Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dança vira trabalho social no CTG Porteira da Amizade

15 de outubro de 2015 0

00b30684

Vem do CTG Porteira da Amizade, no distrito de Vila Seca, em Caxias, o exemplo da dança como trabalho social. Há um ano e meio, a entidade adotou crianças e adolescentes que faziam parte de um extinto ponto de cultura na localidade, onde as danças tradicionais eram uma das atividades.

Hoje, guris e gurias das invernadas Mirim e Juvenil têm suas pilchas, mas nem sempre foi assim. No início, dançavam com roupas emprestadas e indumentária adaptada de doações. Os peões ganharam os chapéus da patronagem do CTG.

00b30699

(Acima, invernada Mirim. Abaixo, integrantes da Juvenil e da Adulta)

00b3069a

O instrutor Cleber João Capeletti, 37 anos, já coordenava a gurizada no ponto de cultura. De São Marcos, ele vem duas vezes por semana ensaiar as quatro invernadas (o CTG formou também a Adulta e a Veterana). Concilia os ensaios com a profissão de taxista e é dançarino do CTG Pampa do Rio Grande. No ano que vem, os grupos vão começar a disputar rodeios da região.

– As crianças começaram do zero, não tinham vínculos com o campo ou com os CTGs. Elas evoluíram muito nesse período. Temos muito orgulho disso. Eu digo que o mais importante não é o troféu, é a lembrança da dança, a alegria que fica para a vida inteira – explica.

A coluna concorda: vocês já são campeões, Cleber!

00b306a3

00b3069f

 Agende-se

As invernadas se apresentarão em um jantar-dançante promovido pelo CTG no dia 17 de outubro, no Salão Paroquial de Vila Seca. Da Adulta, será a estreia. Os ingressos para o jantar estão esgotados, mas é possível ver a apresentação das invernadas e participar do baile com Zezinho e Grupo Floreio, a partir das 22h30min. O ingresso custa R$ 20.

00b30689

Fotos: Felipe Nyland

Envie seu Comentário