequeno triângulo.

Fonte: Juxx

Drinque de café gelado

1 porção

Ingredientes
1/2 copo de café gelado
1 colher (sopa) de geleia de hortelã
1 dose de vodca
3 pedras de gelo
Açúcar a gosto

Preparo
1. Coloque todos os ingredientes numa coqueteleira e misture bem. Sirva com folhinhas de melissa.

Fonte: Stela Morato para 3corações

Margarita

1 porção

Ingredientes
40ml de tequila
20ml de cointreau
15ml de limão espremido

Preparo
1. Bata os ingredientes em uma coqueteleira com 3 ou 4 cubos de gelo.
2. Coloque em uma taça para margarita ou para martini gelada e crustada com sal, sem os cubos de gelo.

Fonte: barman Yuri Carrolo para Cocinero

Afinal, qual é o melhor sal?

07 de novembro de 2014 1

A chegada no mercado brasileiro de um salgante com 0% de sódio voltou a gerar aquele burburinho que a palavra sal causa. O Bio Salgante, liberado recentemente pela Anvisa, por enquanto é apenas vendido pela internet.

Para os hipertensos, reduzir o consumo de sódio faz muita diferença. Mas nenhum sal pode ser usado deliberadamente, lembra a nutricionista Helouse Odebrecht. O Bio Salgante, por exemplo, substitui o cloreto de sódio (sal de cozinha) por cloreto de potássio (que em excesso pode prejudicar o sistema renal) e glutamato monossódico. Para ela, moderar quantidades e evitar produtos industrializados ainda é a forma mais segura de reduzir o sódio.

sal2Foto: Stock.xchng, Divulgação

As prateleiras de produtos naturais também estão cada vez mais fartas de sais de cozinha que prometem ser mais saudáveis _ e que podem custar uma pequena fortuna. A nutricionista ajudou a tirar as dúvidas sobre os principais, confira:

Sal comum moído e refinado
É o mais comum à mesa. O processo para refiná-lo inclui a adição de produtos químicos e reduz os fatores nutricionais. Não é indicado pelos nutricionistas.

Sal comum moído e não refinado
Por não passar por processo químico, mantém as propriedades naturais, mas não tem menos sódio. Era denominado sal marinho até o ano passado, mas por uma exigência da legislação o termo foi retirado, já que todos os demais sais da categoria também são marinhos.

Sal sem sódio ou sal light
No lugar do sódio adiciona-se o potássio, que em excesso também é prejudicial à saúde. Alguns podem conter também glutamato monossódico, uma substância vetada pelos nutricionistas.

Flor de sal
Muito utilizado na gastronomia, também não é refinado e representa a parte nobre do sal marinho, a primeira camada, com cristais maiores. Mas cuidado: tem concentração de sódio maior do que as demais partes do sal.

Sais específicos
Provêm de salinas específicas, como o sal negro, que vem do Havaí, e o sal rosa do Himalaia. São excelentes fontes de minerais e têm teor de sódio mais reduzido em relação ao comum. Mas são os produtos mais caros no mercado.

alecrim

A nutricionista criou uma receita de sal verde, com temperos. Por ser temperado e ter bastante sabor, substitui caldos e temperos prontos, que costumam ter um teor bem alto de sódio. Confira:

Sal verde

Ingredientes
- 1/2 cabeça de alho descascado na hora do preparo
- 1 cebola
- 1/2 maço pequeno de cebolinha
- 1/2 maço pequeno de salsinha
- 1/2 maço pequeno de manjericão
- 20ml de água ou óleo ou azeite (opcional)
- Aproximadamente 1kg de sal não refinado

Preparo
1. Selecione e higienize os ingredientes. Pique a cebola grosseiramente para auxiliar na preparação.
2. Coloque a água ou óleo no liquidificador, acrescente os ingredientes, menos o sal. Bata até formar um “suco”.
3. Despeje o suco em uma vasilha e à parte vá acrescentando sal até formar uma pasta.
4. Coloque em um pote esterilizado, tampado sob refrigeração por até 3 meses.

Dica: você pode acrescentar o tempero que desejar (pimenta, alecrim, hortelã…)

Um lugar: Carolina Josefina, em Brusque

03 de outubro de 2014 0

Em Brusque, a cidade das cucas suculentas, um endereço reforça e ao mesmo tempo revigora o dom que a cidade tem para a confeitaria. A Carolina Josefina, uma charmosa boutique de doces e pães, é um portal que se abre para a confeitaria e a panificação europeias. Saudosos ou curiosos por macarons, baguetes, focaccias e strudel encontram ali reproduções de receitas italianas, francesas e alemãs.

carolina_josefinablogFoto: Zucco Neto, Divulgação

A responsável é Marcella Schaefer Fedeli, que se formou em Gastronomia na Univali e se especializou em panificação na França e confeitaria na Itália. O nome do espaço, aberto em 2012, é uma homenagem à avó de Marcella, Carolina Josefina, a primeira Miss Brusque.

crumbleblogFoto: Mariana Furlan

Na difícil missão de escolher apenas um doce do lugar, experimentei um crumble de banana irretocável (foto). Aberto à tarde, o local também serve sopas às segundas e terças e sanduíches feitos na hora. Um lugar para voltar sempre e explorar o cardápio caprichadíssimo.

Carolina Josefina
Rua João Bauer, 245, Brusque
Seg a sex, 14h às 17h; sáb, 15h às 18h

Perfil - chef Heiko Grabolle

08 de agosto de 2014 0

Heiko Grabolle é nome onipresente no cenário local. O chef alemão é responsável pelo Senac Restaurante-Escola de Blumenau e comanda também o cardápio de eventos da instituição, como a temporada de sábados temáticos na hora do almoço, sempre com uma pegada germânica, claro. Para o restaurante, a meta para 2014 é fazer uma reformulação no cardápio e deixá-lo atraente para blumenauenses e turistas.

Heiko é chef múltiplo, tem no currículo um livro de cozinha alemã, experiência como professor, consultor, food stylist e chef em cruzeiros gastronômicos. A culinária alemã é a base do trabalho, mas sempre com a preocupação de mudar a antiquada imagem que considera germânica apenas a cozinha dos imigrantes. Heiko traz consigo a Alemanha contemporânea — e trouxe à região o know how das comidas de rua, como os infinitos pratos com Wurst (salsicha).

A carreira de 20 anos começou ainda na Alemanha. No Brasil já são 11 anos — ele mora em Florianópolis — e o coração já se divide bem entre os churrascos e as salsichas. Heiko é a prova de que cozinha germânica não é só Eisbein e que alemão pode ser superextrovertido.

Patricia Mueller/Divulgação

Quando descobriu que queria ser chef? Foi em 1993, quando entrei na cozinha do meu irmão (que também é chef), senti o aroma das ervas e soube que queria ser cozinheiro!

O que não pode faltar na geladeira: linguiça Blumenau, manteiga e Bier (cerveja).

Restaurante preferido na região: claro, Senac Restaurante-Escola, em Blumenau!

Comida de infância: Kartoffel, Kartoffel, Kartoffel… (batata, batata, batata…).

Que receita você melhor executa? Adoro trabalhar com Spätzle (macarrão caseiro) e molhos.

Blog de gastronomia preferido: leio bastante o cuecasnacozinha.com, o marcelokatsuki.blogfolha.uol.com.br e gosto de fazer o meu blog também – wordpress.heikograbolle.com.

Uma saudade da Alemanha: curtir uma Krombacher (a cerveja da minha região) com uma Currywurst (prato de salsicha alemã com molho especial) na Schützenfest (festa de tiros) da minha região com amigos e familiares.

O melhor ingrediente brasileiro: carne bovina e camarão! Adoro em todas as formas, num churrasco ou na praia. “Fiquei brasileiro”!

Torce o nariz para alguma comida? No momento todo mundo fala das formigas comestíveis, não preciso! Danke Nein!

O que jantou ontem? Batatas, ovos e linguiça.

A melhor receita em dias de pressa: fácil, o lanche mais vendido nas ruas alemãs, Currywurst (veja a receita do chef abaixo)!

Senac/Divulgação

Currywurst

Ingredientes
- 1 cebola cortada em tiras finas
- 1 ramo de alecrim
- 2 folhas de louro
- 20g de manteiga
- 2 colheres (sopa) de extrato de tomate
- 4 colheres (sopa) de catchup
- 250ml de caldo de carne
- 1 colher (chá) de molho inglês
- 1 colher (sopa) de molho barbecue
- 1 unidade (150 g) de salsicha branca tipo Bratwurst
- 1 pitada de curry
- Óleo para fritar

Preparo
1. Refogue a cebola, o alecrim e a folha de louro na manteiga até a cebola dourar.
2. Acrescente o extrato de tomate e mexa bastante. Refogue por 5min em fogo baixo.
3. Deglaceie com o caldo de carne e acrescente em seguida os outros molhos com uma pitada de curry.
4. Ferva por 10min e peneire em seguida.
5. Em uma frigideira grande frite as salsichas de todos os lados em um pouco de óleo até dourar. Cortar em rodelas maiores, disponha em uma travessa coberta com o molho e salpique o resto do curry sobre o molho.

Rende 1 porção

Azeite no doce?

09 de maio de 2014 0

Pouco a pouco uma barreira é vencida com uma receita aqui, outra ali: o uso do azeite de oliva na confeitaria. Os defensores do garantem que além da redução da caloria, outra vantagem é que o produto deixa bolos mais macios e úmidos.

Para além dos bolos, que eventualmente já levam outro tipo de óleo, o azeite de oliva também pode enriquecer doces como o brigadeiro — basta saber dosar.

Brigadeiro com azeite

Ingredientes
- 1 lata de leite condensado
- 100g de chocolate ao leite premium (45% cacau)
- 20g de cacau em pó
- 2 colheres (sopa) de azeite extravirgem
- Azeite extravirgem para untar
- 100g de confeito de chocolate ao leite premium

Preparo
1. Em uma panela de fundo grosso, coloque o leite condensado, o azeite e leve ao fogo brando, mexendo sempre, por cerca de 10min.
2. Acrescente o chocolate ao leite cortado em pedaços pequenos e continue mexendo até a massa desgrudar do fundo da panela.
3. Apague o fogo e transfira a massa para um recipiente de louça untado com azeite.
4. Quando esfriar, faça bolinhas e cubra os brigadeiros com o confeito.

Rende 30 docinhos

Fonte: doceira Juliana Motter e Azeite Gallo



Peras douradas com azeite e mel

Ingredientes
- 8 peras doces e firmes
- 1/4 de xícara de mel
- 1 colher (sopa) de essência de baunilha
- 1/2 colher (chá) de canela em pó
- Suco de 1 limão
- 2 colheres (sopa) de azeite de oliva

Preparo
1. Pré-aqueça o forno a 200 graus. Descasque e corte as peras em 4, descartando cabinhos e sementes.
2. Coloque em um refratário untado com azeite de oliva.
3. Numa tigelinha, coloque o mel, a baunilha, a canela, o limão e o azeite e misture até obter um creme homogêneo.
4. Ponha o creme na assadeira e mexa até que os pedaços de pera estejam totalmente envolvidos pela mistura.
6. Leve a pera ao forno por 30min, até que esteja macia e ligeiramente dourada.

Rende 8 porções

Fonte: Azeite a Sua Vida