Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Tradição"

Casal completa seis anos de namoro no rodeio de Caxias

22 de março de 2014 0

Não é à toa que o gaúcho canta a paixão pela prenda e os rodeios viram palcos de verdadeiros romances, como o de Tatiane Marchioro, 23 anos, e Filipe Freitas, 24. Muitos vão se reconhecer nessa história de amor: se conheceram em um rodeio na cidade de Espumoso, aos 14 anos, cada um integrante de invernada artística Juvenil de um CTG diferente, concorrentes nas disputas de danças tradicionais. Tatiane dançava no CTG Pampa do Rio Grande e Filipe, no Paixão Côrtes.

arquivo pessoal

A alegria dele chamou a atenção dela. A espontaneidade dela chamou a atenção dele. Eram parecidos. Conversaram e descobriram que cursariam juntos o Ensino Médio, na escola Apolinário Alves dos Santos. Mas o romance começou depois, quando ela já cursava Ciências Contábeis na UCS e ele integrava uma banda de pop rock. Filipe, claro, convidou Tatiane para vê-lo tocar.

O namoro tem data formalizada: dia 23 de março completam seis anos do jeito que se conheceram: dançando. Os dois são integrantes do CTG Imigrantes e Tradição, de Caxias, desde 2011  e disputam, neste domingo, as danças da categoria adulta no rodeio de Caxias.

1382087_408392372619723_1692461104_n

Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Artistas caxienses homenageiam César Passarinho

21 de março de 2014 0

Antes do show desta sexta que apresentará as 12 concorrentes do Festival César Passarinho, durante o Rodeio Crioulo Nacional de Caxias do Sul, cinco artistas caxienses irão homenagear o músico que dá nome ao evento.  Luidhi Moro Muller, Fábio Soares, Jeison Reis, Tatiéli Bueno e João Batista vão interpretar músicas famosas na voz de Cesar Passarinho.

5524_228040454053693_475282067_n

Cesar Passarinho estaria completando 65 anos nesta sexta. Ele faleceu em 1998, aos 49 anos, vítima de câncer no pulmão. Natural de Uruguaiana, viveu por mais de 15 anos em Caxias.

No total, 543 músicas foram inscritas na etapa geral e oito foram classificadas. As outras quatro composições, da etapa local, foram selecionadas em setembro de 2013. Na época, foram 70 inscritos, 10 músicas selecionadas para a final da etapa e quatro escolhidas para serem apresentadas.  Os avaliadores foram Mario Michelon, Luciano Maia e Rogério Melo.

Aqui, algumas fotos dos bastidores dos ensaios dos músicos caxienses para a homenagem desta noite, “roubadas” das redes sociais deles.

12474_634862599902066_296279197_n

E mais uma…

1982103_615232341859570_1280138807_n

Fotos: Arquivo pessoal/Divulgação

MÚSICA CONCORRENTES

1 – De Assombração
Letra e música de Rodrigo Morales
Intérprete: Rodrigo Morales e Thalles Nunes

2 – Ao Som dos Olhos
Letra, música e intérprete: Luidhi Moro Muller

3 – Pelas Tardes de Setembro
Letra e intérprete: Tatiéli Bueno
Música: Lázaro Nascimento

4 – Irmandade Guitarreira
Letra, música e intérprete: Mateus Lemos

5 – Tropeiro Feliciano
Letra: Moacir Sávila Severo
Música: Matheus Alves
Intérprete: Matheus Leal

6 – Morenita
Letra: Rogério Villagran
Música e intérprete: Edilberto Bérgamo

7 – Pretexto de Domador
Letra: Paulo Ozório lemes
Música e intérprete: Robison Garcia

8 – Capataz de Madeira
Letra: Anomar Danúbio Vieira-lucas ramos-
Música: Rodrigo Morales
Intérprete: Rainéri Spohr

9 – Destino de Guasqueiro
Letra: Ninho Pires
Música: Érlon Péricles
Intérpretes: Érlon Péricles e Cristiano Quevedo

10 – Minha Gateada Veiaca
Letra: Henrique Fernandes
Música intérprete: Luidhi Moro Muller

11 – Do Rincão ao João de Barro
Letra: Paulo Ozório Lemes
Música e intérprete: Juliano Moreno

12 – Por ser gaúcho o meu canto
Letra: Rogério Villagran
Música e intérprete: André Teixeira

Em Canela, curso ensina danças gaúchas

21 de março de 2014 0

Começa neste domingo o 3º Curso de Danças Gaúchas de Salão, no Esporte Clube Serrano, em Canela. As aulas serão sempre aos domingos, das 19h às 21h. O investimento é de R$ 75 (não sócios) e R$ 65 (sócios com mensalidade em dia).

O curso é ministrado pelo jornalista  Márcio Cavalli, instrutor com formação pelo MTG e com anos de experiência no ensino dos ritmos regionalistas. Marcha, polca, contrapasso, chamarra, vaneira, vaneirão, xotes, bugio, valsa, milonga, chamamé e rancheira serão  trabalhados durante as atividades. Crianças, adultas e idosos podem participar.

As primeiras edições do curso ocorreram em 2013, reunindo, juntas, quase 60 pares. Os fandangos de formatura dos peões e prendas, também juntos, mobilizaram mais de 1.500 pessoas.

Informações: (54) 9650.5921 e 3282.1104

imigrantes2

Foto: Gabriel Lain

O instrutor

Márcio Cavalli já ensinou dança gaúcha nas cidades de Paracatu e Juiz de Fora, em Minas Gerais, além de trabalhar anos em escolas de Canela, no tempo de professor do ensino regular. Formado em Letras e em Jornalismo, neste último apresentou seu trabalho de conclusão envolvendo tradicionalismo e comunicação, conquistando nota máxima na banca avaliadora.

É autodidata em Folclore e estudioso da tradição. Considera-se “de raiz”, pois é contrário a qualquer modismo nas danças gaúchas. Ano passado, teve um texto publicado em Zero Hora – Celebrar a cultura sem cultuar a guerra, no qual critica a Revolução Farroupilha e afirma que os aspectos culturais não são heranças de uma guerra, e sim de costumes dos antepassados.

 

Garrão de Potro, em Canela, promove festa campeira

20 de março de 2014 0

De 21 a 23 de março, o Centro Nativista Garrão de Potro, em Canela, promove a quarta edição de sua Festa Campeira Estadual, no Parque de Rodeios Saiqui. No total, as premiações chegam a R$ 18 mil. O grupo Tchê Guri anima o baile na sexta, às 23h, também no Saiqui, e Os Tiranos, no sábado.

Durante a cerimônia de abertura irá acontecer a Homenagem Tradicionalista a Três Gerações, onde Romário de Souza Pinto e Divino Antonio Cavalli, junto com os filhos e netos, serão homenageados.

Garrão de Potro - Márcio Pinto

Foto: Marcio Pinto/Divulgação

Nesta edição, também Pery Fogaça, 85 anos, empresta seu nome à Taça Cidade de Canela, que será uma das principais disputas de tiro de laço.  Pery coleciona feitos no meio tradicionalista. Foi um dos fundadores do Piquete de Laçadores Juca da Rata, de São Francisco de Paula. O nome da entidade é homenagem ao avô, José Gomes dos Santos Sobrinho (conhecido como Juca da Rata).

Nos anos 90, foi Patrão do piquete. Anos depois, ajudou a fundar o CTG Eron da Rata, nome em homenagem ao primo, Eron Pinto dos Santos. É Patrão até hoje da entidade. Como laçador, é tricampeão na modalidade de Laço Vaqueano na Festa Campeira do Rio Grande do Sul (FECARS). O apogeu veio em 2013, com o título de Campeão Nacional do Laço Vaqueano conquistado no 16º Rodeio Crioulo Nacional de Campeões, na cidade de Jataí, em Goiás, acertando 86 armadas.

É campeão também do Laço Vaqueano do 27º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria, e com o filho Eriam e o neto Gabriel, ficou em 3º lugar no Laço Geração (avô, filho e neto), no mesmo evento, e 2º lugar no 30º Rodeio Internacional, realizado neste ano.

PROGRAMAÇÃO CAMPEIRA

Sexta feira

18h – Oração da Ave-Maria
19h – Laço Raspadinha em Trio

Sábado
8h -     Laço Individual até 8 voltas
9h -     Laços Dupla Prenda, Vaqueano, Veterano, Duplas de Irmãos, Capataz, Patrão, Pai e Filho, Duplas Taça Cidade de Canela
“Família Tradicionalista” em homenagem Família Pery dos Santos Fogaça
10h – Bênção com Pároco local
15h – Gineteada
18h – Oração da Ave-Maria

Domingo
08h -  Laço Individual Piá ou Menina (até 11 anos)
Laço Guri ou Guria (até 14 anos)
10h -   Solenidade de Abertura Oficial
Homenagem Tradicionalista a Três Gerações (Romário de Souza Pinto e Divino Antonio Cavalli)
10h -   Início do Concurso Laço Duplas
15h -   Final da Gineteadas
15h -   Concurso Laço Vaca Parada: Piazinho (até 6 anos), Piazito (de 7 a 10 anos), Bonequinha (até 6 anos), Prendinha (7 a 10 anos)
18h -   Oração da Ave Maria

 

Gaúchos preparam acampamentos para o Rodeio de Caxias

19 de março de 2014 0

Um dia antes da festa começar, o blog De Galpão já estava nos Pavilhões conferindo os preparativos e se deparou com a gurizada do Piquete Facão sem Cabo, que montava acampamento para os cinco dias do Rodeio de Caxias do Sul.

O grupo tem 10 integrantes e até um laçador. O montador Renato de Lima, 29 anos, começou a laçar aos 16. Parou um tempo, não resistiu e, há três anos, retornou para as competições. Já o técnico operacional Maurício Borile, também 29, é o assador oficial da turma. Dos shows que eles aguardam, está o de Mano Lima e o baile com Os 4 Gaudérios.

Na foto, da esquerda para a direita: Renato de Lima, Magaiver Padilha, Deolir Ribeiro, Maicon Zampieri e Maurício Borile.

_ Estamos nos organizando desde o ano passado. Terminou o rodeio, já estamos pensando no outro _ falam quase em coro os guris, enfatizando o gosto pelo acampamento.

gabriel lain

Foto: Gabriel Lain/Pioneiro

É dada a largada: confira a programação do Rodeio de Caxias do Sul

19 de março de 2014 0

Está dada a largada, gauchada! Começa nesta quarta-feira a 26ª edição do Rodeio Crioulo Nacional de Caxias do Sul. Para que o vivente do outro lado da tela possa se programar, está aí tudo o que vai acontecer nesta baita festa!

PROGRAMAÇÃO CAMPEIRA

Quarta-feira
17h – Laço Coordenadoria, Guri e Taça Universitária

Quinta-feira
8h30min – Laços Vaqueano, Veterano, Senior, Cavalo Campeiro, Taça Quarto de Milha, Taça Cavalo Crioulo, Duplas (001 a 060)

Sexta-feira
8h30min – Laços Patrão, Capataz, Duplas de Irmãos, Taça Cidade, Duplas (061 a 120)
20h – Abertura Oficial do 26º Rodeio Crioulo Nacional de Caxias
20h30min – Gineteada

Sábado
8h30min – Laços Piá, Duplas Pai e Filho, Duplas (121 a finall)
16h – Vaca Parada Piazinho, Piazito, Bonequinha e Prendinha
20h30min – Gineteada

Domingo
8h – Prova de Rédeas Meninas, Guria, prenda, Piá, Guri, Peão e Veterano
9h – Laço Prenda e Final Laço Duplas – Força C, B e A
18h – Final da Gineteada

rodeio caxias - juan barbosa

Foto: Juan Barbosa/Pioneiro

PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA

Quarta-feira
20h – Espetáculos com artistas locais (Palco 1)
22h – Show com Joca Martins (Palco 1)

Quinta-feira
20h – Espetáculos com artistas locais (Palco 1)
22h – Show com Cristiano Quevedo (Palco 1)

Sexta -feira
PALCO 1
19h30min – 6º Festival César Passarinho
22h – Show com César Oliveira e Rogério Melo
23h30min – Baile com Os Tiranos

PALCO 2
19h30min – 7ª Festival Querência da Poesia Gaúcha

Sábado
10h – Início dos concurso de danças tradicionais Mirim e Jovenil (palcos 1 e 2 )e demais categorias artísticas individuais (palcos 3, 4 e 5)
22h – Show com Mano Lima
23h – Baile com Os 4 Gaudérios

Domingo
9h – Início dos concursos de danças tradicionais Adulta e Veterana (palcos 1 e 2) e demais categorias artísticas individuais nos palcos (3, 4 e 5)
20h – Show com Luiz Marenco (Palco 1)

 

Caxiense é classificado para fase geral do Festival César Passarinho

16 de março de 2014 0

O músico Luidhi Moro Muller, 24 anos,  comemora um feito: é o único caxiense classificado para a fase geral do Festival César Passarinho, que acontece durante o rodeio, na sexta-feira. No total, 543 composições inscritas foram avaliadas por nada menos que Fabrício Harden, Luciano Maia e Rogério Melo, que classificaram oito. Luidhi concorreu com a canção Minha Gateada Veiaca, música dele e composição do declamador Henrique Fernandes, da cidade de Marau.

— Escolhi como melodia uma polca. A letra fala de uma égua difícil de encilhar, xucra. O ritmo alegre combina com a história _ revela.

Luidhi foi classificado também para a fase local, com a canção Ao Som dos Olhos, letra e música dele. O guri toca gaita de botão, mas será o intérprete das duas músicas classificadas. E leva jeito: já ganhou pela melhor interpretação duas vezes no festival. Atualmente, grava o CD Florzita de um Regalo Domador, em parceria também com Henrique Fernandes e outros músicos.

arquivo pessoal

Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Que venha o Rodeio Nacional de Caxias do Sul!

16 de março de 2014 0

Quem gosta que se apresente. De 19 a 22 de março, o clima em Caxias do Sul é de gauchismo com o 26º Rodeio Crioulo Nacional, no Parque da Festa da Uva. Entre as atrações artísticas, estão shows e bailes com Joca Martins (quarta), Cristiano Quevedo (quinta), César Oliveira e Rogério Melo e Os Tiranos (sexta), Mano Lima e Os 4 Gaudérios (sábado) e Luiz Marenco (domingo).

Várias são as novidades do rodeio na edição de 2014.Primeiramente, ele, que sempre ocorreu entre dois finais de semana, será em cinco dias. A ideia é cortar custos, mas concentrar o mesmo público, de 100 mil pessoas, em um período mais curto de tempo. Com isso, dois palcos serão utilizados paralelamente para as competições de danças tradicionais, um para o estilo Enart e outro para o estilo Paixão Côrtes.

A cancha coberta está sendo reestruturada. Os palanques da cerca serão de ferro encaixados no chão e não mais de madeira. A medida visa facilitar a remoção da estrutura durante eventos como a Festa da Uva, que está pagando a remodelação, valor de aproximadamente R$ 70 mil. Em todo o rodeio, a 25ª RT investe  R$ 400 mil entre patrocínios e convênio com a prefeitura. Em prêmios, serão distribuídos R$ 125 mil.

Programação de shows e bailes

19/03 – Quarta-feira
20h – Espetáculos com artistas locais (Palco 1)
22h – Show com Joca Martins (Palco 1)

20/03 – Quinta-feira
20h – Espetáculos com artistas locais (Palco 1)
22h – Show com Cristiano Quevedo (Palco 1)

21/03 – Sexta -feira
PALCO 1
19h30min – 6º Festival César Passarinho
22h – Show com César Oliveira e Rogério Melo
23h30min – Baile com Os Tiranos

PALCO 2
19h30min – 7ª Festival Querência da Poesia Gaúcha

22/03 – Sábado
10h – Início dos concurso de danças tradicionais Mirim e Jovenil (palcos 1 e 2 )e demais categorias artísticas individuais (palcos 3, 4 e 5)
22h – Show com Mano Lima
23h – Baile com Os 4 Gaudérios

23/03 – Domingo
9h – Início dos concursos de danças tradicionais Adulta e Veterana (palcos 1 e 2) e demais categorias artísticas individuais nos palcos (3, 4 e 5)
20h – Show com Luiz Marenco (Palco 1)

 daniela xu

Aprenda a fazer o chimarrão invertido

09 de março de 2014 3

Que tal aprender um jeito diferente de preparar o chimarrão? Aqui está uma dica da Escola do Chimarrão, de Venâncio Aires. Confira o passo a passo que Pedro José Schwengber, 61 anos, um dos fundadores do instituto, fez especialmente para o blog De Galpão. A Escola do Chimarrão participou da Festa da Uva de Caxias do Sul.

Chimarrão invertido

Coloque uma colher de sopa de erva-mate no fundo da cuia.

roni rigon

Despeje água quente (na temperatura de beber o mate) até o pescoço da cuia.

roni rigon

Coloque a bomba na cuia.

Roni Rigon

Despeje erva-mate sobre a água cobrindo toda a abertura da cuia.

chimarrão7

Com uma espátula, alise a erva para deixar a superfície plana.

chimarrão6

No sentido contrário ao da bomba, empurre parte da erva-mate em direção ao centro da cuia com a espátula, até aparecer a erva úmida da água.

chimarrão5

Complete o chimarrão com água e saboreie.

chimarrão4

De Galpão desvenda os mitos e verdades do chimarrão

08 de março de 2014 0

O blog desvenda, com a ajuda da Escola do Chimarrão, os mitos e verdades do mate. Quem responde as perguntas é Pedro José Schwengber, 61 anos, um dos fundadores do instituto. A escola participa da Festa da Uva de Caxias. Ainda dá tempo de visitar os pavilhões e aprender a fazer um dos 36 tipos de mate.

DE GALPÃO: Muitas pessoas têm o hábito de fazer o chimarrão com água fria ou morna e cuspir o primeiro. Qual a temperatura da água ideal para fazer o mate?
PEDRO: A temperatura da água não precisa ser fria ou morna. Pode ser a mesma água que se usa para tomar a chimarrão, aproximadamente 70ºC. Cuspir o primeiro chimarrão é pecado porque é nele que se encontra a maior quantidade de fibras da erva.

DE GALPÃO: Tampar a bomba na hora de colocá-la na cuia para fazer o chimarrão ajuda a não entupir?
PEDRO: É um mito. Testamos (a escola) diversas formas de fazer chimarrão e comprovamos que tampar a bomba não ajuda a deixá-lo mais aberto.

DE GALPÃO: Por que o chimarrão entope?
PEDRO: Há três possibilidades: a bomba não é boa, a bomba está entupida, tem erva demais no mate.

DE GALPÃO: Por que não se deve usar água fervente para o chimarrão?
PEDRO: A água fervente perde oxigênio e se torna pesada. Tira o gosto do mate.

DE GALPÃO: O que fazer para conservar a erva?
PEDRO: Armazenar no congelador é a melhor forma. Ela não congela porque é desidratada.

DE GALPÃO: Como escolher a erva?
PEDRO: A erva deve ser escolhida pela data de fabricação: quanto mais recente melhor.

Dica De Galpão: Conheça o bolo de erva-mate

 

chimarrão

Foto: Roni Rigon/Pioneiro

OS 10 MANDAMENTOS DO CHIMARRÃO

1. Não peças açúcar no mate.

2. Não digas que o chimarrão é anti-higiênico.

3. Não digas que o mate está quente demais.

4. Não deixes um mate pela metade.

5. Não te envergonhes do “ronco” no fim do mate.

6. Não mexas na bomba.

7. Não alteres a ordem em que o mate é servido.

8. Não durmas com a cuia na mão.

9. Não condene o dono da casa por tomar o primeiro mate.

10. Não digas que o chimarrão dá câncer na garganta.