Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Um Lugar"

Um Lugar - Restaurante Tabajara, em Blumenau

19 de outubro de 2012 0

Quem participa da seção Um Lugar do Gastronomia desta sexta é a colunista Fernanda Nasser, que sugere o Restaurante Tabajara. Confira:

Entre os melhores restaurantes da cidade, o Tabajara é sem dúvida o lugar onde me sinto em casa. O ambiente é muito agradável e fino, tem uma ótima seleção de vinhos e o menu sofisticado sempre traz novidades aos associados do clube. Como frequento desde criança, é difícil escolher um prato preferido apenas, mas nunca deixo de pedir maionese ou Hackepeter como entrada.
Como prato principal gosto muito do peixe à baden baden (linguado gratinado com molho branco e batatas cozidas), filé diplomata (mignon com molho rosé cremoso, queijo e bacon) e camarão à la Juan, que vem empanado com queijo parmesão e arroz com passas. A batata frita de lá é imbatível e o Spätzle também.
O atendimento é maravilhoso, conheço todos os garçons e adoro ir na cozinha, fazia quando pequena e ainda faço hoje, adoro o clima dela e, às vezes, nas festas, durante a madrugada, como lá mesmo no meio dos garçons que são muito queridos.
O maître seu Inácio e seu filho Sérgio estão sempre antenados com o atendimento aos clientes em dias de maior movimento. Ah, e minha sobremesa favorita é o estrogonofe de nozes, um mousse de doce de leite e nozes picadas.
O restaurante também tem um menu diferenciado para bufês que, ao meu gosto, bate qualquer um de São Paulo e Curitiba dos que já provei, e foram muitos. Somente os sócios do clube podem frequentar o restaurante, mas eles entregam em casa sob encomenda e também é possível contratar o bufê para festas.
Me deu até fome.

Por Fernanda Nasser (fernanda.nasser@santa.com.br)

Restaurante Tabajara

Rua Alwin Schrader, 415, Centro, Blumenau
Informações: 3326-1269

Um Lugar - Nakirimoto Sushi Bar, em Blumenau

20 de julho de 2012 1

Na edição do Gastronomia de hoje, o restaurante lembrado na coluna Um Lugar é o Nakirimoto Sushi Bar — o Jorge, para os íntimos. Quem assina é a repórter Daniela Pereira, confira:

A primeira vez que me convidaram para ir ao Nakirimoto Sushi Bar, me disseram: vamos comer um japonês lá no Jorge? Foi assim mesmo — Jorge é o nome do dono do restaurante. Depois disso, sempre que posso estou lá, mas confesso que é bem menos do que eu gostaria. A última incursão foi com minha mãe e meu irmão e eles já perguntaram quando vamos voltar. Aliás, foi com meu irmão e sua mania por sashimi que aprendi a apreciar a culinária japonesa.

O Jorge fica na Rua Nereu Ramos, 825, numa casa simples, onde você pode escolher entre sentar-se na parte interna, na varanda da frente ou numa espécie de edícula nos fundos. Eu recomendo a parte dos fundos, é mais tranquilo, você fica à vontade para conversar e o atendimento não te esquece de jeito nenhum. E a comida é ótima, sempre bem servida, com porções generosas.

Recomendo qualquer combinado com salmão, mas o meu preferido é o sushi Hot Filadélfia. Para quem gosta de pratos quentes (pense no friozinho lá fora), o teppanyaki de frutos do mar é magnífico. Para acompanhar, o ideal é apostar no saquê, puro ou como ingrediente de alguma caipirinha de fruta. Mas o lugar também tem algumas opções de cerveja, para quem gosta de misturar. Vá e curta, sem preconceitos.

Por Daniela Pereira (daniela.pereira@santa.com.br)

Nakirimoto Sushi Bar

Rua Nereu Ramos, 825, Jardim Blumenau, Blumenau
Informações: 3322-8997

Um Lugar - Bier Vila, em Blumenau

11 de maio de 2012 7

Na edição do caderno de Gastronomia de hoje, quem participa da seção Um Lugar é a Aderlani Furlanetto, diagramadora do Santa. Ela indica a cervejaria Bier Vila, confira:

Quando recebo a visita de um amigo ou parente em Blumenau, o pedido é sempre o mesmo: um lugar legal para tomar chope. Sempre recomendo e levo minhas visitas ao Parque Vila Germânica – ambiente descontraído e com barzinhos servindo vários tipos de cerveja e chope.

O Bier Vila, além de oferecer uma variedade de cervejas importadas e artesanais do Vale do Itajaí, é um dos poucos lugares (talvez o único) que serve a deliciosa batata rosti. Um prato que está conquistando o gosto dos blumenauenses – pelo menos, me conquistou.

A receita é feita com batatas raladas, fritas na manteiga e moldadas em formato circular. A cervejaria serve sete sabores, e ainda indica a harmonização de cervejas para cada tipo.

Sempre com música ao vivo que varia de samba a rock, o bar também passou a servir desde o final do ano passado a Duff Beer, a cerveja do Homer Simpson. O único ponto que deixa a desejar, assim como muitos outros barzinhos em Blumenau, é que fecha cedo. Contudo, o ambiente é agradável e ideal para um final de tarde.

Por Aderlani Furlanetto (aderlani.furlanetto@santa.com.br)


Bier Vila

No Parque Vila Germânica
Rua Alberto Stein, 199, Velha, Blumenau
Informações: 3329-0808

Um Lugar - Salão Hordina, em Timbó

27 de abril de 2012 0

Na coluna Um Lugar do caderno de Gastronomia, jornalistas do Santa dividem com os leitores dicas bem pessoais de locais ou pratos para saborear. Na edição desta sexta-feira, quem traz a dica é Francisco Fresard, o Pancho, da coluna Mercado Aberto. Confira o texto do Pancho sobre o Salão Hordina, em Timbó:

A primeira sensação que tive quando lá estive foi de estranhamento. Na aparência, o Salão Hordina, em Timbó, é como um dos tantos salões que nos cercam anônimos nas redondezas da região. Abriga bailes, jogos de bolão, lanchonete e se transforma em casa noturna nos finais de semana, parceria de três décadas com a Jord’s Som (quem já não ouviu falar?).

O que torna o Hordina diferente dos demais é o tradicional pastel, vendido nas sextas, sábados e domingos, sempre a partir do finalzinho da tarde. Deve ser o pastel mais democrático que conheço. Reúne gente dos mais diferentes credos, classes e origens e com o avançar da hora, o público vai se reciclando. Às famílias, recomenda-se o início da noite.

O segredo do pastel, segundo o proprietário, Nelson Hordina, é o tempero. Receita da mãe dele, que começou a tradição há 37 anos. O mais pedido é o de frango com palmito, mas os de pizza, queijo e a bananinha cada vez mais ganham espaço. São cerca de mil pastéis por fim de semana. Tudo acompanhado por uma porção dos melhores palmitos que já experimentei, cozidos no dia e ornados com cebola e pimentão.

A decoração de gosto duvidoso e os globos espelhados no teto dão o toque especial a um dos lugares mais estranhos que já frequentei para comer bem. Indicado aos que gostam de nova experiências.

Por Francisco Fresard (francisco@santa.com.br)

Salão Hordina
Rua Edmundo Bell, 177, Bairro Dona Clara, Timbó
Informações: 3382-2585