Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de junho 2014

MTG x Federação: Três entidades recebem suspensão por envolvimento com circuito de laço

30 de junho de 2014 0

Se alguém achava que as diferenças seguiriam apenas no rumo dos acalorados debates, se enganou.  Três CTGs foram punidos pelo MTG por envolvimento em atividades da Federação Gaúcha de Laço.

Um deles é o CTG Baio Ruano, de Cambará do Sul, que sediou etapas do circuito de laço organizado pela Federação durante o 26º Rodeio Crioulo Interestadual, em fevereiro. No sábado passado,  a entidade recebeu uma suspensão de 90 dias durante reunião do Conselho Diretor do movimento. Ou seja: por três meses, a entidade não pode participar ou promover eventos tradicionalistas.

— A Federação nos prometeu ajuda financeira. Do MTG só recebemos normas —  justifica o patrão Rubens Trindade.

As outras entidades punidas são o CTG João Dornelles, de Fazenda Vila Nova, e a Associação Tradicionalista Estância do Minuano, de Santa Maria. Elas não foram notificadas oficialmente e ainda cabe recurso.

O MTG vê o laço como uma manifestação cultural, enquanto a federação como um esporte. No regulamento do movimento, entidades filiadas não podem participar ou sediar eventos de não filiados, caso da federação.

vacaria - roni rigon

Foto: Roni Rigon

Despedida: Reportagem traz prendas e peões da 25ª RT que passam os cargos neste sábado

28 de junho de 2014 0

Se tem uma coisa que me agrada é escrever sobre prendado e o motivo é justo: eu mesma já fui primeira prenda da 27ª RT e conheço as responsabilidades de ostentar uma faixa.

Buenas, este final de semana o Pioneiro traz uma reportagem com essa moçada bonita da foto, prendas e peões da 25ª RT que se despedem do título. Na versão impressa, a gurizada dá as dicas para os sucessores.

Parabéns, guris e gurias!

Diogo Sallaberry

Foto: Diogo Sallaberry

Confira os candidatos a primeiras prendas e peões da 25ª RT

27 de junho de 2014 0

Gauchada, o chasque deste sábado é muito especial. A 25ª RT escolhe as suas primeiras prendas e peões. As provas ocorrem durante o dia na Casa do Gaúcho. O resultado será divulgado à noite durante um jantar-baile no GTCN Velha Carreta.

Confira os candidatos, suas entidades e categorias.

1 Eduarda Pascoetti CTG Rancho de Gaudérios Mirim
2 Gabriela Vivan CTG Chegando no Rancho Mirim
3 Maria Eduarda Ferro DTG Herança da Tradição Mirim
4 Vitória Bartelle CTG Ronda Charrua Mirim
5 Daniele Zamboni CTG Ronda Charrua Juvenil
6 Flávia Martini Santini CTG Chegando no Rancho Juvenil
7 Júlia Monteiro Pistor CTG Os Carreteiros Juvenil
8 Liengred Barbosa Cardoso CTG Campo dos Bugres Juvenil
9 Monique Loss da Costa CTG Negrinho do Pastoreio Juvenil
10 Thalya de Col DTG Herança da Tradição Juvenil
11 Carolina Lemos Costa DTG Herança da Tradição Adulta
12 Alexandre Vivan CTG Chegando no Rancho Piá
13 Guilherme Suzin CTG Ronda Charrua Piá
14 José Rafael Turela DTG Herança da Tradição Piá
15 Felipe Bernardi Zorzo DTG Herança da Tradição Guri
16 Leonardo Machado de Lima CTG Chegando no Rancho Guri
17 Allan Amarante Nicolla CTG Chegando no Rancho Peão

 

O dia é também de despedida para essa moçada abaixo, prendas e peões da gestão 2013/2014. A essa gurizada, o blog deixa os parabéns pelo trabalho feito em prol da cultura gaúcha!

Diogo Sallaberry

Foto: Diogo Sallaberry

Agende-se:

CONCURSO DE PRENDAS E PEÕES DA 25ª RT
Sábado, dia 28, na Casa do Gaúcho (25ª RT – Rua Teixeira de Freitas, 1461, bairro Sagrada Família)

8h – Recepção dos concorrentes
9h – Início da prova teórica
11h – Montagem e apresentação da mostra folclórica das prendas e provas campeiras dos peões
14h – Início das provas artísticas

JANTAR-BAILE DO CONCURSO

Quando: sábado, dia 28
Onde: GTCN Velha Carreta (ERS-122, nº 10.945, Forqueta, em Caxias. Junto à sede da Fras-le)
Horário: 20 horas
Animação: Grupo Canto Charrua
Cardápio: Feijoada, carreteiro, quirera, couve, farofa, salsichão, churrasco, pão e vinho (durante o jantar)
Ingressos: R$ 38 (adulto) e R$ 18 (crianças até 12 anos)
Traje: pilcha ou traje social (para dançar é obrigatório o uso de pilchas)
Informações: (54) 3238.1228

Em rede social, fãs e amigos homenageiam Xiruzinho, morto em acidente de trânsito há dois meses

25 de junho de 2014 0

Nesta segunda-feira, o músico Xiruzinho estaria de aniversário. No perfil do Facebook do cantor, fãs e amigos aproveitaram a data para homenageá-lo. Xirurinho morreu há dois meses em um acidente de trânsito em São Francisco de Paula.

Entre as mensagens, estão palavras de saudades, trechos de músicas e o sentimento daqueles que o admiravam. Algumas falam em “festa no céu”, “que o músico está junto de Deus” e retratam a saudade que a prematura partida deixou.

Mas há também os desavisados: há  mensagens com desejos de “sucesso e muitos anos de vida” e há quem pergunte onde será a festa. Ainda que a intenção tenha sido parabenizar o músico e é provável que os autores desconheçam a morte dele, fica a sensação de mal-estar.

Na quinta-feira, haverá um tributo a Xiruzinho na Casa da Cultura, em Caxias, com a apresentação de diversos músicos.

Roni Rigon

Foto: Roni Rigon

Cavalos do Sul: Amigos criam grife e site para venda de cavalos

25 de junho de 2014 0

Amanda Zanette-Divulgação

Foto: Amanda Zanette/Divulgação

Veio de cinco amigos caxienses a ideia de criar um portal que oferecesse uma espécie de “classificados” para compra e venda de cavalos na internet. Em cavalosdosul.com.br, é possível conhecer cerca de 200 cabanhas e criadores. Pelo menos 30% delas são da região. Das outras, a maioria é da fronteira do Estado, mas há cabanhas de São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

Já na página inicial, é possível ver o perfil do animal à venda, como raça, preço, idade, pelagem e até temperamento: “muito dócil”, “bom para  lida” e “laço tanto para destro quanto para canhoto”.

— Eu queria comprar um cavalo e não encontrava nada na internet sobre a região. O portal nasceu dessa necessidade — conta Patrícia Rodrigues, 36 anos,  idealizadora do site.

Patrícia, que é analista de sistemas, reuniu mais quatro amigos craques em informática e marketing. Da união de esforços, surgiu o site, único no segmento na Serra. A fan page no Facebook conta com 147 mil seguidores. Em agosto, o Cavalos do Sul completa dois anos.

Diogo Sallaberry

Foto: Diogo Sallaberry/Divulgação

Grife

O portal Cavalos do Sul tem também uma grife própria. Quem quiser levar a paixão por cavalos para o dia a dia, pode conhecer a linha de produtos da marca, feita pela ilustradora Deise Lume. Com ar moderno, as camisetas trazem na estampa a frase “Keep calm and ride a horse” (fique calmo e ande a cavalo).

Há também almofadas e canecas personalizadas. Os preços variam de R$ 35 a R$ 55. Nos próximos meses, serão lançados capas  para celular, camisetas temáticas sobre tiro de laço e freio de ouro e avental para churrasco.

Amanda Zanette-Divulgação

Foto: Amanda Zanette/Divulgação

Músicos organizam tributo a Xiruzinho, em Caxias

24 de junho de 2014 1

Esta quinta-feira será marcada por uma homenagem ao músico Xiruzinho. O artista morreu em um acidente de trânsito na madrugada do dia 20 de abril. Xiruzinho estaria de aniversário nesta segunda.

O tributo contará com Oscar dos Reis, Daniel Barros, Valdir Verona e Rafael de Boni, Luiz dos Santos, Lucio Yanel, Robison Boeira, Paulinho Cardoso, Omair Trindade, Xirú Pereira. A participação especial será de Luiz Marenco.

A apresentação ocorre na Casa da Cultura, em Caxias, às 20 horas. Os ingressos custam R$ 25 e estão à venda no Galpão do Tio Ci. A renda será revertida para a família do músico.

10366236_671761329567087_4852615890755158425_n (1)

É sucesso: Selfie bagual de Joca Martins

23 de junho de 2014 0

 Foto Daiana Silva

Foto: Daiana Silva/Divulgação

Ele é um dos artistas gaúchos mais engajados nas redes sociais e transformou as famosas selfies em legítimas selfies baguais. Em meio a sucessos como “Eu sou bagual” e “Jipão Campeiro”, Joca Martins tira o celular do bolso, vira para o palco, enquadra ele e o público e a foto está feita. A imagem vai para as redes sociais do cantor. Só no facebook, a página tem mais de 100 mil fãs.

Foto Joca Martins

Foto: Joca Martins/Divulgação

Marcelo do Tchê: Sem Tchê Barbaridade, mas ainda com o som fandangueiro

17 de junho de 2014 1

Anunciando o encerramento de um ciclo, o cantor Marcelo do Tchê despediu-se do Tchê Barbaridade após 25 anos de carreira.

À coluna, Marcelo disse “que não tinha mais nada de novo a oferecer ao grupo”, mas que seguirá com o som fandangueiro e o “vanerão alegre” que o caracterizaram na música. Marcelo disse ter recebido apoio dos fãs mas, na redes sociais, eles lamentavam a saída e alguns se referiam a ele como a “alma do Tchê Barbaridade”.

Agora, ele formou dupla com o gaiteiro Edson Machado e o primeiro show está marcado para o dia 3 de agosto, na cidade de Hulha Negra. Quem foi à gravação do Canto e Encanto Nativo (foto), na ExpoBento, semana passada, pôde ter uma palhinha…

Petter Campagna/Divulgação

Foto: Petter Campagna/Divulgação

Tatiéli Bueno lança show da carreira solo nesta sexta, no Paiol

16 de junho de 2014 0

Tatieli Sperry

Foto: Tatieli Sperry/Divulgação

Nesta sexta-feira, a cantora Tatiéli Bueno, 26 anos, lança oficialmente no Paiol Espaço Nativo, em Caxias, o show da carreira solo.

O repertório reúne canções que marcaram os 10 anos de carreira da moça, como Chamamecero e Horizontes, e a canção que a consagrou bicampeã do Enart, em 2010, Um Dia, de Tuny Brun. Tem até Mercedes Sosa com Duerme Negrito, Deyame que me vaya e Ñangapiri.

O show será às 22h. Ingressos antecipados a R$ 10, no Galpão do Tio Ci. Informações: (54) 9149.9303.

20 anos: Veja fotos antigas e conheça histórias do Paiol Espaço Nativo

11 de junho de 2014 0

O ano era 1994. Dois jovens percorriam de bicicleta as ruas de Caxias entregando 400 convites. Os irmãos, Voltaire e Jean Finkler, o primeiro, com 29 anos, e o segundo, com 27, haviam vendido carro e moto atrás de um sonho: montar um bar que tivesse cara de galpão de estância. O nome: Paiol Espaço Nativo. Durante a entrega, uma das bicicletas foi roubada. Inconformado, Voltaire pega a bike do irmão, sai atrás do ladrão e bate em um carro. Da outra bicicleta, nunca mais de soube e o resto dos convites foi entregue a pé.

O blog resgatou o convite de inauguração do Paiol, que completa 20 anos em 2014. Em papel pardo, duas estrofes de um poema de Ique Hopf convidam para o “renascimento de um templo nativo” e “um mate, canha e vaneira” na companhia dos irmãos.

paiol

Fotos: Arquivo pessoal/Divulgação

Entrar no Paiol era como se os ares da grande Caxias desaparecessem, tal a fidelidade às coisas do campo. Ainda que o Paiol pudesse lembrar qualquer galpão de estância, era uma a quem seus idealizadores homenageavam: Fazenda Campos Verdes, entre Rosário do Sul e Alegrete, onde os irmãos iam quando criança com o pai caçar perdizes.

_ Ficamos amigos da família e conhecemos a lida do campo, como a vacinação, o banho e castração do gado. Levantávamos às seis da manhã, mesmo com geada. Desatolamos muito cordeiro em banhado no inverno _ conta Voltaire.

paiol05

Fazenda Campos Verdes, entre Rosário do Sul e Alegrete

Os primeiros tempos não foram fáceis. Levou pelo menos três anos para o bar se firmar. Os dois jovens faziam de tudo, inclusive a faxina. Mas os guris não recusaram a peleia e vieram as conquistas: o Paiol foi o primeiro bar a ter uma banda própria, que começava e encerrava a noite. Trouxeram até uma banda de reggae para o reduto nativo, entre 2003 e 2004, quando o ritmo aflorou e o movimento havia caído. Foi palco para a formação de músicos caxienses. E, como uma herança, a tradição de frequentar o Paiol passa para gerações de uma mesma família. A própria esposa, Voltaire conheceu no Paiol, no dia da inauguração.

paiol01

Um dia depois da inauguração, os irmãos Voltaire (esquerda) e Jean

Decorado com utensílios gaúchos, o Paiol é a casa de quem gosta do cheiro de nostalgia. São mais de cinco mil artigos, vindos de antiquários, ferros velhos, ganhados de presente e até retirados do lixo.Três deles são mais especiais: uma roda de carreta vinda de Santana do Livramento, um cavalo de balanço antigo,esculpido em madeira e trabalhado em gesso, e um singelo lampião que traz história: era usado pelo pai nas caçadas com os filhos, na fronteira.

paiol06

Acima, os irmãos Jean, à esquerda, e Voltaire em frente ao Paiol

paiol04

Visita ilustre: o Baixinho das propagandas da cerveja Kaiser