Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Do leitor: Rivalidade X Integração

03 de janeiro de 2015 0

Há algumas semanas, a coluna publicou um texto intitulado Rivalidade X Integração em que aborda uma briga entre CTGs no Rodeio do Mercosul e mostra parte de um editorial assinado pelo presidente do MTG, Manoelito Savaris, em que ele questiona se o único objetivo das entidades artísticas que participam de rodeios é o de ganhar prêmios. O supervisor comercial Eugenio Bristot, pai de duas filhas que dançam em CTG, se manifestou sobre o assunto. Confira:

“Na reportagem daquele final de semana, comento algumas coisas: O presidente do MTG diz que os grupos só vão para ganhar o título do rodeio e não ficam nele. Realmente, os grupos precisam angariar fundos para diminuir o custo que os integrantes têm com a locomoção, indumentária, alimentação, etc, além das promoções que efetuam para complementar os gastos. Por que aceitam tantos grupos em rodeios de locais distantes, se poderiam ser mais regionalizados? Deveriam limitar a quantidade de grupos, assim também não iriam até tão tarde as competições, afinal a maioria (dos integrantes) são trabalhadores.

Poderiam agilizar mais os resultados. Com a informática tão presente, o resultado poderia vir logo depois que o último grupo dançasse. Por exemplo no ENART, que acompanho há alguns anos, por que a demora para anunciar os vencedores? Será que tem que rever planilhas para ajustar?

Os resultados seriam mais convincentes se já estivessem em arquivo onde não houvesse possibilidade de serem alterados. Com certeza não iria expor os avaliadores às dúvidas, envolvendo os grupos com rivalidades que vêm de avaliações que  dizem às vezes suspeitar. Acho que está na hora do MTG colocar isto mais às claras, usar a informática para os resultados. Pode ver que os resultados de ENART só vão estar no site do MTG dias depois. Nos dias de hoje, é muito simples colocar os resultados online no site”.

Envie seu Comentário