Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Com ou sem apoio, sai o Feggart

27 de fevereiro de 2015 1

Uma reunião esta semana parece ter acalmado os ânimos entre o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) e a organização do Festival Gaúcho e Gastronômico de Arte e Tradição (Feggart).

11005965_847719505294038_1708527320_n

Foto: Prefeitura de Farroupilha, Divulgação

Em documento, o MTG sugeriu a troca de nome do festival, para que não fosse confundido com o Encontro de Arte e Tradição Gaúcha (Enart), que não houvesse premiação em dinheiro (como no Enart) e que a 25ª RT fosse integrante da comissão organizadora. O presidente da comissão, Tiago Ilha, já adianta que a troca de nome não será acatada. A proposta da premiação será avaliada.

- Sobre o nome, já temos site, material de divulgação, tudo pronto. Sobre a premiação não ser em dinheiro, vamos avaliar. Nossa ideia inicial era premiar financeiramente para valorizar os participantes, que têm gastos com trajes, deslocamentos. Quanto a participação da 25ª RT, não haverá problemas – garante.

Ainda assim, o MTG não confirmou apoio ao evento, lançado oficialmente quarta. No dia 7 de março, outro encontro está agendado entre o movimento e a comissão do festival. Para entender o caso: o Enart é cria do até então extinto Festival Gaúcho de Arte e Tradição (Fegart), que ocorreu de 1986 a 1996, em Farroupilha.  No ano em que completa 80 anos, a cidade quis trazer de volta a festa.

DSC_6439

Foto: Maurício Orsolin

Nas redes sociais, o MTG divulgou um documento do ano de 2002 em que o então prefeito Bolívar Pasqual transferia ao movimento os direitos sobre a marca Fegart, registrada no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). Porém, o registro foi extinto porque não foi renovado. Ou seja, ficou provado que o movimento não tinha mais direito sobre o nome.

Em contrapartida, a prefeitura de Farroupilha encaminhou ao INPI pedido de registro da marca  Festival Gaúcho e Gastronômico de Arte e Tradição (Feggart), em janeiro deste ano.

10269258_355468397974814_80423452076534187_o

Que vença a tradição

O fato é que os organizadores são incisivos: com ou sem apoio do MTG, o evento sai, mesmo que haja a proibição do movimento na participação de seus filiados (já que o regulamento, como muito se falou ano passado, não permite que filiados participem de eventos não autorizados pelo movimento).

A opinião do blog? Que não seja uma briga de vaidades e que vença a tradição. A comissão deveria ter sinalizado mais cedo ao MTG a ideia de trazer de volta o festival? Talvez sim. Mas que este não seja um motivo para barrar um evento e seus participantes. O ano de 2014 já foi de muito desgaste para o tradicionalismo. Que 2015 seja diferente.

O Feggart ocorre de 24 a 26 de julho no Parque Cinquentenário. Ao retornar, ele ganha um cunho gastronômico, com restaurantes temáticos, e também uma feira com produtos rio-grandenses. As inscrições para as modalidades artísticas vão de 15 de março a 10 de julho, pelo site www.feggart.com.br.

Comentários (1)

  • cealso oliveira diz: 8 de abril de 2015

    o gaúcho tanto peleou por liberdade hoje o MTG quer nos embuçalar com proibições sem
    fundamento. outro dia num rodeio um amigo que foi morar em mato groso voltou nos fazer uma visita. e foi proibido de laçar porque não tinha cartão do MTG . sem falar na punição dada aos narradores ai eu pergunto cade a hospitalidade. nos somos apenas filiado ao MTG mais …… sou laçador e trovador e pajador
    represento a 15ª somos tradicionalista. somos gaúchos de fundamento!
    mais o tempo da da ditadura ja terminou!!!!

Envie seu Comentário